Provavelmente você já tentou gerenciar projetos pessoais rotineiros e muitos deles não saíram como o planejado. Mas calma, isso acaba acontecendo, principalmente no modelo de gerenciamento tradicional.

Já o modelo de gestão ágil Scrum visa amenizar esses pontos. Ele traz consigo benefícios únicos, como realizar a execução de maneira mais flexível e com menores prejuízos de retrabalho.

Neste artigo, vamos te ajudar etapa por etapa a começar a aplicar o Scrum no seu dia a dia. E aí, preparado?

A primeira coisa é entender melhor sobre o que é o Scrum. Então, vamos lá!

 

O que é o scrum?

 

A Metodologia Ágil é uma maneira de atender aos requisitos dos clientes de forma iterativa, onde as demandas vêm em etapas.

Com isso, o projeto caminha com passos mais certeiros e possibilita uma produção mais flexível, na qual mudanças podem ser feitas durante o processo. Dessa forma, pode-se evitar retrabalho e há diminuição de custos.

O Scrum pode ser entendido como uma metodologia ágil para gerenciamento de projetos. É um framework criado por Jeff Sutherland e Ken Schwaber que possibilita otimização no processo de criação e construção de qualquer produto, de uma forma transparente e adaptável. Mas o que é framework?

Um framework pode ser entendido como um template onde são disponibilizadas diversas ferramentas que ajudam o programador a criar um fluxo no projeto.

Hoje, vamos falar sobre como implementar ele no seu dia a dia, e como essa metodologia vai te auxiliar a cumprir seus desafios. Se você ainda ficou com dúvidas, vamos te ajudar! Criamos um curso de Introdução ao Scrum totalmente GRATUITO o para você, vai te auxiliar ao máximo e fazer com que você saia na frente do mercado de trabalho ainda. Confere aí!

 

 

Agora vamos dar início às etapas para criar o seu projeto Scrum.Vamos explicar o passo a passo para que seu rendimento seja intenso.

 

Defina uma meta

 

Provavelmente você tem algum projeto a ser retirado do papel. Pode ser alguma meta que foi traçada no início do ano, algo que seja rotineiro e pode ser aplicado no dia a dia, ou até mesmo projetos maiores, como construção de uma casa ou formação no ensino superior.

Não importa o tamanho do seu projeto, essas dicas vão servir para qualquer tipo de meta. E aí, já pensou no que quer colocar em prática?

Pronto, agora que você já sabe o que quer é necessário especificar um pouco mais. Afinal, uma meta tem que ser bem definida para que seja alcançada.

Para isso, vamos recorrer à metodologia SMART para basear as nossas metas. SMART é a sigla de Specific (específica), Measurable (mensurável), Attainable (alcançável), Relevant (relevante) e Time based (temporal). Vamos entender melhor cada um desses itens.

Específica: deve ser específica, para que não haja más interpretações, tanto da sua parte quanto dos membros da equipe. Especifique o máximo possível a sua meta, lembrando que ela deve ser prática e objetiva para definir bem o que quer.

Para isso, tente responder as seguintes perguntas:

  • O que eu quero com essa meta?

  • Quem é responsável por ela?

  • Onde ela deve ser realizada?

  • Como ela será batida?

  • Por que ela existe?

Mensurável: o que não pode ser medido, não pode ser gerenciado. Portanto, é necessário estabelecer parâmetros para medir o andamento de sua meta.

  • Quanto é o resultado esperado da minha meta?

  • Quanto tempo será necessário para realizá-la?

Alcançável: não adianta estabelecer uma meta impossível ou uma meta muito baixa, isso vai gerar desmotivação em correr atrás e batê-la. O correto é levar em consideração o histórico e pedir opinião de pessoas próximas e que detém o conhecimento.

Relevante: a meta tem que ser relevante, algo que realmente vai gerar valor e impacto positivo para você, e que seja fácil de provar os resultados, não é mesmo? Quanto mais relevante, mais motivação para perseguir a meta.

Temporal: Defina um prazo para sua meta. Metas sem prazos podem ser batidas em 1 dia, 1 ano ou 1 vida, portanto, não deixe nada correr solto. É essencial que os prazos sejam condizentes com a realidade e a capacidade de produtividade.

 

Reuniões de planejamento

 

Bem definida a meta, o próximo passo é definir como serão planejadas as Sprints. Para isso, as reuniões de planejamento são dividas em 2 etapas.

 

1ª Reunião de Planejamento

 

A primeira etapa do planejamento consiste em realizar o seu Sprint Backlog, ou seja, você vai produzir uma lista de atividades que devem ser executadas para cumprir a sua meta. Se a sua meta é estudar para prova, o backlog provavelmente serão os assuntos a serem estudados.

Como pode ter percebido, são realizadas quebras do seu projeto em ciclos de trabalho. Esse é o momento de criar metas menores, que, quando alcançadas, geram impacto na sua meta final.

Feito isso, é hora de analisar o Sprint Backlog e priorizar o que vai ser realizado durante essa semana. Dado o exemplo anterior, uma forma de priorizar seria pelo assunto que você tenha maior dificuldade.

Definido o Sprint Backlog e priorizado, vamos para a Sprint. Esse momento é destinado para definir quais atividades do Sprint Backlog serão realizadas em um determinado período, denominado como Sprint.

A duração do seu Sprint vai depender muito de qual é o projeto, mas recomendamos que seja de uma semana. Deve-se escolher um dia fixo no início da semana para planejar suas ações, além de definir quais atividades encaixar na próxima Sprint.

Caso a entrega da atividade dure mais de uma semana, é necessário rever e quebrá-la em partes, para que tudo ocorra de forma simples e flexível. Afinal, isso é um dos pilares do Scrum, não é mesmo?

 

2ª Reunião de Planejamento

 

Essa reunião consiste em relatar como isso será feito. Você vai precisar ser detalhista, e realizar as quebras maiores em menores, ou seja, detalhar como se fosse o passo a passo do seu Sprint.

Essas quebras menores, chamadas de tarefas, devem ser cumpridas em um menor prazo. Voltando ao nosso exemplo, uma tarefa seria estudar os capítulos 1 e 2 de tal assunto de uma matéria.

 

Cargos

 

No Scrum há 3 cargos: Scrum Master; Product Owner e Equipe de desenvolvimento.

Como estamos tratando de projetos pessoais, a maior parte do tempo vai ser dependente apenas de você, então terá que realizar o papel desses 3 cargos, e mais o cliente.

É preciso levar muito a sério a função de cada cargo e executá-la igual as definições anteriores. Além disso, é necessário saber diferenciar muito bem e cumprir as suas respectivas responsabilidades.

 

Reunião diária

 

As reuniões diárias ou daily scrum tem por objetivo ser uma reunião rápida, com duração máxima de 15 minutos, realizada no início de cada dia de desenvolvimento da Sprint. Essa reunião diária visa repassar as atividades do dia anterior e planejar o dia de trabalho que se inicia.

Mas como eu vou fazer essa reunião? Afinal, eu sou o único integrante da equipe.

Então, a princípio pode parecer desnecessário. Mas é fundamental que você destine um tempo para essa reunião. Ela nem precisa acontecer diariamente, vai depender muito da dimensão do seu projeto. Ela pode ser alterada para ocorrer um dia sim e outro não, ou então de dois em dois dias.

Com isso, é possível garantir que você revise o andamento da Sprint e veja se está tudo ocorrendo conforme planejado e se não há nada atrasado ou acumulado para o fim da sprint.

É possível notar que o processo é muito simples de ser realizado, e possui resultados fantásticos. Dessa forma, o trabalho é feito de forma equilibrada e com motivação.

 

Reunião de retrospectiva

 

A reunião de retrospectiva é realizada no final de toda Sprint levantando todos os pontos positivos e negativos dela. É hora de raciocinar tudo aquilo que deu certo e errado na execução.

Como é apenas você realizando a reunião, as vezes é difícil relembrar todos os pontos no decorrer da Sprint. Por isso, sugerimos fortemente que no decorrer do projeto você realize anotações para registrar esses pontos.

Você vai executar essa reunião da seguinte forma: primeiramente, vai falar de todos os pontos positivos e tentar mantê-los para o sucesso de seu projeto. Posteriormente, vai relatar os pontos negativos e traçar soluções para amenizar os seus efeitos.

Assim, você estará muito mais preparado para os futuros projetos, pois já sabe como agir em determinadas situações.

 

Trabalho visível (Meios)

 

Uma dos símbolos do Scrum é a visibilidade, isso possibilita saber tudo o que está acontecendo em pouco tempo. Por isso, é utilizado o quadro Scrum, que é um meio onde consegue-se gerenciar o andamento do seu projeto.

Geralmente, esse quadro é dividido em 3 etapas: A fazer, Fazendo e Feito.

Você pode adotar um quadro de parede com post-it, ou então, podem ser utilizadas plataformas, como aplicativos. O Trello é um ótimo exemplo, ele permite realizar isso com muito mais comodidade e pode ser acessado em qualquer local.

 

Mantenha-se motivado

 

A motivação é a palavra chave para atingir os resultados, é com ela que você vai impulsionar o progresso dos seus projetos. Portanto, é fundamental que toda atividade que você esteja realizando, seja motivadora.

Por isso, o Scrum é quebrado em metas de curto prazo e é um ciclo com renovação de atividades. Assim, a cada passo verá que está no caminho certo e que atingirá os resultados. Dessa forma, você sempre conseguirá estar motivado.

Além disso, tente separar um tempo e refletir sobre o por quê de estar realizando essa atividade e quais os resultados ela irá trazer futuramente.

 

Pronto para usar o Scrum?

 

De início pode parecer complicado mesmo, pois são muitos pontos complexos e abordagens específicas.

Mas não se preocupe, pois a Voitto vai te auxiliar no que precisar para se capacitar e disseminar essa cultura fantástica do Scrum. Para isso, visando a sua capacitação, oferecemos acima o curso de Introdução ao Scrum inteiramente gratuito.

E se você quiser se capacitar mais ainda, sugerimos a leitura do livro “Scrum: a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo”.

Um dos livros mais famosos quando se trata de Scrum, tendo como autor um dos co-criadores da metodologia. É importante que você se adeque aos dias atuais, afinal está acontecendo um processo de mudança continua cada vez mais rápido.

Ah, e se ficou com dúvidas não esqueça de comentar aqui abaixo, e não deixe de dizer o que achou do artigo, seu feedback é essencial para melhoria do conteúdo.