Já percebeu que na maioria das vezes para conseguir organizar uma ideia você precisa colocar ela no papel? Na sua mente parece tudo claro, mas ao tentar elaborar uma cronologia, você se perde se não tiver as informações anotadas em algum lugar.

Essa é justamente a ideia do mapa de raciocínio! Ele é um documento dinâmico onde você vai estruturar todas as ideias do seu projeto, sendo de extrema importância para garantir o engajamento de toda a equipe em busca dos melhores resultados possíveis!

Nesse artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre como utilizar essa ferramenta incrível durante a aplicação da metodologia Lean Seis Sigma!

E tem mais! Preparamos um presente excepcionalmente para você! Estamos te dando a oportunidade de fazer o nosso curso totalmente gratuito de White Belt em Lean Seis Sigma. Aproveite essa oportunidade e clique no botão abaixo para se inscrever!

Agora que você já garantiu o seu presente, vamos aprender mais sobre mapa de raciocínio Seis Sigma.

 

Afinal, o que preciso saber sobre o mapa de raciocínio Seis Sigma?

 

A ideia principal dessa linha de raciocínio é nortear o decorrer do processo, de forma que qualquer pessoa possa ler e entender qual foi o projeto, quais foram os resultados e também as melhorias alcançadas.

Vamos ver então os 3 principais benefícios de seguir essa linha de raciocínio!

 

1. Documentação mais adequada das informações do projeto

 

Ao fazer o mapa de raciocínio, você coloca todas as informações do seu projeto no papel. Isso permite que sejam abordados de forma mais precisa os detalhes e garante que todos os dados serão colocados em pauta.

Ao documentar de forma adequada essas informações, conseguimos também listar todas as ferramentas que poderemos usar na execução desse projeto, sejam elas qualitativas ou quantitativas.

Isso torna possível que o problema seja atacado de forma mais precisa, mais eficiente. Afinal, ao ter todas as ferramentas listadas conseguimos facilmente identificar qual a melhor para determinado problema!

 

2. Exige que o Green Belt ou o Black Belt desenvolva o modelo mental correto na condução do projeto Lean Seis Sigma

 

Ao seguir o prescrito no mapa de raciocínio, o responsável pelo projeto será impelido a usar o método DMAIC, que é o modelo mental base na metodologia Lean Seis Sigma.

Cada etapa do método DMAIC vai estar devidamente documentada, afinal, o preenchimento do mapa de raciocínio deve ser feito ao mesmo tempo em que o projeto vai sendo conduzido.

ATENÇÃO: Essa é uma questão de extrema importância! De maneira alguma você deve deixar para preencher sua documentação ao final do projeto. Esse é um erro que pode custar muito caro, afinal, provavelmente você não se lembrará de tudo que aconteceu no decorrer de cada uma das etapas.

E por falar nas fases do método DMAIC, vamos analisar cada uma delas dentro desse mapa?

 

A etapa de definição

 

Nesse momento é onde você vai preencher algumas informações como: 

  • Nome da empresa;
  • Onde ela atua;
  • Qual a equipe de projeto;
  • Descrição do problema.

Como podemos ver no seguinte exemplo:

 

 

Podemos perceber claramente as informações que acabamos de falar sendo detalhadas no documento. Não fica muito mais fácil você assimilar as ideias quando elas estão bem documentadas?

Observando o problema, notamos que há um atraso no pagamento de notas fiscais, gerando multas e juros. Portanto, é preciso estabelecer uma meta, um objetivo que você irá trabalhar para alcançar.

 

 

Agora que temos a meta estabelecida através da avaliação histórica do problema e a lacuna de performance, você precisa também estabelecer um cronograma do projeto.

Ao estipular datas, você gera na sua equipe de projeto o engajamento necessário e o compromisso de entregar os resultados desejados, garantindo que não vai haver complicações que podem se transformar numa bola de neve.

 

Medir, Analisar, Melhorar e Controlar

 

Seguindo adiante com o mapa de raciocínio temos a etapa de medição. Nela vão ser coletadas uma séria de informações a respeito do seu processo que também serão documentadas.

Portanto, você vai passar pela etapa de Medição, Análise, Melhoria e Controle utilizando o mesmo raciocínio que usamos na etapa de definição. Ou seja, no mapa de raciocínio você irá seguir o método DMAIC documentando todas as informações necessárias, assim como o início e o fim de cada etapa.

 

3. Constrói a base de apresentação do projeto

 

Esse é um benefício fundamental de utilizar o mapa de raciocínio dentro da metodologia Seis Sigma!

Ao ir documentando as informações no decorrer do processo, você constrói uma base sólida e confiável para quando for apresentar o projeto dentro da empresa. Todos os dados, o cronograma, as análises, as ferramentas, tudo estará organizado, permitindo uma apresentação clara e precisa!

 

Quer saber mais sobre o mapa de raciocínio Seis Sigma?

 

Agora que você conhece o mapa de raciocínio Seis Sigma, que tal aprender como ele se encaixa dentro dessa metodologia excepcional para solução de problemas?

E para isso e muito mais te convido a conhecer o nosso treinamento de Black Belt em Lean Seis Sigma, ele é direcionado a profissionais que estão em busca de uma formação completa na metodologia Lean Seis Sigma.

São 160 horas (Treinamento de Green Belt em Lean Seis Sigma 80h + conteúdo do Treinamento de Upgrade para Black Belt 80h) de muito conteúdo e aplicação prática que vão te ajudar a tornar empresas mais eficientes pela redução de custos e otimização dos seus processos. 

Venha se tornar um Black Belt!

Clique no botão abaixo e desfrute de todo nosso material!

Gostou do nosso conteúdo? Deixe aqui nos comentários, o seu feedback é muito importante para nós.