Você está se sentindo desmotivado na vida e no trabalho? Entende que seus objetivos atuais estão muito longe de serem alcançados? Acredita que sua vida poderia ser bem mais satisfatória?

De acordo com Daniel Pink, o problema está na maneira como é estruturado o nosso trabalho. As formas de recompensa, punição e motivação não são mais adequadas ao nosso mundo cada vez mais dinâmico e criativo.

Por isso, o autor sugere uma nova abordagem para o trabalho: conheça a Motivação 3.0!

 

Sobre a obra

 

Publicado em dezembro de 2009 nos Estados Unidos, o livro “Motivação 3.0”, de título original Drive - The Surprising Truth About What Motivates Us (em inglês) traz uma nova visão sobre o que nos motiva e explica o motivo de muita gente se sentir insatisfeito com seu trabalho atualmente.

Dividida em três partes, a obra traz os conceitos e as aplicações práticas do princípio de Motivação 3.0, que foi desenvolvido pelo autor.

A publicação entrou para a lista dos mais vendidos dos seguintes jornais: New York Times, Wall Street Journal, San Francisco Chronicle, Los Angeles Times, Boston Globe e Washington Post.

Para conhecer mais sobre as ideias do autor, você pode comprar um exemplar completo clicando abaixo:

 

Sobre o autor

 

Daniel H. Pink é autor de seis livros, todos considerados best-sellers. Suas obras foram traduzidas em 35 línguas diferentes e venderam mais de um milhão de cópias apenas nos Estados Unidos.

Entre seus sucessos estão “Quando - Os Segredos Científicos do Timing Perfeito” e “Saber Vender é da Natureza Humana”.

 

Esse livro é indicado para quem?

 

As ideias do autor são interessantes para pessoas que querem aprender mais sobre os componentes da motivação humana, através de exemplos históricos e aplicações práticas.

Além disso, o livro vai ajudar a quem deseja se motivar e se inspirar.

 

Ideias principais do livro

 

Os pontos de destaque do livro são:

 

  • A motivação é algo da natureza humana, mas as formas de ativá-la devem se adaptar às mudanças e circunstâncias do mundo;

  • As práticas de liderança utilizadas desde a primeira revolução industrial não funcionam mais, pelo contrário, são contraprodutivas;

  • O conceito da Motivação 3.0 é baseado em três necessidades psicológicas inerentes ao ser humano: autonomia, maestria e propósito.

 

Overview - Parte 1: um novo sistema operacional

 

No primeiro segmento do livro, o autor Daniel Pink faz uma revisão histórica acerca das circunstâncias da sociedade humana e como elas influenciaram na maneira pela qual fomos motivados.

Aproximadamente 50 mil anos atrás, no início da existência humana, a motivação existente era sobreviver em meio aos perigos e dificuldades inerentes. O autor trata isso como um sistema operacional de sociedade, chamando de Motivação 1.0.

Conforme a civilização foi avançando, uma nova abordagem, ou seja, um novo sistema operacional também foi desenvolvido, chamado de Motivação 2.0: a busca por recompensa e fuga de punição.

Essa abordagem funcionou bem durante os últimos 200 anos, servindo para trabalhos manuais eficientes em linhas de montagem, por exemplo.

No entanto, recentemente esse entendimento se mostrou ultrapassado, pois falhava em explicar a motivação em casos como:

 

  • A vontade das pessoas de contribuir em projetos que não geram retorno financeiro. Ex.: Wikipédia;

  • Novas estruturas corporativas que enfatizam mais o bem-estar social do que a maximização dos lucros;

  • Pessoas que trocavam de emprego para um que pagava menos, mas servia um propósito mais claro para elas.

 

A Motivação 2.0 é baseada em duas ideias: recompensar uma atividade faz com que ela se repita e punir uma atividade faz com que reduza sua ocorrência. No entanto, o autor destaca falhas desse sistema operacional de recompensa e punição:

 

  • Recompensas reduzem a motivação intrínseca;

  • Recompensas diminuem o desempenho máximo;

  • Recompensas diminuem a criatividade;

  • Recompensas diminuem o bom comportamento;

  • Recompensas criam vícios;

  • Recompensas desencorajam o pensamento a longo prazo.

 

Por isso, fica evidente a necessidade de um novo “sistema operacional” para lidar com as circunstâncias atuais. Esse sistema é chamado de Motivação 3.0, que será explicado na próxima parte.

 

Overview - Parte 2: os três elementos

 

Na segunda parte do livro, Daniel explica mais a fundo como funciona essa nova abordagem, que é baseada em três aspectos: autonomia, maestria e propósito.

 

1. Autonomia

 

De acordo com o autor, os humanos são naturalmente feitos para serem autônomos. Ele cita o exemplo das crianças, que em sua maioria são curiosas e gostam de explorar. No entanto, com o tempo, acabamos condicionados a aceitar um ambiente rígido e mais disciplinado.

Daniel trata de quatro fundamentos da autonomia, que são:

 

Tarefas

 

As pessoas devem ter alguma autonomia para escolher no que elas vão trabalhar. Uma maneira de fazer isso é permitir que os colaboradores desenvolvam o projeto que eles quiserem durante 20% do tempo da jornada de trabalho.

Empresas como 3M e Google adotaram essa prática e, como resultado, obtiveram projetos como os Post-its, Gmail e Google Translate.

 

Tempo

 

Muitos funcionários, além de cumprirem sua jornada de trabalho na empresa, precisam estar disponíveis pelo celular e email durante seu tempo de descanso.

Isso prejudica seu bem-estar, seus hobbies e suas relações pessoais, o que diminui a motivação e pode aumentar o nível de rotatividade.

Segundo o autor, o antídoto para esse problema é estabelecer um ambiente focado apenas em resultados, ou seja, o foco está no trabalho propriamente dito, não no tempo necessário para cumpri-lo.

Os funcionários precisam atingir metas e prazos da mesma forma, mas desde que eles consigam isso, eles podem ter a autonomia de trabalhar quando e onde quiserem.

A Netflix é um exemplo da aplicação mais extensa dessa prática, pois ela oferece férias ilimitadas aos seus empregados.

 

Técnica

 

As pessoas não precisam ser “micro gerenciadas”, isto é, serem acompanhadas nos mínimos detalhes da maneira pela qual ela conduz uma tarefa.

Estabelecidas as metas a serem batidas, as pessoas devem ter a autonomia de descobrir qual a melhor maneira de atingí-las.

A Jetblue, companhia aérea americana, permite que seus funcionários respondam às ligações dos clientes sem que precisem seguir um roteiro ou diretrizes rígidas. Isso trouxe maior satisfação do público.

 

Equipe

 

Na maioria das organizações, não é possível escolher a equipe com a qual você vai trabalhar. Isso pode gerar cenários frustrantes, em que você é obrigado a trabalhar com pessoas que você não gosta.

Na rede de mercados americana Whole Foods, os candidatos fazem um teste de 30 dias com uma equipe e, depois, os membros desse time decidem se a pessoa deve ser contratada ou não.

Na FedEx, durante 20% do tempo, os funcionários podem trabalhar em grupos que eles mesmos escolheram.

 

2. Maestria

 

É natural que as pessoas queiram melhorar suas habilidades e serem reconhecidas por isso. Dessa maneira, é crucial que a melhoria seja sempre promovida no ambiente de trabalho. Para isso, o autor sugere as seguintes práticas:

 

  • Desenvolva tarefas desafiadoras, que vão precisar de desenvolvimento para serem completadas. No entanto, é importante que não sejam extremamente difíceis, pois isso pode provocar ansiedade.

  • Estabeleça objetivos claros;

  • Forneça feedbacks rápidos e esclarecedores;

  • Sempre busque desafios.

 

O autor destaca que um mindset de crescimento é essencial para desenvolver a maestria. Para entender mais sobre isso, leia nosso resumo da obra de Carol Dweck!

 

3. Propósito

 

O terceiro pilar da Motivação 3.0 representa o “porquê” do trabalho. Segundo o autor, compreender bem o propósito faz as pessoas trabalharem mais e desempenharem de maneira mais eficiente.

Portanto, para desenvolver propósito dentro de uma organização, é preciso:

 

  • Procure ideais como honra, verdade e justiça;

  • Sempre explique o motivo pelo qual uma coisa deve ser feita;

  • Estabeleça uma cultura de doação.

 

Overview - Parte 3: a caixa de ferramentas

 

Na parte final do livro, o autor traz diversas aplicações da Motivação 3.0 nas mais variadas situações da vida, seja em assuntos pessoais ou profissionais.

Aqui, vamos trazer as dicas que o autor fornece para aplicar essas práticas dentro de organizações. São elas:

 

  • Forneça 20% do tempo para os colaboradores trabalharem em projetos que eles mesmos escolheram;

  • Conduza enquetes anônimas sobre autonomia e propósito;

  • Faça análises próprias de desempenho, de maneira constante;

  • Encoraja recompensas entre os próprios funcionários, não vindas apenas de cima;

  • Envolva os colaboradores na definição das metas;

  • Trabalhe para desenvolver ainda mais aquelas pessoas que são boas, não tentando colocar a minoria que não apresenta desempenho satisfatório em um padrão mediano;

  • Introduza mudanças de maneira inteligente e bem planejada;

  • Enfatize sempre os resultados.

 

O que outros autores dizem a respeito?

 

No livro Foco, o renomado autor Daniel Goleman mostra como podemos nos manter focados em um mundo cercado de distrações.

Em “So Good They Can’t Ignore You”, Cal Newport fala sobre o uso da prática deliberada, conceito que se assemelha com o fundamento de maestria explicado por Daniel Pink.

Por fim, para aprender mais sobre motivação, o trabalho de Simon Sinek em “Por Quê? Como Motivar Pessoas e Equipes a Agir” é essencial para entender como grandes líderes se tornaram figuras inspiradoras.

 

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

 

Os princípios da Motivação 3.0 também podem ser utilizados em nossas vidas pessoais. Para isso, o autor sugere as seguintes dicas:

 

  • Defina o que você pretende realizar ou ser reconhecido por isso. Então, reorganize sua vida focando nesse propósito;

  • Anote seu progresso diário na direção desse objetivo;

  • Entenda quais são as fraquezas que estão te distanciando desse objetivo;

  • Concentre seus esforços em diminuir ou extinguir essas falhas;

  • Considere sempre os feedbacks constantes;

  • Mantenha a disciplina.

 

O que achou?

 

E aí, gostou do livro? Deixe seu comentário para sabermos a sua opinião!

Para conhecer os exemplos e aprender mais sobre os conceitos desenvolvidos pelo autor, você pode comprar a obra completa clicando abaixo:

 

                    

 

Finalmente você terá a oportunidade de estudar com referências em liderança e gestão e fazer parte de uma rede de alta performance para desenvolver habilidades e se preparar para o emprego dos sonhos!

A Voitto Premium é um plano de assinatura criado para quem está em busca de uma solução acessível para se preparar para os desafios do mercado.

No nosso clube de vantagens, os assinantes têm acesso aos cursos, mentorias, VoittoCast, Power Hacks, Let’s Grow, conteúdos exclusivos, além de uma rede de Networking conectada e engajada. Seja Premium!

 

 

Nota:
O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A Voitto respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da Voitto e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isso porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.