Talvez você já tenha notado a importância do papel da logística na nossa sociedade, certo?  Desde nossas rotinas pessoais até ao contexto empresarial, ela está presente nos auxiliando nos fluxos de materiais e de pessoas por meio das suas funções principais: armazenamento e transporte

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), em uma lista na qual cita 5 ações que a organização tem utilizado para atuar no combate à fome em meio a crises humanitárias ou emergências de saúde, os entraves logísticos foram tidos como uma das principais barreiras para alcançar seus objetivos

Olhando sob o ponto de vista empresarial, podemos destacar o fator competitividade. O alto volume de informações e o grande volume de compartilhamento das mesmas, tem feito com que os mercados não atuem mais tanto localmente, tendo a oportunidade de expandir seu alcance. 

Mas como expandir as fronteiras da organização e se posicionar como uma autoridade dentro de seu segmento? Em um ambiente altamente competitivo como este, não há espaço para falhas e entraves logísticos

Percebe a importância?

 

Uma boa performance logística pode ter papel fundamental nestes aspectos que citamos.

 

Neste cenário, surge o conceito de logística 4.0 e sua necessidade de implementação.

Apesar de não ser uma novidade, é um conceito ainda pouco explorado. Pensando nisso, para que você entenda de uma vez por todas o que é a logística 4.0 e como ela vem mudando as relações organizacionais, sejam elas de quaisquer segmentos, separei para você alguns tópicos neste artigo: 

  • O que é logística 4.0? 
  • Como surgiu a logística 4.0? 
  • Quais são as tecnologias empregadas na logística 4.0?
  • Como funciona a logística 4.0 na prática?

Vamos começar?

 

O que é logística 4.0?

 

Logística 4.0 é a evolução da logística tradicional. É uma forma de interação e integração entre os processos logísticos, ou seja, movimentação e armazenamento de produtos, serviços e informações, por meio da alta conectividade entre máquinas, sistemas e produtos, proporcionada pelos mais diferente recursos tecnológicos. 

A logística 4.0 trabalha com a descentralização da informação das mãos das pessoas, para compartilhá-las em redes e com os mais diversos dispositivos. Portanto, ela se destaca da tradicional devido a presença massiva de tecnologia, proporcionando alta integração entre os componentes que fazem parte do processo logístico, dentro e fora da empresa. 

Nesse cenário, é necessário ter uma grande capacidade de adaptação e ser cada vez mais ágil. Com isso, surgem metodologias de gestão de projetos, como o Scrum, que é um framework simples e iterativo que possibilita a otimização do processo de desenvolvimento de qualquer tipo projeto, dos simples aos mais complexos. 

Então, para que você aprenda mais sobre a metodologia Scrum, nós oferecemos para você o curso de Introdução ao Agile Scrum! O curso prepara você para entender princípios, conceitos, eventos e artefatos do Scrum. Além disso, apresenta um passo a passo para implementação dessa metodologia, com várias questões comentadas para você se preparar para exames de certificação e se destacar no mercado de trabalho. Então aproveite a oportunidade e se inscreva agora mesmo!

 

Curso de Introdução ao Agile Scrum

 

Mas afinal, em qual momento a logística 4.0 surgiu?

 

Como surgiu a logística 4.0?

 

Essa nova forma de interagir com os processos logísticos surgiu na era da Indústria 4.0 ou também conhecida como Quarta Revolução Industrial que passamos a viver a partir do século XXI. A forma como conhecíamos os processos produtivos passou por uma ruptura com o surgimento de novas tecnologias.

A implementação das mais recentes tecnologias no chão de fábrica, por consequência da revolução citada acima, causou e vem causando drásticas modificações em toda a cadeia de suprimentos, agindo com o intuito de trazer eficácia para seu gerenciamento.

A logística como componente imprescindível dentro da cadeia, teve que se adaptar a essas modificações.

Portanto, dentro deste contexto de constantes mudanças e avanços tecnológicos, surge a logística 4.0 como forma de suprir essas demandas.

 

Quais são as principais tecnologias empregadas na logística 4.0?

 

As principais tecnologias empregadas na logística 4.0 provém dos sistemas ciber físicos, que promovem a integração entre softwares e a parte mecânica das operações, minimizando a necessidade de interação humana. Algumas tecnologias empregadas nestes sistemas são:

 

  1. Big data, que possibilita acumular uma vasta quantidade de dados e informações sobre toda a cadeia produtiva;

 

  1. Data mining que atua no reconhecimento de padrões dentro do Big Data. O reconhecimento destes padrões auxilia em tomadas de decisão precisas;

 

  1. Machine Learning, em que máquinas aprendem sozinhas por meio de análise de dados e lidam de forma autônoma com tarefas, auxiliando também na execução das mesmas com maior precisão;

 

  1. Inteligência artificial para otimização na tomada de decisão e na minimização de erros durante o processo, onde, por meio da tomada de decisão autônoma dos dispositivos envolvidos nas tarefas, é possível garantir a antecipação de comportamentos e se adaptar a possíveis imprevistos, evitando assim posteriores falhas;

 

  1. Computação em nuvem para armazenamento de dados de forma segura e em tempo real, possibilitando maior agilidade no acesso e processamento dos dados e melhor distribuição da informação;

 

  1. Internet das coisas, para conectividade entre as os dispositivos envolvidos no processo logístico, contribuindo para a autonomia dos componentes; 

 

  1. Digital Twin, que cria simulações digitais do próprio processo logístico para avaliar pontos de melhoria em sistemas já implementados ou aqueles em fase de implementação. Auxilia na busca de identificação de gargalos para que o tempo de processamento seja otimizado e por consequência, aconteça uma redução nos custos operacionais;

 

  1. Robôs autônomos para movimentação de cargas de forma ágil e sem interferência humana. 

 

Acredito que até aqui deu para você entender o conceito e como as novas tecnologias podem ser aplicadas na logística 4.0, certo? Mas que tal ver isso na prática? 

No tópico a seguir apresentaremos um bom exemplo para você. 

 

Como funciona a logística 4.0 na prática?

 

Certamente você já comprou algum produto na Amazon ou pelo menos já ouviu falar sobre ela. Se ainda não, vou explicar.

A Amazon é um grande comércio varejista que faz sua comercialização por meio de e-commerce com produtos dos mais diversos segmentos, como eletrônicos, livros, vestuário, utilidades domésticas, entre outras coisas. No ano de 2019, alcançou o título de empresa mais valiosa do mundo, ultrapassando empresas gigantes como Apple e Google. 

Uma das principais estratégias da Amazon é foco no cliente, para a prestação de um serviço de qualidade com velocidade e inovação. 

Prestou atenção? Velocidade e inovação.

Uma das características da Amazon que mais se destaca, é a sua agilidade entre o tempo de recebimento do pedido até sua entrega ao consumidor final, chegando a prometer entregas em até dois dias. Mas como? 

Por meio de práticas que trazem velocidade e inovação. 

E o que é sinônimo de velocidade e inovação? 

 

Logística 4.0!

 

Como a Amazon vive o futuro da logística?

 

O fato da Amazon ser a empresa mais valiosa do mundo se deve ao seu enorme volume de vendas. Para suprir a demanda de armazenamento e entrega da tantos produtos, seus processos precisam ser ágeis e sem desperdício

Então, o que eles fizeram? Investiram massivamente em tecnologia nos seus centros de distribuição

Em 2012, a empresa fez a aquisição do Kiva System, ou robôs Kiva. O exército de robôs nos centros de distribuição da Amazon, permite que o processo de estocagem e transporte de materiais seja até três vezes mais rápidos se comparados com a utilização de mão de obra humana para realizar as mesmas atividades. 

 

Logística 4.0 na Amazon

 

Seus robôs são totalmente autônomos e recebem informações em tempo real. O sistema aliado a alocação estratégica de centros de distribuição, são os principais responsáveis pela agilidade do processo logístico da Amazon.

Não satisfeita, recentemente a empresa tem testado o seu robô autônomo para entregas, conhecido como “Scout”, que tem a proposta de realizar o transporte entre o armazém e o endereço de entrega da encomenda, retirando a necessidade de pessoas e carros no processo de entrega do produto

 

Robôs de entrega da Amazon

Bacana, né?

Mostramos para você nos tópicos anteriores como a logística 4.0 se beneficia das mais recentes tecnologias e como ela tem sido utilizada em uma das melhores empresas do mundo. 

Mas o que podemos esperar do futuro?

 

Curioso para o que está por vir?

 

Ainda existem grandes desafios até que o conceito de logística 4.0 seja implementado nas empresas em sua totalidade. Muitas organizações ainda precisam de grandes ajustes em sua gestão para que possam suportar sistemas complexos como os que atuam com alta tecnologia.

Portanto, precisamos aprender! É importante que estejamos preparados para receber novas tecnologias. 

Neste sentido, a famosa metodologia de excelência operacional do Lean Manufacturing nasce como forma de otimizar processos e combater desperdícios.

Então, que tal aprender sobre Lean Logistics?  Nossa formação engloba conceitos como Mapeamento do Fluxo de Valor, Just in Time e Logística Ágil, além de toda fundamentação da metodologia Lean aplicada à logística. 


Curso de Lean Logistics

 

Gostou do artigo? 

Compartilhe! Comente suas dúvidas!