Você tem certeza de que o seu negócio realmente está gerando lucro? Quer saber qual é sua lucratividade diante dos seus concorrentes?

Para isso existe o Índice de Lucratividade! Você alguma vez já ouviu falar nesse indicador? Caso não tenha ouvido, não se preocupe, vou ensinar tudo que você precisa saber!

O segredo para essas e outras questões você descobre aqui, é só continuar a leitura! 

E tem mais! A voitto está disponibilizando um kit gratuito de planilhas de gestão financeira, repleto de ferramentas incríveis para mensurar melhor a eficiência operacional de seu negócio.

Com ele, você terá em mãos 21 planilhas para controlar as finanças na sua empresa e até mesmo na sua vida pessoal. Então, clique na imagem abaixo e garanta já esse material!

 

 

Assista nossa vídeo aula 

 

 

O que é Índice de Lucratividade?

 

O Índice de Lucratividade (IL) é o indicador perfeito para você que quer saber a capacidade do seu empreendimento em gerar lucros a partir do projeto desenvolvido. Esse indicador vai mostrar a você se o projeto é viável e/ou está precisando ser melhorado, e no pior caso, descartado.

Então, para não ficar investindo em um negócio que não retorna o lucro desejável, aprenda a calcular este índice de rentabilidade e como interpretá-lo.

Primeiro é preciso saber que este indicador é fundamental para um negócio, pois permite que um empreendedor saiba a eficiência da empresa em gerar lucro. Esse índice pode ser calculado de forma geral, abrangendo todos os setores da empresa, assim como individualmente, para medir a lucratividade de um setor específico.

Você deve estar se perguntando se a utilidade desse indicador se limita apenas em mensurar a geração de lucro, certo? A resposta para essa pergunta é não, pois esse indicador também é uma importante ferramenta para as tomadas de decisão por parte dos gestores de uma empresa. A partir dele é possível avaliar se as estratégias adotadas estão dando certo e quais mudanças são necessárias.

 

Como calcular o Índice de Lucratividade?

 

Cálculo Simples

 

Você já está com a sua calculadora em mãos? É importante estar porque vou ensinar como calcular o Índice de Lucratividade. Se for preciso, dá uma paradinha rápida na leitura para pegar a sua calculadora.

O IL é a abreviação para esse indicador e pode ser encontrado através da razão entre receita total e lucro líquido, como você pode ver a seguir:

 

 

Antes de começar a calcular, é importante você saber que receitas são os valores adquiridos a partir de pagamentos recebidos pelos produtos e/ou serviços oferecidos e o lucro líquido é o valor obtido após o desconto de todos os custos, despesas e impostos.

Assim, podemos ver esse valores a partir do DRE a seguir:

 

 

Agora que já sabemos o que são as receitas e lucro líquido e identificamos esses valores no DRE acima, podemos partir para o nosso cálculo. Vejamos:

 

 

Dessa forma, vemos que o exemplo dado possui uma rentabilidade de 169,68%, ou seja, essa é a capacidade da empresa em gerar lucro a partir das suas atividades operacionais.

Você deve estar se perguntando porque eu multipliquei por x 100 o resultado do IL, certo? Você vai acabar percebendo que isso é bem comum quando se usa indicadores financeiros, pois facilita a interpretação do resultado e ajuda nas tomadas de decisão por trazer o resultado em porcentagem.

 

Cálculo Detalhado

 

Você pode perceber que a partir do cálculo anterior, foi bem simples encontrar o Índice de Lucratividade. Porém, essa fórmula não é suficiente quando queremos um valor mais preciso, ou seja, quando queremos avaliar de forma mais detalhada o ganho que uma empresa consegue gerar a partir de suas atividades.

Por isso, grandes empresas e profissionais da área de finanças utilizam a fórmula a seguir:

 

 

A fórmula acima considera como numerador o fluxo de caixa somado ao valor residual do investimento, enquanto o denominador é o investimento propriamente dito.

Para facilitar este cálculo, o ideal é você utilizar uma calculadora financeira. Aposto que você está se perguntando: E agora? Eu não tenho uma calculadora financeira! Fique calmo, existem aplicativos com a calculadora financeira que você pode baixar facilmente no seu celular.

Mas mesmo sem uma calculadora financeira você consegue desenvolver o cálculo, só vai demorar um pouco mais! Outra maneira também é utilizar o Excel e caso você não tenha conhecimento deste software, pode começar aprender fazendo o nosso curso de Excel introdutório.

Agora vamos para um exemplo prático, imagine a seguinte situação: Um projeto exigirá um investimento de R$ 80.000,00, ocorrido na data zero. Considerando um prazo de análise de 3 anos e uma taxa de 8% ao ano. O fluxo de caixa estimado será mostrado a seguir:

 

 

Esse projeto é recomendável ou não?

A partir dos dados fornecidos nesse exemplo, vamos primeiro calcular o Valor Presente Líquido (VPL). Para isso, você precisa pegar os fluxos de caixa que estão projetados e trazer eles para o ano zero, sendo essa operação conhecida como fluxo de caixa descontado.

 

 

Dessa forma, temos destacado em vermelho o cálculo do fluxo de caixa descontado. Você olhou a imagem e mesmo assim não conseguiu entender como cheguei nesses valores? Calma! Vou fazer o cálculo de forma mais detalhada para que você possa entender e para chegar nos mesmo valores. Vejamos:

 

 

Agora que você realmente entendeu como calcular o fluxo de caixa descontado, consegue obter o Valor Presente, que nada mais é do que a soma dos valores encontrados anteriormente:

 

 

Com todas as informações em mãos, você é capaz de facilmente calcular o IL e saber se pode ou não recomendar o projeto, observe:

 

 

Assim, podemos ver que temos um Índice de Lucratividade de 171,96% quando multiplicamos por 100 para obter a porcentagem e podemos dizer que é um projeto recomendável por ter IL > 1.

 

Interpretação do IL

 

Agora que você já sabe como este índice de lucratividade é calculado e qual a sua importância, vamos aprender como interpretar esse resultado.

A interpretação desse indicador é bem simples. Como vimos, quando o IL > 1, o projeto é recomendado, pois a cada R$ 1,00 investido você terá um retorno superior do que o seu investimento. Já no caso em que o IL < 1, acontece o contrário, você terá um retorno inferior ao seu investimento, por isso não se recomenda um projeto nesta condição.

Assim, podemos concluir que quanto maior for o IL, melhor será o meu retorno sobre o investimento feito.

 

Vantagens e desvantagens do Índice de Lucratividade

 

Agora que você conhece quase tudo desse indicador, só faltar destacar as suas vantagens e desvantagens.

Dentro das suas vantagens podemos destacar que este indicador considera o valor do dinheiro no tempo, ou seja, esse indicador leva em consideração que o valor de algo hoje não terá o mesmo valor no futuro e, por isso, o IL considera juros e tempo.

Outra vantagem do IL é que ele analisa bem projetos com desembolsos constantes, pois em um projeto é preciso geralmente realizar mais de um desembolso e todos eles são considerados neste cálculo.

Como desvantagem, podemos falar do quanto o cálculo pode vir a ser tornar trabalhoso, pois na forma mais detalhada temos que fazer uso da calculadora financeira ou de um software como o Excel. No entanto, é importante ressaltar que apesar de ser mais complexo, não é difícil, e com um pouco mais de tempo você consegue fazer até mesmo na calculadora científica.

Além disso, outra desvantagem a ser destacada é que todas as entradas são remuneradas a partir de uma mesma taxa, como vimos no exemplo com o cálculo mais detalhado, onde foi adotado uma taxa de 8% ao ano para os três anos do problema. Mas em outros casos, essas taxas podem variar.

 

Entendeu o que é Índice de Lucratividade e como calcular?

 

Espero que você tenha entendido tudo sobre o Índice de Lucratividade. Como você viu, apesar de ser um pouco trabalhoso, não é difícil de calcular e pode te ajudar muito a ver o quão eficiente é a sua empresa em converter receitas em lucro.

Se você gostou desta leitura, continue acompanhando o nosso blog, pois temos muitos outros artigos sobre Gestão Financeira e outras áreas que vão auxiliá-lo nos seus empreendimentos.

Você também pode também assistir o nosso curso gratuito sobre Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira, onde você poderá aprender tudo sobre outros indicadores financeiros fundamentais para a sua empresa.

 

 

Espero ter ajudado e se tiver qualquer dúvida, basta escrever nos comentários que rapidinho damos um retorno para você!