Quais as diferenças entre Lean Office e Lean Manufacturing? Entenda agora!

Entenda o que são e as diferenças existentes entre as metodologias Lean Office (nos escritórios) e Lean Manufacturing (nas fábricas).

Camila Rocha 16/06/2021 - 6 mins de leitura

As empresas estão submetidas a diversos desperdícios, sejam eles de tempo ou matéria prima, que resultam sempre no desperdício de dinheiro. 

Por isso, é necessário que toda organização esteja focada em eliminar os desperdícios que são possíveis e reduzir os que não podem ser eliminados totalmente, buscando sempre a melhoria contínua.

As diferenças entre duas metodologias focadas em eliminar desperdícios serão discutidas hoje, o Lean Office e o Lean Manufacturing. Continue lendo pelos tópicos:

  • O que é Lean Manufacturing?
  • O que é Lean Office?
  • Quais as diferenças entre Lean Manufacturing e Lean Office?

O que é Lean Manufacturing?


O Lean Manufacturing é uma filosofia de gestão focada em produção enxuta. Isso é, avaliando os meios de produção e combatendo desperdícios.

Essa metodologia surgiu no Japão e era conhecida como Toyota Production System (TPS), em português Sistema Toyota de Produção.

É baseado em 5 princípios básicos, sendo eles: 


  • Valor: o valor que o cliente vê no produto; 
  • Fluxo de valor: mapeamento de todas etapas da cadeia produtiva, desde a concepção até o uso pelo consumidor final;
  • Fluxo contínuo: criar um fluxo contínuo na linha de produção, sem gerar espera ou retrabalho no fluxo de valor;
  • Produção puxada: a produção baseada na demanda do mercado, ou seja, no takt time;
  • Zero defeitos: evitar desperdícios e investir em projetos de melhoria contínua para estar sempre mais próximo da perfeição produtiva.

Por nem sempre ser possível eliminar por completo alguns desperdícios, o Lean Manufacturing foca em 8 principais que toda empresa deve buscar eliminar, são eles:


1. Processamento impróprio - quando é fabricado mais que o cliente precisa, sem um controle eficaz do processo;

2. Excesso de produção - quando a quantidade é mais levada em consideração do que a qualidade, então as saídas são muito maiores que a demanda e gera o próximo tópico, estoque;

3. Estoque - armazenamento excessivo de insumos, matéria prima e produtos;

4. Transporte - o  transporte desnecessário de pessoas, materiais e informações;

5. Movimentos desnecessários - movimentação excessiva de máquinas e pessoas;

6. Defeitos e retrabalho - quando produtos defeituosos são gerados e precisam ser refeitos ou reciclados;

7. Espera - quando máquinas e pessoas ficam inoperantes em alguma etapa do processo produtivo;

8. Conhecimento - o não aproveitamento do conhecimento dos funcionários, ou conhecimentos que não estão sendo levados em consideração.


As organizações devem se esforçar dia a dia para reduzir esses desperdícios.

Adote o Lean Manufacturing para redução de desperdícios! Se você quer ter resultados como a Toyota, cujo resultado líquido subiu 29,4% e, após uso da metodologia, vendeu 7,4 milhões de carros, faça o nosso curso Introdução ao Lean Manufacturing!

Você estará apto a aplicar os 5 princípios Lean identificar os 8 desperdícios da sua empresa e quais processos agregam valor ao seu produto aplicar as técnicas de 5W2H e PDCA para soluções de problemas elaborar Histogramas, Diagramas de Fluxo, Gráfico de Pareto, Diagrama de Ishikawa e Carta de Controle e muito mais!

Então, que tal aprender mais sobre esse pensamento enxuto e ainda conhecer a plataforma da Voitto? É só usar o cupom BLOG100 e começar a se capacitar gratuitamente!

Esperamos você para estudar com a gente e depois publicar o certificado no LinkedIn, hein?

Você pode se perguntar: “Essa metodologia serve apenas para fábricas?”. Eu já te respondo que não! Dela se derivou o Lean Office, para ser aplicado nos escritórios e melhorar os processos organizacionais. 


O que é Lean Office?


O Lean Office é derivado do Lean Manufacturing e objetiva aplicar os princípios da filosofia lean (enxuta) fora do ambiente fabril, ou seja, nos setores de vendas, compras, vendas, RH, processos administrativos no geral e até em casa com o home office

Se baseia nos mesmos 5 princípios do Lean Manufacturing, mas são alterados para dar maior sentido à metodologia. Assim, os princípios do Lean Office são:


  • Valor: importância de cada área administrativa na geração de valor ao cliente;
  • Fluxo de valor: mapear todos os processos até que o produto seja entregue ao cliente final;
  • Fluxo contínuo: criar um fluxo contínuo entre as interações dos processos que compõem o fluxo de valor, para que ele seja mais fluido e livre possível, sem interrupções ou esperas;
  • Produção puxada: se baseia nas demandas da empresa, pois a atividade de todo escritório está sujeita a isso;
  • Zero defeitos: evitar desperdícios e investir em projetos de melhoria contínua para estar sempre mais próximo da perfeição produtiva.

Para obter um escritório enxuto os conceitos são os mesmos da fábrica, porém as atividades que não agregam valor ao produto podem ser muito mais visíveis nos processos fabris do que os do escritório.

Por isso, vejamos 8 desperdícios que devem ser considerados no Lean Office:


1. Processamento impróprio - falta de padronização, equipamentos e prédios que não estão sendo usados de forma máxima;

2. Excesso de produção - excesso de relatórios e reuniões sem objetividade;

3. Estoque - excesso de relatórios e papéis empilhados;

4. Transporte - transporte não otimizado de documentos, equipamentos, materiais;

5. Movimentos desnecessários - movimentos desnecessários dos funcionários;

6. Defeitos e retrabalho - erros e informações perdidas;

7. Espera - qualquer parada no fluxo contínuo de trabalho em decorrência da espera de um processo;

8. Conhecimento - retenção do conhecimento por parte de alguns funcionários.


Cada tipo de desperdício tem sua importância e se eliminado ou mitigado pode trazer grandes retornos de produtividade e financeiros para as áreas administrativas.


Quais as diferenças entre Lean Manufacturing e Lean Office?


Os princípios de implementação de um projeto Lean podem ser as mesmas tanto em uma fábrica quanto em um escritório. Porém, existem algumas particularidades nos princípios. Como:


  • Valor: em uma fábrica o valor pode ser mais bem definido e visível em cada passo, quanto no escritório pode ser mais difícil visualizar e com fácil mutação;
  • Fluxo de valor: em processos fabris se referem a itens, materiais e componentes, enquanto no Office são informações e conhecimentos;
  • Fluxo contínuo: os desperdícios atrapalham explicitamente a fluidez na fábrica, mas nos escritórios a fluidez depende muito das interações entre os colaboradores;
  • Produção puxada: na manufatura o é definida pelo takt time, nos processos administrativos são definidas pela necessidade da empresa;
  • Zero defeitos: os dois cenários devem buscar a melhoria contínua dos processos, porém nas fábricas ele será visto na repetição do processo sem erros e nos escritórios na melhoria organizacional.

Outras diferenças muito acentuadas nos processos são as definições dos desperdícios, em que nos escritórios são menos visíveis e por isso mais difíceis de identificar.

Os problemas e desperdícios estão ali, mas já são tão comuns e silenciosos que passam despercebidos. 

Em processos administrativos, o que seriam os estoques? Ou excesso de produção? Desperdício com transporte? Você vai tirar essas dúvidas agora!

Vamos conferir as diferenças dos 8 desperdícios entre Lean Office x Lean Manufacturing:


Agora você tem toda a informação necessária para nunca mais confundir os dois conceitos! Gostou desse conteúdo? Continue nos acompanhando aqui no Blog Voitto!


Não desperdice esta oportunidade!

Saber como reduzir desperdícios nas empresas, aumentando a produtividade e a qualidade dos produtos ou serviços ofertados com certeza te tornará um profissional diferenciado no mercado.

Para alcançar esse patamar profissional, nós oferecemos para você uma formação completa na metodologia Lean Manufacturing, por meio do nosso Pacote de Formação de Especialista Lean!

Com a formação, você será capaz de dominar todas as ferramentas e estar preparado para conduzir mudanças a caminho da excelência.

O pacote contempla Fundamentos Lean, 5S, Mapeamento de Fluxo de Valor, Kaizen e Manutenção Produtiva Total, que fornecerão todo o conhecimento necessário para que você aplique o Lean em qualquer área, da manufatura ao escritório! 

Está esperando o que? Comece já e alcance o próximo nível na sua carreira profissional!

Inscreva-se em nossa newsletter e acompanhe de perto todas as novidades

Voltar ao topo