Nós sabemos que toda companhia possui falhas em seus processos, não é mesmo? Então o que você acha de utilizar uma ferramenta que melhora continuamente esses gargalos presentes em sua indústria, fazendo com que você obtenha melhores resultados ao fim do mês?

Conheça essa ferramenta: ciclo PDCA!

 

O que é o ciclo PDCA?

 

O ciclo PDCA é uma ferramenta muito importante para a área de gestão de uma companhia.

Essa ferramenta tem como objetivo melhorar continuamente os processos de uma empresa ou indústria.

Portanto, o seu significado em inglês é:
 

  • Plan (planejar);

  • Do (fazer, executar);

  • Check (checar, analisar);

  • Action (agir, tomar ações corretivas).

 

Leia também: PDCA x SDCA: qual a diferença?
 

Ciclo PDCA aplicado nas indústrias
 

Vemos ao longo dos anos que muitas ferramentas e práticas surgiram e foram adotadas no mercado industrial.

Um ótimo exemplo é o just in time, que surgiu em meados do século 20 e se tornou uma ferramenta extremamente importante para todos os tipos de indústrias.

E com o ciclo PDCA não foi diferente, em meados de 1900 muitas indústrias japonesas obtiveram sucesso e crescimentos de forma exponencialmente a partir da aplicação dessa ferramenta em seus processos.

Metodologias que incentivam a melhoria contínua são essenciais para as indústrias. Sempre há algo a melhorar, ainda mais nas indústrias em que as tarefas são em sua maior parte operacionais e qualquer aumento em relação à produtividade gera um grande resultado no fim do mês.

Portanto, com a aplicação correta dessa ferramenta você conseguirá melhorar os seus gargalos e fazer com que eles se tornem mais rápidos e precisos. E o melhor, ela pode ser usada por todo tipo de indústria.

 

Quais são as etapas do PDCA?

 

 

Plan - Planejar
 

Na primeira etapa você deve definir os objetivos e metas a serem alcançados e como você irá alcançá-los.

Nessa fase, é importante pensar em quais problemas a sua indústria possui e o que você pode fazer para resolvê-los.

Lembre-se! Defina quais indicadores de desempenho serão usados para a análise dos resultados gerados durante o ciclo PDCA. A escolha de indicadores corretos fará com que você tenha resultados confiáveis.

Caso seja necessário, gestores com experiência em projetos são uma ótima ajuda para a elaboração dessa etapa.
 

Do - Fazer
 

Pronto! Com o planejamento feito e as metas e objetivos alinhadas, é hora de colocar o plano em prática.

Nesta etapa você deve colocar o seu planejamento em ação. Porém, caso não seja possível executar o que está no plano, volte para a etapa 1 e analise quais erros você pode ter cometido durante a elaboração do projeto.

Entretanto, caso tudo ocorra bem, é hora de checar as suas ações.
 

Check - Checar
 

É hora de avaliar se a execução do seu planejamento obteve os resultados esperados. É nesta etapa que você saberá se o seu plano de ação deu certo ou não.

Para isso, compare os resultados que eram esperados com os resultados que de fato foram gerados.

O objetivo desta etapa é identificar problemas que podem ser melhorados em um próximo ciclo.
 

Act - Agir
 

É a última etapa do ciclo PDCA. Caso as três metas anteriores sejam atingidas, é hora de começar a agir.

Ou seja, é hora de corrigir possíveis problemas que surgiram ao longo do plano e que impediram com que você alcançasse as metas impostas.

Repita e rode o PDCA continuamente.

Como dissemos ao longo deste artigo, o ciclo PDCA é uma ferramenta de melhoria contínua. Portanto, sempre busque melhorias em seus processos, sempre gire o ciclo.

Por exemplo: tenho um problema na distribuição de acoplamento, redutor de velocidade ou motoredutor. Logo, devo criar um planejamento para verificar as possíveis gargalos em relação à essa distribuição. Assim, aplicarei as ações planejadas e irei checar se os produtos estão sendo entregues no momento correto. Feito isso, posso criar um novo ciclo avaliando outras melhorias em relação à este gargalo que não foram levadas em conta no primeiro ciclo PDCA.

Portanto, essa repetição é fundamental para que o PDCA tenha sucesso em sua indústria e, consequentemente, consiga melhores resultados.
 

Quais cuidados devo tomar na aplicação do ciclo PDCA em minha indústria?
 

O gestor encarregado de aplicar o ciclo PDCA deve tomar alguns cuidados, são eles:
 

  1. Planeje! Um planejamento equivocado pode colocar tudo por água abaixo;

  2. Defina metas claras, para isso utilize a metodologia SMART (elas devem ser específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e com tempo determinado);

  3. Não faça nada sem checar e avaliar se tudo está correto, só assim você saberá se tudo está indo conforme o esperado;

  4. Caso seja necessário, não hesite em tomar ações corretivas.

 

Conclusão
 

Vimos neste artigo que se as indústrias utilizarem o ciclo PDCA de forma correta, os seus resultados podem melhorar de forma exponencial. E tudo isso a um baixo custo, pois a ferramenta é simples e barata.

Além disso, não há desvantagens do ciclo PDCA em uma indústria, visto que ele só tem a agregar nos processos.

E aí? Aplique essa ferramenta agora mesmo em seus processos industriais e nos conte os resultados!

Espero que você tenha esclarecido todas as suas dúvidas em relação à este tema e até a próxima.
 

Post feito pela Acoplast Brasil, uma empresa que já está no mercado há 20 anos, oferecendo com qualidade soluções em acoplamentos, motoredutores e redutores.