Na era do médico empreendedor, é fundamental ter um amplo controle a respeito do que ocorre com os números e índices de uma clínica médica. É aí que entram em cena as métricas para clínicas.

É essencial compreender o que as principais métricas apontam a respeito do nível do atendimento prestado, do lucro obtido, dos gastos diários, da satisfação do paciente, bem como entre outras métricas relevantes.

Entender sobre essas métricas para clínicas é muito importante para mensurar o desempenho do seu atendimento e auxiliar na gestão financeira. Sendo assim, ao longo deste artigo você vai se deparar com os seguintes tópicos:

  • O que são as métricas de desempenho para as clínicas?

  • Importância das métricas para as clínicas;

  • 7 principais métricas para considerar na sua clínica.

 

 

O que são as métricas de desempenho para as clínicas?

Métricas-para-clínicas-médicas.jpg

 

As métricas para clínicas médicas são métodos que servem para medir vários aspectos fundamentais que envolvem o seu funcionamento. A saúde financeira da clínica, o tempo médio das consultas e a época do ano com mais atendimentos são alguns dos itens a serem mensurados.

Para facilitar a obtenção de dados precisos na hora de medir as métricas para clínicas, é necessário contar com um bom software de gestão para auxiliar na mensuração. Uma dessas ferramentas é a Doctor Max.

 

A importância das métricas para clínicas

 

As métricas para clínicas médicas são importantes porque atuam como um diagnóstico, apontando para o médico empreendedor o que deve ser melhorado em questões como atendimento e gestão financeira, por exemplo.

Elas também são importantes porque mostram o que deve ser priorizado em estratégias de marketing, proporcionando para o médico uma gestão mais eficiente.

E já que vamos falar sobre métricas para a gestão, que tal começar a aprender agora mesmo?

Nós temos um curso gratuito que aborda os principais Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira. Não deixe de clicar e conferir:

fundamentos essenciais da gestão financeira

 

Conheça as 7 principais métricas para clínicas

 

Em se tratando de clínica médica é importante ter em mente que vários detalhes podem e devem ser avaliados. Contudo, mencionamos aqui aquelas métricas para clínicas que são essenciais. Confira!  

 

1 - Satisfação do Paciente

O paciente é um dos alicerces da clínica médica. Por isso, proporcionar para eles um atendimento otimizado é uma maneira de tornar a sua clínica mais relevante, sendo lembrada sempre como referência em serviços médicos.

Nesse caso, um método eficiente, apto para mensurar a satisfação do paciente, é o NPS, também chamado de Net Promoter Score.

Ele possibilita calcular o grau de satisfação por meio de questionários simples efetuando a avaliação em uma escala de 0 a 10. Em seguida, você estabelece que as notas de 0 a 6 são os pacientes detratores, as de 7 e 8 representam os pacientes neutros.

Já os pacientes promotores são os que pontuam 9 ou 10. Após coletar essas informações com mais pacientes, resta calcular o NPS com a equação NPS (em percentual) = percentual de promotores – percentual de detratores. Um NPS entre 76 e 100 indica excelência. 

 

2 - Tempo de espera

Cada consulta é muito importante para o paciente. Por mais que o atendimento na clínica seja de qualidade e a estrutura da sala de espera é adequada e confortável, aguardar tempo demais para ser atendido pode estressar o paciente.

Isso conta pontos negativos na avaliação de satisfação e pode causar até a desistência do tratamento. Por isso, uma maneira de avaliar o tempo de espera pode ser um questionário enviado por e-mail ou aplicado na hora.

Além disso, para reduzir a demora na espera, o ideal é manter todos os horários devidamente organizados. O uso de um software de gestão em tal situação auxilia muito. 

 

3 - Métricas de despesas e custos

Como todo e qualquer empreendimento, uma clínica médica também possui gastos e lucros. É aí que as métricas para clínicas são capazes de avaliar e facilitar a gestão financeira.

Os gastos com luz, água e manutenção devem ser avaliados para que a saúde financeira do negócio não apresente problemas.

A utilização de ferramentas tecnológicas aptas para isso surge como uma excelente alternativa. Uma delas, por exemplo, é a Organizze. Ela é intuitiva e facilita a separação dos gastos e dos investimentos, auxiliando o acompanhamento adequado das finanças.

 

4 - Métricas de retenção de pacientes

Medir o nível de retenção de pacientes ajuda na gestão, permitindo que o médico tenha uma noção precisa desse número. Mais uma vez, nesse caso, é importante aplicar um questionário e assim avaliar o que provoca essa retenção. 

Se o número for muito baixo pode ser que alguma parte do processo não esteja adequadamente bem qualificada. 

 

5 - Número de consultas canceladas

Se há uma quantidade de cancelamentos acima do normal, há algo que deve ser avaliado no atendimento. Avalie se quando os pacientes cancelam eles indicam uma possibilidade de retorno. 

Além disso, investigue os motivos que propiciam o cancelamento. Essa é uma das métricas para clínicas de maior importância. 

Ao obter informações precisas sobre causas e a quantidade das consultas canceladas, se torna mais fácil saber como agir para sanar esse tipo de problema. 

 

6 - Quantidade de pacientes atendidos

A quantidade de pacientes que a clínica atende diariamente também deve ser mensurada. Caso haja uma redução dessa quantidade, ou quem sabe até uma qualidade, é importante avaliar os motivos para isso.

No caso de uma redução, fique atento na possibilidade do atendimento ao paciente estar sendo mal feito. Por outro lado, diante de um aumento na quantidade, já é bom providenciar maneiras para organizar e agilizar melhor as consultas, evitando atrasos e cancelamentos.

 

7 - Métricas financeiras  

O ROI pode ser considerado um dos principais indicadores financeiros, sendo calculado para qualquer tipo de investimento realizado em uma clínica médica. 

Graças a esse cálculo, é possível contabilizar o que foi obtido quando entrou algum capital. Além disso, o cálculo é obtido em percentual. A fórmula para realizar o cálculo é ROI = (retorno obtido – investimento)/investimento x 100.

Esse cálculo é muito importante, pois traz indicativos precisos relacionados com o aspecto das finanças da clínica médica.

Além disso, usar indicadores que ajudam na previsão do faturamento também são de grande ajuda para o negócio, pois eles indicarão se a receita encontra-se dentro das estimativas planejadas. 

Isso evita surpresas no seu fluxo de caixa e mantém em ordem a saúde financeira do empreendimento. 

 

As métricas para clínicas médicas são essenciais para acompanhar o desempenho do seu trabalho 

 

Saber como e o que mensurar é essencial para conquistar resultados sólidos para qualquer negócio. E no caso das clínicas ou consultórios médicos, não poderia ser diferente. 

Portanto, no atual contexto em que o Marketing Digital é importante e mais do que necessário, um médico é também um empreendedor. 

Por isso, avaliar as métricas para clínicas é uma tarefa que ganha cada vez mais relevância em qualquer área médica. 

Para te ajudar a sair do papel e começar a colocar essas lições em prática, a Voitto desenvolveu um curso GRATUITO que aborda os Fundamentos do Growth Hacking.

Essa framework vai te ajudar a aumentar a base dos seus clientes, desenvolver uma taxa de crescimento exponencial e aumentar a sua receita, tudo isso praticando a cultura de constante experimentação. 

Não perca tempo e conheça o nosso curso:

fundamentos do Growth Hacking