Imagine que você tenha um problema em mãos e não saiba como resolvê-lo, talvez porque não tenha ainda o conhecimento necessário para saná-lo ou porque não tem ação sobre o mesmo. Como você resolveria esse problema?

Tenho certeza que essa pergunta já lhe afligiu em algum momento da sua vida, seja numa reunião empresarial, na faculdade, durante a elaboração de um projeto, dentre outras situações.

E muito provavelmente você já fez um Brainstorming sem nem saber que estava fazendo. Quer que eu te prove isso?

 

 

Basta continuar lendo!

 

O que é Brainstorming?

 

Caracterizado como uma “tempestade de ideias”, o Brainstorming é um método usado para criar e explorar a capacidade criativa de indivíduos ou grupos. A técnica propõe que um grupo de pessoas se reúna e utilize seus pensamentos e ideias para que possam chegar a um consenso na solução de problemas, com suspensão de julgamento e reação em cadeia.

A técnica de Brainstorming foi criada na década de 40 por um publicitário chamado Alex Osborn e pode ser utilizada em qualquer contexto. As premissas para seu desenvolvimento são uma equipe engajada na solução de um problema, e a liberdade de ser criativo ao gerar ideias para uma possível solução.

Percebe agora o quanto você já utilizou essa técnica? Ao pedir a opinião de várias pessoas sobre um assunto, um problema ou um pensamento que você teve automaticamente você realizou uma sessão de brainstorming sem nem saber!

Mas como toda técnica, é possível você aperfeiçoar seu talento na hora de encontrar soluções para um problema. Aí surge um novo questionamento…

 

Como fazer um bom Brainstorming?

 

Basta juntar várias pessoas numa sala e cada um ir jogando suas ideias, certo? Errado! Afinal, muitas pessoas falando ao mesmo tempo só vai servir para começar um tumulto generalizado, e não é esse o objetivo de um Brainstorming.

Para obter bons resultados é necessário seguir alguns passos para que ao final da reunião todos saiam satisfeitos, e principalmente, o cliente fique mais próximo de ter seu problema solucionado.

E falando em cliente, preste muita atenção nisso: todo brainstorming deve focar na satisfação do cliente, pois ao resolver os problemas dos seus clientes, automaticamente estará solucionando seus problemas!

Então vamos lá, chegou a hora de ver os 7 passos para obter sucesso na hora de fazer um bom brainstorming.

 

1 - Defina um líder para ser o direcionador   

 

Como o objetivo é reunir um grupo para compartilhar e gerar ideias, é interessante definir um líder para que as etapas sejam executadas corretamente e de maneira organizada, evitando possíveis conflitos.

Nas primeiras etapas, o conflito é prejudicial pois promove a rejeição de ideias que ainda não foram desenvolvidas. Cabe ao direcionador moderar, avaliar e comandar cada etapa do Brainstorming;   

 

2 - Todos os membros devem colaborar com suas ideias   

 

Incentive todos os participantes a dar ideias, sem medo, pois quanto mais pessoas participarem, mais ideias diferentes surgirão. Mesmo que nem todas sejam utilizadas, isso estimulará a criatividade das pessoas envolvidas.

O Brainstorming valoriza o bom senso, a proatividade, as argumentações e coragem de opinar ideias.

 

3 - Nenhuma ideia pode ser criticada, pois quantidade é necessária  

 

Na reunião de Brainstorming ,vise o disparar de ideias, sem critérios. Quanto mais ideias, melhor, pois o processo de criação necessita que um pensamento saia da frente para que venha o próximo. Quando o fluxo se esgotar ou quando houver um número suficiente de ideias, sintetize-as e agrupe-as em categorias.   

 

4 - Marque um tempo no cronômetro para as anotações   

 

Cronometrar as anotações ajudará a equipe a concentrar-se na geração de ideias durante o Brainstorming, sem perder o foco. Torna-se um “desafio” forçar a mente a pensar em ideias criativas com o tempo cronometrado.   

 

5 - As ideias devem ser registradas   

 

É importante registrar as ideias pois dessa forma nada do que foi falado na reunião de Brainstorming será esquecido e isso facilitará a análise. Se houver a possibilidade, anote tudo num quadro ou cartolina, pois assim todos poderão ver a construção das ideias.

Outro método que está em alta é a utilização de post its, pois permitem que as ideias sejam rapidamente registradas, editadas ou descartadas.

Por fim, separe-as por categorias, organizando-as por semelhança de conteúdo.   

 

6 - Não aponte culpados pelos problemas   

 

O Brainstorming busca solucionar problemas e não encontrar culpados. Se o objetivo for culpar alguém ou o quê, a ferramenta perde um pouco seu sentido, uma vez que apenas encontrar “de quem é a culpa” não soluciona o problema de fato, certo?   

 

7 - Faça uma seleção das melhores ideias   

 

Ainda em grupo, faça uma análise crítica sobre as ideias sugeridas durante o Brainstorming e selecione as melhores. Observe se elas estão voltadas para o foco do problema, e se são “palpáveis”, pois de nada adiantará soluções utópicas ou inviáveis.   

 

Hora de colocar a mão na massa!   

 

Tenho certeza que agora você está pronto fazer realizar um bom Brainstorming, mas também sei que muitas vezes nos sentimos inseguros quando vamos fazer algo novo, certo?

Pensando nesse caso, separei para você uma planilha incrível com um modelo de Brainstorming pronto!  

Nela você pode começar a trabalhar suas ideias, adquirir confiança e ficar pronto para liderar uma sessão de brainstorming. E caso tenha alguma dúvida na utilização da planilha, basta acessar o artigo Planilha para Brainstorming: selecione suas ideias.