O planejamento financeiro pessoal é o primeiro passo para quem pretende ter tranquilidade financeira, e garantir um conforto ao fim de cada mês.

Por mais que possa parecer difícil colocar em prática todas as dicas nos primeiros meses, a árdua tarefa de fazer uma boa gestão financeira das contas pessoais traz muitas vantagens a longo prazo.

Queremos que você alcance todos os benefícios que um bom planejamento das finanças pessoais pode proporcionar. Por isso, preparamos este artigo com tudo que você precisa saber para organizar as suas finanças:

  • O que é um planejamento financeiro pessoal?

  • Vantagens de realizar um planejamento financeiro pessoal;

  • 9 passos para criar um planejamento financeiro pessoal;

  • Execute o seu Planejamento Financeiro Pessoal com Excelência!.

 

O que é um planejamento financeiro pessoal?

 

O planejamento financeiro pessoal é uma estratégia adotada para executar medidas de controle do próprio dinheiro, utilizando ferramentas de gestão, metodologias de finanças, mindset estratégico, e planos a longo prazo para alcançar sonhos e objetivos.

Diferente do planejamento financeiro geral, que faz uma análise de forma macroeconômica, este planejamento para suas finanças pessoais serve para alcançar metas financeiras individuais.

Caso você queira viajar, comprar uma casa, investir em um novo negócio, ou ter um controle melhor do seu dinheiro, o planejamento financeiro correto poderá te levar a esta realização.

Para te ajudar a começar a entender como você pode se planejar para conquistar tudo isso, conte com o Curso Gratuito de Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira!

 

Curso Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira

 

Você aprenderá como se altera o valor do dinheiro no tempo, sairá com noções de contabilidade, além de entender outros termos e conceitos pertinentes ao assunto.

 

Vantagens de realizar um planejamento financeiro pessoal


 

Mesmo que pareça difícil colocar um planejamento financeiro pessoal em prática, uma vez que todas as medidas estejam sendo adotadas corretamente, dificilmente você terá dificuldades em dar continuidade no processo.

Com isso, diversas vantagens podem ser sinalizadas em nosso dia a dia. Entre elas, podemos destacar algumas, como:

  • Corte de despesas;

  • Te deixa mais perto dos seus sonhos;

  • Promove uma melhor qualidade de vida;

  • Faz com que você controle melhor o resultado do seu trabalho;

  • Traz maior tranquilidade para você poupar dinheiro ou investir;

  • Você consegue evitar o acúmulo de dívidas;

  • Oferece a possibilidade de traçar metas mais objetivas a curto, médio e longo prazo;

  • Permite uma aposentadoria mais rápida.

  • Execute o seu Planejamento Financeiro Pessoal com Excelência!

 

São diversas as vantagens encontradas ao se fazer um planejamento financeiro pessoal e é importante ressaltar que é algo que você poderá fazer independente do seu salário, e que, inevitavelmente, te deixará mais próximo da realização dos seus sonhos.

Quer saber como realizar o seu planejamento financeiro pessoal? Veja a seguir!

 

9 passos para criar um planejamento financeiro pessoal

 

Até aqui, pode parecer difícil criar um planejamento financeiro pessoal e colocá-lo em prática. 

Antes de você aprender o passo a passo, lembre-se que organizar o próprio rendimento vai muito além de poupar dinheiro ou cortar despesas. 

Na prática,adotar medidas eficientes para o controle de gastos, reeducando a sua vida financeira, faz com que você consiga alcançar os seus objetivos financeiros de maneira mais rápida e o que parece difícil em um primeiro momento, acaba se tornando um hábito ao longo da vida.

Pensando nisso, preparamos 9 passos para você tomar as rédeas das suas finanças pessoais.

 

1. Invista na sua educação financeira pessoal (e da família)

 

Investir na educação financeira pessoal, proporciona um respaldo didático e metodológico para elaborar um planejamento econômico.

Além disso, levar a educação sobre finanças para outros residentes da sua casa é tão importante quanto você ter esse novo conhecimento.

Afinal, é muito importante que todos os membros da casa estejam alinhados quanto à situação financeira atual e o quais serão os esforços que cada um precisará fazer para que as finanças possam se estruturar.

Hoje em dia, é possível aprender muito sobre educação financeira e como melhorar suas finanças de maneira didática através de conteúdo gratuito na internet e cursos online.

 

2. Faça o mapeamento das entradas e saídas mensais ou periódicas

 

Um dos erros mais comuns da gestão financeira para pessoas jurídicas e físicas, pode ser relacionado à falta do mapeamento das entradas e saídas de dinheiro, ou seja, as suas receitas e despesas.

Caso tenha um salário fixo, ou faça renda extra ao longo das semanas, é fundamental que você anote todos esses valores. 

Do mesmo modo, gastos diários e despesas mensais precisam estar registradas e estarem em métodos de fácil consulta para que o controle não seja em vão.

A partir do seu mapeamento pessoal de entradas e saídas, você conseguirá ter um panorama mais preciso da sua saúde financeira e a tomada de decisão, por cortes de gastos ou aumento de renda, poderá ser mais assertiva.

 

3. Utilize uma planilha de controle de gastos no Excel

 

Tendo em mente que você precisará anotar as entradas e saídas mensais e periódicas, criar uma planilha no Excel é essencial para ter acesso aos registros financeiros de maneira simplificada.

Com a planilha criada e devidamente preenchida, você conseguirá ter ainda mais controle sobre as suas finanças.

Isso resulta num maior controle sobre vencimentos, prazos e entradas de dinheiro e até mesmo projeções de pagamentos para os próximos meses.

Para que você comece a dominar a arte de criar, preencher, monitorar e analisar planilhas, confira agora mesmo o Curso de Introdução ao Excel.

 

Curso de Introdução ao Excel

 

4. Defina objetivos e metas

 

Pode ser que um bom objetivo e uma meta ambiciosa ajudem na sua reeducação financeira, e te dêem ainda mais motivação para seguir seu plano financeiro.

Entretanto, é muito importante se perguntar qual a verdadeira razão que te fez executar um planejamento financeiro pessoal, para encontrar a verdadeira motivação para isso.

Às vezes você quer muito fazer com que o seu sálario renda mais ao longo do mês e assim se proporcionar mais saídas e encontros ao lado de amigos.

Há ainda a possibilidade de querer criar um fundo de emergência e ficar antecipado a alguma crise financeira, ou até de saúde.

Outras pessoas costumam pensar na realização de grandes sonhos, como uma viagem cinemática ou uma ‘Eurotrip’.

Independente de qual seja o seu objetivo ou meta, tenha ela em mente sempre e use-a para manter o seu planejamento financeiro.

Uma boa ferramenta que pode te ajudar nesse processo, é fazer uso dos “roadmaps”. Basicamente, são suas metas estipuladas em curto, médio e longo prazo, e o que você precisará fazer para que elas se concretizem dentro do tempo determinado.

 

5. Adapte a sua vida aos seus objetivos

 

Quando mais ambicioso for o seu objetivo, mais difícil será de alcançá-lo. Portanto, sua vida deverá se adaptar ao novo cotidiano após a montagem do seu planejamento financeiro pessoal.

Se possível, faça a troca de produtos mais caros por outros similares, mas que apresentem a mesma qualidade do anterior. 

Outro fator que pode ajudar, é priorizar determinadas atividades de lazer, que tanto consomem o nosso dinheiro ao longo dos meses, sem sequer nos darmos conta. 

Independentemente do que você escolha, para que você não passe dificuldades e tenha sucesso dentro do planejamento financeiro pessoal, a resposta é: viver um “degrau abaixo” do seu padrão de vida. Assim, sua renda nunca estará inteiramente comprometida e as “sobras” podem ser investidas.

 

6. Monitore o controle de gastos

 

De nada adianta ter o controle de gastos se você não fizer um acompanhamento periódico. 

Por isso, sempre acompanhe os suas despesas e receitas ao longo dos dias de forma atenta. Inclusive, isso ajuda a evitar gastos desnecessários que não foram computados no orçamento mensal.

Além disso, visualizar os gastos de meses anteriores pode ser bastante interessante para te ajudar a repensar novas práticas financeiras ou identificar padrões de consumo que ainda podem ser melhorados com o tempo.

Para te ajudar a realizar este controle da maneira adequada, nós disponibilizamos gratuitamente o nosso Kit de Planilhas Gestão Financeira!

Kit de Planilhas de Gestão Financeira

Não perca a oportunidade de obter gratuitamente planilhas capazes de controlar e estruturar sua saúde financeira, baixe já!

 

7. Economize

 

Você pode economizar de muitas formas, e a cada valor não gasto, é um passo a mais em direção ao seu grande objetivo.

Por isso, sempre que possível economize de forma direta adotando as seguintes medidas:

 

Compare preços

Sempre que possível compare os preços do que você precisar comprar antes de tomar a decisão de compra, de fato. A distinção de preços em supermercados, por exemplo, chegam em a ter produtos com até 250% de diferença, como mostrado nesta notícia de Vitória, no Espírito Santo.

Há ainda sites especializados na comparação de produtos específicos e funções para achar o melhor preço dentro de determinado e-commerce, como o Buscapé. Por mais que tome mais alguns minutos, sempre compare os preços.

 

Cuidado na utilização do cartão de crédito

O uso do cartão de crédito coloca a você sob o risco de juros compostos, algo que pode desencadear vários problemas em relação ao seu planejamento financeiro pessoal a longo prazo.

Por isso, determine em quais situações o cartão de crédito pode ser usado e tenha sempre cuidado ao utilizá-lo.

O planejamento financeiro é essencial para te ajudar a controlar o cartão de crédito.

 

Pague à vista se tiver desconto

Sempre que possível, evite parcelamentos e pague suas compras à vista. Afinal, este método de pagamento geralmente costuma render algum tipo de desconto para o consumidor final.

Além disso, a possibilidade de negociar as condições de pagamento, caso a venda seja feita de forma presencial, pode ser bastante relevante. 

Durante o processo de barganha, lembre-se que caso você pague à vista e com dinheiro, você tem tudo para conseguir um bom desconto.

 

Evite gastos desnecessários

Um dos maiores segredos de um bom planejamento financeiro, é conseguir eliminar definitivamente gastos desnecessários.

Ao longo do tempo, você provavelmente poderá perceber que, ao fazer cortes estratégicos em seu estilo de vida, poderá economizar quantias muito grandes, chegando até mesmo a R$ 2.000 anuais.

Acredite, um estilo de vida minimalista pode te ajudar a chegar cada vez mais próximo de seus objetivos, tanto pessoais como profissionais.

 

8. Reavalie o planejamento anualmente

 

A reavaliação do planejamento precisa ser feita, pelo menos, uma vez ao ano. Em situações extraordinárias, como uma demissão ou aumento de salário, ele também poderá ser reestruturado.

Em casos de mudanças no planejamento por conta de mudanças na situação financeira, você precisa refazer as metas para alcançar o seu objetivo a partir do novo salário.

Caso a mudança da sua situação financeira seja positiva, tente não mudar seu padrão de consumo. Lembre-se que viver um degrau abaixo da sua realidade, pode trazer excelentes resultados à longo prazo.

 

9. Aprenda mais sobre a gestão financeira pessoal

 

Este artigo, por exemplo, pode ser o pontapé inicial que você estava precisando para aprender a economizar e montar um planejamento financeiro eficiente. 

Para conseguir aprender um pouco mais sobre esse universo que pode se apresentar complexo em um primeiro momento, consuma conteúdo de grandes portais especializados, como:

Outra opção muito relevante que você deve levar em consideração, são os influenciadores com canais no Youtube. Referências de mercado, você poderá aprender bastante sobre planejamento financeiro, investimentos e mindsets em canais como:

Além disso, se você deseja se aprofundar nos estudos sobre o universo financeiro, preparamos um conteúdo exclusivo com os 7 melhores podcasts sobre finanças pessoais.

 

Execute o seu Planejamento Financeiro Pessoal com Excelência!

 

Como uma primeira leitura sobre o assunto, é natural que você ainda esteja absorvendo todo o conteúdo abordado aqui e que isso leve um tempo.

É importante que você continue buscando conhecimento e capacitação para realizar um Planejamento Financeiro Pessoal completo e para isso, você pode contar com o Curso de Gestão Financeira Pessoal da Voitto!

 

curso de gestão financeira pessoal

Nele você aprenderá tudo o que você precisa saber para acabar com as suas dívidas e se tornar um investidor.

Mas não pare por aí! Crie coragem e coloque a mão na massa. Executar o seu Planejamento vai demandar esforço, abdicação de maus hábitos e desenvolvimento de práticas melhores para atingir os seus objetivos. Por isso coloque toda sua energia nesta missão!