A inteligência social é uma habilidade muito importante para as nossas vidas, visto que criar conexões com as pessoas ao nosso redor é essencial para a nossa existência e para a nossa felicidade.

Mas, com o avanço tecnológico e as novas formas de se comunicar com as pessoas, por meio de aplicativos, perdemos a essência do contato físico. 

Quantas vezes você já conversou com alguém por algum meio digital e quando a encontrou pessoalmente se embaralhou para dizer um simples “oi”?

Isso acontece com frequência, seja na nossa vida pessoal, familiar ou profissional, na qual o impacto pode ser decisivo para o sucesso ou não da nossa carreira.

Criar relações sociais saudáveis está intimamente relacionada à inteligência emocional, dado a sua relação com dois pilares desta.

Ao longo deste artigo, vamos conversar sobre:

  • O que é inteligência social?
  • A importância da inteligência social para a liderança;
  • Inteligência social e a inteligência emocional;
  • Como desenvolver a inteligência social?

Leia este artigo com o coração aberto e absorva ao máximo todas as informações que você julgar relevante.

Algumas coisas vão parecer óbvias, já podemos te adiantar isso, mas o óbvio precisa ser dito!

Vamos começar definindo inteligência social. 

 

O que é inteligência social?

 

Inteligência social ou inteligência interpessoal é a capacidade que desenvolvemos que nos leva a reagir de forma adequada a diferentes contextos sociais. Ela nos auxilia no desenvolvimento de relações saudáveis com as pessoas que estão ao nosso redor.

Ela é uma habilidade cognitiva ou seja, não nascemos com ela, mas a desenvolvemos com o passar do tempo.

Quando a nossa inteligência social é desenvolvida, a nossa capacidade de administrar conflitos aumenta. Isso devido ao fato do seu desenvolvimento englobar a empatia, ou seja, quando nos tornamos inteligentes socialmente, somos capazes de nos colocar no lugar do outro e ouvi-lo sem críticas.

Existem algumas habilidades que são essenciais para a inteligência social, sendo elas:

  • comunicação verbal;
  • comunicação não-verbal;
  • empatia;
  • auto apresentação; e
  • assertividade.

Todas elas são soft skills e para que você possa entender um pouco mais sobre cada uma delas e outras habilidades importantes, assista a nossa Websérie Soft Skills - As habilidades do profissional do futuro

São cinco episódios repletos de dicas práticas, para você alavancar a sua carreira e desenvolver essas habilidades, que são essenciais para o seu sucesso profissional.

Clique no banner abaixo e assista a websérie agora mesmo!!!

Websérie Soft Skills -  As habilidades do profissional do futuro

Agora que já sabemos a definição de inteligência social (e você já conferiu a nossa websérie), vamos entender qual a relação da inteligência social com a liderança.

 

A importância da inteligência social para a liderança

 

Como vimos, a inteligência social se reflete na maneira como interagimos com o outro e no nosso comportamento, o que é fundamental para a nossa carreira, principalmente se tratando de cargos de liderança, no qual a construção de relacionamentos saudáveis com os liderados é essencial.

É importante sabermos escutar o outro, praticando a escuta empática e os princípios da comunicação não-violenta, que nos levam a uma conexão autêntica com o outro.

Tudo isso pode ser aplicado em situações que fazem parte do dia a dia organizacional. Um bom exemplo são as reuniões de feedback e feedforward nas quais a comunicação assertiva e a inteligência emocional são essenciais.

Essa conexão com o outro nos leva a construção de relações consistentes, nas quais o rapport é natural.

Quando a nossa inteligência social é desenvolvida, também desenvolvemos a autoconsciência.

E, por que isso é importante?

Quando somos conscientes de quem somos e de como estamos em determinadas situações, conseguimos ser autênticos e nos adaptar as diferentes situações que surgem no dia a dia organizacional como, por exemplo, reunião com acionistas ou, até mesmo, com pessoas de diferentes países e culturas.

Segundo Daniel Goleman, autor do best seller Inteligência Emocional, afirma que a sensibilidade social para o mundo dos negócios é essencial para lidar com diferentes grupos de pessoas.

Para que você possa se aprofundar nos conhecimentos sobre liderança e a sua relação com as soft skills, clique na imagem abaixo e acesse o resumo do livro Liderança com Base Nas Soft Skills.

Liderança com base nas soft skills

Vamos entender agora a relação da inteligência social com a inteligência emocional.

 

Inteligência social e a inteligência emocional

 

Existem dois pilares da inteligência emocional que se referem a nossa relação com o outro, sendo eles empatia e gestão de relacionamentos.

Nesse sentido, o desenvolvimento da inteligência social inclui construir esses pilares, de modo que tenhamos uma base sólida para nos relacionarmos com o outro, seja no âmbito pessoal ou profissional, como membros de uma equipe ou em um cargo de liderança.

 

Como desenvolver a inteligência social?

 

Como vimos, a inteligência social é uma habilidade importante para a resolução de conflitos.

Para que você possa aprimorar essa soft skill, separamos o nosso Curso de Gestão de Conflitos.

Com este curso, você será capaz de se comunicar com clareza e segurança, encontrar soluções eficazes para a resolução de conflitos, exercer sua liderança para criar um ambiente de trabalho harmonioso e produtivo, além de muitas outras habilidades.

Clique no botão abaixo e se inscreva agora mesmo!