Quando o assunto é dinheiro, normalmente as pessoas pensam ou em investimentos ou em gastos. Mas para ter controle e equilíbrio nas finanças, é muito importante não separar esses assuntos e ter uma visão global. Por isso, a inteligência financeira é tão importante.

Na prática, ser inteligente financeiramente significa saber cuidar das finanças levando em consideração o todo. Isso é: as receitas, as despesas e também a gestão dos investimentos.

Para te explicar esse assunto tão complexo, decidimos separar em alguns tópicos:

  • O que é Inteligência Financeira?
  • Características da Inteligência Financeira;
  • Por que desenvolver a Inteligência Financeira?
  • 5 passos para desenvolver a Inteligência Financeira;

Se você quer saber mais sobre o conceito de inteligência financeira e como se educar para aplicá-lo no seu dia a dia, confira esse conteúdo até o fim! 

 

O que é inteligência financeira? 

 

Inteligência financeira é saber tomar as melhores e mais conscientes decisões relacionadas ao planejamento financeiro pessoal. Isso mesmo! Você não precisa deixar de viajar, frequentar lugares que gosta ou comprar produtos que te interessa. 

A educação financeira pessoal não é sobre deixar de fazer algo, mas sim sobre a mudança de hábitos e pensamentos de como fazer. 

Por exemplo: ao invés de comprar uma passagem aérea em muitas prestações e acabar não aproveitando a viagem por pensar nas dívidas que terá no cartão de crédito, é melhor guardar o dinheiro e fazer os pagamentos até o dia da viagem ou pagar até mesmo à vista. 

Segundo os estudiosos Dan Ariely e Jeff Kreisler, autores do livro "A psicologia do Dinheiro", as pessoas que economizam antes e depois exercem o gasto, possuem uma relação melhor com as suas finanças pessoais. 

Isso acontece devido ao fato de que elas estão economizando para algo que ainda irá acontecer. Isso pode ser visto como um constante motivador

Caso contrário, a expectativa pela realização de uma compra ou experiência já passou, pois ela já aconteceu. 

Para ter sucesso com as finanças é imprescindível que você conheça conceitos básicos que rondam a vida financeira de qualquer pessoa ou empresa, como por exemplo lucro, despesas, gastos e custos.

Pensando nisso, preparamos para você um curso de Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira. Com ele você será capaz de entender o que é Gestão Financeira e seus desafios analisar a mudança do valor do dinheiro com o tempo, conhecer noções de contabilidade e muito mais.

Clique no botão abaixo e aproveite!

Fundamentos Essenciais da Gestão Financeira

Agora que você já sabe o que é a inteligência financeira, também precisa entender quais são as características dessa habilidade e como você pode desenvolvê-la.

 

Características da inteligência financeira 

 

A inteligência financeira pode ser materializada em alguns comportamentos padrões de pessoas que possuem essa habilidade. Além disso, também são características base para nortear o desenvolvimento de quem a busca. 

Por isso, confira as principais características da inteligência financeira e avalie se você já as possui ou precisa desenvolvê-las: 

  • Planejamento financeiro: consciência das receitas e despesas, quais gastos são essenciais, quais podem ser reduzidos e quais são os objetivos financeiros; 
  • Habilidade de poupar: ter como conta fixa um valor destinado para a economia, ou seja, que não será gasto com as despesas mensais e sim poupado; 
  • Análise sobre investimentos: capacidade de escolha dos melhores tipos de investimentos para fazer com que o dinheiro renda e traga bons retornos.  

Quer saber mais sobre o porquê é fundamental desenvolver a inteligência financeira? Confira o próximo tópico com os três motivos principais. 

 

Por que desenvolver a inteligência financeira?

 

Desenvolver a inteligência financeira nem sempre é uma tarefa fácil. No entanto, é cada vez mais fundamental para alcançar maior qualidade de vida. 

Por isso, é importante que você sempre analise o porquê disso ser tão importante para conseguir entender quais são os seus objetivos e como se motivar. Separamos os três principais motivações para desenvolver a inteligência financeira. 

 

Manter o padrão de vida

Em muitos casos, o dinheiro é sinônimo de tranquilidade e redução das preocupações, principalmente para pessoas que possuem a educação financeira. Isso acontece pois elas possuem reservas e em momentos de incerteza conseguem manter seu padrão de vida. 

Um exemplo são as pessoas que possuíam uma reserva de emergência e conseguiram controlar seus gastos durante o fechamento de muitos setores durante a pandemia do COVID-19. 

 

Ter autonomia para fazer escolhas

É muito comum que as pessoas sonhem com a liberdade financeira. Por meio dela, é possível realizar todos os seus sonhos se programando para que eles aconteçam. 

Com a inteligência financeira, permite a você gerir suas finanças pessoais e controlar gastos e receitas para ter condições de realizar metas e objetivos

 

Decidir quando irá se aposentar

Segundo dados da Pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 72% da população concorda que deve existir uma idade mínima para a aposentadoria do governo. 

Por outro lado, há grande discordância acerca de qual deve ser essa idade. No entanto, já imaginou não depender do estado para se aposentar e poder decidir quando irá parar de trabalhar

Esse é um dos principais motivos para desenvolver a inteligência financeira. Com ela, é possível se programar e entender quanto deve poupar ao longo da vida para poder se aposentar com a idade que quiser. 

Entendeu o porquê da inteligência financeira ser tão importante? Além disso, é preciso saber também como desenvolver ela à partir do passo a passo com 5 dicas que irão ajudar você nessa tarefa. Vamos lá!

 

5 passos para desenvolver a inteligência financeira

 

Se você está se perguntando: "afinal, como desenvolver a inteligência financeira?". Não se preocupe. A seguir você irá conferir os primeiros passos para se tornar uma pessoa mais educada financeiramente. 

 

1. Mude hábitos de consumo e poupança

 

Para a maioria das pessoas, guardar dinheiro é apenas o valor que sobra ao final do mês. Mudar esse pensamento é o primeiro passo atingir a inteligência financeira. Por isso, o valor destinado para investimentos deve ser uma conta fixa mensalmente, como água e luz. 

 

2. Faça seu controle financeiro

 

Ter o controle financeiro é necessário para entender quais são os principais gastos e receitas. Para fazê-lo é possível utilizar planilhas financeiras, aplicativos ou até mesmo anotações em redes sociais como o Whatsapp.

Mas além de controlar as entradas e saídas, também é fundamental ter os aplicativos de corretoras e bancos para acompanhar o desempenho da sua carteira de investimentos e contas pessoais, além  receber notícias sobre os produtos financeiros em primeira mão.

Desenvolvemos uma Planilha de Controle Financeiro Pessoal Familiar que pode te ajudar a ter um melhor controle. Baixe agora!

Baixe agora a Planilha de Controle Financeiro e Familiar!

 

3. Evite compras no cartão de crédito

 

O cartão de crédito pode ser um dos maiores inimigos para muitas pessoas. Afinal, com ele é possível comprar produtos e serviços mesmo sem ainda não possuir o dinheiro, o que causa um enorme de descontrole nas finanças. 

Por isso, sempre que possível é importante evitar compras no crédito e dar preferência pelo à vista. Afinal, é possível controlar mais o dinheiro e ainda por cima conseguir descontos atrativos. 

 

4. Defina objetivos

 

Em algumas situações nem sempre é fácil manter o controle dos gastos. Para facilitar esse processo, tenha em mente quais são os seus objetivos e metas com suas economias. 

Com isso, se tornará muito mais fácil abrir mão de gastos não essenciais do dia a dia, para realizar sonhos e conquistar todos os objetivos. 

 

5. Invista em educação financeira

 

Conhecimentos sobre finanças é uma das características da inteligência financeira. Afinal, não basta se planejar e economizar todos os meses. Tão importante quanto isso, é fazer com que o dinheiro trabalhe para você. 

Portanto, investir em cursos de finanças pessoais é fundamental para se tornar uma pessoa mais educada financeira e ter mais qualidade de vida e tranquilidade. 

Lembre-se sempre de que o dinheiro destinado para a educação não deve ser visto como um gasto, mas sim como um investimento em si próprio para mais retornos no futuro. 

 

Dica bônus

 

Com esse artigo espero que você tenha conseguido perceber a importância de ter uma vida financeira saudável. Para isso melhorar seus conhecimentos nunca é demais!

Pensando nisso, que tal dar um passo a mais rumo a uma educação financeira de qualidade?

Preparamos para você um curso completo de Gestão Financeira Pessoal. Com ele você será capaz de entender diversos conceitos do mundo das finanças, estruturar sua vida financeira, sem que dependa do cheque especial, sair das dívidas e organizar-se com antecedência para declarar seu imposto de renda.

Não perca essa oportunidade e acesse agora mesmo!

Curso de Gestão Financeira Pessoal