Com o volume significativo de dados existentes no mundo VUCA, é preciso armazená-los de maneira segura e eficiente. É nesse contexto que surgem os bancos de dados. 

Amplamente usados para gerenciar, atualizar e acessar informações, os bancos de dados trazem consigo diversas vantagens competitivas, garantindo maior organização na empresa. 

De acordo com pesquisadores da Universidade da Carolina do Sul, estima-se que o número de dados e de informações cresça mais de 50% ao ano. Em 2007, esse número era equivalente a 265 exabytes. Isso é impressionante, não é mesmo?

Por isso, é crucial para o sucesso de um empreendimento a boa estruturação de seus dados, por meio de bases de dados. Neste artigo, apresentaremos as seguintes informações sobre os bancos de dados:

  • O que é um banco de dados?

  • Quais os tipos de bancos de dados existentes?

  • Quais as vantagens de se usar um banco de dados?

  • SQL, MySQL e NoSQL: o que são e quais as diferenças?

Preparado para conhecer mais sobre o assunto? Vamos lá!

 

O que é um banco de dados?

 

Banco de dados é um conjunto de dados sobre um determinado domínio. Serão agrupamentos de informações que, ao serem manipulados, são capazes de gerarem informações ricas, que podem dar origem a modelos preditivos, por exemplo.

No âmbito empresarial, sua utilidade é incrivelmente diversa. É possível armazenar informações sobre RH, comportamento do cliente e, até mesmo, dados de estoque. Nesse sentido, é crucial que estas informações se encontrem de maneira organizada para que se possa acessá-la de maneira rápida e eficiente.

Uma maneira de se obter isso é por meio do uso de um sistema de gerenciamento de banco de dados, abreviado na forma do acrônimo SGBD. Alguns exemplos de SGBD são: Oracle, SQL Server, MySQL, MongoDB, entre outros.  

Um sistema de gerenciamento consiste num software responsável pelo armazenamento, pela segurança e pelo acesso dessas informações.

Se para o seu negócio não é necessário fazer uso de softwares mais robustos, você pode fazer o gerenciamento de seus dados com tabelas em Microsoft Excel, ou ainda, fazendo uso do Power BI. Esse último é um programa desenvolvido pela Microsoft, sendo uma solução voltada para Business Intelligence. 

Ainda não sabe como ele funciona? Pensando nisso, preparamos para você o Curso de Introdução ao Power BI! Nele, você aprenderá a tratar informações, relacionar tabelas e bases de dados e criar relatórios para visualizar e analisar informações de maneira ágil!

Interessado? É só clicar logo abaixo!

Curso de introdução ao power bi

A seguir, explicaremos melhor sobre os tipos de bancos de dados! Confira!

 

Quais os tipos de bancos de dados existentes?

 

Existem dois tipos de bancos de dados: os relacionais e os não relacionais. Os bancos de dados relacionais são aqueles que utilizam o paradigma de conjuntos. Nesse tipo, os dados são organizados em colunas e linhas, em tuplas ou em registros.

Um banco de dados relacional é usado no caso de dados tabulares, que são facilmente inseridos e recuperáveis. Além disso, nesse caso, há relação entre os dados inseridos nas tabelas.

Esse modelo de bases de dados é usado comumente para ERP, para CRM e para gestão de finanças.

Para essa denominação é usada a SQL, acrônimo que se refere a Structured Query Language cuja tradução é Linguagem de Consulta Estruturada. Por meio dela, é possível inserir, modificar e também consultar diferentes partes da base de dados.

Já os bancos de dados não relacionais utilizam o paradigma orientado a objetos. Nesse caso, enquadram-se casos com a presença não só de tabelas, mas também de mapas, de imagens ou, até mesmo, de páginas web.

Assim, pode-se dizer que esses dados são do tipo mistos. Para esse modelo, é usada a linguagem NoSQL, acrônimo que significa Not Only SQL cuja tradução é Não Somente SQL.

Essas bases de dados são armazenadas em nuvem, visando suprir demandas que não são sanadas com os bancos de dados relacionais.

É importante ressaltar que não existe um tipo certo a ser utilizado, tudo dependerá da sua realidade e da situação atual do seu negócio. Ainda não está convencido a usar um banco de dados? Confira o que preparamos logo abaixo!

 

Quais as vantagens de se usar um banco de dados?

 

A importância de dados organizados e bem estruturados é um fator de diferenciação e de competitividade no mercado. A partir deles, é possível ter insights sobre seus processos, seus clientes e novas possibilidades de investimento.

Preparamos uma lista de vantagens que poderão fazer a diferença no gerenciamento do seu negócio e dos seus dados. Confira:

Com a centralização dos dados de uma única maneira, é possível otimizar seu acesso e também garantir que transparência nas ações tomadas no negócio. Além disso, é possível, com um conjunto de dados relevante, estabelecer modelos de predição, embasando mudanças.

Assim, não seria um exagero dizer que os dados de uma companhia fazem parte de seu patrimônio tanto quanto uma sede física, por exemplo. Grandes escândalos de vazamentos de dados já geraram muitos prejuízos no decorrer da história.

Permanecer competitivo no mercado também significa investir na segurança e na proteção de seus dados, usando-os como fator de diferenciação em relação à concorrência.

 

SQL, MySQL e NoSQL: o que são e quais as diferenças

 

Apesar de possuírem siglas similares, os termos: SQL, MySQL e NoSQL apresentam diferenças intrínsecas. Entenda um pouco melhor:

 

SQL

É uma linguagem de pesquisa usada para bancos de dados relacionais. Foi criada na década de 70 pela IBM. Permite fazer uma série de operações de inclusão, de pesquisa e de definição de dados. A linguagem é do tipo declarativa.

 

MySQL

É um sistema de gerenciamento de banco de dados desenvolvido pela Oracle. Esse SGBD faz uso da linguagem SQL. Possui compatibilidade com outros drivers e com outras linguagens de programação como, por exemplo, Python.

 

NoSQL

Refere-se aos bancos de dados não relacionais e não suportam a interface de SQL. Esses tipos de bases de dados não usam esquemas de tabelas fixas, possuindo tabelas, arquivos e, até mesmo, imagens. Foi criado no final da década de 90.

 

É sempre tempo de expandir os conhecimentos!

 

Nesse artigo, você aprendeu um pouco mais sobre a importância e o impacto dos bancos de dados como vantagem competitiva em negócios. O uso deles poderá trazer maior organização, melhorando a comunicação entre os setores da sua empresa.

Você já deve ter notado como dominar o Power BI poderá ser um ótimo começo para desenvolver sua base de dados e também analisar as informações que você já possui. Pensando em expandir os seus conhecimentos, trouxemos para você o curso Power BI Aplicado a Negócios!

Nele, você aprenderá a realizar análises de maneira global e formatar uma consulta, transformar dados e utilizar funções do Power BI com propriedade!

Basta se inscrever no botão abaixo!

Curso de formação de especialistas em power bi