Em 2004, Jesse Mecham e sua esposa, ambos com 20 anos, eram recém-casados. Eles moravam em um porão de 300 metros quadrados. Jesse estava cursando mestrado em contabilidade, enquanto cursava bacharelado em serviço social. Além disso, pensavam em ter o primeiro filho. E foi aí que se sentiram sem dinheiro.

Então, o autor resolveu criar uma planilha para monitorar todos os seus gastos, diariamente. Apesar da situação deles ser difícil, dinheiro já não era mais visto com aflição. Permanecendo fiéis ao seu orçamento, o casal conseguia pagar suas contas e aproveitar algumas noites por mês.

O método de Mecham é baseado em quatro regras que veremos mais tarde. Com o tempo, ele começou a ensinar esse método para outras pessoas e a planilha se transformou em um software chamado “You Need a Budget”.

Nesta obra, o autor compartilha o método que o ajudou a eliminar a ansiedade financeira. Vamos abordar as regras que irão contribuir para que você consiga chegar lá também.

 

Sobre a obra

 

O livro “Nunca Mais Fique Sem Dinheiro”, lançado em 2019, do original “You Need a Budget” (em inglês), foi escrito por Jesse Mecham, e mostra como ganhar controle do seu dinheiro.

Esta obra é composta por 240 páginas e 9 capítulos. Após a leitura, descobrirá que esse livro vai contribuir com duas poderosas habilidades para você: Um sistema concreto para tomar decisões e uma nova mentalidade.

Para adquirir a obra completa e ficar por dentro dos detalhes, clique no link:

 

Sobre o autor

 

Jesse Mecham é fundador do aplicativo You Need A Budget. O aplicativo foi criado através da sua experiência, e de sua esposa, com o dinheiro.

O autor atualmente ajuda milhares de pessoas, por todo mundo, a controlar suas finanças e aproveitar a vida segundo seus próprios termos.

 

Esse livro é indicado para quem?

 

Essa obra é indicada àqueles que já tentaram juntar dinheiro e falharam. Se você tem dificuldade em fazer isso e pensa que é sufocante e rígido, este livro mudará sua perspectiva. Se sua família quer quitar as dívidas, quebrar o ciclo do “salário em salário”, ou ser capaz de pagar por férias sem cartões de crédito, é preciso juntar dinheiro para conseguir e esta é a proposta do livro.

 

Ideias principais do livro

 

  • “Dê uma função ao seu dinheiro: tenha um objetivo em mente”;

  • “Aceite as suas despesas reais: quite as suas dívidas”;

  • “Aprenda a cair: prepare-se para gastos inesperados”;

  • “Amadureça o seu dinheiro: junte grana”.

 

Overview: Regra um - Dê a cada centavo um emprego

 

A pergunta essencial é: “O que eu quero que meu dinheiro faça por mim?”. Comece destacando qual é o destino de seu dinheiro, suas obrigações, as despesas obrigatórias, ou seja, que devem, necessariamente, ser cumpridas. Aluguel, transporte e comida são alguns exemplos.

Após fazer isso, o verdadeiro trabalho começa. O próximo passo é decidir o que fazer com seu dinheiro, pois você sabe quanto tem de sobra para fazer o que quiser, viajar, comprar roupas, trocar de carro ou de smartphone.

Novamente, para começar destine seu dinheiro a pagar o básico para você viver. Em seguida, use-o para aproveitar a vida do seu ponto de vista.

Segundo Mercham, “Antes de começar a mandar no seu dinheiro… você precisa decidir o que precisa ser feito. Você está literalmente escrevendo uma lista de tarefas para o seu dinheiro. Se você nunca fez algo tão proativo com seu dinheiro, verá rapidamente como isso muda sua perspectiva em cada centavo que você detém”.

 

Overview: Regra dois - Assuma suas despesas reais

 

Bom, na regra um vimos as obrigações com o dinheiro e a parte de usá-lo para a diversão. Entretanto, o que há entre os dois lados? Essas são as despesas irregulares. É disso que se trata a segunda lei.

Mecham diz que você deve reservar dinheiro para o que ele chama de “despesas reais”. Essas despesas não são obrigações, aliás despesas podem ser de dois tipos:

 

  • As previsíveis: essas são o seguro do carro, seguro da casa, que podem ser pagos ao longo do ano. Incluem também contas de água e eletricidade, que podem variar de acordo com a sazonalidade.

  • As imprevisíveis, mas indispensáveis, são aquelas como bater o carro, levar o cachorro ao veterinário, quebrar um móvel acidentalmente, coisas assim.

 

As despesas imprevisíveis são as que nos atrapalham, normalmente, diz Mecham. São elas que nos dificultam a juntar dinheiro.

Segundo o autor, “a regra dois faz com que você seja proativo com seu dinheiro em um nível muito mais profundo do que você já experimentou. Quando você pensa muito e age agora, você não está apenas olhando para suas contas imediatas, você está vendo o quadro maior e está hiperconsciente de todas as suas despesas. Seus gastos não te surpreendem mais”.

 

Overview: Regra três: Aprenda a tomar socos

 

Mesmo seguindo as regras um e dois, seu plano para guardar dinheiro terá alguns impactos inesperados. Claro, “há uma diferença entre um plano e a vida real. Se você é obcecado por manter o plano… apesar de quaisquer consequências, você está certo de estar estressado e infeliz”.

E é aí que entra a terceira regra, ela consiste em fazer ajustes baseados nas mudanças que acontecem na sua vida. Como sua vida muda, constantemente, seu plano deve acompanhar tais mudanças, ou seja, as transições na sua vida devem ser refletidas em seu plano.

Essa regra também diz para sermos honestos com nós mesmos sobre o que verdadeiramente é importante e, ainda, lidar com os socos que a vida nos dá. Imagine se a sua porta de garagem quebrar. Um dia antes ela não era uma prioridade. Diferentemente do dia seguinte.

Segundo Mercham, “a mudança é tão importante que dedicamos uma regra inteira a ela… A regra três é o que salvará você quando todos os outros aplicativos, especialistas e programas de orçamento fizerem com que você sinta que falhou no momento em que se desviar do plano original. É o que puxa seu orçamento para fora de uma planilha para o mundo real”.

 

Overview: Regra quatro: Envelheça seu dinheiro

 

O objetivo das três primeiras regras que vimos até agora é permitir que você assuma o controle de seu dinheiro em vez de deixá-lo controlar você. Seguindo-as você perceberá que, aos poucos, passará a gerar um excedente de dinheiro.

Bom, para explicar essa regra, Mecham introduz a ideia de que o dinheiro tem uma “idade”.

“A idade do dinheiro é baseada na diferença de tempo entre quando você ganha o dinheiro e quando você o gasta”. Por exemplo, se o dinheiro que você está gastando na terça foi depositado na segunda, seu dinheiro tem um dia.

Com a ideia de “idade” do dinheiro exposta, podemos agora ir à regra quatro. Essa regra é sobre a construção de um estoque de dinheiro para que você tenha o suficiente para cobrir suas despesas por muito, muito tempo.

Seu propósito é que seu dinheiro seja o mais “velho” possível quando você o gastar. O aconselhável é que você o deixe envelhecer no período de 1 a 2 meses, mas tudo bem se no início esse número parece alto. O importante é sempre se esforçar para aumentar esse tempo.

Lembre-se que, se você está endividado, a “idade” do seu dinheiro é negativa. Você gastou o dinheiro que nem ganhou ainda.

Segundo Mecham, viver de dinheiro “velho” pode parecer um sonho se você está vivendo de salário em salário. Conforme você aplica as regras, você passará de uma pilha de contas esperando dinheiro para ter uma pilha de dinheiro esperando contas.

 

O que outros autores dizem a respeito?

 

Grant Sabatier, em “Financial Freedom”, diz que independência financeira é ter liberdade para fazer o que quiser. Você pode ter isso.

Ganhar muito dinheiro rapidamente é possível. Ter mais tempo é possível. Viver a vida em seus próprios termos é possível. Você tem uma oportunidade única que muitos não têm. Você realmente pode ter todo o dinheiro que você precisa.

No livro The Total Money Makeover, o autor Dave Ramsey dá a seguinte dica: “Embora você saiba que precisa adequar sua situação financeira, não é possível mudar tudo de uma única vez”.

Então, é preciso dar um passo por vez; dessa forma, você fará um avanço gradual e se manterá motivado, sem mudanças radicais a curto prazo.

Outra obra que também explora o assunto é “Trabalhe 4 horas Por Semana”. Tim Ferriss diz que, em vez de trabalhar duro pelo resto de seus dias em um escritório, esperando a aposentadoria, comece a aproveitar a vida hoje, a partir de uma mudança de mentalidade.

Para saber mais sobre essas obras, leia os Pocket Books que preparamos para você:

 

 

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

 

Jesse Mecham deixa como conselho o seguinte: “se eu tivesse que escolher uma única coisa para você levar como aprendizado deste livro seria a lição de que fazer orçamentos não é algo restritivo.

Pelo contrário. Ao orçar com as Quatro Regras, você está no controle total da sua situação econômica. Está criando uma vida baseada nas suas prioridades e nada parece melhor do que atingir os seus objetivos, não importa o quanto isso demore”.

 

Gostou desta análise?

 

O que achou da obra de Jesse Mecham, “Nunca Mais Fique Sem Dinheiro”? Deixe o seu feedback! É com a sua opinião que podemos oferecer sempre o melhor conteúdo! Se quiser se aprofundar ainda mais no assunto, você pode aproveitar e adquirir o livro clicando no link abaixo:

 

Poder sem Limites        Unlimited Power

 

Finalmente você terá a oportunidade de estudar com referências em liderança e gestão e fazer parte de uma rede de alta performance para desenvolver habilidades e se preparar para o emprego dos sonhos!

A Voitto Premium é um plano de assinatura criado para quem está em busca de uma solução acessível para se preparar para os desafios do mercado.

No nosso clube de vantagens, os assinantes têm acesso aos cursos, mentorias, VoittoCast, Power Hacks, Let’s Grow, conteúdos exclusivos, além de uma rede de Networking conectada e engajada. Seja Premium!

 

 
Nota:
O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A Voitto respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da Voitto e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isso porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.