O que é crédito rural?
Como funciona o crédito rural?
Principais programas de crédito rural
Quais são os benefícios do crédito rural?
Dica bônus!

Crédito rural: incentivando um dos setores mais importantes do Brasil

Descubra como aproveitar os benefícios do crédito rural por meio de suas condições e suas aplicações no agronegócio em geral.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Crédito rural: incentivando um dos setores mais importantes do Brasil

agricultura e a pecuária são ramos importantíssimos no Brasil. Por isso, muitas instituições financeiras proporcionam linhas de crédito rural atrativas para impulsionar esses setores.

O agronegócio é um dos motores da economia nacional. Só no ano de 2019, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a soma de bens e de serviços gerados no setor representou 21,4% do PIB brasileiro.

Nesse cenário, entender o que é o crédito rural é um dos pontos decisivos para saber como aproveitar melhor as oportunidades desse mercado. Por isso, separamos as informações mais relevantes para você por meio dos seguintes pontos:

  • O que é crédito rural?
  • Como funciona o crédito rural?
  • Principais programas de crédito rural;
  • Quais são os benefícios do crédito rural?

O que é crédito rural?

O crédito rural é uma modalidade de financiamento que tem por objetivo auxiliar os produtores rurais em atividades que envolvem tanto a produção quanto a comercialização de produtos do setor do agronegócio.

Por meio desse mecanismo de empréstimo, os agricultores e os pecuaristas têm acesso a taxas mais atrativas se comparadas ao mercado comum. Assim, conseguem fortalecer o setor rural, propiciando o acesso a novas tecnologias e aumentando a produtividade.

Mas, afinal, quem tem acesso ao crédito rural, como solicitar, quais são as suas modalidades? Confira a resposta dessas questões no próximo tópico.

Como funciona o crédito rural?

O crédito rural é pode ser concedido a produtores rurais, cooperativas de produtores rurais e qualquer pessoa física ou jurídica que possua as atividades agropecuárias principal diretamente relacionadas ao seu negócio.

Se enquadrando nessas condições, é preciso escolher a instituição na qual será solicitado o crédito rural. O processo é simples, mas exige documentos comprobatórios da atividade exercida e da destinação do recurso.

Fiscalização

Devido a essas necessidades, as instituições financeiras são obrigadas a realizar fiscalização, por amostragem, das operações que forem financiadas pelo crédito rural. 

Fiscalizar é uma das maneiras de acompanhar a efetiva e a correta aplicação do capital e esse processo pode acontecer das seguintes formas, por exemplo:

  • Crédito de custeio agrícola: a fiscalização é feita antes do início da época de colheita.
  • Empréstimo do Governo Federal (EGF): é fiscalizado todo o período em que a operação ocorre.
  • Crédito de custeio pecuário: é fiscalizada a operação pelo menos uma vez.
  • Crédito de investimento para reformas, construções ou ampliações de benfeitorias: a fiscalização ocorre ao fim do cronograma de execução previsto nos documentos para a concessão de crédito.

As demais modalidades de crédito rural possuem fiscalização em, no máximo, de 60 dias depois do uso de cada verba liberada. Comprovando, assim, a execução correta dos gastos e despesas.

Tipos de crédito rural

Existem diferentes modalidades de crédito rural. Afinal, essa forma de financiamento foi desenhada para atender as diferentes necessidades do setor. Entre elas estão:

  • Custeio: financiamento para cobrir despesas normais dos ciclos produtivos, como, por exemplo, a aquisição de insumos. 
  • Investimento: adequado para mecanismos que que serão utilizados por vários ciclos produtivos, como por exemplo a construção de galpões e a compra de máquinas e equipamentos.
  • Comercialização: foco em financiar processos após a produção, como a venda e a armazenagem como, por exemplo, a estocagem de produtos agrícolas.
  • Industrialização: linha de crédito destinada à industrialização de produtos agropecuários para o aumento da produtividade de produtores e cooperativas como, por exemplo, o investimento em algumas tecnologias.

Principais programas de crédito rural

O Banco Central, em conjunto com outras instituições diretamente ligadas ao desenvolvimento e concessão do crédito rural, desenvolveu uma linha de diversos programas de financiamento.

Eles são divididos de acordo com o porto do solicitante e com a finalidade para a qual o capital será destinado. Entre os principais programas de crédito rural vigentes estão:

PRONAMP

O PRONAMP é a modalidade de crédito rural para pequenos ou médios agricultores familiares. Para ter acesso a essa linha, é necessário ter uma renda bruta anual mínima de 2 milhões de reais, sendo que pelo menos 80% dessa é derivada de atividades no setor de agropecuária.

INOVAGRO

Já o INOVAGRO foi desenvolvido para atender demandas referentes a necessidade de investimento em tecnologia e inovação.

PRONAF

O PRONAF é outra modalidade de crédito rural oferecida para produtores e para cooperativas ligadas ao agronegócio. Ela foi feita para financiar operações de investimento e custeio da propriedade.

MODERAGRO

O MONERAGRO é uma das linhas de crédito rural destinada para a modernização e o aumento da produtividade por meio de investimentos feitos no setor agropecuário.

Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA)

O PCA tem como principal objetivo o financiamento da ampliação, da modernização e das reformas dos locais destinados para a estocagem de produtos agrícolas.

Se você quer entender melhor quais são os benefícios do crédito rural para os produtores e para a economia como um todo, leia o tópico a seguir.

Quais são os benefícios do crédito rural?

O crédito rural constitui uma enorme gama de benefícios para o setor do agronegócio em geral. No entanto, as vantagens refletem em toda a sociedade por meio da geração de empregos, aumento dos produtos disponíveis, entre outras.

Mas, é possível mapear benefícios diretos aos produtores. Eles são:

Redução nas taxas de juros 

As taxas de juros cobradas no crédito rural são as menores do que das linhas tradicionais e podem ser ainda mais reduzidas de acordo com a modalidade de financiamento solicitada.

Essa variação chega a porcentagens entre 0,5% a 10,5% ao ano, de acordo com o projeto em que será aplicado o capital.

Auxílio para expansão da produção 

Todos os tipos de produtores rurais possuem acesso ao crédito para a ampliação de sua produção, bem como aumento da produtividade. Por isso, o crédito rural pode ser aplicado para a expansão de terras e também para investimento em tecnologia.

Fortalecimento do segmento rural 

O crédito rural tem como um dos principais pilares o fortalecimento da agropecuária, da agricultura, entre outros. Por isso, possibilita que agentes desses setores diversifiquem suas atividades, melhorem a renda e tenham maior qualidade de vida.

Dica bônus!

Neste artigo, você aprendeu um pouco sobre as possibilidades de financiamento por meio do crédito rural. Para que fazer bom uso desse tipo de financiamento, é preciso entender os principais conceitos de gestão financeira e de análise de investimentos.

Você já teve dúvidas na hora de escolher o melhor investimento para o seu dinheiro? Qual a melhor maneira de analisar qual investimento traz a melhor relação de risco e retorno? E como seria se você soubesse analisar essas variáveis na hora de escolher um investimento?

Com o curso de Gestão Financeira e Análise de investimentos você irá aprender conceitos importantes e acabar de uma vez com essas dúvidas!

Você irá aprender sobre como entender uma DRE, analisar um Balanço Patrimonial, Fluxo de Caixa e Gestão do Capital de Giro.

Também será capaz de compreender indicadores financeiros como ROA, ROI, entre outros, além de aprender um método passo a passo para analisar seus investimentos.

Cliquena imagem abaixo e se inscreva no curso de Gestão Financeira e Análise de Investimentos!

Gestão Financeira e Análise de Investimentos

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Clique aqui e inscreva-se!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Curso] Gestao Financeira Analise De Investimentos

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.