Você já ouviu falar de cadeia de suprimentos? Na indústria, cada etapa da produção precisa manter um fluxo em harmonia, para que o todo o processo esteja alinhado. Esta harmonização precisa acontecer desde a compra com os fornecedores até a entrega do produto final ao cliente.

Assim, em grandes ou pequenas empresas, o planejamento e controle de toda a linha de produção se torna essencial para o sucesso da empresa e nessa perspectiva entra a cadeia de suprimentos.

Então, se você quiser saber tudo sobre cadeia de suprimentos, continue lendo esse artigo!

Mas, antes de começarmos, que tal baixar o nosso Ebook gratuito de 7 ferramentas da qualidade? Nele você vai encontrar os meios necessários para garantir a qualidade de seu produto ou serviço e obter resultados incríveis! Está esperando o que? Baixe agora!

 

O que é Cadeia de Suprimentos?

 

Também conhecida como Supply Chain Management (SCM), a cadeia de suprimentos é o conjunto de atividades que envolvem a produção, armazenamento e transporte de produtos ou serviços. Isso inclui a compra de matérias-primas, controle de estoque e o transporte do produto até o cliente final.

Porém, é preciso que todas as atividades sejam muito bem planejadas e otimizadas para que possam gerar resultados positivos. Além disso, o planejamento precisa ser feito integrando todos os setores que influenciam na produção.

Resultado de imagem para cadeia de suprimentos

Para que serve a Cadeia de Suprimentos?

 

O objetivo da cadeia de suprimentos é gerar a satisfação do cliente, atendendo a todos os seus requisitos no menor tempo possível, com foco na redução de custos e aumento na qualidade do produto. 

Isso faz com que a cadeia de suprimentos seja extremamente utilizada dentro da metodologia Lean Manufacturing, pois essa filosofia também visa aumentar o valor agregado aos olhos do cliente, eliminando ao máximo, os desperdícios existentes no processo.

Isto quer dizer que a cadeia de suprimentos é feita para que haja uma troca de todas as informações necessárias entre os setores, e assim eles possam trabalhar de forma estruturada. Isso diminui o número de falhas e as descontinuidades na produção.
 

Planejando a Gestão da Cadeia de Suprimentos

 

Resultado de imagem para planejamento

 

Cada empresa produz diferentes produtos de variadas formas, e por isso as tomadas de decisão precisam ir ao encontro do seu processo produtivo, especificamente. Sendo assim, o primeiro passo é realizar uma análise geral da empresa.

Essa análise é fundamental para encontrar os pontos de fragilidade dentro do processo, assim como todos os dados importantes de cada etapa. Além disso, ela deve conter informações sobre os fornecedores, e principalmente sobre os clientes.

Sendo assim, a gestão de cadeia de suprimentos será interna e externa, abrangendo todos os pontos que atuam direta e indiretamente na produção.

Logo, deve ser feito um estudo para conhecer mais sobre cada parte do processo, assim como uma pesquisa sobre as empresas que são referência nos índices de produção (tempo, qualidade e preço).

Ah! E não basta apenas realizar um bom planejamento, os produtos acabados no final da produção precisam atender aos requisitos do cliente. Para isso, o contato e a fidelidade entre produtor e consumidor são essenciais.

Então vamos ver em quais pontos você deve focar sua atenção na hora elaborar esse planejamento?

 

Contato com fornecedores

 

A escolha da matéria-prima é parte fundamental no processo de produção. O contato com os fornecedores deve ser recorrente, além de sempre mantê-lo informado sobre mudanças na sua produção. Assim, os prazos e quantidades estarão sempre acompanhando sua produtividade, evitando atrasos ou acúmulo no estoque.

 

Estoque

 

 Resultado de imagem para estoque

 

Um dos principais pontos do planejamento é o uso do estoque. O local de armazenagem e o tempo de permanência do produto devem ser levados em consideração na sua elaboração, principalmente se tratando de produtos perecíveis. 

O ideal é usar o método Just in Time e ferramentas como o Kanban, para que não haja falta nem excesso de materiais no estoque, gerando ainda mais custo.

 

Marketing e equipe de vendas

 

Para efetuar anúncios e fechar vendas em uma empresa, é necessário que toda a equipe esteja por dentro do andamento da produção. Assim, ela pode fazer cumprir os prazos e solicitações dos clientes, dentro das condições de produção.

 

Manutenção

 

Os intervalos efetuados para manutenção das máquinas afetam diretamente a produção, e precisam constar no planejamento. Nesse caso, é usada a manutenção preditiva para gerar maior qualidade do processo.

 

Transporte

 

Além de planejar todo o processo de logística dentro da empresa, é preciso tomar cuidado com o que acontece fora dela. É necessária uma equipe de transporte de total confiança, sendo terceirizada ou não, para que os prazos sejam respeitados.

 

Fatores externos

 

O planejamento também deve conter saídas para alguns tipos de imprevistos mais comuns, como fatores econômicos e ambientais. Essas medidas podem ser para cortes de gastos em tempos de crise, sem que afete a qualidade do produto, e ainda contatos de outros fornecedores, caso o atual tenha sido afetado.

 

Cadeia de Suprimentos: 7 dicas para potencializar seu planejamento

 

Imagem relacionada

 

Além dos pontos apresentados, existem algumas dicas que podem ajudar a estruturar o planejamento da cadeia de suprimentos para torná-lo mais eficiente:

 

  • Softwares de Integração: O uso de um software de ERP fará de forma rápida e organizada a ligação de todos os setores da empresa. Apesar do investimento elevado, os ERPs trazem maior segurança e resultados melhores.

 

  • Prepare sua equipe: Feito o planejamento completo, toda a equipe (de todos os níveis de operação) deve tomar conhecimento das etapas e de como será feito o processo. Apenas com uma equipe preparada e capacitada o planejamento será eficaz.

 

  • Equilibre os fluxos: É preciso encontrar os gargalos da produção. Os fluxos de cada etapa dentro da produção precisam estar alinhados para que um não atrapalhe o outro.

 

  • SAC: Todas empresas precisam de um bom sistema de reclame aqui, onde não apenas recebam as reclamações e sugestões dos consumidores, como também respondam e resolvam o problema rapidamente.

 

  • Antecipe problemas: Caso algumas partes da cadeia produtiva sejam serviços terceirizados, é importante frisar com as empresas os prazos e contratos, e ter sempre um plano B caso alguma delas deixe de cumprir os compromissos. Além disso, outros contatos de fornecedores são essenciais para emergências.

 

  • Não se esqueça da qualidade: Mesmo conseguindo uma produção enxuta e interligada, não se pode esquecer da qualidade do produto final. Algumas ferramentas podem ajudar a manter o nível do produto.

 

  • Controle sua produção: O planejamento da cadeia de suprimentos pode ficar ultrapassado depois de certo tempo, por isso é essencial manter o controle da produção. O uso do Seis Sigma é uma maneira eficiente de acompanhar o andamento do processo, e se os resultados ainda são positivos.

 

Entendeu tudo sobre a Cadeia de Suprimentos?

 

Com a preparação e organização da empresa para efetuar o planejamento, as informações e os processos irão fluir de forma interligada, e assim toda a cadeia de produção será otimizada. 

Como você pôde ver, se a elaboração da cadeia de suprimentos for feita de maneira correta, é possível, além de reduzir custos, aumentar a satisfação do consumidor final, entregando um produto de qualidade, com preço acessível e dentro do prazo. 

Porém, para aumentar ainda mais o seu aprendizado, que tal conferir o curso de Introdução ao Lean Manufacturing? É gratuito e está disponível na nossa plataforma online!

 

Gostou deste artigo? Deixe o seu feedback para a gente, sua opinião é muito importante :D