Cada vez mais, empresas buscam por metodologias eficientes para o desenvolvimento e operações de projetos, e a criação de software tem ganhado espaço para a realização desses objetivos.

Com atualizações constantes dos softwares não há tempo para refinações detalhadas e objetos separados do programa, sendo necessária uma diretriz baseada nas práticas e ferramentas DevOps

A metodologia DevOps surgiu em 2008 e segue os princípios dos métodos ágeis ao tratar de qualidade, eficiência e entrega rápida na elaboração de projetos. 

O método busca explorar a comunicação, a colaboração e a integração dos desenvolvedores de softwares e profissionais de TI, por meio do processo de integração contínua.

Já que estamos falando de metodologias ágeis, eu vou te apresentar o curso de introdução ao Agile Scrum, que nós oferecemos gratuitamente.

Esse curso aborda os princípios, conceitos, eventos, artefatos e a certificação Scrum. Além disso, te ensina o passo a passo para implementar a metodologia ágil em seus projetos. 

Se prepare com as questões comentadas que são oferecidas e dê um upgrade em sua carreira com uma certificação Scrum

 

 

Preparado para a imersão? Vamos lá!

 

O que é DevOps?

 

A metodologia DevOps une três grandes atividades necessárias para o processo de desenvolvimento, que seriam: desenvolvimento (engenharia de software), garantia de qualidade (QA) e operações (infraestrutura).

 

Essa estrutura permite a entrega de pequenos lotes de requisitos rapidamente, do conceito à implantação. Além disso, o método cria eficiência em monitoramento de resultados e os integrantes usam o que aprenderam para alterar o produto e o processo, quando necessário. 

O diferencial DevOps é a padronização, que parte desde o ambiente de desenvolvimento e segue até o processo de emissão de relatórios e documentação do programa.

Além disso, a metodologia surge com práticas DevOps que garantem a agilidade no processo. São elas:

  • Indivíduos e interações mais do que processos e ferramentas;

  • Produto ou serviço funcionando mais do que ter documentação abrangente;

  • Colaboração com o cliente mais do que negociação de contratos;

  • Responder às mudanças mais do que seguir o plano  predefinido.

Essas práticas, quando seguidas, auxiliam nas funções DevOps, como: ciclo de planejamento, desenvolvimento, automação e serviço. Além de garantir a entrega contínua altamente automatizada, repetível e testável com equipes unificadas que interagem durante todo o ciclo de vida do produto.

 

Aspectos DevOps 

Nesse contexto, alguns aspectos devem ser considerados e seguidos para o sucesso do método DevOps. São eles: 

 

Aprenda a confiar

Equipes DevOps precisam ser totalmente coesas e saber confiar que as outras pessoas serão capazes de fazer as três atividades exigidas neste projeto.

Caso haja algum problema, é necessária a comunicação osmótica entre os membros da equipe, para garantir que todos estejam no mesmo nível.

 

 

Entenda motivações

Muitas vezes as pessoas não estão motivadas para realizar as três atividades necessárias do método DevOps. Algumas só desejam ser desenvolvedoras e outras administradoras do projeto.

O líder precisa entender os desejos da equipe e mostrar as vantagens na carreira profissional de um DevOps, mas sempre respeitando uma possível falta de motivação que possa existir.

 

Elimine a culpa

Não existe culpado em um projeto. O profissional precisa entender que o membro da equipe, às vezes, não se encontra preparado para executar as três atividades exigidas.

Sendo assim, não devem existir julgamentos caso haja algum erro, pois isso impede o avanço e cria desmotivação. 

 

Abrace a falha inteligente 

“É errando que se aprende”. Essa frase pode ser aplicada nesse tópico, pois toda falha tem uma lição aprendida e, por isso, pode ser chamada de falha inteligente. 

O essencial é procurar a raiz do problema, entender o que gerou o erro e tentar resolver todos os aspectos para que ele não se repita. 

 

Concentre-se nos gargalos e no fluxo 

Gargalo é um momento dentro de um fluxo de processo que faz com que ele fique mais lento, com o surgimento de buracos que afetam o seu desenrolar.

Para garantir que o projeto flua plenamente, torna-se necessário o acompanhamento contínuo no gargalo e no fluxo do projeto.

 

 

Eliminação do trabalho não planejado

Nas equipes DevOps não pode existir espaço para eventos e atividades não planejadas dentro do processo. 

Se uma atividade se encontra fora do planejamento, ela não faz parte do processo.

 

Seja contínuo 

Ser contínuo é muito importante quando falamos de frameworks ágeis, pois é básico que o processo de desenvolvimento não tenha paradas. 

Nesse sentido, é necessário que se crie uma continuidade iterativa do processo.

 

Forme equipes dedicadas e multifuncionais

O mercado procura por equipes multifuncionais e profissionais DevOps suprem essa necessidade.

Uma formação ágil é um upgrade na profissão, afinal, um profissional que consegue se adaptar às mudanças e se dedica ao projeto, cria sistemas de maior qualidade.

 

Amor transparente

Um profissional de referência na equipe, como um Scrum Master, precisa criar uma energia em relação ao trabalho.

Os integrantes de uma equipe DevOps se espelham no líder da equipe, sendo assim, se não há motivação por parte dele, a equipe não será motivada.

 

Construa autonomia, domínio e propósito 

É muito importante em uma equipe autogerenciada que todos tenham conhecimento e domínio do projeto, para que as definições estejam alinhadas.

O propósito único de todo o time de desenvolvimento deve ser entregar o projeto no tempo estimado.

 

DevOps e Scrum: qual a relação?

 

Nos últimos tempos, as metodologias Scrum e DevOps estão sendo usadas em maior frequência e juntas.

De um lado, temos a cultura DevOps, que fornece maior transparência no conteúdo das Sprints para os integrantes do time de TI. Sendo possível, já que todas as fases do produto serão desenvolvidas em uma única linguagem na plataforma. 

Do outro lado, temos a cultura ágil, que busca satisfazer o cliente por meio de entregas adiantadas e contínuas de software de valor. 

Essas duas metodologias podem ser aplicadas de maneira independente. Porém, com o cenário atual e os problemas que surgem na elaboração e desenvolvimento de um projeto, a união dos dois métodos possibilita correções rápidas conforme novas demandas e exigências, além de garantir do cliente feedbacks constantes.

 

Um ponto de integração das duas metodologias, que resulta no aumento da qualidade do projeto, é a correção da assimetria de informação. Ou seja, muitas vezes as informações que ficaram em rascunhos e post-its da equipe desenvolvedora não chegavam à equipe de TI.

Esse problema pode ser considerado uma falha de comunicação que leva a falhas no produto. Com a integração proporcionada pelo DevOps, os registros permanecem no sistema e é criada uma documentação que se torna acessível a todo o time de TI. 

Um outro ponto de integração considerável entre DevOps e Scrum é a harmonização criada entre os desenvolvedores e operadores. Esse ambiente favorável cria um processo de hierarquização de ações do projeto, gerando autonomia de cada membro. 

Contudo, sabemos que o mundo sofre transformações constantes e o mercado de trabalho não fica de fora. Assim, a união de equipes de desenvolvimento com os programadores TI apresenta novos recursos para o sucesso do projeto. 

 

Pronto para se especializar?

 

Agora que você conheceu a metodologia DevOps e como ela se relaciona com o Scrum, eu vou te apresentar a oportunidade que faltava para a sua formação profissional ágil.

Além do curso de introdução ao Agile Scrum, disponibilizado gratuitamente, nós temos um curso para você que deseja ser o diferencial na sua empresa. 

A formação Scrum Master com certificação EXIN da Voitto aborda os fundamentos essenciais desse método, além de garantir um diferencial curricular, empregabilidade e credibilidade. 

Além de tudo isso, o curso é um preparatório para o exame de Certificação Agile Scrum Master da EXIN, que é uma empresa holandesa reconhecida internacionalmente na certificação de profissionais Scrum.  

Então não perca essa oportunidade e seja o Scrum Master dos seus projetos.  

 

 

Gostou do nosso artigo? Deixe seu feedback, a sua opinião é muito importante! 

Ah não esquece de compartilhar com aquele seu amigo que ainda não conhece as metodologias ágeis.