Esse é um assunto extremamente delicado, afinal, inúmeras empresas hoje em dia acabam quebrando por não saber o que é gestão financeira e como colocar esse conceito em prática!

Compram mais do que vendem, não analisam seu fluxo de caixa, não conseguem ter uma ideia se estão fechando no negativo ou no positivo e muitas vezes são enganadas por indicadores que não representam a situação financeira real da empresa.

Mas fique tranquilo, se você se identificou nas frases acima, é hora de resolver esse problema! Nesse artigo você vai entender o que é, como funciona, os principais desafios e algumas dicas essenciais sobre gestão financeira que irão mudar o rumo da sua organização.

Vamos lá?

 

O que é Gestão Financeira?

 

Gestão Financeira é um conjunto de ações e procedimentos administrativos que envolvem planejar, analisar e controlar as atividades financeiras de uma empresa. É tudo aquilo que se refere a investimentos, despesas - fixas e variáveis -, lucros, empréstimos, financiamentos e valor patrimonial da empresa.

Essas ações são vitais para que uma organização obtenha bons resultados, pois permite estabelecer metas, estipular prazos e analisar se os resultados estão de acordo com o que estava planejado pela organização.

Não está convencido? Tenho certeza que agora vou te convencer…

 

Por que é importante uma boa gestão financeira?

 

Vamos analisar a imagem a seguir...

 

 

Essas são 4 perguntas fundamentais dentro de uma boa gestão financeira e demonstram de forma clara o porquê de sua importância. Se você como gestor financeiro não sabe a resposta para essas perguntas significa que está fazendo algo de errado!

Somente a partir da análise dos indicadores financeiros de uma empresa é possível entender para onde a empresa está indo, se você deve continuar nesse caminho ou tomar medidas para que os resultados melhorem.

A segunda questão importante é entender se a empresa está operando no lucro ou no prejuízo. Isso parece óbvio, mas a grande maioria das organizações tiram suas conclusões a partir do fluxo de caixa, que é o que sobra. Porém, isso não tem nada a ver com lucro ou prejuízo.

Muitas vezes as empresas têm sobra de caixa, mas a operação está no prejuízo, assim como podem ter falta de caixa, e a operação está dando lucro. Por isso é importante entender verdadeiramente se a empresa está tendo lucro ou não, para que seja possível tomar ações corretivas quando o negócio não está seguindo como desejado.

Outra questão importante é entender quais ações podem ser tomadas para alcançar as melhorias desejadas. Uma vez entendido os indicadores e se realmente a empresa tem uma boa rentabilidade ou não, é preciso traçar ações para chegar no patamar de desempenho desejado.

Por fim, fazer gestão financeira é importante para entender o que a empresa tem a receber, o que tem para pagar e como está o balanceamento dos recursos financeiros. Dessa forma, você conseguirá identificar se consegue honrar com as dívidas no curto prazo com o que tem a receber, compreendendo o balanceamento entre o ativo e o passivo da organização.

 

Entendendo melhor a Administração Financeira

 

Após entender o que é Gestão Financeira e qual sua importância, você precisa entender esse conceito que acabei de te apresentar.
A administração financeira pode ser dividida em três partes, e são elas:

 

 

Nesse artigo iremos focar nas finanças corporativas, mas caso queira aprender sobre finanças pessoais, temos um artigo completo no blog ensinando como usar uma planilha de controle financeiro no Excel para organizar seus gastos.

Voltando às finanças corporativas, é preciso entender que o principal foco de uma boa gestão financeira é a criação de valor.

Ou seja, de forma fácil de entender, é necessário que os ganhos relacionados aos investimentos sejam maiores do que os custos de financiamento.

 

 

Afinal, de nada adianta o gestor ter inúmeras qualidades, entender de números, saber conceitos de gestão e não conseguir fazer a empresa fechar no positivo.

Pensando nisso, existem 3 pilares que devem ser levados em consideração na hora de tomar decisões que impactem nas finanças corporativas, e são eles:

 

 


 

 

Seguindo esse raciocínio e respondendo sempre essas três perguntas, com certeza você tomará boas decisões!

Mas atenção! Não faz sentido investir mal apenas por ter financiado bem! Tudo deve ser feito de maneira harmônica para alcançar o máximo retorno possível, como você pode ver a seguir:

 

 

Funções da gestão financeira

 

Dentro do foco que estamos tratando, que são as finanças corporativas, podemos destacar 4 papéis importantes que uma boa gestão financeira desempenha dentro de uma organização, e são eles:

  • Planejamento Financeiro: evidenciar a necessidade de crescimento da organização,  identificar problemas e desafios futuros, selecionar ativos rentáveis e condizentes com a empresa e estabelecer rentabilidade mínima dos ativos.

  • Controle financeiro ou controladoria: acompanhar e avaliar o desempenho financeiro da empresa, analisar desvios dos indicadores financeiros, comparando o previsto com o realizado, definir medidas corretivas básicas, implementar medidas corretivas e verificar eficácia.

  • Administração de ativos: estabelecer a melhor estrutura em termos de risco e retorno dos ativos (gestão de riscos), acompanhar defasagens entre entradas e saídas (fluxo de caixa, gestão do capital de giro) e fazer uma boa gestão de investimentos.

  • Administração de passivos: Gerenciar a estrutura de capital (financiamentos) da organização e garantir a estrutura de capital mais eficaz em termos de liquidez, risco financeiro e redução de custos.

 

Como você pode notar, essas 4 atividades são de extrema importância para a vida econômica de uma empresa.

Uma organização que não pense nos seus ativos, passivos, que não faça um planejamento e não saiba controlar seus gastos, é uma organização fadada ao fracasso!

E você certamente não quer ser responsável por cometer esse erro, não é mesmo?

Outro ponto importante que deve ser analisado pelo gestor financeiro é quais ações são de longo prazo e quais são de curto prazo. Veja a seguir:

 

 

 

Quando você compreende esse quadro, percebe a importância de se fazer uma boa gestão para o presente, porém também compreende como essas atitudes positivas irão impactar futuramente na empresa.

Muitos gestores pecam por pensar somente no presente, querendo resultados rápidos para poder apresentar aos seus superiores. Não entenda errado, resultados rápidos são bons e devem ser alcançados, porém é preciso entender que algumas ações só irão gerar resultados com o tempo, e se bem trabalhadas, podem mudar a vida financeira de uma organização!

 

Entenda tudo sobre gestão financeira!

 

Tenho certeza que após ler esse texto ficou claro para você o que é gestão financeira, sua importância e suas funções dentro de uma organização.

Outra certeza que tenho é seja você um profissional que atua na área há anos ou alguém que está dando os primeiros passos, sempre há algo novo para se aprender. É como diz aquele ditado…


“Ninguém sabe tanto que não possa aprender e nem tão pouco que não possa ensinar.”

 

O autor é desconhecido, mas a ideia da frase é espetacular. Pensando nisso, temos dois cursos que podem atender a sua necessidade!

Se você está dando seus primeiros passos como gestor financeiro, começou a trabalhar no setor ou vai começar um negócio e quer entender mais sobre essa área, temos um curso completamente GRATUITO de Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira preparado para você!



 

Nele você vai compreender os princípios básicos que regem esse setor tão importante dentro de uma organização, aprendendo os desafios dessa área, noções de contabilidade e muito mais. Depois pode decidir ir para o curso completo e complementar seu conhecimento!

Agora, se você quiser aprender tudo sobre esse assunto, faça o curso completo de Gestão financeira e Análise de Investimentos.

Nesse curso serão trabalhados 10 módulos abordando desde os princípios até os aspectos mais avançados que devem ser analisados ao se fazer um investimento, passando por conceitos como gestão e administração financeira, DRE, balanço patrimonial, indicadores financeiros e muito mais. Está esperando o que? Não perca mais tempo e se inscreva agora mesmo!