Em um mercado tão competitivo como o atual, além de oferecer qualidade, preço e bom atendimento, uma empresa que comercializa produtos ou serviços precisa fornecer um leque variado de formas de pagamento aos seus clientes para não perder espaço para a concorrência.

Isso facilita a experiência de compra e contribui para a fidelização do cliente. Dessa forma, neste artigo vamos mostrar as 9 principais formas de pagamento disponíveis para você escolher aquelas que mais se encaixam no seu modelo de negócios, seguindo os tópicos:

  • 9 Principais formas de pagamento; 

  • Quais as melhores formas de pagamento para o seu negócio? 

  • Aprenda mais sobre a criação de negócios de sucesso.

 

9 Principais formas de pagamento

 

Selecionamos 9 opções de pagamento que você pode oferecer para o seu cliente. Confira as características, vantagens e desvantagens de cada uma delas a seguir.

 

1- Dinheiro em espécie

Dinheiro em espécie é a opção de pagamento mais utilizada por comércios e prestadores de serviços físicos por evitar inadimplências e fraudes. Muitos lojistas oferecem descontos para quem opte por esta modalidade de pagamento à vista. Prática permitida por lei desde 2017.

Quem trabalha com pagamento em dinheiro deve ter notas e moedas de pequeno valor para facilitar o troco e garantir uma forma segura de retirada do dinheiro da loja e seu transporte para o banco.

A principal desvantagem dessa forma de pagamento é a segurança, pois o dinheiro em caixa é o principal motivador de assaltos a estabelecimentos comerciais físicos.

Caso você precise de um material de qualidade para o seu planejamento nós podemos dar isso a você! Com o nosso Kit de Planilhas de Gestão Financeira você terá acesso a diversas planilhas que, certamente, serão de grande utilidade para a gestão financeira do seu negócio. 

É só clicar na imagem abaixo e baixar o material gratuito:

imagem do kit de planilhas de gestão financeira

 

2- Cheque

O pagamento em cheque é cada vez menos aceito pelos estabelecimentos, pela falta de segurança e por obrigar aos comerciantes a realizar consultas a empresas especializadas na verificação deste tipo de pagamento, o que gera custos adicionais. Caso não realize a consulta, existe o risco do cheque não ter fundos.

Contudo, oferece vantagem aos clientes por permitir parcelamentos por meio de cheques pré-datados.

 

3- Cartão de débito

Essa é uma das modalidades de pagamento mais utilizadas por funcionar como um pagamento à vista.

É uma prática sem riscos cuja única despesa é o custo de aluguel e taxas cobradas pelas instituições financeiras fornecedoras de máquina de cartão de crédito e débito.

 

4- Cartão de crédito

O cartão de crédito é a forma de pagamento que oferece vantagens tanto para quem vende como para quem compra.

Dentre as vantagens podemos destacar a comodidade, por evitar o desconforto de perder tempo em filas para sacar dinheiro em espécie em bancos. E, também, a segurança, por eliminar os riscos de portar grandes quantias de dinheiro durante o trajeto da agência bancária até o local da compra.

Além disso, o uso de cartões de crédito possibilita aos consumidores suprirem suas necessidades de compra mesmo em momentos de indisponibilidade de recursos e principalmente por possibilitar o parcelamento do valor total da fatura.

A grande vantagem para o comerciante é poder oferecer várias bandeiras de cartões e aumentar a segmentação de seu público-alvo sem ter prejuízos financeiros causados pela inadimplência, já que o recebimento do pagamento é garantido pela operadora do cartão.

Os valores transacionados são percebidos após 30 dias da efetivação do pagamento decrescidos de taxas que variam entre 3% e 5% por valor pago.  

Os valores das vendas parceladas também podem ser antecipados. As taxas de antecipação de vendas parceladas podem ser bastante altas conforme a quantidade de parcelas.

 

5- Boleto Bancário

O boleto bancário é uma forma de pagamento enviada para o endereço de cobrança informado pelo cliente que pode ser paga em qualquer agência bancária, caixa eletrônico e casas lotéricas em dias úteis ou via internet banking e aplicativos bancários em qualquer data.

Esse modelo de pagamento comum a e-commerces deve ser evitado em vendas parceladas para impossibilitar inadimplências.

No caso do pagamento ser efetuado após a data de vencimento, é cobrado juros diários e multa, o que é positivo para as finanças da empresa vendedora.

Vale ressaltar que a emissão do boleto não é garantia de recebimento. O cliente pode desistir da compra e não efetuar o pagamento.

 

6- Transferências On-line

Transferência on-line é uma forma bastante utilizada em venda de produtos e serviços pela internet. Uma excelente opção, já que por uma taxa inferior a R$ 1,00 o pagamento é creditado em poucas horas (TED - Transferência Eletrônica Disponível) ou no dia seguinte (DOC - Documento de Ordem de Crédito). 

 

 7- Pagamento por aproximação do celular - NFC (Near Field Communication) 

Esse é um modelo de transferência bancária de valores entre o comprador e a empresa vendedora feita por aproximação do celular sem custo adicional para os comerciantes, exceto quando houver transferências de pagamentos disponíveis entre diferentes bancos.

Nessa forma de pagamento, quando de vendas online, o pedido e o envio da mercadoria só acontecem após a confirmação da transferência.

 

8 - QR Code

 

imagem de uma mulher segurando um celular com QR code

 

QR Code (Quick Response Code) é um código de duas dimensões que é lido pela câmera do celular de forma rápida, por meio de um programa adequado e com acesso a internet. Além de poder ser utilizado para realizar pagamentos, o QR Code possibilita ao usuário o acesso a promoções e sites de empresas.

Sua utilização é bem simples, o cliente precisa apenas direcionar a câmera do celular para o código. A Cielo já possui essa tecnologia em suas maquininhas de cartão, e para a geração do código pode ser utilizado o site QR Code Generator.

 

9 - Plataformas Intermediadoras de pagamento

Nessa modalidade, o e-commerce ou prestador de serviço online faz seu cadastro na plataforma intermediadora onde os pagamentos podem ser feitos pelos clientes por meio de cartões de débito e crédito ou através de boletos e transferências bancárias com taxas variam entre 4% e 7% por transação. 

PagSeguro, Mercado Pago e as demais plataformas intermediadoras possuem sistemas antifraude confiáveis que evitam problemas, desconfortos e prejuízos tanto para quem vende como para quem compra.

 

Quais as melhores formas de pagamento para o seu negócio?

 

As melhores formas de pagamento são aquelas que garantem a satisfação de seus clientes e geram lucros para o seu negócio. 

Para determinar quais as formas de pagamento ideais para o seu negócio, comece pela identificação e compreensão dos hábitos de compra e de pagamentos de seu público-alvo. 

A seguir, faça testes, compare as vantagens e desvantagens das formas de pagamento que se adequem ao perfil de seu consumidor e que garantam a saúde financeira de sua empresa e escolha a ideal para o seu negócio.

 

Aprenda mais sobre a criação de negócios de sucesso

 

Escolher as formas de pagamento ideais para os seus clientes é um passo importante para a consolidação de um negócio de sucesso. Mas, a construção de grande empresas também engloba diversos outros fatores.

Como o entendimento do mercado de atuação, a definição da proposta de valor, criação do MVP para testes, análises do negócio, controle e o gerenciamento.

E, para que você possa ter acesso a essas informações para estruturar bem o negócio, não deixe de conferir nosso curso completo de Formação Empreendedora!

Com ele você irá aprender tudo o que foi citado, desde o desenvolvimento da ideia do negócio até seu crescimento e expansão. 

É só clicar no botão abaixo para saber mais:

 

banner do curso Formação Empreendedora