A medicina do trabalho é uma das áreas mais importantes da saúde, principalmente por ser a responsável em garantir a segurança e bem estar, físico e emocional, de todos os colaboradores de um empreendimento.

Sendo assim, é importante conhecer sobre o tema e entender como colocá-la em prática na sua empresa.

Este assunto, inclusive, é imprescindível e extremamente necessário caso queira ter uma segurança do trabalho que funcione em todas as etapas operacionais, além de evitar problemas administrativos e trabalhistas, por exemplo.

Com toda essa importância, queremos que você entenda o quê é a medicina do trabalho e conheça todos os detalhes importantes.

Por isso, preparamos este artigo com todas as informações que você precisa para saber sobre como funciona esta área da medicina:

  • O que é a medicina do trabalho?

  • Quais os objetivos da medicina do trabalho?

  • Importância da medicina do trabalho nas empresas;

  • Legislação e normas regulamentadoras sobre a medicina do trabalho;

  • Áreas de atuação do médico do trabalho;

  • Funções do médico do trabalho;

  • Principais exames que podem ser realizados.

 

O que é a medicina do trabalho?

 

A medicina do trabalho, ou medicina ocupacional, é uma especialidade médica que atua frente às relações entre colaboradores e sua respectiva função, tendo como objetivo assegurar uma melhor saúde para todos, seja de caráter mental ou físico.

Desta forma, ela cuida da saúde e da qualidade de vida dos colaboradores a partir de um acompanhamento mais específico, promovendo e precavendo possíveis transtornos.

Se você é um profissional da área da medicina e possui o interesse em ingressar na área trabalhista, mas está com dificuldade de controlar seu tempo, como gerenciar seu consultorio, seu tempo e suas finanças.

O E-book de Gestão para Médico pode te ajudar a solucionar seus problemas, nele você vai aprender a como controlar melhor seu tempo de forma eficaz. Clique no botão abaixo e adquira o seu.

E-book de Gestão para Médicos

Agora que já fez o download do seu e-book, vamos continuar nosso aprendizado sobre a medicina do trabalho.

Muitos acreditam que esta área se limita apenas à segurança no trabalho, algo que está longe de ser verdade. Ela tem objetivos que vão muito além da segurança, como você vai descobrir no tópico seguinte.

 

Qual objetivo da medicina do trabalho?

 

O principal objetivo da medicina do trabalho é preservar a saúde do colaborador em qualquer atividade que venha a executar.

É este objetivo que rege todas as atividades que possam ser desenvolvidas por médicos especializados nesta área. 

Ou seja, tudo que o profissional precise desempenhar de atividades que ponham ou não sua vida em risco, precisam ter o apoio e o laudo de profissionais ligados à medicina da saúde. 

Sendo assim, o médico deve voltar suas atenções em detalhes que poderiam passar despercebidos por outras especialidades de medicina.

Sob a ótica deste agente da saúde, é possível verificar as condições de saúde que o colaborador está sujeito, confirmar se os ambientes de trabalho estão adequados, antecipar doenças ocupacionais, entre tantas outras possibilidades.

 

Importância da medicina do trabalho nas empresas

 

Cuidar da saúde do trabalhador é uma das principais medidas para manter um ambiente organizacional em pleno vigor. Sobretudo, tornar a sua empresa em um exemplo na prática da empatia no mundo corporativo.

A importância da medicina ocupacional nos ambientes corporativos costumam vir ganhando cada vez ainda mais relevância ao longo dos anos.

Segundo pesquisas realizadas pela ISMA-BR (International Stress Management Association no Brasil), 30% dos profissionais brasileiros sofrem de burnout, uma síndrome em decorrência do estresse no trabalho e que pode levar para quadros graves de depressão.

Além disso, ainda utilizando a pesquisa acima mencionada, o impacto da falta de cuidados da saúde do trabalho resultou em um prejuízo de até 3,5% no PIB (Produto Interno Bruto) no ano de 2016 devido às complicações de produtividade nas empresas.

Sem contar em complicações físicas que determinado trabalho pode acarretar à vida do trabalhador no longo prazo, que só conseguem ser medidas e acompanhadas por um especialista em medicina do trabalho.

Felizmente, tudo isso pode ser contornado caso as organizações empresariais passem a adotar mais medidas em prol da saúde e segurança dos colaboradores, como exames frequentes utilizando empresas e profissionais deste tipo de trabalho. 

 

Legislação e normas regulamentadoras sobre a medicina do trabalho

 

Atualmente, a legislação e as normas regulamentadoras da medicina do trabalho estão presentes na Resolução de número 2.183/18 do Conselho Federal de Medicina (CFM), que substitui a resolução anterior, de 1998 (Resolução 1.488/98).

Na resolução estão todas as atribuições, as obrigações e atividades que os médicos trabalhista podem fazer em prol da saúde dos trabalhadores.

Fora isso, há também a Lei nº 6.514/77, que conta com dezenas de obrigações por parte das empresas com seus funcionários em relação aos cuidados no ambiente de trabalho, desde que ele esteja em regime CLT.

 

Áreas de atuação do médico do trabalho

 

O campo de atuação da medicina trabalhista vai além da prática médica e por isso conta com mais opções para cuidar da saúde dos trabalhadores.

Entre as principais áreas de atuação do médico do trabalho estão:

  • Consultor de normalização e fiscalização de condições de saúde e segurança no trabalho;

  • Agente de Serviços Especializados de Engenharia de Segurança e de Medicina do Trabalho (SESMT);

  • Prestador de serviços específicos;

  • Gestor de ações em prol da saúde do trabalhador;

  • Assessor sindical em saúde;

  • Agente de perícia médica;

  • Consultor privado de Saúde e Segurança no Trabalho.

Um dos principais diferenciais dessa área da medicina é garantir que o médico possa exercer a sua função sem colocar em prática a medicina, ou seja, não há uma obrigatoriedade de estar presente em uma clínica médica.

 

Funções do médico do trabalho

 

As funções do médico do trabalho variam de acordo com as necessidades da organização ou ainda de acordo com a área que ele atua.

Ele pode administrar demandas internas que envolvem a saúde física ou emocional dos trabalhos ou gerir medidas com objetivo de promover o bem estar dos colaboradores.

Sendo assim, as suas funções são criadas a partir das necessidades dos profissionais que o médico do trabalho deve atender ao longo de seu período frente à empresa ou clínica médica.

 

Principais exames que podem ser realizados

 

O médico do trabalho também é responsável por diversos exames, algo que acabou popularizando esta área de saúde. Entre os exames que podem ser realizados pelo médico ocupacional estão:

  • Exame admissional e demissional;

  • Exame de rotina;

  • Eletrocardiograma em repouso;

  • Espirometria ocupacional;

  • Eletroencefalograma ocupacional;

  • Raio X de tórax OIT.

  • Audiometria;

  • Acuidade visual;

  • Laboratório de acordo com a avaliação do médico do trabalho.

Dentre todos os exames, vale destacar dois: o exame admissional/demissional e o exame de rotina.

Os exames admissional e demissional avaliam se o trabalhador está apto para entrar na empresa ou ser demitido respectivamente. 

Este exame é um dos mais comuns e pode ser considerado um dos principais por garantir a saúde do colaborador no fim e no começo da jornada na empresa.

O exame de rotina também é conhecido como exame periódico e serve para acompanhar o bem estar físico e emocional do colaborador

Desta forma, o médico trabalhista consegue precaver doenças físicas ou ainda indicar um acompanhamento psicológico caso seja necessário.

 

Pronto para aprender mais?

 

Como vimos durante todo o artigo, é de suma importância o médico do trabalhista. Vimos também que esse profissional pode solicitar diversos exames, e devido a isso, é necessário utilizar algumas ferramentas de gestão para organizar todos os dados.

Pensando nisso, para otimizar e manter todos os dados dos pacientes arquivados de forma organizada, esse controle pode ser feito por meio de um prontuário eletrônico.

Uma ferramenta que pode te ajudar nisso é o Excel, com ele você pode acompanhar os dados, exames, metricas da clínica, entre outras funções.

Se você ainda não tem esse conhecimento dessa ferramenta, não se preocupe, o Curso de Introdução ao Excel vai solucionar suas dúvidas e ordenar seus dados em planilhas.

Clique no botão abaixo e inicie seus estudos.

Curso de Introdução ao Excel