A felicidade é uma habilidade e ela pode ser desenvolvida a partir da inteligência emocional.

Durante muito tempo acreditamos que para atingir a felicidade era necessário conquistar bens, uma posição de destaque na sociedade e acumular riquezas. Ou seja, para tornar-se feliz, seria necessário atingir o sucesso.

Porém, estudos revelam que a felicidade não está relacionada com nada disso. O seu valor está em coisas simples e que muitas vezes não damos atenção.

Vamos descobrir como podemos ser felizes de forma genuína?

Veja os tópicos que serão abordados neste artigo:

  • O que é a felicidade?
  • O maior estudo da história sobre felicidade realizado por Harvard;
  • 5 dicas para ser mais feliz imediatamente.

 

O que é a felicidade? 

 

A felicidade é uma habilidade, que como qualquer outra pode ser desenvolvida. Ela é muito mais do que um estado de espírito mas uma forma de viver.

Segundo o neurocientista Richard Davidson: 

“Nós não costumamos pensar na felicidade como uma habilidade, mas tudo que sabemos sobre o cérebro sugere que a felicidade não é diferente de aprender a tocar violino ou aprender um esporte complexo. Se você praticar, você vai melhorar”.

Acreditar na felicidade como habilidade é algo que vem sendo discutido por profissionais dos mais diversos ramos, desde psicólogos até empresários.

Antes as pessoas achavam que a felicidade estava vinculada a conquistas e realizações, o que as levava a trabalhar arduamente em busca de bens.

A busca terminava com pessoas frustradas e desiludidas. É aquele famoso ditado popular: “dinheiro não traz felicidade”. E não traz mesmo.

Uma pesquisa demonstrou que os atuais índices de depressão no mundo são 10 vezes maiores do que em 1960, o que claramente nos mostra que estamos fazendo o caminho inverso.

Estudos atuais comprovam que a felicidade é desenvolvida a partir de relações saudáveis, a partir do seu bem estar.

De acordo com Shawn Achor, autor do livro O Jeito Harvard de Ser Feliz, os benefícios de desenvolver a felicidade como uma habilidade estão relacionados com a mudança de conexões químicas do nosso cérebro, o que permite o combate ao estresse, nos tornando mais produtivos e focados.

Assim, podemos perceber que a felicidade está diretamente relacionada com a produtividade, ou seja, em um ambiente colaborativo no qual pessoas estão satisfeitas e realmente felizes com o que fazem geram muito mais valor e resultado para um empresa.

 

Como desenvolver a felicidade como habilidade?

Talvez uma das respostas mais simples para essa pergunta é incentivá-los a encontrar o seu propósito de vida, o ikigai de cada um.

Em algumas situações as pessoas aceitam vagas de emprego simplesmente pelo fato de acharem que o salário ou os benefícios oferecidos serão suficientes para suprir as suas necessidades financeiras e materiais, esquecendo-se do seu bem estar físico e mental que são afetados quando não somos felizes.

Tal afirmação nos leva a considerar um levantamento realizado pela Conference Board em 2010 que somente 45% dos trabalhadores entrevistados sentiam-se felizes com o emprego, marcando o ponto mais baixo em 22 anos de levantamentos.

Além disso é importante a contratação de funcionários que tenham o mesmo propósito da sua organização. Assim, pessoas mais felizes estarão trabalhando em prol do mesmo objetivo.

Para que você possa gerir de modo estratégico os recursos humanos da sua organização separamos para você a nossa Planilha de Indicadores de Recursos Humanos

Ela permite o controle dos principais indicadores de RH visando garantir o desenvolvimento, atração, e retenção do capital humano nas empresas o que contribui no direcionamento e cogestão das decisões e práticas organizacionais.

Clique no banner abaixo e baixe a sua planilha GRATUITAMENTE.

Planilha de Indicadores de RH

Agora que você já sabe que o sucesso não gera felicidade mas sim, que a felicidade gera o sucesso, vamos conhecer e entender um estudo que nos revela o segredo da felicidade.

 

O maior estudo da história sobre felicidade realizado por Harvard

 

Em busca de entender qual a chave da felicidade O Estudo de Harvard sobre o Desenvolvimento Adulto monitorou 724 homens durante 75 anos.

Esses homens foram escolhidos de modo que uma parte pertencia a um grupo mais favorecido e a outra parte a um desfavorecido, um grupo de garotos dos bairros mais pobres de Boston.

Ao longo de todos esses anos questionários, entrevistas e exames médicos foram realizados, a fim de observar a qualidade de vida dessas pessoas.

Cada pessoa construir uma história diferente de acordo com os seus ideais. Alguns se tornaram médicos, advogados, pedreiros, entre outros. Durante os anos, alguns desenvolveram doenças como esquizofrenia, outros desenvolveram vícios.

Mas as pessoas que, na sua velhice, estavam mais saudáveis e felizes eram aquelas que possuíam relacionamentos saudáveis, ou seja, aquelas que criaram laços com outras pessoas.

Um estudo tão complexo e completo nos dá uma resposta aparentemente simples para uma das coisas mais buscadas que é a felicidade, mas que nos faz refletir. 

Valorizamos tanto o material que nos esquecemos das pessoas. E, olha que interessante: as relações que construímos ao longo da nossa vida é que vão ditar o quão felizes seremos.

Será que estamos valorizando e criando relações pessoais saudáveis? Pense sobre isso e se a resposta for negativa, fique tranquilo. Ainda há tempo de exercitar a felicidade.

O desenvolvimento da felicidade é composto por relacionamentos, isso já entendemos. Mas existem outros fatores que também devem ser observados para que ela seja atingida, ou desfrutada. Vamos ver quais são eles?

 

5 dicas para ser mais feliz imediatamente

 

Como já foi dito, a felicidade é uma habilidade e como tal, ela pode e deve ser desenvolvida para que você tenha uma vida mais produtiva, bem estar, sucesso, relações bem sucedidas, dentre outros inumeráveis benefícios.

Para que você desenvolva a sua felicidade imediatamente, separamos 5 dicas que podem ser praticadas.

 

1. Cuide da sua saúde corporal

 

Praticar exercícios físicos regularmente auxilia o nosso bem estar corporal. Quando os praticamos liberamos endorfinas, hormônios relacionados com o bem estar que nos traz uma sensação de prazer, além de ser considerado, por especialistas, um antidepressivo natural.

A prática de alongamentos matutinos e noturnos auxiliam no relaxamento corporal e ativam a circulação sanguínea o que diminui a tensão muscular.

Crie o hábito de se exercitar e veja como sentirá uma diferença em seu bem estar corporal.

 

2. Faça pausas para se conectar consigo mesmo

 

Segundo Davidson a prática de relaxamento e meditação ativam a parte do cérebro que está ligada a felicidade.

Sendo assim, praticar meditação regularmente nos ajuda a sermos mais felizes pois isso nos leva a conexão com nós mesmos.

Outra forma de alcançar esse benefício é através do mindfulness, que nos traz ao presente, auxiliando a manter o foco.

 

3. Seja grato

 

Às vezes estamos tão ocupados com a agitação do cotidiano que esquecemos de valorizar os pequenos momentos ou prazeres. Esquecemos das coisas que nos fazem bem e caímos em uma rotina sem graça.

Crie o hábito de anotar pelo menos três motivos para ser grato a cada dia e veja como você começará a olhar de uma forma diferente para o mundo ao seu redor.

 

4. Faça o que gosta 

 

Lembra quando falamos que a felicidade leva à produtividade? Então, procure fazer o que você gosta, seja no âmbito profissional ou pessoal isso te trará uma sensação prazerosa e te levará a fazer as coisas com mais leveza.

 

5. Cultive boas relações

Espero que você ainda se lembre do resultado do estudo de Harvard …

A chave para a felicidade é o cultivo de bons relacionamentos. Então, valorize as pessoas que estão perto de você, crie laços, elogie, faça bem àqueles que você ama e o resultado, bem, o resultado desse cultivo você colherá.

 

Já que felicidade resulta em produtividade …

 

Ao longo deste artigo descobrimos que a felicidade é uma habilidade que pode ser desenvolvida e que ela depende de apenas uma pessoa: VOCÊ.

Aprendemos também que como qualquer habilidade ela precisa ser exercitada para que possamos tê-la em sua plenitude e o resultado dessa dedicação é uma vida mais produtiva, com sucesso genuíno e relações pessoais bem sucedidas.

Para que você possa ser uma pessoa mais produtiva, além de seguir as dicas que falamos acima, separamos para você o nosso curso de Gestão do Tempo e Produtividade Profissional.

Nele você aprenderá a desenvolver o seu autoconhecimento, lidar com imprevistos com maior naturalidade, criar rotinas e maior disciplina para você e sua equipe e muito mais.

Clique no botão abaixo e seja mais produtivo.

Curso de Gestão do Tempo e produtividade Profissional