O layout de produção pode ser considerado uma necessidade para o processo produtivo e por esse motivo ele ganhou espaço no mundo da manufatura.

Com a chegada da revolução industrial e da mecanização dos processos industriais, houve um grande aumento no volume de produção. Com isso, o fluxo de pessoas nas cidades e indústrias estava cada vez mais intenso.

As indústrias se expandiam cada vez mais e, por causa disso, houve a necessidade de otimizar o arranjo físico da planta a fim de aproveitar o espaço da fábrica e aumentar a eficiência no processo de produção.

O layout de produção e o fluxo produtivo fluxo produtivo estão no centro do Lean Manufacturing, que tem como objetivo enxugar o processo produtivo, eliminando os desperdícios de materiais e produtos.

Neste artigo vou te falar dessa técnica de organização do espaço físico conhecida como layout de produção. Se quiser saber mais, veja abaixo os tópicos que trabalharemos:

  • O que é Layout de Produção?

  • Qual a importância?

  • Características de um bom Layout de Produção;

  • Vantagens e desvantagens dos tipos de Layout de Produção;

  • Qual tipo usar?

  • Fatores que influenciam em um Layout de Produção;

  • Passos para implementar uma mudança de Layout de Produção.

 

O que é Layout de Produção?

 

O layout de produção é basicamente a combinação das características do espaço físico de uma indústria com as forças de trabalho, visando a alcançar a maior produtividade.

Bom, para entendermos o que é layout de produção, primeiro vamos entender o que significa layout: pelo dicionário temos que é um esboço, arranjo, esquema.

Na área de design gráfico, ele é um esboço de uma página de um site, revista ou jornal. Nele, estão as informações, como textos e imagens, sendo seu objetivo ser trabalhado de forma que tais informações fiquem mais atrativas, despertando, assim, o interesse do leitor.

Na parte de produção, temos o layout como a forma com que os equipamentos estão distribuídos fisicamente ao longo da planta industrial. 

Sendo assim, o principal objetivo é localizar e organizar o espaço físico do chão de fábrica de uma empresa, para uma melhor localização e eficiência na produção. 

Aqui na Voitto temos um curso GRATUITO de Treinamento de White Belt, que aborda a metodologia Lean Seis Sigma. Dentro dessa metodologia, existe uma parte que trata de layout e desperdícios. Clique e conheça:

 

treinamento de white belt em lean seis sigma.png


 

Qual a importância do Layout de Produção?

 

Um layout de produção mal projetado interfere diretamente em um processo produtivo, gerando:

  • Fluxos longos e confusos na produção;

  • Custos elevados de produção;

  • Maior tempo de fabricação;

  • Atrasos na produção;

  • Aumento das chances de acidentes;

  • Aumento de estoque;

  • Desperdício de espaço;

  • Maior complexidade no processo.

 

Características de um bom Layout de Produção 

 

Não existe um layout certo: ele deve se adaptar da melhor forma possível ao espaço físico disponível, respeitando as normas de segurança no trabalho em máquinas e equipamentos descritas na NR-12.

Um layout pode ser muito bom para a fabricação de um produto e péssimo para a fabricação de outro.

Para saber se determinado layout de produção está bom para o seu negócio, basta verificar se ele possui as características descritas abaixo:

 

  • Economia de movimento: um bom layout tende a diminuir as distâncias entre os diversos processos relacionados à fabricação de um produto;

  • Fluxo: se o processo possui um fluxo linear, ou seja, se entre uma operação e outra não existem paradas ou se elas são mínimas, mais correto está o layout;

  • Flexibilidade: quanto mais flexível for um layout, melhor para a implementação de novos produtos, devido à facilidade de adaptação da planta;

  • Integração: a integração com os outros departamentos é fundamental no desempenho e na produtividade. Podemos ter como exemplo o departamento da manutenção, que tem facilidade para realizar a manutenção no equipamento sem parar a produção.

É importante fazer um bom layout desde o começo, pois modificá-lo, na maioria das vezes, é um processo muito longo e custoso. Além disso, depois de definido, alterá-lo leva a perdas na produção.

O grande desafio em sua montagem é utilizar o espaço da fábrica de forma eficiente, pois esse espaço é limitado.

 

Vantagens e desvantagens dos tipos de Layout de Produção

 

O tipo de layout vai depender do processo de produção: se nele existe mais de um tipo de produto para ser produzido, ou se o produto é muito grande e de difícil transporte.

Para isso vamos descrever os tipos, suas vantagens e desvantagens individualmente.

 

Layout por produto ou linear

 

esteira de produção

 

Esse layout é utilizado quando o produto se locomove pelas linhas de montagem passando da etapa X para a próxima etapa Y. As máquinas e a fabricação de carros ficam fixas, sendo que geralmente a movimentação de materiais é realizado por esteiras.

Vantagens

  • Produção em massa;

  • Controle da produtividade.

 

Desvantagens

 

Layout por processo ou funcional

É quando os equipamentos de uma mesma família (funções semelhantes) são agrupados em uma área, como se fossem blocos. Um exemplo seria agrupar todas as máquinas de corte em um lugar e em outro, as de solda, e assim por diante.

Dois ou mais produtos distintos utilizam equipamentos semelhantes para serem fabricados e, assim, é necessário um estudo a fundo para se obter o melhor desempenho no processo de fabricação e de estruturação do layout.

Vantagens

  • Flexibilidade para atender a demanda do mercado;

  • Produtos diversificados;

  • A indisponibilidade de equipamentos não prejudica muito a produção.

 

Desvantagens

  • Maior área requerida;

  • Apresenta fluxo longo;

  • Dificuldade de balanceamento;

  • Maior tempo de produção.

 

Layout fixo ou posicional

O produto permanece fixo na linha de produção enquanto as máquinas, os operadores e as peças vão até ele. Geralmente esse layout é utilizado quando o produto é muito grande e de difícil locomoção, como ocorre na fabricação de aviões, navios e submarinos.


 

Layout fixo.gif

 

Vantagens

  • Não existe movimentação do produto;

  • Possibilidade de terceirizar parte ou todo o processo;

  • Alta flexibilidade.

 

Desvantagens

  • Difícil supervisão e controle da mão de obra e matéria-prima;

  • Baixo grau de padronização;

  • Produção em pequena escala.

 

Layout celular

O layout em célula se caracteriza pelo agrupamento de diferentes máquinas e equipamentos, sendo cada grupo capaz de produzir todos os componentes de um mesmo grupo, como se cada célula fosse uma mini fábrica.

Os layouts em célula mais comuns são: “U”, “U”, “V” e “L”. Eles têm esse nome em função da disposição das máquinas terem o formato destas letras.

Vantagens

  • Maior flexibilidade quanto ao lote de produtos;

  • Diminuição de transporte de material;

  • Pouco estoque.

 

Desvantagens

  • A célula é montada para um tipo específico de produto;

  • Complexibilidade em elaborar o layout.

 

Tá bem, mas qual tipo de Layout de Produção eu devo usar?

 

Então agora que você já conhece os tipos de layout e como eles funcionam, você já deve ter uma ideia de qual utilizar. Como dito anteriormente, o tipo vai depender do processo produtivo e cabe aos gerentes de projetos definirem qual o melhor a se utilizar.

Logo abaixo temos uma imagem que te ajuda a ter uma ideia de qual layout escolher, levando em consideração vários fatores de produção, como fluxos de materiais e área de produção. 

 

Exemplo de gráfico de implementação layout.png

 

Fatores que influenciam em um Layout de Produção

 

Como todo mundo sabe, o espaço em uma fábrica é limitado e deve ser utilizado de forma eficiente. Por isso, o layout de produção deve ser pensado a fim de aproveitá-lo ao máximo. Para isso, é importante saber quais são os fatores que influenciam o layout. São eles:

  • Flexibilidade da produção;

  • Investimento em equipamentos;

  • Segurança, conforto e conveniência;

  • Utilização de mão de obra;

  • Área utilizada;

  • Estoque;

  • Manuseio de materiais;

  • Complexidade do processo produtivo.

 

Passos para implementar uma mudança de Layout de Produção

 

Para realizar uma mudança de layout de produção, primeiramente devemos estudar o processo, ver como ele funciona, quais são as etapas, o número de produtos envolvidos e o espaço utilizado, para só depois começar a elaboração de um novo layout.

Depois de entender o processo produtivo, identifique quais atividades geram e quais não geram valor ao produto, para assim tentar eliminar essas últimas quando possível.

Tente simplificar os fluxos produtivos com o objetivo de reduzir o estoque e as distâncias entre os postos de trabalho. Assim, irá diminuir a movimentação de material, pois são processos que não agregam valor ao produto final.

Quanto mais ordenado e progressivo é um fluxo de produção, melhor será o processo de manufatura.

Se o layout tem a necessidade de ser flexível, ou seja, de sofrer mudanças na estrutura física a fim de fabricar outros produtos, o ideal é que essa alteração seja a mais rápida possível para que se mantenha uma produtividade alta.

A flexibilidade também está relacionada à facilidade de realizar manutenções nas máquinas durante a produção.

 

Agora é a sua vez!

 

Neste artigo você viu que o estudo do layout de produção é o ponto chave para atingir a diminuição dos custos de produção e o aumento da produtividade, com máxima eficiência e aproveitamento do espaço da fábrica.

Viu também que um determinado layout pode ser muito bom para um processo e ruim para outro, devido às etapas envolvidas no processo produtivo.

Com as informações adquiridas, agora você tem capacidade de analisar o layout de um processo produtivo e identificar pontos de melhoria, ou até mesmo uma proposta de mudança para deixar o processo mais eficiente.

 

Quer aprender mais sobre o assunto?

 

Caso você tenha gostado do nosso curso gratuito que oferecemos logo acima e queria continuar o seu processo de profissionalização, eu vou deixar uma bela surpresa para você:

O nosso curso de Black Belt que é guiado pela metodologia Seis Sigma é indicado para profissionais que desejam liderar grandes projetos dentro de uma empresa.

Com a formação Black Belt o profissional será capaz de desenvolver atividades de alta complexidade com utilização de análises estatísticas mais avançadas. 

Não perca essa oportunidade e conheça:

 treinamento de black belt em lean seis sigma.png


Caso tenha gostado deste artigo, compartilhe com seus amigos.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe nos comentários que nós respondemos!