Para os que pensam em seguir carreira na Engenharia Mecânica mas são apaixonados por aviões, a Engenharia Aeronáutica pode ser uma boa ideia.

Porém, como são diversas as formas de atuar no ramo da aviação (Engenharia Aeronáutica, Engenharia Aeroespacial, Ciências Aeronáuticas, etc), é importante se informar mais sobre o curso antes de fazer a escolha.

Sendo assim, agora vamos nos aprofundar na Engenharia Aeronáutica, conhecer suas áreas de atuação, onde você pode cursá-la e o mais importante: o salário do profissional formado.

 

O que é Engenharia Aeronáutica?

 

A Engenharia Aeronáutica é a ciência que aborda as técnicas de construção de aviões e outros segmentos dentro da aviação. Apesar de não pilotar, o engenheiro aeronáutico projeta e constrói a aeronave, garantindo a segurança do voo e de seus tripulantes.

Para ingressar nessa área, é essencial ter aptidão para matemática e física, pois a maior parte de sua grade necessita de conhecimentos aprofundados nessas áreas. Além disso, o gosto pela tecnologia e mecânica também são importantes.

Ah! E no caso da Engenharia Aeronáutica, toda experiência é muito bem-vinda. Muitas vezes, a construção de aeronaves já é uma atividade bem mais antiga na sua vida quanto você pensa:

 

 

E não se esqueça das competições de aviõezinhos de papel que toda criança já participou!

Brincadeiras a parte, o curso exige muito estudo e dedicação, isso você pode perceber até mesmo olhando os nomes das disciplinas que serão estudadas.

 

Curso de graduação em Engenharia Aeronáutica

 

Na Engenharia Aeronáutica, os primeiros anos seguem a formação básica comum dos cursos de engenharia. É composta em sua maioria pelas disciplinas da Matemática e Física, Química, além da Computação e Desenho Técnico. Logo, o graduando desse curso superior encontra matérias mais específicas da área, como:

 

  • Aerodinâmica;

  • Dinâmica de Estruturas Aeronáuticas;

  • Projetos Aeron. Assistidos por Computador;

  • Controle de Aeronaves;

  • Manutenção de Aeronaves;

  • Eletrotécnica de Aeronaves;

  • Processos de Fabricação Aeronáutica;

  • Fadiga e Mecânica da Fratura.

 

Porém, os nomes das disciplinas e também sua carga horária podem variar dependendo da grade da instituição.

Além disso, temos ao final do curso o estágio obrigatório e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Como atividades extras, se destacam as competições de aerodesign e foguetes.

 

Softwares que auxiliam na Engenharia Aeronáutica

 

Para auxiliar o aluno e o profissional da área no desenvolvimento de projetos de forma rápida e otimizada, são utilizados alguns softwares, como:

 

  • Ansys Fluent: realiza análises de transferência de calor e de estruturas dinâmicas e estáticas. Além disso, avalia a integridade física de estruturas de diferentes tamanhos e complexidade.

  • Simulia: esse software simula conexões com fixadores independentes de malha, modela material composto (incluindo pré e pós-processamento) e prevê possíveis danos e falhas em materiais compostos.

  • CATIA: software de CAD/CAM/CAE que desenvolve, através da criação de desenhos tridimensionais, operações de moldagem e análise de cinemática, projetos da indústria aeronáutica de alta confiabilidade.

  • Altair: com ele é possível realizar testes preditivos virtuais, prever com precisão danos, impactos e propagação de trincas potenciais, além de simular eventos de vulnerabilidade dos equipamentos.

 

 

Áreas de atuação

 

Se você começou a se interessar pela Engenharia Aeronáutica, vai querer saber onde pode trabalhar, não é mesmo?

 

Planejamento

 

Nessa área, o profissional atua planejando atividades e projetos de criação e desenvolvimento das aeronaves e outros componentes, além de desenhar a estrutura e definir os materiais que serão utilizados.

Os ensaios, testes e simulações também são responsabilidade desse profissional.

 

Coordenação de tráfego aéreo

 

Fica a cargo do profissional garantir a segurança de um voo. Ele estuda e gerencia o fluxo das aeronaves, a velocidade, rota e altitude, se atentando para as condições meteorológicas e cartográficas do espaço aéreo.

 

Fiscalização

 

Aqui, é feita a parte de fiscalização das normas definidas pela Agência Nacional de Aviação (ANAC). O engenheiro faz cumprir as normas em aeroportos, companhias aéreas, aeroclubes e empresas de táxi aéreo.

 

Manutenção

 

Nessa área, o engenheiro atua na manutenção (preditiva e preventiva) e fiscalização de aeronaves e de seus componentes. São feitos reparos e inspeções periódicas em toda a estrutura e em seus sistemas.

 

Sistemas de controle

 

Esse segmento abrange o projeto, construção, instalação e testes de sensores e instrumentos que farão o controle do veículo.

São definidas as especificações desses mecanismos que controlam os componentes da aeronave, como o trem de pouso, a alimentação de combustível e a pressurização da cabine.

 

Estudo e Diagnóstico

 

Nessa área, é feita a análise para encontrar a melhor maneira de utilizar a infraestrutura aeronáutica, assim como a otimização das condições de uso de aeronaves.

 

Desenvolvimento de tecnologias

 

Aqui, o engenheiro aeronáutico é responsável pela criação de novas tecnologias e pelo gerenciamento da utilização das tecnologias disponíveis e viáveis, para melhorar o desempenho de aeronaves.

 

Engenharia Aeroespacial

 

A Engenharia Aeroespacial é um termo mais global que abrange os conhecimentos em estruturas de aeronaves e também de espaçonaves e satélites, ou seja, sistemas que se mantêm na atmosfera e os que serão lançadas para o espaço.

Muitas pessoas ainda confundem os dois cursos, que também são vistos como especialização uma da outra, como mestrado ou pós-graduação. Porém, instituições como o ITA oferecem essas graduações separadamente.

 

Engenharia Aeronáutica X Ciências Aeronáuticas

 

Os cursos de Ciências Aeronáuticas e Engenharia Aeronáutica tratam de uma área parecida, porém com focos distintos. A graduação em Ciências Aeronáuticas é voltada para a formação pilotos comerciais, além de atuar na gestão e supervisão das equipes que permanecem em terra e nas torres de controle dos aeroportos.

Já o curso de Engenharia Aeronáutica tem seu foco no projeto, construção e manutenção de componentes e estruturas de aeronaves, tanto na indústria quanto nas companhias aéreas. Realiza revisões periódicas e as simulações que precisam ser feitas constantemente.

 

Universidades que oferecem a Engenharia Aeronáutica

 

No Brasil, ainda não são muitas as universidades que oferecem o curso de Engenharia Aeronáutica. Temos 8 instituições no país credenciados pelo Ministério da Educação (MEC) que ofertam o curso, sendo 3 públicas e 5 privadas:

 

 

Porém, apenas a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) conseguiu a pontuação máxima no ENADE (nota 5). Para maiores informações sobre as outras avaliações desses cursos disponibilizadas pelo MEC, consulte o portal e-MEC (no site, vá em Consulta Textual).

 

Salário

 

Se você está pronto para iniciar sua carreira nesse curso, é importante estar por dentro do salário que o profissional da área recebe. Aqui no Brasil, temos a Lei 4.950/A, de 22 de abril de 1966, que dispõe sobre salário mínimo dos profissionais de Engenharia:

 

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos

  • Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos

  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

 

Contudo, em valores reais que encontramos no mercado, variações costumam ocorrer. Os fatores que podem influenciar no valor do salário são: o porte da empresa, a sua localização no país e o nível de experiência profissional.

Cargos de engenharia nas empresas:

 

  • Trainee: até 2 anos no cargo;

  • Júnior: de 2 a 4 anos;

  • Pleno: de 4 a 6 anos;

  • Sênior: de 6 a 8 anos;

  • Master: mais de 8 anos.

 

De acordo com uma pesquisa do site $alário.com.br, com 252 salários de amostra, a média salarial do engenheiro aeronáutico com uma carga horária de 43 horas aqui no Brasil, é de R$ 9.691,88. A faixa salarial mostrada fica entre R$ 6.881,24 e R$ 20.974,96.

Apesar do país reservar boas oportunidades no grandes centros, as maiores oportunidades no mercado de trabalho para esse engenheiro se encontram em São José dos Campos (SP).

O polo tecnológico e espacial localizado na cidade engloba organizações da Força Aérea Brasileira, como o  Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), e o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).


 

Pronto para construir seu próprio jatinho?

 

 

Tanto o curso quanto a profissão de Engenharia Aeronáutica estão crescendo cada vez mais no país e ganhando seu merecido destaque. Sendo assim, você deve investir sem medo nesse curso caso tenha interesse na área.

Porém, se não está certo sobre esse caminho, confira os artigos da nossa série de engenharias que sai toda semana aqui no blog!

Comente como está sendo o processo de escolha da sua carreira ou sua experiência na área. O seu feedback é muito importante para nós. :)

 

Dica Bônus

 

Essa é pra quem realmente já está pensando no futuro e já quer começar a se organizar! O curso de Introdução ao Excel vai iniciar a sua capacitação e te oferece ferramentas que podem te auxiliar a estruturar seu horário de estudo.

 

 

Assim, fica mais fácil para você se preparar e também para entrar com tudo no curso de engenharia que escolher!