Saiba como grandes líderes inspiram ação e como ser um deles no TEDx de Simon Sinek

Aprenda com Simon Sinek, em seu TEDx, como os grandes líderes inspiram ação e saiba como se tornar um deles após assistir essa palestra

Carolina Crissafe 16/06/2021 - 6 mins de leitura

Você já parou para pensar o porquê de alguns líderes e organizações serem tão bem-sucedidos e alcançarem coisas que parecem ser tão desafiadoras?

Exemplos disso são Steve Jobs, fundador da Apple; Martin Luther King, que liderou o Movimento de Direitos Civis; Jeff Bezos, fundador da Amazon; além de muitos outros líderes que marcaram a história.

Mas o que eles têm em comum? Ou melhor, será que eles realmente têm algo em comum?

Continue lendo esse artigo para descobrir:

  • Sobre o speaker Simon Sinek;
  • Sobre o TEDx “Como grandes líderes inspiram ação”;
  • Ideias principais do TEDx “Como grandes líderes inspiram ação”;
  • Insight de destaque.

Sobre o speaker Simon Sinek


Simon Sinek é um especialista em liderança, além de ser um dos autores e palestrantes motivacionais mais influentes e conhecidos atualmente.

Durante sua carreira, trabalhou com agências de publicidade até lançar o seu próprio negócio, a Sinek Partners. 

É autor de cinco livros, incluindo os best-sellers “Comece pelo porquê” e “Líderes comem por último”, além de “Encontre o seu porquê”, “Juntos é melhor” e “O  jogo infinito”.


Sobre o TEDx “Como grandes líderes inspiram ação”


Simon Sinek é muito conhecido por seu TEDx “Como grandes líderes inspiram ação”. Atualmente, ele ocupa o primeiro lugar na lista das palestras TEDx mais populares, com mais de 53 milhões de visualizações.

Nesse TEDx, Sinek explica o seu modelo simples, mas ao mesmo tempo muito poderoso, de liderança inspiradora, o famoso Círculo dourado.

Ficou curioso para descobrir o que é? Continue lendo esse artigo, que vamos te mostrar!


Ideias principais do TEDx “Como grandes líderes inspiram ação”


Simon afirma que existe um padrão na forma que todos os grandes e inspiradores líderes e organizações do mundo pensam, agem e se comunicam. 

O que ele fez foi decodificar esse padrão, criando o chamado Círculo dourado. Quer saber o que isso significa? Continue lendo esse artigo que vou te explicar os seguintes tópicos:

  • O Círculo dourado;
  • Lei da difusão da inovação;
  • Líderes x Aqueles que lideram.

O Círculo dourado

O círculo dourado é o padrão que revela a forma do comportamento, do pensamento e da comunicação dos líderes inspiradores. Esse padrão explica os motivos pelos quais alguns líderes são capazes de inspirar, enquanto outros não.



O círculo tem três perguntas: “O que?”, “Como?” e “ Por quê?”. Vamos entender um pouco sobre cada uma delas.

  • “O que?”: Toda pessoa e organização do mundo sabe o que faz, qual é a tarefa que realiza e pelo o que é responsável.
  • “Como?”: A grande maioria das pessoas e organizações sabe como realizar e qual é o caminho necessário para desenvolver suas tarefas e objetivos.
  • “Por que?”: A minoria das pessoas e organizações sabe o porquê de fazer o que faz. Isso não tem a ver com a lucratividade, ela é apenas um resultado. A resposta certa para essa pergunta é saber qual é o seu propósito e o real motivo de se fazer o que faz.

As duas primeiras perguntas são fáceis de responder. Mas e a terceira? Por que você faz o que faz? Qual é o real motivo e propósito? Você sabe responder?

Simon afirma que a maioria das pessoas e organizações agem e pensam de fora para dentro nesse círculo. 

É a maneira natural de se enxergar as coisas. Primeiro você define o que fazer, para depois saber como e encontrar o porquê.

Mas é aí que está a diferença entre os líderes inspiradores que alcançam os resultados que a maioria não consegue. Eles pensam, agem e se comunicam de dentro para fora no círculo dourado.

Esse é o grande segredo. Inverter o caminho comum que a maioria das pessoas segue e conseguir alcançar o que a minoria alcança.

Um exemplo muito interessante que Simon cita em sua palestra é o caso da Apple. Vamos comparar as duas possíveis formas de se fazer uma propaganda do seu produto.

Seguindo o caminho comum, de fora para dentro, eles poderiam dizer:

“Nós fazemos ótimos computadores. Eles são lindamente projetados, fáceis de usar e têm uma interface amigável. Quer comprar um?”

Mas invertendo a lógica, e seguindo de dentro para fora, teríamos: 

“Tudo o que fazemos, nós acreditamos em desafiar o status quo. Nós acreditamos em pensar de forma diferente. A forma que desafiamos o status quo é fazendo nossos produtos muito bem projetados, fáceis de usar e com uma interface amigável. Acabamos fazendo excelentes computadores. Quer comprar um?”

Qual das duas formas de falar te chamou mais atenção? Com qual narrativa você seria facilmente convencido e acabaria comprando o produto deles?

Certamente a segunda opção é a mais persuasiva e interessante. Assim, Simon afirma que:

“As pessoas não compram o que você faz, elas compram o porquê você faz.”

Esse é o diferencial dos grandes líderes inspiradores e organizações de sucesso. Elas entendem primeiramente o porquê de fazerem o que fazem e mostram isso ao consumidor e aos colaboradores da organização. Esse é o principal segredo!


Lei da difusão da inovação

A Lei da difusão da inovação explica as cinco fases de aceitação de uma ideia de negócio inovadora, mostrando a porcentagem de pessoas em cada uma delas.



Os primeiros 2,5% são os inovadores. São esses indivíduos que acreditam e apostam na ideia apresentada. Os próximos 13,5% são os  primeiros adeptos. Em sua maioria, são pessoas com visão de futuro e com opiniões bem definidas. 

Esse segundo grupo tem grande importância, pois é o responsável por transpor o abismo e fazer com que mais pessoas se tornem adeptas à nova ideia apresentada.

A maioria inicial é representada por 34% das pessoas. É no exemplo dessas pessoas que os próximos grupos se espelham.

Os próximos grupos são a maioria tardia, formada por 34% da população, e os retardatários, que representam 16% das pessoas. Esses grupos são mais resistentes à mudanças e mais difíceis de serem alcançados.

A Lei da inovação nos mostra que para ter sucesso e aceitação em massa em uma nova ideia ou modelo de negócio, é preciso alcançar esse ponto de inclinação e ultrapassá-lo para penetrar no mercado.

O grande desafio é encontrar pessoas que estão nesses dois grupos principais e acreditam no seu porquê, e não só para comprarem o seu produto, mas também para trabalharem com você. 


Líderes x Aqueles que lideram

Simon Sinek finaliza dizendo que existem os líderes e existem aqueles que lideram.

Os líderes têm uma posição de poder ou de autoridade. Já os que lideram são capazes de nos inspirar e fazem com que nós os sigamos não por obrigação, mas porque queremos seguir.

Sinek conclui que:

“Se você contratar pessoas apenas porque podem fazer um trabalho, elas vão trabalhar pelo seu dinheiro, mas se você contratar pessoas que acreditam no que você acredita, elas vão trabalhar para você com o sangue, suor e lágrimas.”

Esse é o segredo daqueles que não são somente líderes, mas que são líderes que inspiram. 


Insight de destaque


O insight de destaque dessa palestra é que o primeiro passo para ser um líder que inspira ação é começar pelo porquê. Entender o propósito de fazer o que você faz é o que te fará conquistar pessoas, clientes e funcionários.

Simon Sinek termina afirmando que:

“O objetivo não é fazer negócios com todo mundo que precisa do que você tem. O objetivo é fazer negócios com pessoas que acreditam no que você acredita. Aqui está a melhor parte.”

Gostou desse assunto e quer assistir ao TEDx na íntegra? 

Inscreva-se em nossa newsletter e acompanhe de perto todas as novidades

Voltar ao topo