Você se incomoda com o intenso barulho do trânsito? Fica estressado com a música alta em bares ou com a gritaria dos vizinhos? Bom, saiba que isso não é apenas uma cisma sua, mas uma questão de saúde.

O trabalho do profissional de Engenharia Acústica envolve justamente trazer conforto acústico e fazer o controle de ruído (entre outras áreas que você já vai conhecer).

Sendo assim, você pode imaginar a importância desse profissional! Se interessou? Então conheça nesse artigo todos os detalhes sobre o curso e a profissão de Engenharia Acústica...

 

O que é Engenharia Acústica?

 

A Engenharia Acústica é responsável por todo o campo que compreende o som e vibrações. Sendo assim, o estudo e a pesquisa desse ramo da engenharia são voltados para a análise dos mecanismos de produção, transmissão e recepção do som.

Além disso, cabe ao engenheiro acústico o desenvolvimento de estratégias para o controle e manipulação do som e das vibrações, atuando na alteração e contenção de sons indesejáveis (controle de ruído) e em projeto de fontes sonoras.

 

 

Com o aumento da tecnologia na área, cada vez mais atribuições são concedidas ao profissional de Engenharia Acústica, aumentando seu campo de atuação e seu papel na sociedade.

 

 

Curso de Engenharia Acústica

 

A formação do curso de Engenharia Acústica tem, em sua base, disciplinas da Matemática, Química e Física, além de Desenho e Programação. Após os dois primeiros anos (quatro períodos), as matérias mais específicas do curso começam. Como exemplos, temos:
 

  • Acústica Ambiental

  • Controle de Ruído

  • Acústica nas Edificações

  • Controle de Vibrações

  • Música para Engenharia Acústica

  • Processamento Digital de Sinais

  • Métodos Numéricos em Acústica e Vibrações

  • Projeto Sonoro

  • Eletroacústica

  • Instrumentação em Acústica e Vibrações
     

Além das disciplinas que são obrigatórias e as opcionais, também é necessário para completar a graduação o estágio supervisionado e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

 

Softwares na Engenharia Acústica

 

Como nas outras engenharias, o uso de softwares para desenvolvimento de projetos é essencial para auxiliar os graduandos e profissionais da área. Na Engenharia Acústica, o uso deles é essencial. Como exemplos, temos:

 

  • INoise: software de monitoramento de ruído, modelagem e controle de ruído ocupacional. Existem 3 licenças, sendo uma gratuita, outra profissional e a terceira para empresas. Em cada uma delas há limitações quanto à quantidade de fontes sonoras a serem modeladas.

  • Odeon: simula e mede a acústica interna de edifícios. Com ajuda do software, até mesmo situações externas podem ser analisadas. Entre as diversas funções, temos a simulações de acústica de modelos 3D e a medição acústica em salas reais.

 

Áreas de atuação

 

Dentre a gama de atuações que envolvem a Engenharia Acústica, destacam-se:

 

Vibrações

 

Cabe ao engenheiro da área criar e executar sistemas de controle de vibrações para máquinas e equipamentos industriais, estruturas de edificações e veículos.

 

Acústica ambiental

 

Nesta área, o profissional especializado irá atuar realizando medições e elaborando laudos técnicos para projetos acústicos de ambientes, com o objetivo de assegurar o bem-estar do ponto de vista acústico.

Diversos instrumentos são utilizados pelos engenheiros para capturar, medir e processar sons na faixa auditiva do ser humano, além de ferramentas computacionais que tornam possível a elaboração de mapas de ruído ambiental.

A análise desses profissionais pode gerar uma certidão de tratamento acústico, documento que certifica o adequamento de atividades que possivelmente causariam poluição sonora.

 

Acústica musical

 

Essa área é voltada para a construção de equipamentos musicais.É necessário que o profissional da área tenha uma boa base de física, além de conhecimento sobre como os instrumentos musicais funcionam e psicoacústica.

O engenheiro da área pode trabalhar como designer de estúdios de gravação, de TV, rádio ou de ensaio. Além disso, os profissionais também podem atuar na eletroacústica (acústica voltada para reprodução de sinais por meios eletrônicos).

Para saber mais sobre essa área, veja esse vídeo de Nigel Stanford muito interessante que aborda os efeitos gerados pelas ondas sonoras.

 

 

Acústica de salas

 

No caso da acústica de salas, ou acústica arquitetônica, compreende ao engenheiro realizar projetos arquitetônicos que sejam apropriados aos aspectos acústicos de locais como escritórios, igrejas, teatros, ambientes de trabalho e salas de aula.

O ramo também abrange profissionais da engenharia civil e arquitetura que necessitam adequar o conforto acústico ao âmbito da construção civil.

 

Acústica submarina

 

O profissional da área é requisitado pela indústria naval e pela marinha pelo seu domínio no campo dos fenômenos de refração, difração e mecânica dos fluidos, para ser aplicado em equipamentos sonares.

 

Controle de ruído

 

O engenheiro especialista na área pode trabalhar na identificação de fontes de ruídos, na programação de ações que servirão para reduzir ou eliminar a poluição sonora em ambientes urbanos e industriais, além da determinação de protetores auditivos ideais.

 

Aeroacústica

 

As empresas do ramo aeroespacial e automobilístico são as maiores empregadoras nessa área. Esse ramo é considerado o mais complexo por envolver a presença do som em um meio de propagação que sofre diversas variações de velocidade.

Aqui, o profissional de engenharia acústica pode trabalhar com projetos de acústica em foguetes, helicópteros e aviões, por exemplo.

 

Engenharia Acústica na sociedade

 

O som está presente no nosso dia a dia e, apesar de não conseguirmos vê-lo, é preciso voltar nossa atenção a ele. Isso porque, só de olhar para a cor ou sentir o cheiro de uma comida, por exemplo, sabemos que não está boa, mas e o som? Como saber se ele nos faz mal?

Segundo a OMS, o som, quando ultrapassa limites aceitáveis, se torna bem mais que um incômodo, mas um verdadeiro mal para nossa saúde. A proporção entre o período de exposição (e a intensidade) é diretamente ligada ao mal que pode ser causado.

É considerado que, acima de 60 decibéis, relativo a uma conversa normal, o ruído já cause irritação. Com o aumento da exposição, pode haver o desencadeamento de cansaço, estresse, ansiedade, insônia, falta de concentração e até mesmo doenças cardíacas, respiratórias, digestivas e mentais.

 

 

Sendo assim, o trabalho do engenheiro acústico torna-se indispensável em diversos níveis, com o objetivo de definir os limites sonoros de ambientes, encontrar as fontes de ruídos e buscar meios de evitar a poluição sonora que traz tantos males à sociedade.  

 

Universidades que oferecem Engenharia Acústica

 

Bem, se você se interessou pela Engenharia Acústica e deseja cursá-la, não há muito o que fazer na hora de escolher uma universidade. Segundo o portal e-MEC, apenas uma instituição oferece o curso no país (credenciada pelo Ministério da Educação - MEC):

 

Salário do engenheiro acústico

 

No Brasil, temos a Lei 4.950/A, de 22 de abril de 1966, que dispõe sobre salário mínimo dos profissionais de Química, Engenharia, Arquitetura e Agronomia:   
 

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos

  • Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos

  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

 

Mas, chegando no mercado de trabalho, nem sempre encontramos esses valores. Fatores como o nível de experiência profissional do candidato, o porte da empresa e a região onde ela se localiza podem afetar no salário oferecido.

Nas empresas, os níveis relacionados à engenharia são:

 

  • Trainee: até 2 anos no cargo;

  • Júnior: de 2 a 4 anos;

  • Pleno: de 4 a 6 anos;

  • Sênior: de 6 a 8 anos;

  • Master: mais de 8 anos.
     

Se tratando da Engenharia Acústica, o salário é um ponto complicado. Isso porque o curso é novo aqui no Brasil, com seu início no ano de 2009 na Universidade Federal de Santa Maria (estado do Rio Grande do Sul), formando a primeira turma no ano de 2014.

São poucos os sites de pesquisa salarial que disponibilizam informações referentes à área, mas, entre eles, os valores giram em torno de R$ 4.300, 00 a R$ 6.700,00.

 

A Engenharia Acústica é a sua?

 

Como você viu, o trabalho do profissional de Engenharia Acústica é indispensável em diversos projetos, inclusive por uma questão de saúde. E justamente por isso, seu papel vem ganhando merecido destaque no mercado.

Sendo assim, agora que você conhece tudo sobre essa engenharia, pode decidir se ela é realmente a carreira que deseja seguir. Mas se ainda está na dúvida, procure na nossa Série de Engenharias para encontrar a sua!

Ah, e não se esqueça de deixar seu feedback nos comentários. :)

 

Dica Bônus

 

Essa é pra quem realmente já está pensando no futuro e quer começar a se organizar! O curso de Introdução ao Excel vai iniciar a sua capacitação e, para isso, oferece a você ferramentas que podem te auxiliar a estruturar seu horário de estudo.

 

 

Assim, fica mais fácil para você se preparar e também para entrar com tudo no curso de engenharia que escolher!