Headcount e seu impacto na estratégia da área de RH!

Descubra como o headcount é um dos indicadores mais importantes para um setor de recursos humanos estratégico e eficaz.

Thiago Coutinho 16/09/2021 - 6 mins de leitura

No sentido literal, Headcount significa contagem de cabeças e essa é justamente a função do headcount da empresa. As empresas de maior sucesso já notaram que a área de recursos humanos é parte fundamental para o bom desempenho da companhia. Pensando nisso, tomar decisões passou a ser uma tarefa voltada a para gestão de pessoas e muitos indicadores foram criados, incluindo o headcount.

Esse indicador é fundamental para um setor de RH estratégico, que consiga visualizar e medir as atividades de maneira assertiva. Para isso, o headcount leva em consideração a força de trabalho, orçamento empresarial e folha de pagamento. Sendo assim, traçam novos planos de ação e validam as suas execuções. 

Está curioso e quer entender a fundo como o calcular o headcount pode ajudar a fazer com que o planejamento estratégico seja efetivo e os negócios alcancem cada vez maiores patamares de sucesso? Então, confira!

●     O que é headcount?

●     Qual a importância do headcount para o RH?

●     Como utilizar o headcount de forma estratégica?

 

Antes de continuarmos a leitura, a Voitto preparou um ebook gratuito “Guia de Propriedade Intelectual Para Negócios” para você entender  a importância e os riscos atrelados ao desconhecimento do tema. Além disso, te mostraremos como impulsionar seu negócios a partir da PI e algumas dicas para gestão de sua PI.


O que é Headcount?

 

Headcount é uma expressão em inglês que pode ser traduzida como contar cabeças e essa definição é realmente muito alinhada com o objetivo principal do indicador.

Mas vale lembrar que a quantidade de colaboradores não é usada de maneira segregada. Isso significa que o que realmente importa é a relação entre esse número com o job description das equipes, o horário de trabalho e a produtividade dos funcionários.

Quer entender mais a fundo como tudo se relaciona e faz com que a área de recursos humanos seja mais eficaz e estratégica? Descubra mais a fundo a importância do headcount!


Qual a importância do Headcount para o RH?

 

Como você já deve imaginar, o planejamento estratégico de uma organização leva em consideração as projeções de crescimento e de expansão de cada área. Mas para que isso seja possível, é necessário também calcular o headcount.

O Rh estratégico é específico para mostrar para a empresa a quantidade de funcionários que será necessário para que os negócios cresçam. Mas, além disso, também será base para o orçamento e a sustentabilidade financeira do projeto no quesito de folha de pagamento.

Afinal, muitas vezes os recursos são escassos e o gestor deve avaliar qual a produtividade de cada equipe, o resultado potencial e tomar a decisão de qual função o novo colaborador poderá contribuir mais com a empresa.

Mas agora é hora de entender melhor como o indicador de headcount pode auxiliar uma empresa a ser mais estratégica em suas decisões. Vamos lá?

 

Como utilizar o Headcount de forma estratégica?

 

Hoje em dia o RH deve ser ágil, focado nas pessoas que trabalham nas organizações e voltado para resultados. Para isso é necessário o cálculo do headcount, uma comunicação interna, mas muito além do que isso, a sua utilização estratégica.

Para isso, existem algumas boas práticas que podem e devem nortear as análises do setor. Algumas delas são:

 

1. Alinhamento com a gestão

A gestão de uma empresa é responsável por traçar os planos gerais da organização. Por isso, o headcount deve ser voltado para o atingimento desses objetivos.

De maneira muito clara, imagine uma empresa que esteja buscando aumentar a base de clientes e tem orçamento para um colaborador que ganhe 10 salários mínimos ou dois que ganhem três salários mínimos.

Por mais que em ambas as estratégias os colaboradores sejam alocados na área comercial, é necessário averiguar se a produtividade de um sênior e as estratégias traçadas por ele trariam mais benefícios que a contratação de duas pessoas com menos experiência, por exemplo.

 

2. Entenda os jobs descriptions

Cada cargo tem a sua função dentro de uma empresa e mapear o job description pode ser uma das melhores maneiras de tornar o headcount estratégico.

Com esses dados em mãos, o RH pode rever planos de carreira e de salários. Assim, a folha de pagamento pode ser otimizada, de maneira que incentive os colaboradores e também torne mais fácil o atingimento de metas e objetivos.

 

3. Avalie o desempenho dos colaboradores

Para que seja estrategicamente utilizado, o headcount deve levar em consideração tanto o número de colaboradores quanto o desempenho dos mesmos.

Na prática, o headcount deve analisar também o desempenho esperado por cargo, a produtividade de cada funcionário e área. Isso é fundamental quando o assunto é voltado para novas contratações.

 

4. Crie organogramas

Outro ponto fundamental para que o headcount seja estratégico é a criação de organogramas. Isso ajuda a entender como as equipes estão divididas, os valores destinados para as lideranças e como otimizar essa relação.

Muitas vezes há dúvidas entre equipes enxutas e investimentos em um maior número de gestores ou uma liderança para muitos colaboradores. Com o headcount é possível avaliar a relação de produtividade entre os dois cenários e entender o que ajuda a alcançar resultados mais rapidamente.

 

5. Analise a estrutura de trabalho

Será que sempre um funcionário em home office é mais barato do que um que trabalha presencialmente? Essa é uma das muitas perguntas que podem ser respondidas através da análise do headcount.

Com isso, é possível entender se vale a pena investir em estruturas para que os colaboradores trabalhem de casa e reduzir gastos com aluguel ambientes para trabalhos presenciais, ou se é mais produtiva a estratégia inversa.

 

6. Projete cenários

Como você já deve ter percebido, o headcount muitas vezes pode ser visto como a resposta ou o direcionamento para a execução de planos de ação. Através do seu cálculo, é possível projetar cenários ligados à produtividade de colaboradores, resultados médios alcançados por área e muito mais.

Dessa maneira, diante de um objetivo é possível projetar desempenho de diferentes caminhos ligados a contratação e alocação de colaboradores.

 

7. Priorize objetivos

A área de recursos humanos possui interface com todas as outras e por isso deve saber priorizar as demandas específicas de cada uma delas. Por isso, o cálculo de headcount é tão importante.

Visando atender o maior número de necessidades, o headcount pode ser utilizado como estratégia de crescimento das áreas em aspectos como:

●     Produtividade;

●     Senioridade das ações;

●     Contribuição para alcance de metas. 

Não fique só por aqui!


Você está gerenciando projetos como deveria? O Guia para o Conjunto de Conhecimentos de Gerenciamento de Projetos (PMBOK) é um documento elaborado e publicado pelo Instituto de Gerenciamento de Projetos (PMI) para orientar esse processo de gerenciar.

Pensando nisso, elaboramos para você o curso Introdução ao Gerenciamento de Projetos na Prática, que traz o conjunto de práticas e fundamentos eficientes no que se refere ao gerenciamento de um projeto. Você terá acesso aos recursos e embasamento necessários para gerenciar um projeto por meio de todo o seu ciclo de vida - e totalmente alinhado com o PMBOK!

E então, que tal conquistar o êxito na execução do seu projeto, evitando perdas e minimizando riscos e ainda conhecer a plataforma da Voitto? É só usar o cupom BLOG100 e começar a se capacitar gratuitamente!

Esperamos você para estudar com a gente e depois publicar o certificado no LinkedIn, hein?

Inscreva-se em nossa newsletter e acompanhe de perto todas as novidades

Voltar ao topo