Pode ser que você seja um desenvolvedor mobile, que estudou em uma faculdade e hoje trabalha em casa. Pode ser, também, que você seja um profissional de marketing digital que reconhecendo o talento que tem, o transformou em uma forma de ganhar dinheiro.

Aliás, não importa. Qualquer que seja o cenário, mesmo possuindo habilidade técnica, é possível que você sinta um desconforto com relação a maneira que conduz, financeiramente, o seu negócio pessoal.

Não se preocupe, ter tal sentimento é normal. Muitas vezes, o foco diário no trabalho e na melhoria contínua faz com que nos esqueçamos de rever, analiticamente, estratégias referentes a nossa atividade profissional.

Autônomos sempre estão sujeitos às variações do mercado, que inclusive se encarrega de criar uma montanha-russa de emoções. Nem mesmo o excelente trabalho que desempenham é capaz de eliminar essa fragilidade. No entanto, há medidas que você pode tomar.

Segundo Eduardo Amuri, “não é preciso um plano detalhadíssimo e cheio de metas. Você não precisa ter cada passo planejado, tampouco ser um ninja das planilhas, mas é fundamental, sim, que você ganhe intimidade com seu modelo e consiga analisar com alguma clareza o cenário no qual está inserido”. E é nisso que o autor pretende lhe ajudar.

 

Sobre a obra

 

“Finanças Para Autônomos”, lançado em 2018, escrito por Eduardo Amuri, é um livro que mostra como organizar sua vida e seu dinheiro quando você trabalha por conta própria.

A obra possui 208 páginas que são divididas em quatro partes.

A primeira parte contempla pequenas reflexões que nos ajudarão no início da nossa caminhada como autônomos. A segunda parte é voltada para a prática, onde são apresentadas ferramentas que resolverão problemas do dia a dia. Já na terceira parte, serão abordadas questões como marketing, contabilidade e posição no mercado.

Por fim, na quarta parte são apresentados casos reais de autônomos. Como cada um deles se organiza, quais os pontos chave de cada método e quais os principais erros que cometem.

Para adquirir a obra completa e ficar por dentro dos detalhes, clique no link:

 

 

Sobre o autor

 

Eduardo possui graduação em Ciência da Computação pelo Mackenzie, com MBA em Gestão de Negócios pela USP, pós-graduação em Psicologia Econômica, também pela USP (Fipecafi) e em Estratégia de Negócios, pela University of La Verne.

Amuri possui duas obras publicadas: “Dinheiro Sem Medo” e “Finanças Para Autônomos”.

 

Esse livro é indicado para quem?

 

Com uma linguagem fluida e direta e através de casos reais, Eduardo Amuri oferece uma maneira descomplicada para você desenvolver um modelo de finanças que se encaixe à sua vida.

Se você é personal trainer, professor, dentista, psicólogo, coach, design, médico, videomaker, ou seja, se você é autônomo e quer aprender a organizar suas finanças, essa obra é para você.

 

Ideias principais

 

  • Qual deve ser o valor do produto/serviço?;

  • Qual a margem de lucro que desejo obter com esse produto/serviço?;

  • Preço de mercado e renda desejável;

  • Qualidade, esforço e tempo na entrega do produto/serviço.

 

Overview: “Qual é o preço certo que devemos dar ao nosso produto ou serviço”?

 

Dedicar um pouco do seu tempo nesse ponto-chave é importante, entretanto, deve-se ter cautela para que ele não se transforme em uma obsessão. É relevante lembrar que não existem fórmulas à prova de falhas.

Amuri diz que o melhor caminho é “experimentar, refinar, experimentar novamente e refinar de novo. Trata-se de um processo iterativo, e os ajustes devem ser feitos de acordo com as respostas do mercado”.

Geralmente, o modelo de cálculo de preço tradicional não funciona para a maioria dos autônomos. Portanto, falaremos brevemente sobre ele.

Esse modelo é formado com base em três fatores: o custo fixo, o custo variável e a margem.

 

  • Custo fixo é um fator que independe do nível de trabalho que você executa. Seja qual for a quantidade produzida ou vendida, mesmo que seja zero, os custos fixos se mantêm os mesmos;

  • Custo variável, ao contrário do anterior, este varia de acordo com a produção. Alguns exemplos incluem o custo de materiais, suprimentos e salários da equipe de trabalho;

  • Margem é, basicamente, equivalente ao lucro que o autônomo quer ter por seu produto ou serviço;

 

Em vez de utilizar o modelo tradicional, Amuri sugere que você leve em consideração duas outras abordagens. “Elas não são excludentes, então recomendo que você pense sobre ambas.

 

Overview: “Preço de mercado e renda desejada”

 

Começando com o “preço de mercado”. Simplesmente é quanto o mercado está condicionado a pagar pelo seu produto ou serviço, ou seja, é o preço efetivo ao qual um produto é vendido, aquele valor determinado pela oferta e demanda.

Se a oferta é alta e a demanda é baixa, os preços são reduzidos. Caso a oferta seja baixa e a demanda alta, os preços são acrescidos. Ainda há a possibilidade do fabricante ter o monopólio do mercado, sendo assim, ele poderá controlar a oferta de sua mercadoria.

Continuando, temos agora a “renda desejada”. Aqui basta você responder uma pergunta: “qual o preço a ser praticado para que você consiga obter a renda que deseja, trabalhando em um ritmo saudável?”. Lembre-se de manter o pé no chão, caso possua um histórico de faturamento, leve em consideração seus valores médio e máximo.

Esses dois modelos são muito bons para você estimar seu valor inicial. Como o processo é iterativo, você deverá refinar esse valor frequentemente. Sinta-se à vontade para pedir feedback aos seus clientes.

Outro ponto que deve ser destacado: Normalmente, cobrar barato não é uma boa ideia. Segundo Amuri, “ganhar mercado tendo como diferencial o preço baixo é tentador e, em um primeiro momento, pode parecer uma boa estratégia, mas não é." Praticar um preço muito baixo acarretará em várias desvantagens, inclusive na desvalorização do seu trabalho.

Então, mostre a seus clientes que, para começar, você próprio valoriza seu trabalho. “A maneira mais escancarada e direta de demonstrar ao cliente que seu trabalho é valioso é estabelecendo um preço coerente”.

 

Overview: “Entregue um serviço indiscutivelmente maravilhoso”

 

Geralmente, é muito difícil ter o monopólio de mercado em algum produto ou serviço. Então, provavelmente, há concorrentes por aí, vendendo o mesmo produto ou serviço que você.

Também, é inegável que os produtos/serviços possuam certo nível de semelhança entre eles. Logo, o que fazer para ser visto como diferencial de mercado?

Segundo Amuri, “a maneira mais inteligente de de se fincar no mercado, mantendo um nome sólido, é entregando um serviço excelente, muito acima da média e muito acima de qualquer expectativa.”

Uma das ações de marketing mais eficientes é a recomendação sincera de um amigo. Aliás, quais as chances de que um cliente satisfeito com o produto/serviço recebido não o recomende aos amigos?

É importante destacar que além de conhecimento técnico elevado é necessário mais do seu tempo para oferecer um produto ou serviço de maior qualidade, sua dedicação deve estar presente junto ao que você está oferecendo.

Claro, comparando com a situação de entregar um produto/serviço mediano, você pode pensar: “Ah! mas, dessa forma, eu não trabalharei em excesso?” Possivelmente sim. Entretanto, compare os resultados. Amuri diz que “o cliente encantado com o bom serviço certamente deve ter mais três ou quatro amigos que se encontram em situação parecida e que adorariam contratar um profissional como você”.

Assim, a divulgação do seu trabalho se tornará orgânica e fluida. Tenha em mente que entregar um produto/serviço mediano é fazer o pior para você mesmo.

 

O que outros autores dizem a respeito?

 

Grant Sabatier, em “Financial Freedom”, diz que independência financeira é ter liberdade para fazer o que quiser. Você pode ter isso.

Ganhar muito dinheiro rapidamente é possível. Ter mais tempo é possível. Viver a vida em seus próprios termos é possível. Você tem uma oportunidade única que muitos não têm. Você realmente pode ter todo o dinheiro que você precisa.

No livro The Total Money Makeover, o autor Dave Ramsey dá a seguinte dica: “Embora você saiba que precisa adequar sua situação financeira, não é possível mudar tudo de uma única vez”.

Então, é preciso dar um passo por vez, dessa forma, você fará um avanço gradual e se manterá motivado, sem mudanças radicais a curto prazo.

Outra obra que também explora o assunto é “Trabalhe 4 horas Por Semana”. Tim Ferriss diz que, em vez de trabalhar duro pelo resto de seus dias em um escritório, esperando a aposentadoria, comece a aproveitar a vida hoje, a partir de uma mudança de mentalidade.

Para saber mais sobre essas obras, leia os Pocket Books que preparamos você:

 

 

Certo, mas como posso aplicar isso à minha vida?

 

Inteligência financeira já é essencial para aqueles que possuem um salário fixo, sendo ainda mais para aqueles que não o possuem, os autônomos.

Para que sua relação com o dinheiro melhore, o autor recomenda que você crie o hábito de falar sobre ele, constantemente.

“Encontre parceiros. Construa relações em que falar sobre dinheiro é válido, é normal. Se forem colegas de profissão, melhor ainda, já que em algum momento vocês enfrentarão situações parecidas, compartilharão das mesmas dores e podem se beneficiar das mesmas soluções.”

 

E aí, você gostou desta análise?

 

O que você achou da obra de Eduardo Amuri, “Finanças Para Autônomos”? Deixe o seu feedback; assim, podemos oferecer sempre o melhor conteúdo pra você! E se você quiser se aprofundar ainda mais no assunto, adquirira agora o livro clicando no link abaixo:

 


Finalmente você terá a oportunidade de estudar com referências em liderança e gestão e fazer parte de uma rede de alta performance para desenvolver habilidades e se preparar para o emprego dos sonhos!

A Voitto Premium é um plano de assinatura criado para quem está em busca de uma solução acessível para se preparar para os desafios do mercado.

No nosso clube de vantagens, os assinantes têm acesso aos cursos, mentorias, VoittoCast, Power Hacks, Let’s Grow, conteúdos exclusivos, além de uma rede de Networking conectada e engajada. Seja Premium!

 

 
Nota:
O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A Voitto respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da Voitto e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isso porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.