Você já parou para analisar como os hábitos que você adquiriu ao longo da vida podem ser diferentes dos hábitos de outras pessoas? No Afeganistão, por exemplo, o uso da burca é obrigatório para todas as mulheres, enquanto no Brasil nós não temos esse costume.

E não é preciso ir tão longe para identificarmos essa mudança de hábito. Nas regiões sul e sudeste do Brasil as pessoas têm o costume de tomar açaí como uma sobremesa, já no norte e nordeste do país o açaí constitui a base alimentar de muitas famílias.

Estas diferentes formas de ver o mundo, que causam estranheza e muitas vezes até rejeição, como no estado islâmico, são conhecidas como paradigmas.

Porém, o significado desta palavra é muito amplo. A sua origem é um exemplo disso, visto que o conceito de paradigma possui sua referência inicial na teoria do signo linguístico criada por Ferdinand de Saussure.

 

O que é paradigma?

 

De acordo com Ferdinand de Saussure, paradigma é o conjunto de elementos que possuem o mesmo sentido dentro de um texto. Parece um pouco complexo e abstrato falando desse jeito não é mesmo? Mas através de um exemplo você vai entender muito melhor o que é paradigma dentro da área de estudo deste filósofo suíço.

Observe as seguintes frases:  

               Usain Bolt é o corredor mais rápido da história do atletismo.

               Usain Bolt é o corredor mais ligeiro da história do atletismo.

Percebeu como a palavra rápido e a palavra ligeiro possuem a mesma função dentro do que foi escrito? Assim como nas frases citadas acima, você provavelmente conhece várias palavras que dão o mesmo sentido ao que deseja falar. Então agora você já sabe o que é paradigma linguístico :D

O termo paradigma também é amplamente utilizada no campo científico, tanto que umas das definições mais aceitas e também um tanto quanto polêmica, sobre o que é paradigma foi difundida pelo físico norte-americano Thomas Kuhn (1922-1996) no seu livro Estrutura das Revoluções Científicas.

Ficou curioso para saber porque o conceito ditado por esse filósofo virou polêmica? Continue com a gente que eu vou te contar!

 

 

Segundo Thomas Kuhn os paradigmas são conjuntos de regras e regulamentos que estabelecem limites e sinalizam como resolver problemas dentro desses limites.

Ele também disse que os paradigmas agem como filtros dos dados que chegam à nossa mente. Dessa maneira, os indivíduos que concordam com nossos paradigmas são facilmente aceitos, já os que divergem encontram grande resistência do restante da população.

Porém, as citações deste físico deram o que falar porque a sua teoria foi acusada de utilizar a ciência de maneira arbitrária e de causar uma mudança de paradigmas, pois os conceitos por ele citados eram considerados incomensuráveis. Mas Thomas Kuhn conseguiu se sobressair e abrir caminho para um novo campo de estudo das ciências sociais.

Apesar deste conceito ter sido difundido por ele, vários cientistas renomados determinaram um padrão a ser seguido através das suas teorias. Com certeza você já estudou boa parte deles no ensino médio, como a dinâmica de Newton, a química de Boyle e a física de Aristóteles.

 

 

Quais os tipos de paradigma?

 

Como você deve ter notado nas citações acima, a palavra paradigma é um modelo o qual pode ser utilizado em diversas áreas de conhecimento. Então, que tal conhecer quais são os principais tipos de paradigma?

 

Paradigma Cartesiano

 

Também conhecido como paradigma Newtoniano, este paradigma possui uma visão mecanicista e materialista do conhecimento, pois segundo este modelo, para conhecer o todo é necessário dividi-lo nas várias partes que o integram e estudar cada uma dessas partes individualmente.

Para você realmente conhecer um carro, por exemplo, você deve ter o conhecimento de  todas as suas partes, como o motor e o sistema elétrico, ou seja, é muito mais complexo do que apenas entrar e dirigir.

 

Paradigma holístico

 

O conceito de paradigma holístico surgiu depois do modelo de paradigma cartesiano, visto que houve a necessidade de olhar o ser humano com um todo, ou seja, repleto de sentimentos e não apenas como alguém capaz de realizar serviços braçais em um chão de fábrica.

Dessa forma, este modelo ou padrão de paradigma é amplamente utilizado na medicina oriental e causou grandes realizações científicas na área da saúde, visto que muitas doenças só podem ser tratadas quando se descobre a sua origem emocional e mental.

 

Paradigma de programação

 

Este paradigma surgiu para classificar a funcionalidade de cada linguagem de programação e como cada uma é capaz de resolver determinados problemas dentro da área de tecnologia de informação.

As linguagens podem ser classificadas em vários paradigmas de programação, sendo que  os mais utilizados são: funcional, lógico, declarativo e imperativo.

 

E aí, pronto para filosofar?

 

Você deve ter percebido que para entender o que é paradigma é necessário conhecer alguns filósofos, o que torna este assunto um pouco mais complexo, mas espero que você tenha entendido este conceito e como ele está presente no nosso dia a dia.

Agora que você já sabe o que é paradigma, o que você acha de entender um pouco mais sobre a sua aplicação no universo acadêmico? A Voitto preparou um curso incrível de Estruturação de Trabalhos Acadêmicos para você. 

 

 

Então, não perca tempo! Faça já a sua inscrição e entenda como elaborar um trabalho acadêmico de qualidade.

Aaah, não se esqueça de deixar o seu comentário caso tenha ficado com alguma dúvida. Pode deixar algumas sugestões de assunto que você gostaria que nós falássemos também, sua opinião é muito importante para nós!