Muitos se consideram líderes, mas poucos realmente são líderes. A sociedade vive uma crise de liderança e isso é fato! Discutido em artigos, revistas, internet a afins, esse assunto tem sido frequente nos dias atuais.

Para começarmos a discutir liderança, primeiro precisamos entender o que é liderança. Segundo James C. Hunter, autor do livro O Monge e O Executivo, liderança é “a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir objetivos comuns, inspirando confiança por meio do caráter”.

Entendido o significado de liderança, vamos entender algumas das principais diferenças entre chefe e líder. Embora muitos confundam os dois, existe uma grande diferença. Liderança não está necessariamente atrelada ao cargo que possui, mas sim às atitudes.

                                                                                              

1. Autoridade

 

Um dos quesitos centrais e de maior importância neste comparativo é a autoridade.

Para o chefe, sua autoridade vem do cargo que ocupa, e por isso ele manda e os liderados obedecem. Há mais temor do que respeito, e ele é obedecido porque os funcionários precisam obedecer ou perdem os empregos. Isso influencia negativamente no ambiente de trabalho.

O líder é completamente diferente! Lidera pelo exemplo, influenciando seus liderados de forma positiva a seguir determinada direção. Conquista o respeito dos colaboradores, que passam a querer se esforçar por ele. 

O bom líder deve estar preocupado em formar novos líderes, passar seus conhecimentos, preparar o futuro da organização com pessoas capacitadas e não pensar apenas nos resultados e lucros da empresa.

 

2. Tomada de decisão

 

Quando se trata de tomar decisões, vemos mais uma vez as diferenças entre chefe e líder se destacando.

O chefe vai querer sempre decidir sozinho, porque ele considera que só ele está apto para isso. Ele não abre espaço para opiniões nem proposta de melhoria que pode ajudar.

Já o líder, em contrapartida, envolverá os liderados nas decisões, facilitando e inspirando a decisão. Ele sabe que cada colaborador pode contribuir com algo e que nenhum conhecimento pode ser desprezado. Um bom líder sabe potencializar a capacidade de cada liderado, o que é bom para a empresa e para o ambiente de trabalho.

 

3. Negociação com funcionários

 

A terceira diferença entre chefe e líder diz respeito a negociação.

Na negociação entre chefe e subordinado, há uma relação perde-ganha, onde só o chefe ganha, enquanto o funcionário perde. Todos os trâmites são feitos para que esse chefe leve sempre vantagem, enquanto o funcionário faz cada vez mais e ganhando cada vez menos.

Numa negociação entre líder e liderado, a relação existente é de ganha-ganha, onde ambas as partes se beneficiam da relação de trabalho. Além disso, o empregado se sente motivado, pois seu esforço estará sendo devidamente recompensado.

 

4. Delegação de tarefas

 

Uma tendência do chefe é centralizar as atividades em torno dele mesmo. Não delega funções nem autoridades, prefere se atolar de tarefas e resolver ele mesmo.

Quando delega, o faz de forma engessada, ou seja, delega apenas na teoria, mas na prática ele faz questão de ficar constantemente supervisionando e interferindo no trabalho feito pelo colaborador.

Por outro lado, o líder é um mestre na arte de delegar tarefas. Ele confia nos seus liderados, mas sabe delegar de forma responsável. O que isso significa? Significa que ele não delega simplesmente e “deixa pra lá”. Não, o líder saberá orientar aquele a quem ele delegou a tarefa, de forma que o ajude a executá-la, mas sem engessá-lo não permitindo que esse empregado tenha liberdade para trabalhar.

Uma boa delegação consiste basicamente de 4 etapas:

 

  • Contar;

  • Mostrar;

  • Deixar que tentem;

  • Deixar que façam.

 

5. Transmissão de informações

 

Quanto a informação, a diferença entre chefe e líder está na forma de lidar com a informação passada por seus superiores. O chefe pega essa informação e retém, não passa adiante, impedindo que aqueles que estão abaixo dele na cadeia hierárquica da empresa tenham acesso a essas informações, que podem ser essenciais na parte operacional da empresa.

Já no conceito de liderança moderna, essas informações devem ser filtradas, separando aquilo que é estratégico, que deve ficar com o líder, daquilo que é operacional, ou seja, o modo de se trabalhar.

 

6. O modo como vê o substituto

 

Para o chefe, o substituto é visto como uma ameaça ao seu cargo, alguém que vai tomar seu lugar. Por isso, deixa de passar informações e comunicação, para que essa potencial “ameaça” não venha se tornar melhor do que ele.

Um líder age de forma completamente diferente, pois ele vê no substituto uma oportunidade de ele mesmo crescer na sua carreira. Ele estará preocupado em formar um novo líder, alguém que estará apto para ser até melhor que ele, pois ele não precisará se preocupar mais com as obrigações daquela função quando estiver no cargo acima, pois saberá que formou alguém competente para exercer a função.

 

Torne-se um líder de sucesso!

 

Agora que você viu 6 atitudes que mostram a diferença entre chefe e líder, que tal aprender como se tornar um bom líder? Para isso, a Voitto possui o curso Formação de Líder Coach, onde você aprenderá:

 

  • O que é Liderança e mais de 20 características que um bom líder deve possuir;

  • Preparação mental de um líder, mapeamento de perfil e autoanálise de liderança;

  • Como ter assertividade nos diversos tipos de comunicação de um líder;

  • Como usar as técnicas e ferramentas mais utilizadas pelo Líder Coach;

  • Análise SWOT pessoal, Objetivo SMART, roteiros para feedback e como traçar planos de ação; 

  • Como ser líder na prática e muito mais!

 

Invista no seu futuro e se torne um líder capacitado para o mercado!

Se você gostou do artigo, não se esqueça de deixar seu comentário para fortalecer nossa relação. Seu feedback é muito importante para nós!