Diversas vezes, as empresas têm dificuldades em manter a qualidade daquilo que está sendo produzido ou de um determinado serviço que está sendo prestado, e é nesse momento que entra a padronização.

Um clássico exemplo de como a implementação da padronização dá certo, e é fundamental, são os fast-foods, nos quais, mesmo com a grande rotatividade de mão de obra, consegue-se manter a qualidade do produto, independentemente do lugar.

Então, se você está interessado em saber em detalhes como funciona a padronização, está no lugar certo.

Mas, antes de entrarmos em mais detalhes sobre esse assunto, te convido a conhecer o nosso curso GRATUITO de Lean Manufacturing, que é uma filosofia de gestão que busca reduzir desperdícios, enquanto aumenta a produtividade e a qualidade. Clique no botão abaixo e confira essa incrível oportunidade!

Agora vamos aprender mais sobre quais os benefícios da padronização de processo dentro de uma empresa, o que essas mudanças podem gerar e como você pode executar o processo de implementação que poderá ajudar a sua empresa a se desenvolver ainda mais.

 

O que é padronização e para que serve?

 

O conceito de padronização é utilizado na manufatura para manter a estabilidade nos processos, garantir que as atividades sejam realizadas sempre de uma mesma forma, com um determinado intervalo de tempo e um menor nível de desperdício, conseguindo elevada qualidade e alta produtividade.

Além disso, a padronização pode ser aplicada a diversos segmentos do mercado e também para todos os tipos de atividades, desde os processos administrativos até aos produtivos.

Porém, é mais comumente vista em linhas de produção dentro de empresas, nas quais o objetivo é determinar um padrão para cada etapa dos processos realizados; nesse nicho ela é denominada “padronização de processos”, que é uma das mais implementadas e difundidas formas de padronização.

 

Por que a padronização é importante?

 

Definir um padrão é importante para que se consiga, de maneira eficiente, desenvolver processos e tarefas que otimizem o tempo, e consequentemente tragam redução de custos para a empresa.

Normalmente, nas empresas que não têm os processos padronizados, o mesmo trabalho é realizado de várias formas diferentes, dependendo de quem o faz, e isso acaba gerando perda de tempo e de matéria prima.

Então, a ideia de fazer a padronização é para que se consiga desenvolver um trabalho melhor, mais efetivo e econômico.

 

O que é POP?

 

O Procedimento Operacional Padrão (POP) é um conjunto de instruções escritas que documentam uma rotina ou atividade repetitiva dentro de uma organização.

Esse documento pode conter ações programáticas e técnicas como:

 

  • Processos de análise;

  • Manutenção;

  • Calibração; e

  • Utilização de equipamentos.

 

Ficou interessado e quer saber mais sobre o POP? Temos um artigo completo e exclusivo sobre esse assunto,  clique aqui para acessá-lo. 

 

Quer começar a aplicar a padronização?

 

Se a sua empresa ainda não tem nenhum tipo de padrão nos processos, a dica que eu dou é começar pelo básico, ou seja, comece pelo mínimo de organização, estabeleça padrões nas atividades mais simples.

Afinal, a grande sacada para começar é impor uma padronização que a sua empresa tenha condições de fazer, senão, não vai adiantar nada.

Por exemplo, você monta o seu projeto de padronização de determinada produção, e em uma dessas etapas é necessário ter uma ferramenta ‘x’; por melhor que seja o seu projeto, se você não tiver a ferramenta ‘x’ para aquela etapa, não vai adiantar o seu projeto ser maravilhoso.

Então, faça um projeto de padronização que a sua empresa tenha condições de desenvolver, pois aí sim, você começará a ter o resultado esperado e, com o tempo, poderá aprimorar ainda mais esse projeto.

 

Dicas de leitura

 

Para você que gostou deste conteúdo e quer se aprofundar em formas de melhorar a produção da sua empresa, segue uma lista com artigos incríveis e completos:

 

 

Preparado para dar início à padronização?

 

Como citamos no início do texto, uma ótima maneira de iniciar a padronização é começar a implantar o sistema  Lean Manufacturing e, para obter sucesso, sua empresa deve contar com colaboradores capacitados, que transmitam segurança no direcionamento e nas decisões que estão sendo tomadas.

Para atender a este requisito, cada vez mais, o mercado busca por profissionais especializados não só no sistema Lean Manufacturing, como também em  Seis Sigma.

Por isso, te convido a conhecer nosso  treinamento gratuito de White Belt e também a compreender mais sobre estas diferentes filosofias que se complementam em processos produtivos. Clique na imagem abaixo e confira!  

Ah, antes de ir embora, me conte aqui nos comentários o que achou deste conteúdo, o seu  feedback é muito importante para nós.