A mentoria é o processo de crescimento profissional acompanhado por um mentor, profissional experiente que compartilha com você experiências de sucesso.

Já deixou de apresentar um projeto por ficar com medo dele não alcançado resultado esperado? Já desistiu de se candidatar a uma vaga por achar que não tinha conhecimento suficiente para lidar com resoluções de problemas na sua área?

Ser mentorado vem como uma forma de desenvolver e aumentar a confiança de um profissional que almeja um direcionamento e acompanhamento que o permita melhorar a performance na sua atuação. 

Quer saber mais sobre o papel da mentoria como aceleradora de carreiras? Nesse artigo você aprenderá:

  • O que é mentoria?
  • Para que serve mentoria?
  • Benefícios da mentoria
  • Como funciona um processo de mentoria?
  • Quais os tipos de mentoria?
  • Quais as áreas de mentoria?
  • Como escolher um mentor?
  • Como me tornar um mentor?

 

O que é mentoria?

 

Mentoria é um processo de aceleração de carreira através do acompanhamento por um profissional mais experiente na área de atuação desejada.

É realizada por meio da relação mentor-mentorado:

Mentor: pessoa expert em determinada área de atuação. Com anos de experiência, é referência na área. 

Mentorado: profissional que tem como objetivo crescer pessoal e profissionalmente para atingir seus objetivos de carreira. Para isso, conta com a ajuda de um profissional mais experiente que vai facilitar sua caminhada. 

Equipe de mentorados: referente ao profissionais que fazem parte desse processo em grupo. Por terem objetivos em comuns, auxiliam uns aos outros.

 

Para que serve a mentoria?

 

A mentoria serve para auxiliar o mentorado no planejamento e execução de ações estratégicas e coerentes com seus anseios profissionais. 

Você está se perguntando ainda se vale ou não a pena? Então...o mentor irá facilitar sua chegada no sucesso profissional desejado :) 

Se você quiser aprender como definir seus objetivos profissionais, inscreva-se gratuitamente no Workshop Planejamento de Carreira!

 

Workshop Planejamento de Carreira

 

Benefícios da Mentoria

 

1. Ajuda na resolução de problemas

Sabe quando tem algum “pepino” a ser resolvido na empresa e você não sabe por onde começar? Será se vale a pena pedir a opinião pro cônjuge ou familiar que nada entende da sua área?

Com a ajuda do mentor, você tem a oportunidade de conversar sobre o problema com alguém que entende sobre e que pode te ajudar na resolução de forma mais assertiva, por já ter passado por situações similares.

Ahhh, e ainda tem o grupo de mentorados...seus colegas também estão dispostos a ajudá-lo na resolução de problemas!

Parece ou não um sonho?

 

2. Aumenta a autoconfiança

Um profissional recém-formado ou ainda com poucos anos de atuação e inseguro sobre como atuar, tem, com ajuda do mentor, a oportunidade de ser mais autoconfiante ao propor ações.

Com um auxílio direcionado, com maior conhecimento técnico, compartilhamento de experiências e atualizado sobre as novidades da sua área, o mentorado se sente mais confiante no seu dia a dia profissional...até porque ele vai propor ações que seu mentor já implantou e deu certo, né?

A probabilidade de erro reduz com uma mentoria. E já que o medo, que gera insegurança, é reduzido...a taxa de acertos e o crescimento na carreira são ampliados.

 

3. Auxilia no direcionamento de ações estratégias

Uma mentoria é organizada por um mentor, alguém que entende sobre a área e que tem anos de experiência. Ou seja, é um programa montado segundo esse período de atuação, de forma a avaliar o que deu errado (e evitar!) e o que deu certo (e replicar!).

Assim, é possível ao mentorado aprender com os acertos do mentor. Durante o processo, o aprendizado será voltado as ações já realizadas que deram certo, ou seja, ações testadas e comprovadas como estratégicas.

E estratégia otimiza resultados, não é mesmo?

 

4. Aumenta networking com profissionais

“Queria tanto saber com antecedência sobre os eventos da minha área”, “Quem será um bom profissional dessa sub-área que poderia fazer um trabalho em conjunto comigo?”

Caso tenha se identificado com algum desses desejos, saiba que um mentor pode ajudá-lx. A partir do momento que entra em processo de mentoria, cria network com demais profissionais da sua área de atuação, o que resulta numa troca de conhecimentos. Massa, né?

Aprendizado coletivo é isso.

 

5. Aumenta networking com profissionais

Uma mentoria tem como objetivo favorecer o crescimento da carreira do mentorado. Portanto, seu foco será facilitar ao máximo esse processo até o sucesso.

Um dos meios de favorecer uma atuação mais estratégica e de alta performance desse mentorado é disponibilizar materiais e ferramentas, com certificação de resultados, que podem ser simplesmente baixadas e aplicadas na área de atuação. 

 

Como funciona um processo de mentoria?

 

O processo de mentoria funciona através de reuniões entre mentor e mentorado.

A partir da definição dos objetivos da, o mentor será responsável por transmitir seus conhecimentos técnicos e experiências ao mentorado de forma a ensiná-lo boas práticas de atuação. 

Os encontros têm frequência e temas pré definidos. Entre as reuniões o mentorado deve colocar em prática algumas atividades e, no encontro, deve comentar sobre como foi a realização, dificuldades, desafios e aprendizados.

Com o decorrer do processo, são avaliados o desempenho resultados do mentorado.

Ao fim, é esperado que o mentorado tenha adquirido conhecimento e confiança suficiente para aplicar ações estratégicas no seu trabalho e alavancar na carreira.

 

Quais os tipos de mentoria?

 

Um programa de aceleração de carreira pode ser organizado segundo 2 tipos de mentoria: interna ou externa.

 

Mentoria interna

Os programas de mentoria internos ocorrem quando mentor-mentorado fazem parte de uma empresa.

Exemplo: Quando há um profissional recém-chegado na empresa e um colaborador mais experiente, com mais tempo de empresa, fica responsável pelo desenvolvimento do novo colaborador.

Nesse caso, o mentor é visto como aquele que entende sobre a empresa e seus processos. Logo, um exemplo a ser seguido, uma referência de atuação.

 

Mentoria externa

O programa de mentoria externa é caracterizado quando não há relação profissional entre mentor-mentorado. 

Exemplo: Quando o profissional tem pouco tempo de atuação e não está muito seguro para executar suas atividades na empresa. Nesse caso, ele procura por um profissional externo a empresa que é referência na área na sua cidade, estado ou até de outro lugar do Brasil.

Com avanço da tecnologia, bem comum encontrar grupos de mentoria externa com pessoas de cada canto do país.

 

Quais as áreas de mentoria?

 

Um mentorado pode buscar desenvolvimento em áreas específicas. 

 

1. Mentoria para gestão de negócios

Mentoria voltada para empreendedores que objetivam entender mais sobre mundo dos negócios e gestão. Nesse caso, o mentor auxiliará com orientações/sugestões e compartilhamentos de ações e estratégias que podem alavancar resultados do negócio.

 

2. Mentoria para finanças

Mentoria voltada a questões financeiras. Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em média, metade dos brasileiros não sabem administrar suas finanças. Assim, o mentor atuará com orientações de gerenciamento /ou investimentos voltados a um caixa saudável ao fim do mês.


3. Mentoria de marketing/mercado

Esse tipo de mentoria é voltado para a otimização do marketing e, consequentemente, de vendas. Nesse caso, o mentor é voltado para as tendências de mercado e na orientação sobre as melhores estratégias de marketing digital que podem auxiliar na maior visibilidade, no engajamento de potenciais clientes, em vendas e em fidelização

 

4. Mentoria profissional

Mentoria voltada mais especificamente para um plano de carreira. Nesse tipo de mentoria o mentor se voltará, inicialmente, para o desenvolvimento pessoal do mentorado, descobrindo que travas podem impedir seu crescimento. Posteriormente, há um enfoque num plano de crescimento profissional, com a entrega de técnicas e ferramentas comprovadas que dão resultados e compartilhamento de experiências que podem direcionar ações estratégicas.

 

Como escolher um mentor?

 

A mentoria é um processo de desenvolvimento que deve ser um investimento que traga resultados para sua carreira.

Você tem ideia de quais pontos deve levar em consideração ao escolher um mentor? Pois se liga nas dicas!

 

1. Conhecimento técnico

Se você é alguém que quer se desenvolver, deve escolher alguém que saiba mais que você, certo?

Portanto, seu mentor deve possuir conhecimento técnico suficiente para ajudá-lx com suas necessidades e desafios.

Como identificar: Siga e acompanhe redes sociais que permitam a você avaliar se os conteúdos disponibilizados por elx são de qualidade e se traz informações que você desconhece.

 

2. Experiência comprovada

O mentor deve ser aquele que vai facilitar sua atuação, certo? Logo, você deve esperar delx ações estratégicas, já testadas e comprovadas com resultados.

Para que o mentor possa auxiliá-lx na resolução de problemas do dia a dia e/ou para melhorar sua bagagem, é importante que ele tenha uma bagagem de atuação que permita isso.

Como identificar: Pesquise sobre o mentor no LinkedIn, seu currículo com certificações, recomendações...a partir dessa análise saberá sobre o tempo de atuação, carreira e resultados.

 

3. Admiração

Você tem como referência de profissional alguém que admira, certo? A admiração pode ser contemplada por diversos fatores: conhecimento técnico, vasta experiência, resultados conquistados e cases de sucesso.

“Será se um dia vou conseguir ser um profissional assim?”, “Queria saber tanto quanto elx” são algumas falas que representam sua admiração por alguém.

Como identificar: Avalie que profissional você acompanha: lendo conteúdos postados, comentando com amigos sobre, colocando em prática conhecimentos ensinados. 

 

4. Compatibilidade

O mentor será aquele que estará acompanhando você em todo o processo. Portanto, é necessária que a comunicação entre vocês seja assertiva.

Um bom relacionamento é essencial para que você se sinta confortável em falar sobre suas inseguranças e desafios. Entretanto, é necessário certo contraste de perspectivas também para que o mentor tire você da zona de conforto e o estimule a tomar ações estratégicas.

Como identificar: Avalie se você costuma comentar sobre suas dúvidas para o profissional e se ele te faz tomar ações que não fazia antes.

 

Como se tornar um mentor?

 

Você viu na mentoria uma oportunidade de empreender e quer saber como se tornar um mentor? Segue as dicas!

 

1. Conheça sua expertise e propósito

O primeiro passo para montar um programa de mentoria é o autoconhecimento. A partir disso que você saberá qual sua maior expertise e seu propósito.

Esses pontos são a base para a escolha do tema e objetivo da mentoria. Faça essas perguntas a você: Em que você é bom? Como você pode auxiliar outros profissionais? 

 

2. Defina o público-alvo

Para a mentoria gerar renda, é necessário ter um público interessado em comprar, certo?

Depois de você definir como seu acompanhamento pode ajudar pessoas, deve saber que pessoas tem essas necessidades/desafios que você soluciona.

Dica: A construção de uma persona auxilia a atrair especificamente as pessoas que vão se interessar pelo seu serviço.

 

3. Planeje o conteúdo 

Uma das partes principais de um programa de mentoria é o seu planejamento.

Que conteúdos você ministrará? Qual será a frequência de encontros? Como você acompanhará o desempenho dos mentorados?

As respostas a essas perguntas são essenciais para a visualização de como a mentoria será conduzida. 

Ahhhh, lembre-se de avaliar os resultados a cada fim de mentoria. Peça feedbacks e potencialize sua mentoria!

 

Quero ser mais assertivx na minha carreira!

 

Você deve ter entendimento o quão para uma mentoria dar resultado é necessária uma boa relação e comunicação entre mentor-mentorado, bem como se sentir confiante ao propor ações estratégicas no trabalho, certo?

Nesse contexto, a habilidade de oratória é altamente requisitada para você se conectar com pessoas e saber como convencer seu público, de gestores ou mentorados. Portanto, acelere sua carreira e inscreva-se hoje mesmo no Curso de Oratória e Técnicas de Apresentação!


Curso de Oratória e Técnicas de Apresentação

 

Gostou desse conteúdo? compartilhe!

Se ficou com alguma dúvida, comente.