Indústria 4.0 vem trazendo grandes transformações tecnológicas nas empresas. Isso gera uma demanda para o mercado de desenvolvimento de software, porque cada vez mais processos são automatizados e digitalizados. 

Para a Economist Intelligence Unit, 69% das pequenas e médias empresas do Brasil acreditam que a tecnologia pode tornar o negócio mais eficiente. Isso demonstra o potencial do mercado de desenvolvimento de softwares.

Por isso, neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre esse processo nos seguintes tópicos:

  • O que é desenvolvimento de software?

  • Quais as principais etapas no desenvolvimento de software?

  • Quais as principais linguagens de desenvolvimento de software?

  • Como funciona uma empresa de desenvolvimento de software?

  • Como gerenciar o desenvolvimento de software? 

Vamos nessa!

 

O que é desenvolvimento de software?

 

O desenvolvimento de software é o processo de produção de um programa de computador, escrito em uma linguagem de programação. Ele compreende todas as etapas desse processo, desde a concepção até a manutenção do software.

Esse processo compreende todas as atividades que impulsionam o projeto: negociação com o cliente, identificação das necessidades, programação do código, atualizações, etc. Tudo isso é feito de modo a satisfazer o consumidor.

Assim, desenvolvimento de software envolve não só aspectos técnicos relacionados à programação, mas também todas as questões relativas ao planejamento das etapas, desempenho, cumprimento de metas, divisão de trabalho, entre outras.

Por isso, a maneira como um profissional ou empresa lida com o desenvolvimento de aplicações é fundamental para seu sucesso no mercado. Isso influencia diretamente na reputação, nas relações de trabalho e no dia a dia.

Percebeu como, para fazer um bom software, é necessário dominar uma série de habilidades? Mas, antes de mais nada, é preciso estar a par das melhores práticas e conceitos sobre programação. 

Pensando nisso, trouxemos para você o Curso Fundamentos Essenciais para Python! Com ele, você dominará essa linguagem cada vez mais popular entre os meios de tecnologia. Além disso, usará com propriedade as principais estruturas de dados do Python.

Ao se inscrever agora, você estará garantindo desenvolvimento profissional! Não perca essa chance!

Curso fundamentos essenciais para Python

O processo de desenvolver um programa envolve diversas etapas. Ainda não sabe quais são? Confira o que preparamos a seguir para descobrir!

 

Quais as principais etapas no desenvolvimento de software?

 

Cada empresa ou trabalhador autônomo tem seu modelo de trabalho específico cuja metodologia ainda pode ser alterada, dependendo das especificações de um projeto. Por conta disso, o desenvolvimento de software acaba sofrendo variações. 

Porém, é comum que existam etapas similares em todos os processos produtivos de aplicações. Vamos ver quais são:

 

Levantamento e análise dos requisitos do sistema

Essa etapa é fundamental e, com base nela, todo o projeto é feito. Ela compreende principalmente um estudo detalhado das razões pelas quais um cliente busca sua equipe para desenvolver um programa.

Nesse momento, você irá ouvir a voz do cliente e identificar os problemas que deverão ser solucionados pela aplicação. Isso é muito importante para satisfazer o consumidor, definir o escopo do trabalho e precificá-lo.

A partir das informações levantadas em reuniões e observações, soluções começarão a ser levantadas. Essas ideias serão as metas a serem atingidas pelo software. Neste momento, não é tão importante definir os métodos utilizados para alcançá-las.

 

Definição do projeto

Agora, o foco é na parte técnica. Será definido o “esqueleto” do software, tudo o que ele precisará para operar efetivamente. É necessário estabelecer aspectos como a linguagem de programação utilizada, escolha de hardware, visuais, entre outros.

 

Implementação do software

Uma vez que a arquitetura do sistema foi determinada no passo anterior, as fases de desenvolvimento serão divididas em módulos, em que o código será programado de fato. Essa etapa é bem prática e também é a mais longa do processo.

 

Etapa de Testes

Depois de desenvolver o código, esse será testado para verificar se ele está mesmo atendendo as necessidades do cliente. São realizados testes em cada módulo individualmente, testes de integração, testes de sistema e os testes de falhas, que visam encontrar bugs no código. 

 

Implantação

A implantação é a entrega do produto ao cliente. Em um primeiro momento, haverá um período de experiência em que os usuários irão relatar problemas ou solicitar alterações no software. Às vezes, pode ser necessário fornecer um treinamento. 

É nesse momento também que importações de dados de outros sistemas e bancos de dados serão realizadas para o novo software. 

 

Agora que você já sabe as principais etapas para criar um software, você deve estar se perguntando é possível fazer isso em qualquer linguagem de programação. Bom, isso você descobrirá logo abaixo!

 

Quais as principais linguagens de desenvolvimento de software?

 

Existem diversas linguagens de programação, que podem ser usadas no desenvolvimento de software. Elas são escolhidas dependendo do projeto por uma série de critérios. Alguns optam por linguagens mais seguras, outros por mais fáceis ou mais robustas.

Porém, existem algumas linguagens de programação que são queridinhas entre os programadores. Vamos te mostrar algumas delas:

  • Python: uma das linguagens de programação mais populares e versáteis, podendo ser usada para todo tipo de projeto;

  • Java: uma linguagem multiplataforma muito utilizada para aplicações mobile. Ela também é a base do sistema operacional Android;

  • C++: muito versátil, operando em qualquer sistema. Pode ser usada na programação de alto nível e baixo nível;

  • Ruby: fornece um framework full-stack para aplicações web de menor porte. É rápida, eficiente e fácil de aprender;

  • SQL: é usada para interação com banco de dados e permite extrair, modificar e inserir informações de maneira complexa e rápida;

  • LISP: é uma linguagem de alto nível muito utilizada na área de inteligência artificial por ser flexível e efetiva. 

 

Como funciona uma empresa de desenvolvimento de software?

 

Uma empresa de desenvolvimento de software é focada em desenvolver sistemas, integrações e criação de novas tecnologias. Assim, seu principal produto é o oferecimento de serviços, desenvolvendo, assim, projetos baseado em demandas dos clientes.

Como toda empresa, a divisão de tarefas é feita de modo a tornar o trabalho mais eficiente e entregar produtos melhor elaborados.

Por isso, existem funções específicas que desempenham tarefas diferentes relacionadas diretamente à construção dos softwares. Vamos ver algumas delas:

  • Gerente de Projetos: faz o intermédio entre o cliente e equipe. Ele deve ouvir as solicitações do cliente e repassa-as à equipe, mantendo o controle sobre prazos, metas e as diferentes etapas do projeto;

  • Designer: planeja a interface gráfica de usuário (GUI), ou seja, como o usuário irá visualizar e interagir com os elementos do software na tela do computador. Isso envolve um trabalho criativo e artístico, bem como conhecimentos de user experience (UX).

  • Programadores Front-end: lida com elementos do lado do cliente como, por exemplo, o visual, as funções e a disposição de elementos em uma página web. Ele trabalha principalmente com as linguagens HTML, CSS e JavaScript;

  • Programadores Back-end: encarregados de tarefas do lado do servidor como a busca e o armazenamento em banco de dados, além da segurança e a interpretação de requisições;

  • Analista de Testes: aplica métodos de controle de qualidade para verificar a usabilidade do software, possíveis erros e pontos fracos da aplicação;

  • Engenheiro de Hardware: escolhe os componentes físicos mais adequados para rodar o programa, faz otimizações em equipamentos existentes para melhor comportar o software;

  • Arquiteto de Comunicação: é responsável por fazer a arquitetura de redes de comunicação como LAN, WAN e Intranets. Também esquematiza o fluxo de informações e o método de armazenamento (físico ou em nuvem).

 

Como gerenciar o desenvolvimento de software? 

 

Gerenciar projetos é uma tarefa que demanda bastante atenção, exigindo algumas qualidades fundamentais do gestor. Agora, vamos te mostrar algumas dicas para auxiliar no gerenciamento do desenvolvimento de software:

 

1. Conheça o negócio

 

Observar tendências de mercado é muito importante na hora de investir em equipamentos, softwares e também em compor as equipes de desenvolvimento.

Por isso, entenda que público você quer atender: empresas que buscam automação, companhias que querem construir ou melhorar sites, etc. Tenha em mente também que, normalmente, o modelo de trabalho de programadores é mais flexível.

 

2. Invista em qualificação

 

O mundo da tecnologia evolui constantemente e, por isso, você precisa incentivar sua equipe a se aperfeiçoar e aprender novas técnicas. Do contrário, sua empresa oferecerá soluções defasadas.

 

3. Utilize metodologias de desenvolvimento

 

Utilizar um método de desenvolvimento de software ajuda a trabalhar de maneira muito mais eficiente nos projetos. Você pode utilizar metodologias ágeis como o Scrum, que oferece um conjunto de ferramentas ótimas para produtos complexos.

Outro método que pode também ser usado é Desenvolvimento Rápido de Aplicações, também chamado de RAD. Esse é um modelo de processo que busca terminar o ciclo de desenvolvimento entre 60 e 90 dias. 

Além disso, temos também a DevOps, que aproxima os desenvolvedores de software e os profissionais de TI.

 

4. Tenha foco na experiência do usuário

 

Todo software é desenvolvido pensando em solucionar algum problema do usuário. Portanto, ele deve ser o centro do projeto. Elabore o software pensando em como os usuários irão interagir com o programa.

Leve sempre em conta as percepções positivas ou negativas, tanto em questões de design quanto de usabilidade. Existem ferramentas e profissionais especializados na lógica da experiência do usuário para te auxiliar.

 

5. Utilize métricas e indicadores para monitoramento do projeto

 

Definir os Indicadores-chave de Desempenho, também chamados de KPIs, pode fazer uma diferença enorme no desenvolvimento, melhorando a gestão das etapas e de aspectos do software.

Por exemplo, as métricas de tempo médio entre falhas (MTBF - Mean Time Between Failures), tempo médio de recuperação (MTTR) e taxa de falha da aplicação ajudam a ter conhecimento sobre o nível de estabilidade do sistema. 

 

Invista no seu desenvolvimento!

 

Nesse artigo, tratamos sobre o desenvolvimento de softwares desde seu conceito, como seus principais aspectos. Além de dominar sobre programação, é necessário estar atento aos principais modelos de gestão a fim de obter os melhores resultados.

Pensando nisso, trouxemos para você o Curso de Gestão para Resultados! Nele, você aprenderá como identificar oportunidades de melhoria e como utilizar indicadores para controlar sua evolução. Você também saberá como definir ações eficazes para otimização de processos.

Não perca essa incrível oportunidade, inscreva-se agora!

Curso de gestão para resultados