Ao construir um Dashboard, é interessante utilizar diferentes tipos de gráficos para tornar os resultados visíveis e fáceis de serem compreendidos.

No Excel, encontramos diversas opções que podem ser utilizadas na construção de um painel de controle de forma a tornar a análise de desempenho de uma empresa mais ágil.

Uma delas é o Gráfico Build Up, que é ideal quando se deseja verificar a evolução de um resultado ou o quanto determinadas ações irão afetar positivamente ou negativamente nos números.

Para entender mais sobre o que é um Gráfico Build Up e como construí-lo no dashboard, fique com a gente!

Antes de começarmos, que tal baixar o nosso Ebook com o “Guia de Excel para iniciantes”? Nele você encontra um material rico em informações que podem, não só facilitar a construção de um gráfico Build Up, como também te ajudar na busca pela qualificação e evolução profissional. Então, não perca tempo! Clique na imagem e baixe agora:


 

Agora, vamos ao que interessa!

 

O que é um gráfico Build Up?

 

Um gráfico Build Up exibe a contribuição de cada parcela para um valor total. Segue um exemplo abaixo:


 

Como se pode verificar, temos um exemplo ilustrativo da contribuição de cada diretoria para o resultado total dos gastos. Essa forma de apresentação é muito mais simples do que entender grandes planilhas e relatórios financeiros.

Um gráfico Build Up pode começar do valor 0 (zero) ou de um determinado valor planejado para um valor realizado, mostrando o quanto cada uma das parcelas contribui para um resultado final.

 

 Como usar o gráfico Build Up no dashboard? 

 

Vamos construir o Build Up para os Custos de manutenção de uma empresa. Assim você acompanha o passo a passo de como construir esse tipo de gráfico.

O exemplo que iremos construir é composto por três séries de dados. A primeira, de resultado, mostra o valor orçado para o custo e o valor realizado para o mesmo.

A segunda série, denominada de Perdas, representa as manutenções que contribuíram negativamente para o resultado, enquanto a terceira, de Ganhos, inclui as manutenções que contribuíram positivamente para o resultado.

Vamos utilizar como base a tabela a seguir:



 

Na linha PLANO, encontra-se o valor do custo planejado para cada tipo de manutenção realizada. Nas linhas de FALHA, estão os custos respectivos ao tipo da falha. Já em Preventiva, obtém-se a informação do quanto se investiu para evitar erros.

A ideia do gráfico Build Up é fazer uma “escada” com os valores de contribuição de cada um dos grupos que, no caso, são os tipos de manutenção.

Agora, vamos pensar: no indicador, quanto maior o custo, pior o resultado, sendo assim, temos uma perda quando o degrau da nossa escada subir, e um ganho quando o degrau da escada descer.

A coluna Resultado será como o suporte de cada um dos degraus do gráfico Build Up. Sendo assim, quando temos uma perda, o suporte da coluna será o valor da coluna anterior.

Quando tivermos um ganho, teremos como suporte o valor da coluna anterior, menos o ganho que será computado.

 

 Como montar um gráfico Build Up? 

 

A construção do gráfico Build Up é exatamente como a dos outros tipos de gráfico do Excel, então vamos ao passo a passo:

 

Inserir um Gráfico de Colunas Empilhadas (Guia Inserir > Gráficos > Colunas  > Coluna 2D > Colunas Empilhadas);

Inserir como Série de Dados as informações das colunas Resultado, Perdas e Ganhos. (Selecionar o gráfico e ir à guia Ferramentas de Gráfico > Design > Dados > Selecionar Dados e na caixa Entradas de Legenda (Séries) clicar no botão Adicionar. Adicionar cada uma das séries de dados da tabela);

Inserir como Rótulo dos eixos a coluna Grupo. (Na caixa Rótulos do Eixo Horizontal (Categorias) clicar no botão Editar e selecionar como Intervalo do Rótulo do eixo o intervalo RESUMO!$I$24:$I$29 e clicar em OK);

Mudar o tamanho do gráfico para 8,00cm de altura e 13,44cm de comprimento (Ferramentas de Gráfico > Formatar > Tamanho);

Adicionar um Título no gráfico descrito como “Build Up - Custos de Manutenção (R$)” (Ferramentas de Gráfico > Layout > Rótulos > Título do Gráfico > Acima do Gráfico). Formatar o título com Fonte Calibri, tamanho 12 e negrito;

Alterar o valor Mínimo do eixo vertical principal para 40.000. (Clicar com o  botão direito no eixo e clicar em Formatar Eixo. Na guia Opções do eixo, mudar o valor mínimo para fixo com o valor de 40.000);

Formatar a Série de Dados Resultado com Largura do Espaçamento de 150% e um preenchimento sólido cor ”Branco, Plano de Fundo 1, Mais Escuro 35%”;

Formatar a Série de Dados Perdas com Largura do Espaçamento de 150% e um preenchimento sólido cor “Vermelho, Ênfase 2”;

Formatar a Série de Dados Resultado com Largura do Espaçamento de 150% e um preenchimento sólido cor “Azul escuro, Texto 2, Mais Claro 60%”;

Apagar as linhas de Grade do Gráfico e o eixo vertical principal e formatar a Área do Gráfico e a Área de Plotagem do gráfico sem preenchimento e sem borda, para obtermos o resultado a seguir.

 

Agora, para formatarmos o gráfico Build Up, vamos selecionar cada um dos pontos de dados dos tipos de manutenção na série “Resultado” e retirar o preenchimento apenas dos pontos de dados.

Basta clicar com o botão direito em Formatar Ponto de Dados. Depois na Guia Preenchimento, vamos escolher a opção “sem preenchimento”.

Em seguida, adicionamos os rótulos de dados e teremos como resultado final o gráfico Build Up para os custos de manutenção.


 

 Quer saber mais sobre Dashboard? 

 

Agora que você sabe como construir um gráfico Build Up no Excel, que tal aprender tudo sobre como criar um painel de controle capaz de expor um grande volume de informações relevantes para se medir a performance de um negócio?

É exatamente isso que você aprende no curso de Formação de Especialistas em Dashboard da Voitto, que apresenta aos alunos os conceitos e métodos sobre as ferramentas do Excel para a construção de Dashboard, abordando tópicos desde a criação de gráficos até a elaboração de painéis.

Com ele, você vai ser capaz de criar ótimos Dashboards, reunir informações estratégicas e tomar decisões que vão levar a sua empresa ao alcance de resultados exponenciais! Então, não perca tempo! Inscreva-se agora mesmo:



O que é Dashboard