Quantas vezes você já recebeu a mensagem de memória cheia em seus dispositivos eletrônicos? Certamente você teria que excluir algum arquivo ou realizar alguma otimização em sua memória.

Você provavelmente já perdeu tempo utilizando os meios de armazenamento como os pendrives, HD externos ou cartões de memórias e quando mais precisou do arquivo tinha perdido ou deixado em casa, e gastou mais tempo ainda baixando programas pesados para realizar tarefas.

Com a computação em nuvem, você resolve todos esses problemas e muitos outros de maneira rápida e fácil. Com certeza você já utilizou esse recurso da computação, mesmo sem saber. Mas calma, vamos desvendar esse conceito para você.

Então, venha com a gente, que vamos te explicar tudo sobre computação em nuvem, como ela funciona e os benefícios que ela pode trazer para você.  

 

 

O que é Computação em Nuvem?

 

O conceito de computação em nuvem é uma tecnologia que é capaz de acessar diferentes arquivos e executar diversas tarefas, tudo isso interligado por meio da internet.

Para acessar esses dados não é necessário realizar a instalação de qualquer programa ou aplicativo. Além disso, eles podem ser acessados de qualquer lugar e horário do mundo, não havendo restrições.

Lembra quando eu falei que você já utilizou esse recurso da computação e não tinha ciência? Pois é, a computação em nuvem está presente há um tempo em nossas rotinas. Um exemplo disso é quando está logado na internet para enviar emails, armazenar arquivos e fotos e editar documentos.

 

Tipos de computação em nuvem

 

Cada vez que há o crescimento pela utilização da computação em nuvem, crescem também as opções dos modelos e tipos de implantação, a fim de atender a necessidade do usuário. Há existentes 3 tipos de implantação.

Então, continue lendo este artigo, veja quais são os modelos e qual se identifica melhor com a sua necessidade.

 

Nuvens Públicas

 

As nuvens públicas fazem parte de um provedor de serviços terceirizados. Logo, todo suporte e execução são realizadas por outras pessoas, você apenas gerencia a sua conta.

As aplicações dos diferentes usuários ficam todas contidas e misturadas no mesmo sistema, mas calma. Por trás disso tudo, o principal ponto é a segurança.

Esse tipo de nuvem se diferencia por conta do poder de armazenamento muito maior do que dos outros modelos, evitando que seja, por exemplo, comprado algum material adicional.


Nuvens Privadas

 

É basicamente o inverso das nuvens públicas. As nuvens privadas são construídas e usadas exclusivamentes por apenas uma única empresa.

Geralmente, neste tipo tem-se uma capacidade de armazenamento menor, e caso queira aumentar será preciso adquirir novos equipamentos.

Na maioria dos casos, essa rede é indicada para dados permanentes, diferente da pública que é voltado para dados temporários. Mas não existe uma regra, é apenas uma sugestão.

 

Nuvens Híbridas

 

Este último tipo de computação em nuvem conta com uma mistura de nuvens privadas e públicas. Assim, é possível que uma uma nuvem privada aumente a sua capacidade a partir de uma nuvem pública.

É preciso destacar que com as nuvens híbridas é possível conseguir uma maior flexibilidade e um maior conjunto de opções de implantação e pontos de melhoria.

A computação em nuvem também é dividida em serviços, de forma que são alocados os recursos. São 3 tipos: IaaS, PaaS e SaaS.

Na IaaS (infraestrutura como serviço), é oferecida toda a infraestrutura, como servidores e sistemas de armazenamento, proporcionando uma melhor organização e padronização, a fim de serem disponibilizados na rede.

A PaaS (plataforma como serviço) tem a tarefa de facilitar o desenvolvimento de aplicações de forma rápida e personalizada, seja por desenvolvimento, gerenciamento ou testes.

Por fim, a SaaS (software como serviço), que são os softwares e aplicações oferecidas aos usuários por meio da internet.

 

Como funciona?

 

A computação em nuvem nada mais é do que um serviço de armazenamento de banco de dados, servidores e outros arquivos na internet.

O serviço é oferecido geralmente por meio de um aplicativo web, que é uma plataforma fácil de operar e possui comandos bem intuitivos. Além disso, a computação em nuvem permite que arquivos de todos os formatos e tamanhos possam ser salvos.

Isso tudo facilita o trabalho da tecnologia de informação (TI) em utilizar os recursos e gerenciamento das contas, principalmente adotando o software como serviço.

Com isso, a proprietária do aplicativo web é responsável por toda a manutenção do sistema. Ademais, fica em sua responsabilidade a segurança dos arquivos, evitando perdas ou danos e passando segurança ao usuário.

Geralmente todo esse serviço prestado é pago mensalmente, porém existem as versões gratuitas por tempo limitado.

Outro ponto interessante é que na computação em nuvem você paga somente pelo o que utiliza, não existe a preocupação de planejamento de espaço e nem a necessidade de reservar uma quantidade exata de recursos. A sua capacidade é gigantesca e o sistema nunca ficará lento ou abarrotado, ocorre tudo sob demanda.

 

Quais as vantagens?

 

As vantagens de utilizar a computação em nuvem são muitas, uma vez que os trabalhadores terão acesso a uma base única e podem trabalhar em qualquer local e de qualquer computador.

Com isso, listamos para você as 6 vantagens mais relevantes:

Custo: não necessita realizar compras de servidores, ou seja, elimina os custos de execução e manutenção de data centers.
Além disso, elimina também o uso constante de eletricidade para energia e resfriamento dos aparelhos, e também dos especialistas de TI para controlar toda a estrutura.

 

Velocidade: em alguns cliques você já tem em mãos o que deseja, reduzindo ou eliminando o tempo gasto em planejamento de capacidade e de desenvolvimento. Mas vale ressaltar que se a taxa de transferência for grande e a internet não for boa, o sistema pode ser prejudicado.
 

Escala Global: em poucos minutos já se pode expandir todo o seu conteúdo pelo resto do mundo, possuindo autonomia para controlar os recursos computacionais necessários de TI.
 

Segurança: os usuários armazenam informações pessoais e até mesmo confidenciais, com isso as pessoas ficam receosas por ser um ambiente virtual e estar exposto à vírus e “hackers”.

Dado isso, as empresas investem bastante em segurança, desenvolvendo um conjunto de políticas e tecnologias contra as possíveis ameaças.
 

Integração da equipe: as equipes podem realizar o compartilhamento e edição de arquivos em conjunto e em tempo real, o que elimina a necessidade da presença de todos no mesmo lugar.
 

Praticidade: você tem acesso aos arquivos de onde estiver, em vários tipos de dispositivos.
 

As atualizações são feitas de forma automática e a equipe de TI pode lançar-se nas tarefas que agregam maior valor, como o auxílio nas metas comerciais, já que não tem necessidade desse profissional para atividades demoradas de gerenciamento de TI.

Através desses resultados, você pode perceber como o serviço de computação de armazenamento em nuvem oferece benefícios próprios e que ajuda muito no seu dia a dia, não é mesmo?

Com isso, muitas empresas vêm utilizando esse serviço para tornar o seu processo mais rápido e eficaz.

Esse serviço de nuvem é algo indispensável para que o seu negócio seja realmente competitivo e busque esses resultados.

 

Prepare-se

 

No contexto geral, pode-se afirmar que a cada dia que passa inúmeras empresas adotam esse sistema, a computação em nuvem já é realidade na maioria dos negócios e também para o uso pessoal. É uma tendência que chegou para ficar.

Agora que você já entendeu tudo sobre esse assunto e todos os benefícios que são oferecidos é fácil perceber que provavelmente você já utilizou a computação em nuvem de alguma maneira, certo?

Então, estamos ansiosos para saber a sua opinião de como foi e está sendo esse processo, conte logo pra gente. Como foi a experiência? Quais os benefícios você teve?

E não deixe de realizar o feedback sobre o nosso conteúdo, é muito importante para que possamos sempre trazer o melhor para você.

 

Dica bônus

 

Uma outra forma extremamente eficiente de investir na sua empresa é através da capacitação profissional dos funcionários.

E, como toda empresa necessita de profissionais que entendam sobre a importância dos processos de melhoria contínua, indique agora mesmo o curso de White Belt para eles.

Por meio deste curso online e com certificação gratuita, a sua equipe poderá conhecer a metodologia Lean Seis Sigma e entender a aplicação prática de um processo de melhoria contínua.