A incerteza em projetos complexos já foi tema de estudo no Brasil e resultou em caracterizações conceituais para entender esse tipo de projeto. 

Essas caracterizações foram úteis para auxiliar gestores que administram projetos considerados complexos, na escolha do melhor modelo de gestão.

Uma metodologia de gestão que pode ser usada em ambiente escalonado é o Framework Ágil

Muitas pessoas acreditam que essa metodologia só pode ser aplicada em pequenos projetos de poucas equipes, porém, eu vou mostrar para você que isso não é verdade.

Além do Scrum de Scrums, que é um método escalonado, nós temos outros Frameworks Ágeis que auxiliam na complexidade de gestão de projetos.  

A seguir, eu vou apresentar alguns desses Frameworks, além de dicas de gerenciamento para ambiente escalado.

 

 

Como utilizar o Product Backlog em ambiente escalado?

 

O Product Backlog é uma lista ordenada que contém todos os requisitos do cliente que precisam estar no produto. 

Essa lista permite que a Equipe de Desenvolvimento visualize as prioridades do produto e, a partir dela, defina a Sprint Backlog na Sprint Planning Meeting, que serão um pacote de atividades desenvolvidas nas Sprints

Para adaptar esse evento Scrum em projetos complexos, é necessário seguir duas regras importantes: 

1 - Se tem um produto deve-se ter um Product Backlog: é importante não se perder na composição dessa lista, pois não é recomendável uma Sprint Backlog com grandes Histórias do Usuário; 

2 - Product Backlog deve se manter em um tamanho razoável: como dito acima, não é usual uma lista com grandes requisitos, pois elas se tornarão um épico e precisarão ser quebradas em pequenas Histórias do Usuário.  

 

 

Vantagens e desvantagens em projetos complexos

 

Um time grande, derivado de projetos complexos, apresenta vantagens e desvantagens.

A seguir, eu vou listar para você quais são elas, vamos lá!

 

Vantagens

  • Os membros possuem habilidades, experiências e abordagens mais diversificadas;

  • A empresa não corre tanto risco de perder uma pessoa importante;

  • Além disso, podem oferecer mais oportunidades para os indivíduos se especializarem em uma tecnologia ou um subconjunto do aplicativo.  

 

Desvantagens 

  • Os membros podem se sentir em segundo plano e não perceberem a sua importância no projeto; 

  • As chances de ocorrer interações construtivas são menores;

  • Por ter um time maior e com muitos membros qualificados para cada função exercida, alguns podem não apresentar habilidades e experiências em diversas áreas.

Agora que você sabe como utilizar o Product Backlog em projetos complexos e já conhece as suas vantagens e desvantagens, eu vou apresentar dois Frameworks Ágeis que podem ser usados no seu projeto.  

 

Framework Nexus 

 

 

Nexus foi criado por Ken Schwaber, um dos desenvolvedores do método Scrum

Para a utilização dessa ferramenta, os projetos devem ter de três a nove Equipes Scrum e uma Equipe Nexus de Integração. 

 

Quem compõe a equipe Nexus?

  • Um Product Owner: responsável pelo Product Backlog do projeto;

  • Um Scrum Master: responsável por garantir que as práticas do Nexus sejam entendidas;

  • Demais membros: responsáveis por garantir as boas práticas de integração e automação das Equipes de Desenvolvimento Scrum.

 

Quais as responsabilidades desta equipe?

  • Gerar um potencial incremental de produto, por meio da integração dos trabalhadores das Equipes Scrum;

  • Fornecer coaching e suporte às Equipes Scrum

  • Saber identificar quais são as pendências de trabalho e impedimentos; 

 

Planejamento da Sprint pelo Nexus 

 

Quem participa?

  • Product Owner da Equipe Nexus de Integração;

  • Scrum Master da Equipe Nexus de Integração;

  • Demais membros da Equipe Nexus de Integração;

  • Todas as Equipes Scrum.

 

Como acontece?

  • Product Owner da Equipe Nexus apresenta o Product Backlog, que já foi priorizado e refinado;

  • Com a participação dos membros é definida a meta Nexus da Sprint;

  • Em seguida, cada membro Scrum realiza sua própria reunião de planejamento da Sprint, em que será possível identificar alguma dependência ou impedimento;

  • Por último, cada Equipe Scrum cria o Sprint Backlog e consolida no Nexus Sprint Backlog

 

Framework LeSS 

 

 

Outra ferramenta que auxilia em projetos complexos é o Framework LeSS (Large-Scaled Scrum), criado por Bas Voddle e Craig Larman. 

Esse método apresenta dois tipos de Frameworks que podem ser trabalhados: o LeSS Tradicional, composto por oito Equipes Scrum com oito pessoas cada, e o LeSS Huge, composto por centenas de pessoas em um mesmo produto. 

 

LeSS Tradicional 

Particularidades: 

  • Um Product Owner para todo o projeto;

  • Just talk - As equipes devem se comunicar para coordenarem seus trabalhos;

  • Um Scrum Master pode fazer parte de mais de uma Equipe Scrum.

 

Planejamento da Sprint pelo LeSS Tradicional 

Quem participa? 

  • Product Owner e no máximo dois membros de cada Equipe de Desenvolvimento.

O que acontece?

  • É feita uma análise do Product Backlog priorizado e refinado, em que é determinado como será dividido e coordenado o trabalho e suas dependências. 

Observações 

  • Framework LeSS incentiva membros de uma equipe a participarem da reunião e de outras Equipes ou até realizarem uma reunião em conjunto quando tiverem itens em dependência. 

 

LeSS Huge 

Particularidades: 

  • Com esse método, podemos ter de três a oito Equipes Scrum trabalhando em cada área de conhecimento;

  • Nessas áreas, cada uma possui um Product Backlog relacionado ao Product Owner central; e

  • Além disso, cada área possui um Product Owner relacionado ao Product Owner central. 

 

Vamos projetar?

 

Nesse artigo eu apresentei para você algumas particularidades em projetos complexos, além de mostrar dois Frameworks que podem ser usados para essa tarefa. 

Agora chegou a hora de você se tornar o gerente de projetos da sua empresa!

Nós temos um curso de Introdução ao Agile Scrum gratuito para você que quer começar os seus estudos agora mesmo. 

 

 

Mas você pode ter percebido que o Scrum Master tem grande conhecimento em gerenciamento de projetos complexos e possui um papel importante na aplicação dos métodos ágeis. 

Além disso, empresas que buscam por agilidade em seus projetos procuram por profissionais certificados, que estejam preparados para assumir grandes responsabilidades.  

Então, se você deseja ser um profissional completo, o curso de Scrum Master é feito para você, que quer entrar no radar das grandes empresas e se tornar um profissional essencial para todo projeto.

Clique no botão abaixo e comece agora mesmo a construir seu caminho para o sucesso. 

 

 

Gostou do nosso artigo? Não se esqueça de deixar seu comentário, seu feedback é muito importante para nós!