O treinamento é uma das atribuição dos Recursos Humanos responsável por sanar as dificuldades dos colaboradores e alinhar as entregas com os objetivos estratégicos da organização.

Você escuta seus colaboradores falando que não sabem realizar tal função? Recebe feedbacks negativos dos clientes? Os seus resultados não estão como o esperado? 

Atualmente o investimento em pessoas é crucial numa organização! Além de propiciar o desenvolvimento profissional do colaborador, é essa ação que fará sua empresa se destacar no mercado através de entregas diferenciadas e de maior qualidade.

Deseja utilizar da qualificação de colaboradores para se tornar um diferencial competitivo? Nesse artigo você aprenderá:

  • O que é treinamento?;
  • Qual a diferença entre treinamento e desenvolvimento?;
  • Qual a importância do treinamento de colaboradores?;
  • Modalidades de treinamento;
  • Tipos de treinamento;
  • Gameficação em treinamentos;
  • Benefícios de um programa de treinamento;
  • Indicadores de desempenho no treinamento;
  • Como fazer um treinamento?;
  • Como elaborar um programa de treinamento?
  • Qual o papel do RH em um plano de treinamento?

 

O que é treinamento?

 

Treinamento é um conceito referente a uma iniciativa de ensino, organizada pelo RH, que tem como objetivo melhorar o desempenho dos colaboradores através do aprimoramento de conhecimentos, habilidades e/ou atitudes.

 

Qual a diferença entre treinamento e desenvolvimento?

 

Isso mesmo que leu, há diferença entre treinamento e desenvolvimento! Apesar de frequentemente serem falados em conjunto, cada um tem características específicas.

O treinamento surge de uma necessidade identificada pela empresa, ocorre em curto prazo e busca resultados imediatos para auxiliar no atingimento de metas da organização.

Exemplo: Se você está no cargo de vendedor, precisa aprender e treinar técnicas de vendas e negociação.

Então, o que é desenvolvimento?

Desenvolver talentos não é algo que ocorre do dia para noite, desenvolvimento é um processo! Enquanto características, tem como foco o futuro, muitas vezes com promoção, portanto, frequentemente é voltado ao desenvolvimento de competências além das previstas para o cargo atual.

Exemplo: Em caso de promoção à gerência, é interessante desenvolver liderança e comportamento empreendedor.

Treinamento é oferecer as condições básicas para o colaborador exercer suas atividades. Desenvolvimento é fazer com que aquele funcionário, já treinado para o cargo, consiga se desenvolver e crescer mais.

 


 

Qual a importância do treinamento de colaboradores? 

 

Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento, os colaboradores no Brasil passam somente 16,6 horas em capacitação. Sabe o que isso significa? Que menos de 1% da jornada anual de um trabalhador é investida no seu aperfeiçoamento. É um dado coerente com uma empresa que quer ser competitiva?

A capacitação tem grande importância na qualificação dos colaboradores, de forma que se tornem aptos a agregar mais valor aos produtos/serviços ofertados pela organização, tornando-a, assim, mais competitiva no mercado. 

Ou seja,treinar colaboradores é estratégico!

Quer uma atuação estratégica a partir de agora? Baixe gratuitamente nossa Planilha Controle de Treinamentos!

 

 

Modalidades de treinamento

 

Ao planejar um programa de qualificação, o RH pode escolher entre duas modalidades de realização: presencial ou à distância.

 

Presenciais

As capacitações presenciais podem ocorrer in company ou out of company.

In company: Quando a empresa tem um espaço amplo. 

Dica! Escolher um colaborador para ministrar uma capacitação traz 3 benefícios: redução de gastos, estabelecimento de cultura colaborativa e funcionário se sente reconhecido ao ser escolhido.

Imagine você chamar aquele colaborador vendedor que bateu a meta de faturamento para falar de vendas? Além de ser reconhecido pela sua conquista, ainda serve de case para demais funcionários acreditarem que sim, é possível usar dessas técnicas e ter resultados

E você aposta ou não que outro colaborador vai se engajar para ser o escolhido na próxima capacitação como referência?

Out of company: Há 2 modelos fora da empresa. Contratar um treinador/empresa e ser realizada na sede do contratada ou participação de colaboradores em congressos. 

Atenção! Em geral, capacitações fora da empresa a cobrança é por colaborador. Nesses casos, é comum a diretoria participar e depois repassar conhecimento para sua respectiva equipe.

 

À distância

Modalidade de capacitação online. Com o avanço da tecnologia, e da pandemia, tornou-se mais usado.

Vantagem: flexibilidade de realização de acordo com tempo disponível e sem necessidade de ter ou alugar espaço para realização.

É uma modalidade que até permite mini-capacitações ao início ou fim de reuniões. A chamada pílula do conhecimento, 15 minutinhos.

 

Tipos de Treinamento

 

4 tipos principais: 

  • Onboarding;
  • Soft skills ;
  • Hard skills;
  • Motivacional;
  • Corporativo

 

 1 – Treinamento de Integração (Onboarding) 

Capacitação destinado a novo colaborador. O objetivo é fornecer instruções e conhecimentos básicos para ele se integrar à empresa e iniciar as atividades.

Conteúdo: missão, visão e valores, planejamento estratégico, metodologia de gestão, ferramentas, apresentação da equipe e conhecimento necessário para execução de atribuições.

 

2 – Treinamento de soft skill (comportamental)

Capacitação que visa aprimorar as habilidades e atitudes do colaborador.

Em geral, são capacitações mais voltados à prática. É comum uso de dinâmicas, simulações.

Conteúdo: trabalho em equipe, comunicação, relacionamento interpessoal, inteligência emocional.

 

3 – Treinamento de hard skill (técnico) 

Capacitação voltado ao aprimoramento técnico do colaborador.

Conteúdo: manuseio de equipamento e softwares ou conhecimento teórico essencial para execução de suas atividades .

 

4 – Treinamento motivacional

Capacitação com objetivo de manter ou elevar o nível motivacional dos membros.

Conteúdo: feedbacks positivos, vídeos motivacionais, dinâmicas em grupo, confraternização.

 

Gameficação em treinamentos

 

Uma capacitação não deve finalizar após o término da apresentação, certo?

Uma nova forma de aprendizagem é a utilização de games

Quem nunca ouviu que aprendemos mais brincando? Quem nunca ao saber que estava competindo com alguém se dedicou mais para ganhar o prêmio? Motivador, não?

Dica! A plataforma Kahoot é uma das possibilidades de aprendizado por meio de jogos em que os usuários respondem perguntas de múltipla escolha sobre o conteúdo ministrado. O tempo conta e a cada nova rodada é atualizado o ranking de colaboradores. Emoção pura!

É uma gameficação, ok? Lembre-se de premiar os vencedores :)

 

Benefícios de um programa de treinamento 

Elaborar e executar um programa de treinamento gera benefícios para os colaboradores e para a empresa.

 

Aumento da produtividade: 

Colaborador que possui as competências necessárias para executar suas atividades consegue ser mais rápido e ter mais qualidade. Logo, há maior produtividade.

 

Colaborador satisfeito: 

O colaborador que tem oportunidade de crescimento se sente valorizado pela empresa. Logo, fica mais motivado e comprometido em executar suas atividades. A satisfação faz parte do salário emocional, sabia?

 

Redução de custos: 

Investir em qualificação é ter menos gasto relativo a turnover: desligamentos, contratações e mais capacitação.

 

Vantagem competitiva: 

A organização com profissionais qualificados conseguem realizar entregas diferenciadas. Encantam o cliente, lideram no seu nicho. Além disso, colaboradores satisfeitos melhoram a imagem da empresa. Foca no employer branding, hein?

 

Indicadores de treinamento 

 

Você sabe como descobrir se seu programa de qualificação está gerando resultados?

É necessário que você defina indicadores. Exemplos:

  • ROI (retorno obtido com o investimento); 
  • Número de colaboradores treinados;
  • Custo médio por capacitação; 
  • Horas de capacitação/colaborador;
  • Lucro/colaborador

Se quiser saber mais sobre métricas importantes no RH, baixe gratuitamente nossa Planilha Indicadores de Recursos Humanos!

 

 

Como elaborar um programa de treinamento?

 

  • Defina as necessidades de treinamento;
  • Elabore o projeto e planejamento do treinamento;
  • Execute do treinamento;
  • Avalie os resultados do treinamento.

A ISO 10.015, norma com diretrizes para treinamento, recomenda a elaboração de um programa dividido nesses 4 estágios.

 

Como fazer um treinamento?

 

  1. Defina um tema;
  2. Busque informações sobre o nível de conhecimento dos colaboradores no assunto;
  3. Estude;
  4. Planeje meios lúdicos de aprendizado;
  5. Conecte-se com o público! 
  6. Solicite feedback dos participantes. 

Quer saber mais detalhes do passo a passo de como fazer um programa de qualificação?

Acesse nosso artigo com link laranja ao lado: Aprenda como fazer um treinamento e capacitar a sua equipe!

 

Qual o papel do RH em um plano de treinamento? 

 

O RH é responsável por treinar colaboradores e, assim, formar uma equipe estratégica, competitiva e de alta performance!

O RH é responsável pelas 4 etapas do projeto. Entretanto, de nada adianta o planejamento, se o projeto não é aprovado pela diretoria para execução. Sim, há gestores que veem capacitação como gasto, não investimento!

Logo, é necessário que o RH consiga demonstrar à gestão, através de dados, que investir em qualificação traz retorno financeiro à organização. É necessário, assim, ter poder de oratória e persuasão para apresentar bem um projeto.

 

Quero ser um RH reconhecido pela organização!

 

Se você entendeu os benefícios de implantar um programa de qualificação e quer ter segurança ao apresentá-lo para a diretoria, inscreva-se no nosso Curso de Oratória e Técnicas de Apresentação

 

 

Se gostou, compartilhe!

Com dúvidas? Comente.