O Mercado Financeiro está em alta e cada vez mais pessoas desejam saber mais sobre ele. Contudo, não existe muita informação clara sobre como funciona o Mercado Financeiro.

Ainda existem muitas dúvidas em tudo o que diz respeito a:

  • Taxa de Juros;

  • Tipos de investimentos;

  • Bolsa de Valores;

  • Produtos financeiros;

  • Mercado de crédito;

  • Fundos de investimento;

  • Trocas de moeda;

  • Entre outros.

Então, neste artigo vamos esclarecer essas dúvidas.

Vamos lá?

 

O que é o Mercado Financeiro?

 

O Mercado Financeiro é em sua essência a forma como nós denominamos o “ambiente” do Sistema Financeiro onde ocorrem todas às transações (compra e venda de ativos).

Ou seja, engloba todos os canais e operações através das quais se movimentam ativos, sejam eles:

Mas, muita calma pois nosso foco ainda não é falar sobre os Produtos Financeiros.

Abordando um pouquinho mais o conceito do o que é o Mercado Financeiro, podemos percebê-lo como um grande Marketplace, que conecta o mercado em geral (pessoas, pessoas jurídicas) às empresas e organizações públicas que de alguma forma estão ofertando ativos.

Isso tudo é muito simples, o que até acaba sendo contra intuitivo, tendo em vista que a maioria da população enxerga o Mercado Financeiro como algo de extrema complexidade.

Esse tipo de pensamento não poderia estar mais errado.

Até porque, entendendo às regras desse mercado, será apenas uma questão de tempo para que você o domine por completo.

 

Quem atua no Mercado Financeiro?

 

A lista de profissionais que atuam dentro do Mercado Financeiro é muito grande, e engloba:

  • Agentes Autônomos de Investimento;

  • Traders;

  • Analistas de Investimentos.

A seguir vamos falar mais sobre cada um deles.

 

Agentes Autônomos de Investimento

 

Os Agentes Autônomos de Investimento são profissionais que já possuem uma certificação e uma qualificação avançada para trabalharem dentro do Mercado Financeiro.

Eles não representam uma instituição financeira ou algo do tipo, atuando única e exclusivamente como autônomos.

Porém, existem muitos casos de profissionais que começaram como AAI e conseguiram se alavancar dentro do mercado, abrindo inclusive empresas de consultorias de investimento.

 

Traders

Os Traders são profissionais especializados em Renda Variável e Alavancagem.

Trader opera da seguinte forma:

  • Ele faz a compra de uma ação específica;

  • Durante um determinado período ( 1 dia, 1 semana, 2 semanas, etc) ele mantém a ação em seu portfólio, aguardando por uma oscilação positiva;

  • Quando isso acontece, ele efetua a venda da ação e lucra.

É importante ressaltar que um Trader não se importa com nenhum elemento mais aprofundado da empresa a qual ele está comprando uma ação. 

Seu único objetivo é conseguir se alavancar através desta ação dentro de um determinado período.

E por falar nisso, é importante ressaltar que o existem diferentes tipos de Trade, separados exclusivamente pelo período de tempo ao qual ele irá reter uma ação em sua carteira.

São os tipos de Trade:

  • Day Trade - Operações de Alavancagem de apenas 1 Dia;

  • Swing Trade - Operações de Alavancagem até 2 semanas;

  • Position Trade - Investimentos de Médio Prazo ( Alguns meses);

  • Buy and Hold - Investimentos de Longo Prazo ( Décadas).

É preciso entender que são esses profissionais aqui quem dão a liquidez necessária ao mercado, justamente porque são eles que estão comprando e vendendo títulos todos os dias.

 

Analistas de Investimentos

Analistas de Investimentos são profissionais capacitados e focados em oferecer o melhor tipo de análise e consultoria para investidores dentro do Mercado Financeiro.

Agora que você já sabe quem atua no Mercado Financeiro, vamos entender o seu funcionamento.

 

Como funciona o Mercado Financeiro?

 

É preciso que você entenda perfeitamente como funciona o Mercado Financeiro, para que assim possa ter uma clareza maior sobre tudo o que se refere a ele.

Para começar, você precisa saber que o Mercado Financeiro em si se concentra totalmente dentro de algumas “estruturas”, sendo a maior delas a Bolsa de Valores.

A Bolsa de Valores é uma estrutura que foi fundada para que fosse possível conectar empresas e pessoas e gerenciar todos os aspectos que envolvem essa parte do Mercado Financeiro.

Ela não é um órgão que atua de forma independente, afinal, sempre que uma nova empresa irá entrar na Bolsa, existe uma análise feita por diversos órgãos, como a Comissão de Valores Imobiliários, por exemplo.

O que quero te dizer com isso é que a Bolsa de Valores funciona de uma forma totalmente segura e fora de qualquer tipo de manipulação, sendo constantemente vigiada para que seja o mais justa possível.

Em relação ao Mercado Financeiro como um todo, podemos considerá-lo um Mercado de Crédito, onde empresas, fundos de investimento e até o Governo liberam títulos para poder obter capital de giro, fazendo a troca de moeda, que passa da sua mão, para a mão deles.

O governo, por exemplo, libera o conhecido Tesouro Direto, para assim poder se capitalizar, ou até mesmo retirar um pouco de dinheiro do mercado para regular aspectos macroeconômicos.

Já às empresas oferecem ações que podem se transformar em dividendos ou em posições dentro do conselho.

Já os Fundos oferecem muitas vezes cotas ou apenas o gerenciamento de ativos.

Ah, é importante ressaltar que você pode operar dentro do Mercado Financeiro inclusive em outros países, utilizando  Moedas Estrangeiras.

 

Tipos de investimentos

 

De fato, existem apenas dois tipos de investimentos dentro do Mercado Financeiro, sendo eles:

  • Renda Fixa;

  • Renda Variável.

A Renda Fixa se define como todo e qualquer tipo de investimento que tenha um retorno fixo estipulado.

Ou seja, você irá receber “X”% de retorno sobre aquilo que você investiu independente do que acontecer.

Já na Renda Variável, esse percentual de retorno é variável, e por conta disso você pode tanto ganhar muito mais como também perder muito dinheiro.

Por conta disso o mercado de Renda Fixa é indicado para os investidores mais conservadores e o mercado de Renda Variável para aqueles que são mais arrojados.

 

Produtos negociados

Dentro do Mercado Financeiro existe um verdadeiro universo de Investimentos Possíveis.

Abaixo, irei citar quais são eles:

  • Ações;

  • Fundos de Investimento;

  • Títulos Públicos;

  • LCI E LCA;

  • Debêntures;

  • Caderneta de Poupança;

  • CDB e RDB;

  • Previdência Privada.

Cada um desses tipos de investimentos possui às suas próprias particularidades, às quais também iremos ver brevemente a seguir:

 

Ações

Às Ações representam pequenas frações de uma empresa e possuem dois tipos:

  • Ordinárias;

  • Preferenciais.

Às ações ordinárias são aquelas que dão direito ao recebimento de dividendos, enquanto às ações preferenciais são aquelas que dão posições no conselho quando acumuladas em grandes quantidades.

Às ações podem trazer um retorno financeiro muito grande, mas sua volatilidade também implica grandes riscos.

 

Fundos de Investimento

Os Fundos de Investimento são organizações que atuam captando o capital de terceiros para investir dentro do Mercado Financeiro.

Dessa forma, o investidor tem a segurança de que seu investimento está sendo bem gerido e o Fundo pode se manter atuante e lucrativo dentro do mercado.

Isso não quer dizer de forma alguma que você deve alocar o seu capital em um fundo, ou que não deve.

A escolha em relação a isso deve ser feita de uma maneira estratégica, levando em conta todas às especificidades do seu planejamento financeiro.

 

Títulos Públicos

Os Títulos Públicos são os mais seguros de todo o mercado já que é praticamente impossível que o Governo Nacional venha a falir e desonrar uma dívida.
Em contrapartida, essa margem de segurança enorme concedida pelos títulos públicos é balanceada por uma rentabilidade baixa.

 

LCI E LCA

A Letra de Câmbio Imobiliária e a Letra de Câmbio Agrícola são títulos comercializados por grandes bancos e usadas para financiar às respectivas áreas.

Os rendimentos costumam ser bons, mas é preciso ter atenção pois você só possuirá uma garantia do  FGC ( Fundo de Garantia do Consumidor) até investimentos de R$250 mil.


Debêntures

Às Debêntures são cartas emitidas pelas empresas para que possam se financiar.

Você irá “emprestar” dinheiro para a empresa para poder obter um retorno maior no futuro.

Caso isso não aconteça, você irá ganhar porcentagens da empresa para si.

 

Caderneta de Poupança

A Caderneta de Poupança é de longe o pior investimento dentro do mercado e deve ser totalmente desconsiderado.
Deixar o seu dinheiro na Caderneta de Poupança é possivelmente o maior erro financeiro que você pode cometer.

Isso porque a Poupança apresenta algumas características que a fazem ser uma péssima opção para sua saúde financeira, como por exemplo:

  • Baixa rentabilidade comparada a outros títulos, como Tesouro, LCI, LCA, CDB e RDB;

  • Perde para a inflação;

  • Perdeu ainda mais rentabilidade com a queda da taxa de juros;

  • Tem rendimento apenas mensal.

Só para que você entenda melhor, a poupança geralmente rende apenas 70% da taxa SELIC ( Taxa Básica de Juros), então se a taxa cair, a poupança tende a render cada vez menos.

 

CDB e RDB

CDB e RDB são títulos bancários com boa rentabilidade comparados a Poupança e ao Tesouro Direto, já que também são títulos um pouquinho mais arriscados, mas ainda sim bem seguros e com a garantia de investimentos até R$250 mil pelo FGC.

 

Previdência Privada

A Previdência Privada é uma opção para quem deseja garantir uma boa aposentadoria no futuro através das suas contribuições presentes.

O funcionamento da Previdência Privada é muito parecido com o funcionamento da Previdência Social.

Todos os meses você terá que fazer “contribuições” a sua Previdência Privada, que serão acumuladas no Longo Prazo para que você possa ter sua previdência futura.

Esse método inclusive costuma ajudar muito quem tem dificuldades para poupar, já que os valores podem ser debitados mensalmente da sua conta.

Ao apostar nesse tipo de  investimento você automaticamente se “livra” da falida Previdência Social.

 

Como o Mercado Financeiro é dividido?

 

O Mercado Financeiro acaba se dividindo em 4 grandes mercados:

 

Mercado Monetário

O Mercado Monetário se define como o mercado onde são realizadas às operações de curto prazo que envolvem às próprias instituições financeiras.

Seu grande objetivo é dar mais liquidez à economia.

 

Mercado de Câmbio

Mercado onde se realiza a troca de Moedas Estrangeiras.

 

Mercado de Crédito

Segmento onde empresas e instituições financeiras captam recursos ou fazem empréstimos a pessoas físicas ou jurídicas.

 

Mercado de Capitais

Mercado onde as empresas entram para conseguir reunir capital para poder dar sequência a seus projetos e se expandirem.

 

Como participar do Mercado Financeiro?

 

Para participar do Mercado Financeiro efetivamente você pode tanto atuar dentro dele como AAI, Analista, ou até mesmo como investidor.
Claro, a forma mais rápida de se fazer isso é investindo.

Para investir, você deve abri uma conta em uma Corretora de sua escolha e confiança, preencher os dados requisitados e começar a investir.

Entretanto, eu realmente sugiro que você sempre estude muito antes de tomar qualquer ação dentro do Mercado Financeiro.

O mais importante é que você sempre saiba o que está fazendo.

 

Quer saber mais sobre análise de investimentos?

 

Agora que você já aprendeu como funciona o Mercado Financeiro, é hora de dar mais um passo.

Para participar do Mercado Financeiro é fundamental que você domine cada vez mais tudo o que envolve ás finanças, e isso inclui obviamente a gestão financeira.

Dessa forma, para te ajudar nisso, nós temos um curso completo de Gestão Financeira e Análise de Investimentos! Através do curso você vai ter a oportunidade de saber mais sobre os indicadores financeiros e o passo a passo para análise de investimentos.

Não deixe essa oportunidade passar, é só clicar no botão abaixo para saber mais sobre o curso!

 

Curso de gestão financeira e análise de investimento

 

Não se esqueça de deixar o seu feedback, a sua opinião é muito importante para nós!