Embora o termo trainee, ou programa de trainee, esteja cada vez mais popular, muitas pessoas ainda o confundem com o estágio. Mas a verdade é que a diferença entre estágio e trainee é considerável, pois apesar de geralmente ambos os programas se destinarem a jovens, eles focam em etapas diferentes da formação do profissional.

Nesse artigo, abordaremos todos os principais pontos de divergência entre os dois programas, desde a formação requerida, carga horária, leis regulamentadoras e objetivo de cada um. Sem mais enrolação, vamos aos fatos!

 

A quem cada programa é destinado?

 

Quando falamos sobre a diferença entre estágio e trainee, o primeiro ponto a se considerar é a quem eles são destinados. O programa de estágio é destinado a estudantes ainda no processo de formação acadêmica, geralmente no ensino superior.

Já o programa de trainee é destinado a jovens recém-formados ou que estejam no ano de conclusão do curso. Geralmente tem como foco profissionais com até três anos de graduado, ou seja, prontos para serem moldados de acordo com o objetivo do programa.

 

Qual a regulamentação de cada um?

 

Outra diferença entre estágio e trainee que merece atenção especial é a regulamentação de cada um deles. O estágio é regulado pela Lei nº. 11.788/2008, enquanto o programa de trainee é regulado pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Os estágios são remunerados e estabelecem carga horária de 30 horas semanais (nível superior). Os estagiários também têm direito a férias de 30 dias para estágios de mais de um ano de duração, mas não contam com vínculo empregatício com a empresa concedente, não tendo, portanto, nem carteira assinada nem benefícios trabalhistas.

Por sua vez, os programas de trainee, além de oferecerem uma remuneração mais vantajosa, conta com todos os benefícios que a carteira assinada traz, como direito a férias, 13º salário e FGTS. Ou seja, o programa de trainee é caracterizado como vínculo empregatício de fato.

Além disso, outro ponto de divergência a ser destacado é a duração de cada programa. Por lei, o estágio pode ter duração máxima de dois anos, enquanto os trainees têm duração variável, com as grandes empresas estabelecendo um período que varia de seis meses a quatro anos, sendo a média aproximadamente dois anos.

 

E o objetivo?

 

Vamos falar então do foco de cada programa, seu objetivo. Quando olhamos para o estágio, vemos que esse programa objetiva introduzir o universitário no mercado de trabalho, ou seja, é uma oportunidade para se aprender a trabalhar, sair um pouco da “bolha” do ambiente da universidade e ver como as coisas funcionam na prática.

Em contrapartida, o programa de trainee visa selecionar um profissional em início de carreira e prepará-lo para assumir um cargo de gerência na empresa. Para isso, o jovem passará por aquilo que é conhecido como job rotation, isto é, passará por várias áreas de atuação dentro da organização, adquirindo conhecimento de diversos setores.

De certa forma, ambos estagiário e trainee estão sendo testados, com a diferença de um está sendo avaliado quanto aos conhecimentos teóricos que vêm aprendendo, enquanto o outro passa por uma avaliação e treinamento completo para que, sendo aprovado, possa assumir um cargo de liderança.

Em resumo, o estagiário vai atuar dando suporte à área na qual foi alocado, sendo essa área relacionada ao curso desse estagiário. Esse jovem visará a efetivação ao terminar sua graduação.

Já em relação ao programa de trainee, outra característica que vale a pena ser mencionada é o fato de que, por atuar em diversos setores da empresa, ao final do programa, o trainee pode escolher a área com a qual mais se identificou.

 

Consegui esclarecer as dúvidas?

 

Espero que eu tenha conseguido sanar suas dúvidas em relação a ambos os programas. Mas se você ainda tiver alguma dúvida quanto à diferença entre estágio e trainee, não deixe de nos dizer nos comentários.

Se não tiver nenhuma dúvida, nos diga o que achou deste artigo e se acha que alguma coisa que mereça ser mencionada sobre o assunto não foi citada, fale conosco também!