A primeira companhia brasileira que decidiu implantar o Seis Sigma em suas operações foi o Grupo Brasmotor, em 1997.

De lá pra cá, milhares de outras empresas também começaram este ciclo de implantação, que vem se mostrando muito favorável, ainda mais em tempos de crise e retração econômica como vivenciamos atualmente.  

Nos últimos anos, o programa Seis Sigma vem crescendo muito no Brasil e parece não parar mais, não é verdade?

A existência de cada vez mais empresas nacionais especializadas no treinamento e na consultoria de implantação desta revolucionária metodologia empresarial, não é difícil de ser notada no cotidiano empresarial e, até mesmo, nos meios de mídia e relacionamento digital.

 

Como surgiu o Seis Sigma?

Com cenários que pedem por redução de gastos e melhoria contínua de processos a metodologia Seis Sigma ganhou espaço no ambiente empresarial.

Tudo começou em 1987, quando o engenheiro Bill Smith da Motorola, apresentou uma metodologia que mostrava o limite de tolerância de um processo, encontrando seis desvios padrões da curva normal, motivo que originou o nome 6 Sigma.

A metodologia Seis Sigma proporciona uma referência de desempenho por nível de precisão tolerável, que pode atingir um máximo de 3,4 falhas por milhão de oportunidades. 

Uma falha de processo pode ser definida como uma não conformidade de um determinado serviço ou produto que varia de acordo com suas especificações. 

Nesse contexto, a implantação do Seis Sigma é considerada uma ferramenta importante na condução de negócios, por auxiliar empresas a se tornarem mais eficientes nos processos. Além disso, a implantação do Seis Sigma ajuda as empresas a cumprimirem com a sua finalidade: gerar lucro com sustentabilidade. 

No momento atual, é possível notar uma grande evolução e implementação do Seis Sigma em diferentes segmentos. Além de progressivo uso em Sistema de Gestão das Empresas, alinhado à estratégia organizacional. 

Não há dúvida que o uso da metodologia Seis Sigma pode ser usado para atrair novos negócios ou fidelizar clientes, devido o seus bons resultados já comprovados pelo mundo afora.

 

Por que o Seis Sigma vem sendo mais implantado?

O motivo é simples, a metodologia Seis Sigma comprovou que é possível, de forma rápida e exponencial, elevar o desempenho financeiro e qualitativo de uma companhia, em uma escala inimaginável até o século passado.

Tudo isto ocorre graças a estrutura pragmática e funcional do programa que, com o auxílio do método DMAIC, consegue proporcionar diferenciais competitivos sempre elevados para estas empresas aderentes.

Porém, com toda esta propagação de benefícios de adoção, muitas organizações ainda acabam pecando na hora de implementar o programa em suas próprias operações.

Neste artigo, separei para você os 6 dos erros mais comuns cometidos neste processo, além disso, você também irá compreender como funciona o processo de implantação do Seis Sigma. Vamos lá?

 

Como funciona a implantação do Seis Sigma?

 

O Seis Sigma é uma metodologia que proporciona resultados muito elevados em um curto período de tempo, com base na estrutura de seu programa, que promove o desenvolvimento de projetos de melhoria de processos e setores estratégicos da organização.

Todo este programa é executado de modo sistêmico e objetivo, de forma que o cotidiano das atividades inerentes seja constantemente aprimorado.

Para iniciar sua implantação, é essencial buscar a capacitação dos colaboradores chave da empresa quanto ao domínio da metodologia Lean Seis Sigma.

Para descobrir quais são os primeiros funcionários que devem ser treinados, o Mapeamento do Fluxo de Valor (VSM) pode ser uma boa ferramenta para conferir quais as áreas que necessitam desta demanda.

Durante, ou até mesmo antes de iniciar este treinamento coletivo, contratar uma empresa de consultoria pode auxiliar a implantação e gerenciamento do programa Seis Sigma. Com este suporte, a ocorrência de falhas na implementação tende ser muito menor.

Terminado o treinamento, estes funcionários deverão ser estimulados a desenvolverem seus primeiros projetos Lean Seis Sigma. Aqui, vale direcionar estes projetos de acordo com o plano estratégico e o posterior desdobramento de metas por área e processo crítico da empresa.

De nada adianta melhorar o desempenho de um setor ou processo se ele não está interferindo no resultado final.

Realizada a execução e entrega destes projetos iniciais, o ciclo de geração de novos projetos de melhoria de desempenho deve ser constantemente desafiado para entregar resultados cada vez mais ambiciosos.

Com o passar do tempo, novas áreas e demandas vão surgindo e o programa vai se tornando cada vez mais sólido e cultural na organização.

 

Confira 6 erros comuns na implantação do Seis Sigma!

 

Separei para você as seis falhas mais comuns na implantação do Seis Sigma nas organizações, confira agora mesmo para aprender a como não cometê-los.

 

1. Abranger apenas o setor administrativo

Não envolver o setor operacional é um erro crucial na implantação do Seis Sigma, tão importante quanto quem gerencia o projeto, é quem o executa e mantém em contínuo funcionamento.

O curso de formação White Belt, aborda os conceitos básicos da metodologia Seis Sigma. Além disso, você poderá assistir diversas aulas sobre o método DMAIC e seus procedimentos.

Não perca essa oportunidade e comece agora mesmo a sua especialização! É só clicar no botão abaixo. 

 

 

2. Não prover de um sistema de KPI’S confiável

De nada adianta obter a informação de que a produtividade de determinada operação crítica está em alto nível, se o sistema de emissão de indicadores de desempenho utilizado neste processo não é confiável.

A ferramenta Análise do Sistema de Medição (MSA) é uma ótima solução para validar este sistema e impedir que este erro ocorra.

 

3. Desenvolver projetos sem cunho estratégico

Como sugeri acima, o emprego da ferramenta Mapeamento do Fluxo de Valor (VSM) pode ser utilizado para impedir que o direcionamento incorreto de investimentos financeiros e qualitativos seja efetuado.

Uma das principais razões pelo sucesso da implantação do Seis Sigma se dá por conta da sua precisão em atuar em processos e setores chave de um negócio.

 

4. Proporcionar um rápido treinamento e cobrar altos resultados

Não existe ainda no Brasil nenhum orgão regulamentador que certifique o treinamento em Seis Sigma.

Então, procurar uma instituição de ensino conceituada no mercado que ofereça um conteúdo rico e explanatório, é de vital importância na hora de cobrar resultados dos integrantes iniciais do programa.

 

5. Deixar de contemplar questões ligadas à segurança e meio ambiente

Outro erro comum, principalmente atrelado às empresas iniciantes na metodologia, é o de abranger apenas projetos que entreguem resultados financeiros imediatos.

As áreas de segurança do trabalho e meio ambiente são dois dos exemplos que não proporcionam ganhos financeiros a curto prazo, mas ambos favorecem a motivação de todos os funcionários da companhia.

A longo prazo, esta é uma excelente e incontestável necessidade estratégica.

 

6. Não promover um sistema de manutenção das melhorias conquistadas

Assim como é importante ter um sistema de KPI’S, é também muito importante controlar o novo desempenho adquirido com o término de cada projeto. Para isto, o Controle Estatístico de Processos (CEP) é uma eficaz ferramenta que garante que os resultados alcançados continuem os mesmos.

 

Quer promover com sucesso a implantação do Seis Sigma na sua empresa?

 

Como vimos no artigo de hoje, são vários os erros que podem ser cometidos na hora da implantação do Seis Sigma.

Para reduzir drasticamente as suas chances de cometê-los caso um dia queira participar de forma ativa deste processo de implantação, eu te convido a conferir o Pacote de Especialista Black Belt em Lean Seis Sigma aqui da Voitto.

Com este curso, além das sofisticadas competências técnicas e analíticas que são desenvolvidas com o treinamento de Green Belt, você irá contar também com uma vasta explanação de conhecimento, tanto teórica quanto prática, através por via do estudo de cases das diretrizes para implantar com eficiência o programa Seis Sigma na sua própria empresa.


 

 

Espero que você tenha gostado do nosso conteúdo! Não se esqueça de deixar o seu comentário, o seu feedback é muito importante para nós!