As redes sociais para médicos, mesmo atualmente, onde a internet está em todos os lugares, ainda são um assunto relativamente novo e pouco compreendido pelas pessoas. Entretanto, essa pode ser a chave para melhorar o seu marketing médico e trazer seu sucesso profissional.

As redes sociais para médicos são ferramentas que permitem uma maior interação entre o público-alvo (pacientes) e os médicos. Portanto, quanto maior o alcance de um perfil profissional em alguma plataforma, maior será a sua visibilidade com o público alvo.

Existe uma série de dúvidas e questionamentos quando se trata de redes sociais para médicos. Confira no texto de hoje nossas dicas e estratégias para que os profissionais de saúde construam um bom marketing e tenha cada vez mais interação com os seus clientes.

  • Por que o médico ou a clínica deve utilizar as redes sociais?
  • Redes sociais para médicos: o que diz o CFM?
  • Redes sociais exclusivas para médicos;
  • Redes sociais para divulgar a clínica, consultório ou centro médico;
  • 7 dicas de utilização das redes sociais para médicos.

 

Por que o médico ou a clínica deve utilizar as redes sociais?

 

Não há dúvidas da importância da internet para as pessoas nos dias de hoje, não é? Indispensável no dia a dia de praticamente qualquer pessoa, a internet surge como a melhor oportunidade para o marketing de seu negócio. Confira a seguir os principais motivos para você utilizar as redes sociais para médicos:

 

Maior visibilidade 

Pode ter certeza de que uma maioria esmagadora dos seus clientes está presente nas redes sociais para médicos. Por isso, é por meio delas que eles buscam opções e referências quando precisam ir ao médico.

 

Interação 

Um médico que interage diretamente com os seus seguidores e clientes torna-se mais reconhecido e acessível, o que aumenta as chances de fidelização daquele cliente.

 

Credibilidade

Ao postar conteúdos informativos e relevantes relacionados à sua especialidade médica, contendo as suas devidas fontes, você tem a oportunidade de se destacar e ser uma referência no assunto em questão.

 

Compartilhamento 

Com o seu conteúdo disponível nas redes sociais para médicos, como Instagram e Facebook, por exemplo, o alcance do seu consultório ou clínica tende a aumentar bastante com os compartilhamentos, feitos pelos próprios clientes e seguidores.

 

Facilidade para o cliente 

Quando um consultório ou clínica possui redes sociais para médicos e permite a marcação de consulta por meio delas, como via Whatsapp, por exemplo, isso gera uma maior comodidade e facilita a comunicação com o cliente, sendo um atrativo maior na hora da marcação de consultas.

 

Apesar dos benefícios e vantagens apresentados pelas redes sociais para médicos, existe uma série de cuidados que devem ser tomados, principalmente para manter a ética profissional no perfil. Apresentamos no tópico seguinte quais são esses cuidados e o que o CFM determina sobre o assunto.

Mas, antes, que tal conferir o nosso Ebook gratuito de Gestão para Médicos? Nesse ebook você vai aprender mais sobre como gerir seu consultório, seu tempo e suas finanças! Faça o download, porque está imperdível: 

Clique e confira!

 

Redes sociais para médicos: o que diz o CFM?

 

Um dos cuidados que se deve ter ao administrar um perfil profissional nas redes sociais para médicos é, antes de mais nada, separá-lo bem do perfil pessoal. Isso quer dizer que o foco do perfil não deve ser na autopromoção e sim na divulgação de informações cientificamente comprovadas.

Outras proibições do Conselho Federal de Medicina (CFM) relacionadas ao uso de redes sociais para médicos, são:

  • Agir com sensacionalismo, e sim com o intuito de realizar divulgações de conteúdos informativos e válidos, sempre utilizando e apresentando referências confiáveis e pertinentes;
  • Realizar divulgação publicitária de maneira exagerada e que sem a utilização dos conceitos técnicos com o objetivo de priorizar o interesse pessoal;
  • Divulgar novas descobertas ou tratamentos que ainda não foram cientificamente comprovados e reconhecidos pelos órgãos competentes;
  • Garantir o funcionamento de tratamentos sem a devida comprovação científica;
  • Expor o paciente com o objetivo de divulgar a eficácia de algum procedimento ou tratamento.

 

Estes são apenas alguns dos exemplos. O CFM possui outras proibições e determinações na Resolução CMF 1974/11, que devem ser bem analisadas para que haja o correto cumprimento das normas na utilização das redes sociais para médicos.


Redes Sociais exclusivas para médicos

 

Como dito anteriormente, existem muitos cuidados que devem ser tomados nas redes sociais para médicos. Um ponto bastante importante é que o profissional saiba separar bem seu perfil pessoal do profissional, a fim de não misturar as coisas e acabar sendo, de alguma maneira, antiético com os pacientes.

Em razão disso, cada vez mais são criadas redes sociais exclusivas para médicos. Tais ferramentas são super úteis para os médicos, pois permitem a interação com colegas de profissão e evitam incômodos ou confusões que podem acontecer com os pacientes.

Confira a seguir algumas das principais redes sociais para médicos:

 

Doximity

A Doximity foi criada em 2011 com o objetivo de conectar toda a equipe médica e de coordenação do atendimento, gerando ferramentas capazes de aumentar a sua eficiência e, consequentemente, beneficiando os pacientes e profissionais da saúde.

Contando com um aplicativo para celulares e outros dispositivos eletrônicos, a Doximity possui também alguns recursos que podem ser acessados facilmente fora do consultório, como faxes, por exemplo.

Além disso, existe no aplicativo uma ferramenta por meio da qual o médico é capaz de ligar para o paciente diretamente do seu celular, com o número do seu consultório aparecendo para o cliente, facilitando ainda mais a comunicação.

 

iMeds

A Imeds, mesmo ainda não sendo tão utilizada no Brasil, possui ótimas ferramentas para atrair novos usuários, como, por exemplo, a criação de espaços para debates e discussão de casos clínicos e também para o compartilhamento de artigos.

Na plataforma, os profissionais (médicos e enfermeiros) registrados podem enviar formulários e relatórios por meio da internet, com segurança e diretamente do consultório para a seguradora contratada. Outro detalhe é que a ferramenta valida os formulários antes mesmo do envio, o que garante o preenchimento correto dos dados solicitados.

Redes sociais para médicos: o guia definitivo

Além das redes sociais exclusivas para médicos, as redes sociais “comuns” podem ser fundamentais na visibilidade do seu consultório, clínica ou centro médico. No próximo tópico iremos explicar as principais redes e como você pode utilizá-las da melhor forma em seu estabelecimento.


Redes sociais para divulgar a clínica, consultório ou centro médico

 

Agora que você já conhece as exclusivas redes sociais para médicos e profissionais da saúde, deve ficar por dentro e entender melhor como divulgar a sua clínica nas redes em que os pacientes estão presentes. Confira melhor a seguir:

 

Facebook

O Facebook conta com uma série de recursos que facilitam o marketing digital dos ambientes médicos. Suas funcionalidades geram um maior contato e interação direta com o paciente, enriquecendo a imagem do médico ou do local.

 

Página do Facebook: por que criar?

As páginas no Facebook podem funcionar como uma excelente estratégia de divulgação do seu consultório ou clínica médica, pois elas contêm recursos específicos que não estão disponíveis nos perfis pessoais, como os anúncios do Facebook Ads, por exemplo.

Com a criação da sua página, você pode gerar anúncios, inserir seu endereço, horário de funcionamento e links e ainda consegue acompanhar melhor as métricas da rede e uma série de outros benefícios para o seu negócio.

Um ponto importante é que, no Facebook, as páginas só podem ser criadas por meio de um perfil pessoal. Então o que você deve fazer é criar o seu perfil e, em seguida, criar a página, na qual você será o administrador e pode inserir outros funcionários com suas respectivas funções.

 

Facebook Ads

Apesar de ser uma plataforma gratuita, o Facebook conta com o Facebook Ads, por meio do qual você pode gerar e monitorar anúncios em sua página.

Por meio do Facebook Ads você pode impulsionar publicações da sua página para que mais pessoas sejam alcançadas e com finalidades específicas.

Os anúncios do Facebook permitem aumentar o número de curtidas de uma publicação, gerar mais tráfego em seu site, ou para uma página específica. Para isso, você determina o valor a gastar com o impulsionamento e o tempo de duração do mesmo, sendo cobrado apenas quando autorizar tal funcionalidade.

 

Instagram

Não é segredo para ninguém que o Instagram é uma das redes sociais para médicos e pacientes mais queridinhas do momento. E isso pode ajudar no impulsionamento do seu trabalho como médico.

Por ser uma rede com foco no visual, você pode postar fotos informativas, tendo cuidado para manter uma abordagem profissional e com linguagem acessível ao mesmo tempo. Isso pode gerar um maior engajamento com os pacientes e potenciais clientes.

Entretanto, tenha muito cuidado ao postar imagens consideradas “fortes”, mostrando cirurgias, doenças ou partes do corpo de pacientes, pois elas podem infringir as determinações do CFM e ainda são violação dos termos de uso do Instagram.

 

Instagram Ads

Assim como o Facebook, o Instagram conta com um recurso para a geração de anúncios. Estes, inclusive, só podem ser gerados ao serem conectados a alguma página do Facebook - mais um motivo para você criá-la - e o seu funcionamento é bem semelhante ao Facebook Ads.

 

Hashtags

As famosas #hashtags podem atuar fortemente no impulsionamento das suas fotos. Isso porque, por meio da utilização de hashtags específicas e relacionadas ao tipo de conteúdo postado, o seu perfil pode ser visualizado por qualquer pessoa que fizer a busca pela #, aumentando o seu alcance.

 

Stories 

Um recurso que vem sendo cada vez mais visto pelo público, os stories permitem que o público se sinta ainda mais próximo do médico. Além disso, por meio deles é possível produzir conteúdos capazes de gerar um alto engajamento.

 

Whatsapp

É uma rede utilizada logo ao acordar e sempre antes de dormir, o que torna o aplicativo uma das melhores redes sociais para médicos na divulgação do seu espaço médico.

 

Whatsapp Business

É uma maneira ainda melhor de ter contato direto com o seu paciente. Por meio do Whatsapp Business - ou Whatsapp Corporativo - você pode marcar consultas, exames, fazer orçamentos e conversar diretamente com o cliente.

Este recurso é bastante útil pois facilita a comunicação, por meio da qual o paciente ainda pode tirar dúvidas, mandar sugestões e dialogar com o médico.

 

LinkedIn

Por se tratar de uma plataforma profissional, o LinkedIn é uma das redes sociais para médicos que pode funcionar como seu portfólio, por meio da qual você consegue divulgar seus trabalhos, artigos e se conectar com colegas de profissão e instituições da área.

Além disso, o LinkedIn possui uma ferramenta parecida com as páginas do Facebook, que são as company pages, permitindo que seja construída uma forte audiência e rede de contatos para o seu consultório ou clínica.

Ainda, desde que se consolidou no mercado, o LinkedIn vem crescendo cada vez mais, apresentando novos recursos, design e trazendo uma gama de possibilidades para os que desejam alavancar o seu negócio.

Dentre diversas vantagens, a rede social gera um ótimo marketing para médicos por meio da geração de conteúdos que geralmente são mais profissionais e ainda permite encontrar novos colaboradores e novas oportunidades de trabalho para quem está iniciando a carreira.

 

YouTube

As pessoas estão cada vez mais buscando por conteúdos audiovisuais para utilizarem como referência para algum assunto. Por isso, o compartilhamento de vídeos informativos e relacionados à sua área de atuação pode gerar mais credibilidade ao seu trabalho e servir como referência para os seus pacientes. 

Além disso, de acordo com a Revista Galileu, os usuários do YouTube passam cerca de 19 horas por semana na rede social, o que o configura como uma das principais redes sociais para médicos que vai ajudar no seu marketing digital.

 

Redes sociais para médicos: o guia definitivo

Telegram

Apesar de ser uma rede social relativamente “nova” se comparada com as outras, o Telegram pode funcionar como um local informativo para o seu público.

Por meio da plataforma, você pode gravar áudios no “estilo” de podcast sobre algum assunto, compartilhar notícias e informações relevantes (e confiáveis) e, se achar melhor, pode deixar o seu canal fechado, de forma que apenas você manda mensagens, permitindo que todos os que o acompanham tenham acesso ao conteúdo.

 

Twitter

O Twitter pode aproximar ainda mais o seu estabelecimento/perfil com o usuário, que, no caso, é o seguidor.

Neste espaço é possível compartilhar notícias relacionadas a sua especialidade, como novos procedimentos, curiosidades e descobertas. Além disso, o “retweet” permite compartilhar postagens interessantes de outras fontes, instituições e profissionais.

 

Twitter Ads

O Twitter também conta com uma ferramenta de anúncios. Por meio dela, você pode gerar o impulsionamento de tweets específicos e direcionados ao público alvo, aumentando o alcance do seu perfil.


 

7 dicas de utilização das redes sociais para médicos

 

Além das informações que já passamos, temos algumas dicas que podem ser úteis na administração das suas redes sociais para médicos, que podem garantir as melhores práticas nas plataformas.

 

1. Conheça seu público-alvo

 

Isso é fundamental para o seu perfil. De acordo com a sua especialidade, existe uma série de diferenças no uso das redes sociais para médicos. Listamos logo abaixo alguns exemplos de público-alvo específicos para diferentes especialidades médicas:

  • Pediatria:  seu foco deve ser em gerar conteúdo para os pais e responsáveis por crianças;
  • Dermatologia: você pode publicar conteúdos para diferentes idades e gêneros. Se seus seguidores e pacientes são, na maioria, mulheres jovens e adultas, por exemplo, foque na publicação de conteúdos atrativos para esse público - skincare é um assunto em alta para esse público atualmente;
  • Oncologia: é uma especialidade que nem todos conhecem bem, então seu foco deve ser especialmente em conteúdos para adultos e idosos e de uma maneira que seja de fácil compreensão;
  • Ginecologia e obstetrícia: aqui, o foco deve ser especialmente em mulheres adultas e que são ou querem ser mães;
  • Geriatria: apesar de ser uma especialidade voltada para idosos, é válido pensar em gerar conteúdo não só para pessoas de idade mais avançada, como também para adultos, que geralmente são as pessoas que cuidam dos idosos e que costumam acessar mais as redes sociais para médicos;

Além desses exemplos, existem muitas outras especialidades, cada uma possuindo seu público específico. Para saber melhor sobre o seu público-alvo, você deve analisar bem o perfil das pessoas que o acompanham, o que pode ser feito facilmente por meio de algumas métricas presentes nas redes sociais para médicos, como Instagram e Facebook.

 

2. Saiba usar as redes sociais ou contrate uma empresa

 

Se você quer ter uma boa presença no meio digital, é importante que saiba utilizar bem as redes sociais para médicos nas quais estiver presente. Isso é fundamental para conhecer e atrair seu público, gerar conteúdo relevante e entender como a rede está influenciando o seu negócio.

Caso não saiba bem sobre isso, contrate uma empresa especializada. Ela será responsável pela geração de conteúdos para as suas redes sociais para médicos, irá conversar com o paciente e, consequentemente, trará mais visibilidade ao seu consultório ou clínica.

 

3. Esteja atento às regras de publicidade médica

 

Como já dissemos anteriormente, é essencial que as regras do CFM sejam cumpridas na utilização de redes sociais para médicos. Caso contrário, o profissional corre o risco de responder junto ao Tribunal de Ética do Conselho Regional de Medicina onde exerce a sua função.

 

4. Ofereça conteúdo de qualidade

 

Existe uma quantidade imensa de perfis que geram conteúdo nas redes sociais para médicos atualmente. Dessa forma, você deve possuir um perfil que se destaque e que tenha um diferencial quando comparado com outros.

Assim, a criação de conteúdo é fundamental para o seu consultório ou clínica. A seguir, listamos alguns exemplos de conteúdos e dicas para que você tenha um perfil com maior impacto e com altas chances de ter um público bem engajado:

  • Compartilhe apenas informações cientificamente comprovadas e, preferencialmente, com suas devidas referências. Jamais divulgue fake news ou notícias tendenciosas;
  • Divulgue quando houver campanhas de vacinação ou alguma outra ação importante do governo;
  • Poste, com uma linguagem menos técnica e mais acessível, as novidades sobre o meio médico e as últimas pesquisas e descobertas da sua área;
  • Dê dicas sobre saúde e sobre atividades saudáveis, mostrando a importância daquilo para o paciente. Por exemplo, explicar sobre a relação entre vitaminas e alguma doença específica.

Seguindo essas dicas e focando em compartilhar sempre conteúdos que sejam atrativos e relevantes para o seguidor, você garante maior visibilidade e torna-se uma referência na sua especialidade médica.

 

5. Mantenha as suas redes sociais atualizadas

 

A frequência de postagens é essencial para que o seu perfil seja conhecido. Imagine só, você como cliente ou seguidor, entra nas redes sociais para médicos de alguma empresa em busca de informações e conteúdos sobre um assunto, mas vê que a última postagem feita foi meses atrás.

Em seguida, você procura outro perfil, de um médico ou consultório semelhante ao primeiro que foi pesquisado, mas já nessa pesquisa encontra uma página bem atualizada, com uma ótima identidade visual e que posta com frequência. Qual será a sua escolha para marcar uma consulta, por exemplo?

Por isso, ter um perfil atraente e atualizado pode ser determinante para o paciente ser atraído por sua rede social. É essencial ter um cronograma de postagens, com seus respectivos conteúdos a serem postados no melhor horário de acordo com o perfil.

Entretanto, não existe um horário específico que seja melhor para as postagens e nem um padrão determinado. Para que tais detalhes sejam definidos, é importante analisar cada plataforma utilizada e, assim, definir a melhor estratégia de divulgação dos conteúdos a serem postados.

 

6. Utilize métricas de acompanhamento

 

As plataformas que mostramos aqui permitem o acompanhamento direto do seu perfil. Por isso, use e abuse das métricas, mensurando a quantidade de perfis alcançados, o número de comentários, taxa de engajamento e todas as outras métricas disponíveis na plataforma utilizada.

Fazendo isso, você consegue avaliar, por exemplo, o estilo de publicação que mais gera comentários e curtidas e, consequentemente, pode planejar mais postagens como aquela, o que pode garantir maior alcance e interesse do público.

 

7. Invista em tecnologia

 

O investimento em infraestrutura nas clínicas e consultórios é um grande diferencial. Por isso, locais que são bem equipados e contam com materiais tecnológicos que são, na maioria das vezes, mais seguros, tendem a ser mais procurados e geram maior interesse nos pacientes.

Além disso, a internet é algo praticamente fundamental em todos os lugares, portanto é válido investir em uma rede segura e de qualidade para que os pacientes que frequentam a clínica, consultório ou centro médico consigam acessá-la da melhor maneira.

Sendo assim, um local se torna cada vez mais atrativo ao contar com tecnologia de ponta, boa internet, ar condicionado (considerado essencial para a maioria dos clientes) e equipamentos seguros e “evoluídos”, mostrando que é atualizado e que se preocupa com o conforto, bem-estar, segurança e confiança do paciente.

 

Conteúdo bônus

 

Para te ajudar a sair do papel e começar a colocar essas lições em prática, nós desenvolvemos um curso GRATUITO que aborda os Fundamentos do Growth Hacking

Essa framework vai te ajudar a aumentar a base dos seus clientes, desenvolver uma taxa de crescimento exponencial e aumentar a sua receita, tudo isso praticando a cultura de constante experimentação. 

Não vai perder, né? Clique no botão abaixo e confira!

Clique e confira!