A palavra empatia tem sido muito ouvida nas conversas cotidianas, nas nossas redes sociais e, de uns tempos para cá, muito se fala nela também no ambiente de trabalho.

Mas você sabe realmente o que essa palavra significa? A empatia está relacionada com a inteligência emocional e com o modo como nos relacionamos com os outros. Dessa forma, a empatia envolve sentimentos e emoções.

Mas afinal, por que essa característica é tão importante? Como a empatia pode auxiliar na vida profissional?

Para entender melhor essas e outras questões relacionadas a empatia, esse artigo apresenta para você os seguintes tópicos:

 

  • O que é empatia?
  • Quais os tipos de empatia?
  • Diferença entre empatia autêntica e forçada;
  • Comportamento de pessoas empáticas;
  • Diferença entre empatia e simpatia;
  • Dicas e a importância da empatia na carreiras;
  • Dicas e a importância da empatia na liderança;
  • Desenvolva a sua oratória.

 

O que é Empatia?

 

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa. Nesse aspecto, o indivíduo empático é capaz de compreender o sentimento ou a reação das outras pessoas. 

Ou seja, a pessoa empática é capaz de se imaginar experimentando as mesmas circunstâncias dos outros. Sendo assim, a pessoa pode analisar e perceber as situações sob um ponto de vista distinto.

Para uma melhor compreensão do termo, a empatia conta com outros sinônimos, tais como sintonia, afinidade, identificação e compreensão.

Por ter essas características a empatia é valorizada no mercado de trabalho e é importante na formação de líderes.

Dessa forma, para ter sucesso ao liderar equipes, não deixe de conferir quais são as principais práticas exemplares de liderança baixando o nosso ebook gratuito.

Ebook As 5 Práticas Exemplares de Liderança

Além disso, ainda que ela seja a capacidade de colocar-se no lugar, podemos identificar diferentes tipos de empatia.

 

Quais os tipos de empatia?

 

Existem três tipos de empatia e cada um deles possui as suas características próprias. É fundamental conhecer esses três tipos para entendermos melhor o que é a empatia e como ela se manifesta de formas diferenciadas.

 

Empatia cognitiva

A empatia cognitiva é a habilidade de compreender como o outro sente. Geralmente quem possui esse tipo de empatia é comum falar com sinceridade a frase “eu sei o que você está se sentindo”.

Normalmente a empatia cognitiva proporciona melhor comunicação, pois as pessoas se tornam aptas a ouvir, compreender e aceitar com mais facilidade os sentimentos dos outros.

 

Empatia emocional

A empatia emocional também é chamada de empatia afetiva. Ela é caracterizada por ser a habilidade de compartilhar os mesmos sentimentos de outra pessoa. 

Não é exagero afirmar que a empatia emocional é como se a pessoa pudesse sentir a dor do outro indivíduo. Por essa razão, a empatia emocional auxilia a ter uma conexão mais eficiente com as outras pessoas.

 

Empatia compassiva

A empatia compassiva também pode ser chamada de preocupação empática. Quem possui esse tipo de empatia sente a necessidade de agir e auxiliar os outros indivíduos, pois ela permite entender o que eles sentem e pensam.

 

Diferença entre empatia autêntica e forçada

 

Empatia

 

A empatia autêntica possibilita que a pessoa perceba com clareza aquilo que o outro está sentindo. Desse modo, ela tem a capacidade de compartilhar e compreender os seus sentimentos.

Por outro lado, a empatia forçada leva a pessoa a pensar que o outro está sentindo o que ela sentiria caso estivesse na mesma situação dela. 

Em outras palavras, quem demonstra a empatia forçada não entende o sentimento dos outros. Pelo contrário, ela imagina o que as outras pessoas devem sentir.

Para entender melhor essa diferença, algumas características da empatia autêntica são:

 

  • Compaixão;
  • Compreensão;
  • Sabedoria;
  • Altruísmo;
  • Sinceridade;

 

Enquanto algumas características da empatia forçada são:
 

  • Irritabilidade;
  • Autoritarismo;
  • Egoísmo;
  • Incompreensão;
  • Ilusão;

 

Comportamentos de pessoas empáticas 

 

De uma maneira geral, os comportamentos de pessoas empáticas apresentam algumas características bem marcantes. Entre elas vale salientar:

 

  • Saber ouvir;
  • Estar aberto ao diálogo;
  • Habilidade em entender o sentimento dos outros;
  • Expressar com facilidade os seus próprios sentimentos;
  • Facilidade para trabalhar em equipe;

 

Diferença entre empatia e simpatia

 

Existe uma diferença entre empatia e simpatia. A primeira consiste na capacidade de sentir e se colocar no lugar do outro. Já a segunda é a experiência agradável de conversar e estar ao lado de alguém.

Além disso, não é por acaso que existe a expressão “eu simpatizo com o seu ponto de vista”. 

Em suma, a simpatia também está associada com a amabilidade, a amizade e o bom trato, não necessariamente em saber o que os outros sentem.

 

Importância da empatia na carreira

 

A empatia também é fundamental no ambiente de trabalho. É por meio dela que o profissional consegue se adaptar em diferentes cenários, obtendo uma ampla compreensão dos pontos de vista dos seus colegas.

As grandes empresas investem em equipes formadas por pessoas de países e culturas diferentes, dessa forma a empatia autêntica se torna uma ferramenta essencial.

 

Dicas para desenvolver a empatia na carreira

 

Se você quer saber se está sendo empático na sua vida pessoal ou profissional, aqui vão 3 dicas. 

 

Seja um bom ouvinte

Uma das principais características da pessoa empática é saber ouvir. Não há a necessidade de dar conselhos definitivos, mas oferecer minutos da sua atenção para o colega já ajuda e é importante.

Por isso, se você não tem paciência em escutar o que os outros tem a dizer, se você expressa tédio ao ouvir um desabafo, você tem tempo de corrigir e exercitar a sua empatia. 

Imagine-se, por exemplo no lugar do seu colega que está falando dos seus problemas pessoais. Ele pode não querer uma solução, mas apenas precisa de alguém que o escute e sinta empatia pela sua situação. 

 

Seja paciente

Compreensão e empatia andam de mãos dadas com a paciência. Elas são os pilares das pessoas que sabem e sentem as emoções dos colegas.

A gente sabe que a paciência é um item raro nos dias conturbados como os atuais, porém, é importante exercitá-la no ambiente de trabalho. Por isso, tenha paciência com um colega novo que está aprendendo o serviço, por exemplo.

 

Seja compreensivo

Compreender os distintos pontos de vista existentes em uma equipe é parte do processo para exercitar a empatia. A compreensão ajuda a analisar uma sugestão sob uma perspectiva de outra pessoa.

No entanto, lembre-se que compreender o que alguém sente é muito diferente de concordar e aceitar. Nesse caso, você até entende os motivos que levaram um colega a se irritar, porém não precisa compactuar com algum tipo comportamento agressivo.

Então, a empatia também pode estar relacionada com a resolução de conflitos, e é importante conseguir negociar e mediar essas situações.

Para saber mais como agir nesses momentos, você pode conferir o nosso Ebook Gratuito com 5 dicas para uma negociação de sucesso, para aprender a se expressar e propor uma solução ideal em conflitos.

Ebook 5 Dicas para uma Negociação de Sucesso

 

Importância da empatia na liderança

 

A empatia também é importante para quem exerce elevados cargos na empresa. É pertinente que os líderes sejam empáticos com os colaboradores, sócios e clientes

Em situações de liderança a empatia traz calma, serenidade e credibilidade, elementos fundamentais para quem quer conduzir um negócio.

Sendo assim, veja algumas dicas para você desenvolver a sua empatia na liderança

 

Dicas para desenvolver a empatia na liderança

 

Priorize pessoas e não resultados

Resultados importam, mas eles só serão obtidos se quem trabalha com você se sentir motivado. Por isso, tente entender porque um funcionário não está rendendo. Dialogue com ele, se coloque no lugar dele e veja como ajudá-lo.

 

Lidere com coerência

Você exige, com toda razão, um bom rendimento dos seus colaboradores, porém se o seu trabalho deixa a desejar, isso não o tornará uma liderança confiável. 

Imagine o que os colaboradores sentem quando a principal referência deles exige algo que nem ele mesmo cumpre.  

 

Entenda o que é inteligência emocional

Inteligência emocional é a habilidade de lidar com obstáculos da melhor maneira, utilizando a razão e a serenidade. 

Se você sucumbe facilmente a momentos de irritabilidade e denota falta de controle, então se coloque mais uma vez no lugar dos colaboradores que esperam por um líder sensato e lúcido.

Para ter inteligência emocional, é necessário ter autoconhecimento, conhecer os seus limites e procurar como agir de forma mais equilibrada.

 

Desenvolva a sua oratória

 

Como observado ao longo do texto, a empatia está relacionada com a capacidade de ouvir e estar aberto ao diálogo.

Então, o próximo passo para quem já entendeu a importância de ser uma pessoa empática no ambiente de trabalho e quer melhorar a forma como se expressa é investir na sua capacidade de apresentar as suas ideias.

Para isso, invista seu tempo no nosso Curso de Oratória e Técnicas de Apresentação! Finalizando o curso você terá conquistado algumas habilidades, como:

  • Vender uma ideia;
  • Contar histórias com utilização de Storytelling;
  • Utilizar as comunicações verbal e não verbal a seu favor;
  • Criar um Pitch de sucesso;

Tudo isso independente de você ter ou não habilidade e experiência para falar em público. Quer saber mais sobre o curso? Então, é só clicar no botão abaixo:

Curso de Oratória e Técnicas de Apresentação