Um dos grandes desafios da sociedade atual é harmonizar o crescimento tecnológico à preservação do meio ambiente. Nesse contexto, o lixo eletrônico têm se tornado um problema cada vez mais evidente.

O Global E-Waste Monitor 2020, um relatório global sobre lixo eletrônico com a parceria da ONU, anunciou que em 2019 houve um recorde de descarte de 53,6 milhões de lixo eletrônico, sendo reciclada apenas 17,4% desse valor.

Se você quer saber mais o que é e-lixo, conhecer suas categorias, descobrir como descartar e como está o cenário no Brasil e no mundo, segue comigo.

A informação é a alma da mudança! Faça parte dela e ajude a melhorar o cuidado com nosso meio ambiente.

Neste artigo veremos:

  • O que é Lixo Eletrônico;

  • Categorias do Lixo Eletrônico;

  • Reciclagem do Lixo Eletrônico;

  • Onde descartar o Lixo Eletrônico;

  • Maiores produtores de lixo eletrônico no mundo;

  • Lixo Eletrônico no Brasil.

Para iniciar nossa jornada de conhecimento vamos começar descobrindo o que é o lixo eletrônico e suas categorias.

 

O que é lixo eletrônico

 

O lixo eletrônico ou e-lixo, também conhecidos como Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (REEE), são os dispositivos eletroeletrônicos descartados por seus donos, como celulares, computadores, TVs, máquinas de lavar louça e geladeiras.

O abandono desses equipamentos aumentam a cada ano, principalmente pelo estímulo da obsolescência programada elaborada pelas próprias fabricantes para estimular vendas de produtos novos todos os anos.  

 

Por isso vamos te mostrar as categorias do e-lixo para que você esteja por dentro de quais dispositivos deve dar atenção especial para o descarte correto.

Mas antes vamos te dar uma dica! A metodologia Lean Six Sigma é um pilar muito forte na busca de equipes de excelência e da redução de desperdícios. 

Saber reciclar, reaproveitar e estar preparado para soluções rápidas têm sido fundamental no mercado de trabalho.

Por isso, preparamos para você um curso, totalmente GRATUITO, de Introdução ao Lean Manufacturing para se especializar ainda mais em sua jornada de conhecimento.

 

Introdução ao Lean Manufacturing

 

Categorias do Lixo Eletrônico

 

O lixo eletrônico pode ser dividido em quatro categorias principais, sendo classificado em relação ao seu tamanho e sua aplicação. Vale ressaltar que o processo de coleta e reciclagem também varia de acordo com cada categoria. Vamos conhecê-las!

 

1. Grandes Equipamentos

Como o nome já diz, pertencem a esta categoria os equipamentos de grande porte como geladeiras, máquinas de lavar, microondas, freezers, fogões, TVs, etc.

 

2. Pequenos equipamentos e eletroportáteis

Esta categoria engloba equipamentos como câmeras digitais, batedeiras, secadores de cabelo, calculadoras, aspiradores de pó e outros eletroportáteis.

 

3. Equipamentos de informática e telefonia

Com a revolução digital essa categoria tem sido a maior vilã no crescimento do lixo eletrônico mundial. É formado por celulares, computadores, impressoras, tablets, monitores e outros.

 

4. Pilhas e baterias portáteis 

Por último mas não menos importante e como o nome já diz a última categoria representa as pilhas de todos os modelos (AA, AAA, recarregáveis) e baterias portáteis.

 

Agora que você conhece as categorias do lixo eletrônico, vamos descobrir mais sobre sua reciclagem.

 

Reciclagem do Lixo Eletrônico

 

Grande parte dos descartes de lixo eletrônico são feitos de forma irregular, em lixos comuns, o que gera uma crescente preocupação com a contaminação do meio ambiente e também em relação à saúde de animais e pessoas.

As baterias e alguns componentes eletrônicos presentes em celulares, tablets e outros equipamentos eletroeletrônicos possuem metais pesados como chumbo, mercúrio e cádmio, além de outros elementos tóxicos que devem ser tratados para não causar danos ao ambiente e à saúde.

Há também materiais nobres como ouro, platina, prata e cobre que são raros e difíceis de ser encontrados na natureza.

Por isso, destinar os e-lixos para o descarte correto permite a reciclagem dos materiais nobres e o tratamento dos elementos tóxicos.

Além da preocupação com o meio ambiente, a reciclagem do e-lixo também permite a produção de diversos outros materiais. Um exemplo atual são as medalhas que serão entregues na Olimpíada no Japão de 2020. Todas foram criadas a partir do e-lixo. Pilhas usadas também podem ser convertidas em pigmentos para vidros, tintas e fogos de artifício.

Agora que você já sabe a importância de reciclar os equipamentos eletroeletrônicos, vamos te dar dicas de onde fazer o descarte correto.

 

Onde descartar o lixo eletrônico

 

Muitas pessoas acabam fazendo o descarte incorreto dos lixos eletrônicos por desinformação. Por isso vamos mostrar algumas opções para que essa ação seja feita da melhor forma possível. Temos duas sugestões principais:

 

  • Aparelho funcionando: Se seu aparelho ainda estiver em boas condições de uso, você pode doá-lo para outra pessoa, amigo, familiar ou até uma instituição. Pode também realizar a venda do mesmo em páginas de vendas de itens usados, assim você ainda consegue reunir dinheiro para outra compra.

 

  • Aparelho com defeito: Se seu aparelho está com defeito ou não tem mais condições de uso entre em contato com o fabricante para que ele faça a logística reversa do seu equipamento. Outra opção é buscar postos de coleta de e-lixo. Em quase todas as cidades é possível encontrar um ponto de recolhimento.

 

Maiores produtores de lixo eletrônico no mundo

 

Segundo estudos da ONU, China, Estados Unidos e Índia são os maiores produtores de lixo eletrônico. Os três países são responsáveis por quase 38% do e-lixo produzido em 2019.

Vale ressaltar que neste mesmo estudo, foi observado que 98 milhões de toneladas de dióxido de carbono foram liberados na atmosfera devido a reciclagem incorreta de geladeiras e ar condicionados em processos “não documentados”, uma verdadeira ameaça para o aquecimento global.

Infelizmente no Brasil, os números também têm sido surpreendentes mas o país tem buscado formas de incentivar o descarte correto e a regulamentação da logística reversa. Vamos ver mais em nosso próximo tópico.

 

Lixo Eletrônico no Brasil

 

Devido ao grande avanço do descarte de lixo eletrônico no Brasil, com consequências devastadoras para o meio ambiente, o governo brasileiro tem fechado parcerias para aumentar os pontos de coleta em todo o país, buscando evitar o acúmulo do e-lixo em aterros e lixões.

Além disso, temos uma legislação específica para tratar do descarte do lixo eletrônico.

De acordo com o Artigo  33 da Lei Nº 12.305/2010 (Política Nacional de Resíduos Sólidos) os fabricantes são obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor.

Assim, as fabricantes são responsáveis por recolher e separar os componentes, além de fazer a destinação adequada para cada um deles, seja para a reciclagem, reaproveitamento ou aterros especiais.

 

Faça sua parte também! Utilize os pontos de coleta corretos para descartar seu lixo eletrônico.

 

Pronto para entrar na guerra contra o e-lixo?

 

A cada dia somos envoltos em mais tecnologias. O mundo tem evoluído e crescido de forma exponencial e precisamos estar preparados para saber lidar de forma rápida com os desafios que surgem.

O Agile SCRUM é uma Metodologia Ágil usada no desenvolvimento e otimização de projetos inovadores, e trabalha com as soluções rápidas para as mudanças contantes do dia a dia de um projeto.

Por isso preparamos para você um curso, totalmente GRATUITO, de Introdução ao Agile SCRUM, assim você poderá iniciar sua jornada no mundo de inovação, buscando sempre a consciência do que é certo para o nosso planeta. Clique e Aproveite!

 

Introdução ao Agile SCUM

 

Compartilhe com os amigos e se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários.