Você sabe como fazer tabela dinâmica no Excel?

Você sabe como fazer tabela dinâmica no Excel?

Aprenda como fazer e usar a tabela dinâmica na sua base de dados.

 

Aprendendo a usar

 

Para facilitar o entendimento da tabela dinâmica, vamos aprender a usar utilizando um exemplo:

Temos um banco de dados das vendas de uma rede de supermercados “Supermercados Super” separados por mês, setor, vendedor, região, valor, margem de lucro e lucro de cada venda efetuada. Pretendemos trabalhar esses dados para que possamos extrair informações de forma rápida e dinâmica.

 

 

Veja que ela possui 2692 registros e cada registro possui cinco campos. Fazer a análise desses dados com as ferramentas que já conhecemos pode ser muito trabalhoso, por isso vamos verificar como utilizar os recursos da tabela dinâmica.

Para usar a tabela dinâmica, basta seguir os seguintes passos:

  • Clique em qualquer célula dentro da tabela e depois na guia Inserir > Tabela Dinâmica.

 

 

  • Após clicar em Tabela Dinâmica aparecerá a janela mostrada na figura abaixo. Certifique-se de que o intervalo de dados está selecionado corretamente (no caso,B4:H2692).

 

 

  • Clique OK e uma nova guia será criada.

 

Essa guia terá a seguinte aparência:

 

 

Como se pode perceber, foi gerada uma nova planilha de trabalho, na qual é possível escolher à sua direita vários campos listados. Vamos entender um pouco mais sua funcionalidade.

 

Campos da tabela dinâmica

 

Escolha os campos para adicionar ao relatório: exibe os campos da tabela original. Ao clicar em algum deles, eles serão inseridos como valor na tabela dinâmica gerada. Repare que você pode adicionar os valores clicando nesse campo ou clicando e arrastando o campo desejado até a área VALORES;

Filtro de Relatório: clique em um campo acima e arraste até essa área. Observe que o campo escolhido se tornou um filtro da nova planilha;

Rótulos de Linha: clique em um campo acima e arraste até essa área. Verá que o campo escolhido se tornou um rótulo de linha da nova planilha;

Rótulos de Coluna: clique em um campo acima e arraste até essa área. Verá que o campo escolhido se tornou um rótulo de coluna da nova planilha;

Valores: clique em um campo e arraste até essa área. Verá que o campo escolhido terá o somatório dos valores de acordo com os requisitos estabelecidos acima nas colunas, linhas e filtros.

 

 

Utilizando a tabela dinâmica

 

Vamos começar com uma pergunta básica em relação ao supermercado que está sendo estudado. Qual foi o faturamento do supermercado neste ano?

Para trabalhar com os dados, basta arrastá-los para as áreas desejadas. Por exemplo, arraste o item “Faturamento” para área VALORES ou então, nesse caso, apenas clique no campo desejado:

 

 

Ainda trabalhando nesse resultado, vamos agora verificar qual é a Média do valor das compras feitas durante o ano, relatadas ainda na coluna “Faturamento”.

  • Clique com o botão esquerdo sobre o resultado anterior e, no menu que se abrirá, escolha a opção “Configurações de Campo de Valor...”;

 

 

  • Na caixa de diálogo que aparece, escolha agora a opção Média no campo resumir por: e clique em OK;

 

 

Agora, aprenderemos o real diferencial da tabela dinâmica: a relação desses valores com outras variáveis do sistema. Imagina, então, que queremos saber a soma por cada região do Brasil.

Arraste o campo “Região” para a área Rótulo de Coluna:

 

 

Veja que agora temos o valor total de compras, separadas por região:

 

 

E se quisermos ainda o valor separado por região e por setor do supermercado? Basta arrastar o campo “Setor” para a área Rótulos de Linha. Veja o resultado:

 

 

E se quisermos ainda o valor separado por região e por setor do supermercado somente no mês de Janeiro?

  • Arraste para a área Filtro de Relatórios o campo “Mês”.

 

 

  • Selecione na lista o mês de Janeiro e dê OK.

 

 

Como resultado final, temos:

 

 

Por que fazer uma Tabela Dinâmica?

 

  • Possibilidade de analisar dados de uma planilha;
  • Auxilia no processo de tomada de decisão;
  • Permite resumir e explorar seus dados de maneira qualitativa.

 

Baixe o E-book e tenha esse material para você!

 

Viu como é bem simples trabalhar com Tabela Dinâmica? Pois então, temos esse material no formato de E-book para você ter sempre salvo se precisar consultar em caso de dúvida. Não perca tempo e use esse recurso na sua base de dados.

 

 

', }); }

Apesar de ser constantemente vinculada como um recurso complicado e avançado, a tabela dinâmica é um recurso de fácil utilização, que rapidamente pode ser aprendida. Portanto, para desmitificar esse mito, a Voitto vem através deste E-book ensinar o que é a tabela dinâmica, para que ela serve e como usá-la.

 

 

O que é tabela dinâmica?

 

Tabela Dinâmica é uma tabela interativa na qual podemos resumir facilmente uma grande quantidade de dados. Com ela, você pode mover as linhas e as colunas de forma a ver diferentes resumos. Também é possível filtrar os dados ou exibir detalhes das áreas de interesse.

Utilizamos a tabela dinâmica quando desejamos obter outra visão sobre os totais e médias relacionados. É muito útil quando a base de dados apresenta grande número de informações repetidas. Este recurso supre de forma excepcional casos em que poderíamos utilizar as funções SOMASE, CONT.SE, CONT.SES e outras.

É um dos recursos mais importantes do Excel e é usada amplamente por milhões de pessoas para analisar de forma simples, fácil e rápida uma grande quantidade de dados.

 

Aprendendo a usar

 

Para facilitar o entendimento da tabela dinâmica, vamos aprender a usar utilizando um exemplo:

Temos um banco de dados das vendas de uma rede de supermercados “Supermercados Super” separados por mês, setor, vendedor, região, valor, margem de lucro e lucro de cada venda efetuada. Pretendemos trabalhar esses dados para que possamos extrair informações de forma rápida e dinâmica.

 

 

Veja que ela possui 2692 registros e cada registro possui cinco campos. Fazer a análise desses dados com as ferramentas que já conhecemos pode ser muito trabalhoso, por isso vamos verificar como utilizar os recursos da tabela dinâmica.

Para usar a tabela dinâmica, basta seguir os seguintes passos:

  • Clique em qualquer célula dentro da tabela e depois na guia Inserir > Tabela Dinâmica.

 

 

  • Após clicar em Tabela Dinâmica aparecerá a janela mostrada na figura abaixo. Certifique-se de que o intervalo de dados está selecionado corretamente (no caso,B4:H2692).

 

 

  • Clique OK e uma nova guia será criada.

 

Essa guia terá a seguinte aparência:

 

 

Como se pode perceber, foi gerada uma nova planilha de trabalho, na qual é possível escolher à sua direita vários campos listados. Vamos entender um pouco mais sua funcionalidade.

 

Campos da tabela dinâmica

 

Escolha os campos para adicionar ao relatório: exibe os campos da tabela original. Ao clicar em algum deles, eles serão inseridos como valor na tabela dinâmica gerada. Repare que você pode adicionar os valores clicando nesse campo ou clicando e arrastando o campo desejado até a área VALORES;

Filtro de Relatório: clique em um campo acima e arraste até essa área. Observe que o campo escolhido se tornou um filtro da nova planilha;

Rótulos de Linha: clique em um campo acima e arraste até essa área. Verá que o campo escolhido se tornou um rótulo de linha da nova planilha;

Rótulos de Coluna: clique em um campo acima e arraste até essa área. Verá que o campo escolhido se tornou um rótulo de coluna da nova planilha;

Valores: clique em um campo e arraste até essa área. Verá que o campo escolhido terá o somatório dos valores de acordo com os requisitos estabelecidos acima nas colunas, linhas e filtros.

 

 

Utilizando a tabela dinâmica

 

Vamos começar com uma pergunta básica em relação ao supermercado que está sendo estudado. Qual foi o faturamento do supermercado neste ano?

Para trabalhar com os dados, basta arrastá-los para as áreas desejadas. Por exemplo, arraste o item “Faturamento” para área VALORES ou então, nesse caso, apenas clique no campo desejado:

 

 

Ainda trabalhando nesse resultado, vamos agora verificar qual é a Média do valor das compras feitas durante o ano, relatadas ainda na coluna “Faturamento”.

  • Clique com o botão esquerdo sobre o resultado anterior e, no menu que se abrirá, escolha a opção “Configurações de Campo de Valor...”;

 

 

  • Na caixa de diálogo que aparece, escolha agora a opção Média no campo resumir por: e clique em OK;

 

 

Agora, aprenderemos o real diferencial da tabela dinâmica: a relação desses valores com outras variáveis do sistema. Imagina, então, que queremos saber a soma por cada região do Brasil.

Arraste o campo “Região” para a área Rótulo de Coluna:

 

 

Veja que agora temos o valor total de compras, separadas por região:

 

 

E se quisermos ainda o valor separado por região e por setor do supermercado? Basta arrastar o campo “Setor” para a área Rótulos de Linha. Veja o resultado:

 

 

E se quisermos ainda o valor separado por região e por setor do supermercado somente no mês de Janeiro?

  • Arraste para a área Filtro de Relatórios o campo “Mês”.

 

 

  • Selecione na lista o mês de Janeiro e dê OK.

 

 

Como resultado final, temos:

 

 

Por que fazer uma Tabela Dinâmica?

 

  • Possibilidade de analisar dados de uma planilha;
  • Auxilia no processo de tomada de decisão;
  • Permite resumir e explorar seus dados de maneira qualitativa.

 

Baixe o E-book e tenha esse material para você!

 

Viu como é bem simples trabalhar com Tabela Dinâmica? Pois então, temos esse material no formato de E-book para você ter sempre salvo se precisar consultar em caso de dúvida. Não perca tempo e use esse recurso na sua base de dados.

 

 

Deixe seu comentário...

Voltar à página inicial

O que você quer aprender?