Possivelmente, você já escutou a palavra “Bitcoin” antes. Mas o que ela significa?

Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada, ou seja, não necessita de terceiros para funcionar. Quer dizer que você não precisa de bancos, grandes corporações ou governos para movimentar seu dinheiro.

O Bitcoin surgiu há mais de dez anos (2008), com base em uma rede descentralizada criada por Satoshi Nakamoto nomeada blockchain.

Voltando no tempo, lá na crise do subprime, em 2008, longe dos destaques das notícias econômicas, Satoshi Nakamoto publicou um artigo que tinha uma nova proposta para as transferências econômicas pela internet.

Tal artigo foi nomeado de “Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System”. A proposta consistia na eliminação de um “terceiro confiável” que tinha o papel de validar as operações.

O blockchain foi o que permitiu a revolução do modelo de transferência de valor do bitcoin.

A proposta deste livro é esclarecer o funcionamento da tecnologia por trás do bitcoin, o blockchain, e discorrer sobre as novas formas organizacionais que surgem com ela.

 

 

Sobre a obra

 

Blockchain e Organizações Descentralizadas”, lançado em 2019, escrito por João Guilherme Lyra, é um livro que procura esclarecer como funciona a tecnologia do blockchain.

A obra possui 128 páginas que são divididas em sete capítulos, que farão você entender por que não é mais necessário um outro indivíduo confiável para realizar as transações que você faz com seu dinheiro.

Para adquirir a obra e ficar por dentro dos detalhes, clique no link:

 


 

Sobre o autor

 

João Guilherme Lyra é administrador, pós-graduado em Gestão e Marketing pela ESPM. Possui, também, mestrado em Engenharia pela UFF, com ênfase em Sistema de Gestão. E, ainda, experiência profissional em docência universitária e Organizações Descentralizadas.

 

Esse livro é indicado para quem?

 

Blockchain e Organizações Descentralizadas” é aconselhado para profissionais e estudantes dos mais variados campos do conhecimento, que inclui empreendedores, economistas, administradores, advogados, programadores e, também, pessoas que desejam saber mais sobre criptomoedas.

 

Ideias principais do livro

 

  • O blockchain foi o que permitiu ao bitcoin revolucionar a forma de movimentar o seu dinheiro;
  • O bitcoin tornou possível a transação econômica entre duas pessoas sem a necessidade de terceiros;
  • A ideia associada ao blockchain é confiança e não dinheiro.

 

Overview: Fundamentos essenciais dos blockchains

 

Um dos principais destaques para o sistema de bitcoin vai para a resolução do “problema dos generais bizantinos”, que era um problema que não possui solução, até antes da proposta de Nakamoto.

Lyra descreve o “problema dos generais bizantinos” da seguinte forma: “generais, cada um no topo de montanhas, se preparam para um ataque conjunto e no mesmo horário. Como os generais poderiam enviar mensageiros informando o horário sem que eles fossem capturados por seus inimigos?

E, mesmo se os mensageiros conseguissem escapar dos inimigos, como os generais saberiam que a mensagem foi recebida?”

Se olharmos para o ambiente da internet, é exatamente isso que acontece. A internet é insegura e traiçoeira.

Agora podemos entender a solução de Nakamoto:

 

  • Não é preciso um intermediário para realizar transações peer-to-peer (P2P);
  • A criptografia dos registros os fazem ser imutáveis;
  • A combinação da criptografia com o registro de data e hora, cria uma cadeia progressiva de transações;
  • Como todas as transações são distribuídas para cada usuário, as validações são feitas por todos eles. A atualização é feita pelos próprios usuários, os ledgers.

 

Overview: Os componentes dos blockchains

 

Um blockchain possui vários componentes, entre eles temos: Rede e nodos, Endereço e chave pública, Chave privada ou senha, Token, Criptografia, Função hash criptográfica, Timestamp, Ledger ou nodos completos, Consenso e mineração, Prova de trabalho - PoW (Proof-of-Work), Prova de participação - PoS (Proof-of-Stake), Prova de participação delegada - DPoS (Delegated Proof-of-Stake), Prova de importância - PoI (Proof-of-Importance), e o Bloco.

 

Apesar de muitos, esses não são todos os componentes dos blockchains. Falaremos apenas de alguns: Rede e nodos, Token, Função hash criptográfica, Timestamp, Ledger ou nodos completos e Bloco.

 

  • Rede e nodos: “Uma rede peer-to-peer propaga transações e blocos para cada nó de bitcoin na rede. Existem alguns tipos de nodos em uma rede: carteira, minerador, nodo completo e roteador da rede. Todos os nodos podem incluir outras funcionalidades”;
  • Token: “Unidade de troca de uma cadeia de blocos que pode assumir diferentes funções: votos, registros, atestado, utilitário, direito de propriedade, ativos, currency e identidades. Muitas vezes um token assume mais de uma dessas funcionalidades e é chamado de híbrido”;
  • Função hash criptográfica: “é usada na criação dos endereços, em chaves privadas, na árvore merkle dos blocos, no timestamp, mas comumente é usada para se referir aos registros de transações de um blockchain. Uma transação é feita de um endereço a outro, onde o emissor assina a transação com sua chave privada única e adiciona o valor de tokens a ser transferido”;
  • Timestamp (carimbo de tempo): “adiciona às hashes a hora e data, publicando amplamente a informação assim como em um jornal. O carimbo prova que os dados precisam obviamente ter existido naquele momento para que sejam incluídos na hash. Cada carimbo inclui o carimbo anterior em sua hash, formando uma corrente, com cada carimbo adicional reforçando os anteriores”;
  • Ledger ou nodos completos: “Todas as transações em um blockchain são enviadas para os usuários da rede, que contabilizam as operações em seus registros individuais de transações, os ledgers.

Esse ledger, ao se tornar público e compartilhado, se mantém atualizado por meio dos blockchains. As transações que não forem reconhecidas pelos ledgers dos usuários do bloco não são válidas”;

 

  • Bloco: Um bloco compreende múltiplas transações. Os blocos são um agrupamento de transações carimbadas com registros de tempo e com uma impressão digital que faz referência ao bloco anterior.

 

Blocos válidos são adicionados a um blockchain através do consenso da rede. Uma transação sendo válida pelos nodos é replicada até um bloco em formação e é confirmada quando esse bloco também for reconhecido como válido pelos nodos”.

 

Blockchain, ou cadeia de blocos, é uma união de blocos bem definida, onde todos garantem a validade das transações. Com isso, é definido os antecedentes do controle de ativos e é proporcionado um cálculo estipulado de tempo invariável para as operações.

Segundo Antonopoulos, “o fato mais importante é que as transações sejam propagadas, validadas e reconhecidas entre os nodos do sistema.”

 

O que outros autores dizem a respeito?

 

Neste artigo, Bitcoin: o novo método de pagamento da Voitto, você entenderá mais sobre o que é o Bitcoin, sobre o seu fundador, além disso, enxergará os benefícios de começar a ter a moeda virtual. E ainda verá as vantagens de se pagar os nossos cursos com Bitcoin. Vamos lá?!

O Investidor Inteligente” é um livro clássico dos negócios, aclamado como “de longe, o melhor livro sobre investimentos já escrito” por um dos caras mais ricos do mundo, Warren Buffet.

O autor Benjamin Graham explica como investir em ações e as características de um investidor que sabe jogar na Bolsa de Valores: disciplina e consistência.

 

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

 

A pesquisa anual que examina a confiança nas entidades em 28 países, Edelman Trust Barometer, demonstra que 57% da população não acredita nos governos, mas esse é o menor índice apresentado dentre todas as instituições avaliadas.

Olhando especificamente para o Brasil, o índice revela que 72% das pessoas não confiam no governo. Por outro lado, a maioria delas credita ao governo a condução do progresso econômico.

Segundo Kenneth Arrow, “Quase toda transação comercial tem em si um elemento de confiança; certamente, qualquer transação conduzida ao longo de um período.

Pode-se argumentar de maneira plausível que muito do atraso econômico no mundo pode ser explicado pela falta de confiança mútua”.

Acreditar em novas organizações e confiar que é possível ter confiança compartilhada, que você pode controlar a administração de seu capital, certamente é uma transformação radical na cabeça de várias pessoas.

Por fim, o autor nos faz o seguinte convite: “ajuste seu próprio relógio para construir um novo tempo, pois o criptoespaço é uma construção coletiva e distribuída!”

 

E aí, você gostou desta análise?

 

O que você achou da obra de João Guilherme Lyra, “Blockchain e Organizações Descentralizadas”? Deixe o seu feedback, pois assim podemos oferecer sempre o melhor conteúdo pra você! E se você quiser se aprofundar ainda mais no assunto, adquira agora o livro clicando no link abaixo:


 

 

Finalmente você terá a oportunidade de estudar com referências em liderança e gestão e fazer parte de uma rede de alta performance para desenvolver habilidades e se preparar para o emprego dos sonhos!

A Voitto Premium é um plano de assinatura criado para quem está em busca de uma solução acessível para se preparar para os desafios do mercado.

No nosso clube de vantagens, os assinantes têm acesso aos cursos, mentorias, VoittoCast, Power Hacks, Let’s Grow, conteúdos exclusivos, além de uma rede de Networking conectada e engajada. Seja Premium!

 

 
Nota:
O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A Voitto respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da Voitto e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isso porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.