Ao falar de métodos ágeis, tenho certeza que você já ouviu as palavras iterativo e incremental. Esses termos são comumente utilizados nesses métodos, mas muitas pessoas não compreendem o que eles querem dizer.

Com o objetivo de solucionar os problemas do modelo cascata, as metodologias ágeis formulam um método para que as etapas do projeto acontecerem de forma mais rápida. E também, realizar sequências de entregas funcionais.

Quer entender o que significa ser incremental e ser iterativo nesses métodos? Então, segue abaixo os tópicos que vamos abordar nesse artigo para você compreender tudo sobre esses termos.

  • O que é iterativo?

  • O que é incremental?

  • Relação do iterativo e do incremental com entregas.

Vamos lá?

 

O que é iterativo?

 

O termo iterativo tem o significado de uma ação repetitiva. Seu processo é aplicado nas metodologias ao longo de todo ciclo de vida do projeto, em que são realizado processos repetitivos até a definição de pronto.

Ciclo de Vida Iterativo

Dentro dos ciclos, é feito o que chamamos de refinamento, o ato de sempre melhorar o que já foi construído. É possível observar esse tipo de processo em diversas metodologias, um exemplo é o Scrum. Nesse método as iterações acontecem por meio das Sprints.

Se você ainda não conhece o Scrum, apresento a você o Curso de Introdução ao Agile Scrum. Essa formação tornará você capacitado(a) para entender os princípios, os conceitos, os eventos e os artefatos do Scrum. 

Além disso, você vai compreender como é o passo a passo para implementação dessa metodologia e começar a se preparar para as certificações. Clique no botão abaixo e comece a sua capacitação.

Curso de Introdução ao Agile Scrum

 

O que é incremental?

 

Já o termo incremental é a realização de processos em diversas etapas. O desenvolvimento é feito por partes e separadamente. Ou seja, cada etapa da construção se inicia após finalizado o estágio anterior, dividindo em mini projetos.

Ciclo de Vida Incremental

As partes produzidas, nesse processo, são chamadas de incremento. Além disso, podem ocorrer entregas ou não durante as etapas do projeto, fazendo assim pedaços cada vez mais funcionais. Nesse momento, podem acontecer testes para averiguar a funcionalidade.

No processo incremental, as partes são produzidas pelo seguinte passo a passo: análise, implementação, verificação e manutenção. Logo, é seguindo para a construção da próxima parte.

Como muito dito, os métodos ágeis utilizam desses dois processos e, por isso, no próximo tópico, vamos discutir qual é a relação do processo incremental e iterativo.

 

Relação do iterativo e do incremental com entregas

 

As metodologias ágeis possuem processos iterativos e incrementais, mas também existem os métodos incrementais iterativos, um exemplo é o RUP. Esse modelo é um padrão de processos para projetos complexos e grandes.

A aplicação do desenvolvimento iterativo e incremental consiste em unir as etapas com o processo de repetição, ou seja, são ciclos de produção. Logo, consiste em desenvolver pensando as necessidades do cliente, sendo validado por ele.

Um ponto importante é compreender que, a cada iteração, o incremento deve ser funcional, para que seja possível realizar os testes e a validação pelas partes interessadas.

Ciclo de Vida Iterativo e Incremental

Para melhor entendimento, as metodologias que não possuem desenvolvimento incremental e iterativo apresentam uma característica em que a produção acontece de forma linear, sem nenhuma validação.

Isso pode acarretar em um retrabalho, visto que, com os testes e as validações em processos iterativos e incrementais, o erro pode ser encontrado logo no início do projeto. Essa é uma vantagem dos métodos ágeis.

Essa união possui um desenvolvimento nas seguintes etapas: requisitos, desenvolvimento, testes e implantação e assim sucessivamente sempre resultando em entregas, até a definição de pronto.

O objetivo em relacionar o incremental com a iteração é auxiliar na resolução de problemas do Mundo VUCA devido as mudanças constantes.

Visto que satisfação do cliente deve sempre estar em primeiro lugar, esses métodos podem proporcionar ao cliente uma visualização da solução antes mesmo do produto pronto. Além disso, auxilia a fomentar esse mindset.

 

Esteja em melhoria contínua

 

Como já dito, o conceito de melhoria contínua e a satisfação do cliente são vantagens no mercado de trabalho. Para isso, é preciso adaptar um modelo de gestão que auxilia e te apresente métodos para implantar esses conceitos.

Para você dar o primeiro passo para aplicação desses conceitos, é preciso conhecer a metodologia Lean Seis Sigma. Com ela, você será capaz de adquirir os conhecimentos de uma gestão com foco em redução de desperdício e uma produção com qualidade.

Com o curso de White Belt em Lean Seis Sigma, você terá a base dos fundamentos do Lean Seis Sigma e implantar seus conceitos no seu dia a dia. Além de também compreender e utilizar a ferramenta DMAIC para solucionar os problemas.

Comece agora sua capacitação clicando no botão abaixo.

Treinamento de White Belt em Lean Seis Sigma