O desenvolvimento profissional é, na verdade, a utilização de diversos métodos em busca da evolução de uma pessoa dentro de determinado ramo ou  carreira.

Já se sentiu perdido, com medo ou talvez até um pouco desesperado diante das incertezas do mercado de trabalho? Não sabe qual o melhor caminho para começar a trilhar a sua carreira? Ou você já se vê no meio do caminho da sua vida profissional, buscando uma renovação e um diferencial para o seu currículo?

Se você entrou neste artigo, é muito provável que esteja em busca de novas oportunidades, desafios e experiências para sua alavancagem profissional.

É natural que, assim como na vida pessoal, você tenha o desejo de atingir novos patamares e conquistar novos postos na escalada da sua vida profissional.

Pensando em você que almeja este sucesso, trouxe uma lista com 5 dicas de como alavancar a sua carreira!

 

5 dicas para seu desenvolvimento profissional

 

1. Tenha metas e objetivos claros

 

Qualquer que seja o objetivo, apenas tê-lo em mente não vai torná-lo real. Uma vez que se tenha uma ideia, trace-a com objetividade e clareza. O hábito de anotar seus objetivos no papel e dividi-los em  metas menores vai torná-los missões. Isto gera um nível de engajamento muito maior e aumenta suas chances de atingir o objetivo.

Trago agora para você o  método SMART (Inteligente), que se trata de um acrônimo do que as metas devem ser. Este método vai te ajudar neste processo.

A meta deve ser:

 

  • Específica (Specific): Defina exatamente o que você quer, não deixe espaço para dúvidas;

  • Mensurável (Measurable): Defina o quanto você quer deste objetivo ou o quão longe você deseja chegar;

  • Atingível (Achievable): Não adianta criar uma meta impossível, isso só serve como desmotivação;

  • Relevante (Relevant): Por que alguém se engajaria em uma meta que não causará impacto nenhum na vida de ninguém? 

  • Com prazo definido (Timed): Saber quando a meta deve ser cumprida te fará trabalhar na medida certa para atingi-la dentro do período.

 

Se você quer saber tudo sobre o assunto, não se esqueça de acessar o nosso artigo completo sobre  Planejamento de metas com 7 passos simples para criar o seu.

 

2. Resiliência, inteligência emocional e automotivação

 

O desempenho do profissional está diretamente atrelado ao seu nível de motivação e engajamento. A motivação fomenta a busca da realização de seus planos, objetivos e sonhos.

É importante que você compreenda como sua cabeça funciona e quais são os gatilhos que te movem para que, por meio desses estímulos internos e externos, você possa aumentar sua potência e produtividade sempre que necessário.

Dentre as formas de se motivar, podemos citar como exemplos a exposição a novos desafios, a listagem dos objetivos e metas, a bonificação perante bons resultados e muitos outros. Você só descobrirá o melhor pra você testando.

Mas é difícil se manter motivado durante todo o processo. Saiba que haverá momentos de extrema dificuldade, momentos de pouca produtividade e com  feedbacks negativos.

Para superar tais momentos, o profissional deve ter resiliência e inteligência emocional, procurando reagir às más circunstâncias de forma fria e sem desespero.

Além disso, faça uso de ferramentas e métodos que busquem facilitar a tomada de decisões, evitando que você mesmo as faça de forma emocional e, em grande parte das vezes, errada.

 

3. Foco e constância

 

Na era digital, a quantidade de informações e distrações é cada vez maior e, em meio a esse turbilhão de possibilidades, é natural se sentir um pouco perdido.

Pessoas bem-sucedidas são extremamente focadas e, apesar de cada caminho ser único, este é um ponto de intersecção da história de grandes profissionais que você deve buscar para si. Afinal, o mercado de trabalho é muito competitivo e você disputará sempre com os melhores

Para isto, você deve tomar algumas atitudes.

Primeiramente, é necessário criar um filtro. Ao identificar o seu objetivo, crie as metas que devem ser cumpridas para atingi-lo e ignore tarefas menos importantes. 

Gerencie seu tempo. Defina quanto tempo deve gastar em cada tarefa perante o nível de prioridade dela. Esta priorização vai te ajudar a realizar os objetivos mais significativos primeiro, impulsionando seus resultados.

Neste gerenciamento, é importante tornar a realização de algumas tarefas um hábito. Somente a constância vai sistematizar seu trabalho e concretizar seus objetivos.

 

4. Atitude e proatividade

 

Não deixe suas ideias somente no papel. As ideias são importantes, porém, não prosperam sozinhas. Alçar voo na sua carreira vai requerer muito empenho e, principalmente, uma brilhante execução das suas ideias. Procure sempre a proporção de 10% de inspiração e 90% de transpiração.

Outro ponto importante é que você não deve esperar ordens para exercer todas as tarefas. Seus superiores te atribuirão a maioria das suas demandas, porém, no ambiente de trabalho você com certeza vai se deparar com outras atividades que precisam ser realizadas.

Saia da sua zona de conforto e antecipe as ordens dessas tarefas. Busque entregar, sempre que possível, algo a mais do que foi pedido. Assim, você estará sempre um passo à frente, demonstrando eficiência e se destacando dentro da empresa.

 

5. Capacitação

 

Existem habilidades necessárias para se tornar um profissional completo e podemos separá-las em habilidades técnicas e não técnicas.

As habilidades técnicas são conhecimentos específicos de cada função. Muitas vezes requerem grau elevado de estudo e dão nome àquela função ou cargo específico.

Já as  habilidades não técnicas têm mais a ver com as habilidades interpessoais do indivíduo. São alvo principal dos profissionais de  RH e  gestão de pessoas das empresas, sendo um dos principais pontos a se observar no momento de destinar a cada trabalhador a sua função dentro de determinada tarefa.

Podemos citar, entre outras, a capacidade de  oratória comunicação e  liderança.

Saiba que os dois tipos de competências são muito importantes e aprimorá-las de forma equivalente vai potencializar o seu  desenvolvimento profissional e pessoal.

Para isto, o profissional pode e deve contar com a ajuda de outras pessoas, visto que a melhor forma de aperfeiçoar, principalmente o segundo tipo de habilidades, é a prática, a vivência e convivência todos os dias dentro de uma empresa.

 

Comece já!

 

Por mais que seja interessante tentar separar a vida pessoal da profissional, sabemos que cada pessoa é única, tendo níveis de facilidade diferentes de carregar consequências de uma para outra. O desenvolvimento profissional e o pessoal estão diretamente atrelados.

Sendo assim, trabalhe sua mente, seu corpo e seu lado espiritual, com planos de desenvolvimento pessoal, e saiba que isso influenciará diretamente nos seus resultados profissionais.

Após a leitura deste artigo, espero que você tenha tido uma visão ampla de como impulsionar a sua carreira e que esteja instigado, animado e mais preparado para começar.

Se você quer embasamento teórico e diversas ferramentas práticas para o seu desenvolvimento profissional, acelere sua carreira na escola de gestão mais completa do Brasil. Se torne  Premium já, e garanta TODAS as formações da Voitto, com certificado digital no seu currículo!