Já parou para pensar em quantos setores diferentes uma empresa pode ter? Quantas funções cada um desses setores possuem? Muitas, não é mesmo? Uma forma de organizar e otimizar o funcionamento e todo o processo produtivo de uma empresa, é utilizar um software de ERP (Enterprise Resource Planning - Planejamento dos Recursos da Empresa), como por exemplo o SAP.

Os softwares SAP são originários de uma empresa alemã, chamada SAP AG, e significa Systeme, Anwendungen und Produkte in der Datenverarbeitung, ou Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamentos de Dados.

Para entender o que é SAP, nós separamos os seguintes tópicos para você:

  • O que é sistema SAP;

  •  Quais são os principais módulos do SAP;

  • O que é SAP HANA;

  • Como implementar o SAP;

  • Quais as vantagens.

 

O que é sistema SAP?

 

O SAP ERP é um sistema integrado de gestão empresarial usado para captar e armazenar as informações e dados de todos os setores de uma empresa, de modo a torná-la mais produtiva e organizada. Também é oferecido ao cliente a possibilidade de usar o sistema SAP na nuvem.

Porém, o SAP apresenta uma gama de módulos, então uma análise de objetivos deve ser feita para saber qual o tipo de SAP será o melhor e quais os módulos são realmente necessários para atender sua empresa.

No geral, a integração é feita para que cada parte da empresa tenha uma resposta mais rápida a cada ação, uma vez que os indicadores escolhidos são mostrados em tempo real, acompanhando o volume dos estoques, faturas, vendas e muito mais.

 

Quais são os principais módulos do SAP?

 

Existem vários módulos do SAP que poderão auxiliar em diversos pontos da empresa, e outros que podem não ser tão necessários. Se você quer aplicar esse software ERP à sua empresa, deve realizar um estudo para saber quais módulos são os mais adequado à ela, pois tudo depende do tipo de negócio que você tem, o porte da empresa e seus objetivos.

Caso seja um profissional que deseja fazer um curso SAP para aprender como mexer nesse software, também é importante conhecer seus módulos para que possa escolher em qual quer se capacitar e se destacar no mercado de trabalho.

Como são muitos, vou listar 10 módulos para que você possa ter uma ideia do que eles são capazes de fazer e entender melhor o que é sistema SAP.

 

  • SAP MM (Material Management - Gestão de Materiais)

Esse módulo é um dos principais, justamente porque grande parte dos departamentos da empresa lida com ele. Cuida da parte de requisição de compras, cadastro de materiais e fornecedores, acompanha as entradas e saídas dentro do estoque, geração de contas no financeiro e muito mais.

 

  • SAP EWM  (Extended Warehouse Management - Gerenciamento Estendido de Depósito)

É voltado para gerenciamento dos estoques, facilitando o acompanhamento das operações de grandes volumes. Com ele é possível integrar as informações coletadas dos processos de suprimento, demanda e distribuição do estoque em tempo real, para maior controle do gestor.  

 

  • SAP SD (Sales and Distribution - Compras e Distribuição)   

O módulo SAP SD, como diz o próprio nome, gerencia a parte de compras e distribuição da empresa, lidando com os setores que estão envolvidos com a compra de produtos, estoque, marketing, financeiro e outros ligados à logística da empresa.

 

  • SAP FI (Financial Accounting - Contabilidade Financeira)

A parte dos processos contábeis e financeiros ficam a cargo do módulo FI, que conta com ferramentas que armazenam dados e fazem planejamentos associados às contas a pagar e a receber (contabilidade de fornecedores e clientes, respectivamente), às taxas e pagamentos bancários, assim como todos os gastos da empresa.

 

  • SAP PP (Production Planning and Control - Planejamento e Controle da Produção)

O planejamento e controle da produção é peça chave para diminuir os custos e aumentar o lucro quando bem feito. Para que seja bem executado, é preciso a integração dos departamentos de venda e distribuição, para que uma previsão de gastos, estoque e de tempo seja feita. Além disso, a previsão de algumas falhas e o diálogo com os fornecedores é essencial.
 

  • SAP HR  (Human Resource - Recursos Humanos)

Esse módulo trabalha com um setor que está presente na grande maioria das empresas, o Recursos Humanos. Nele é feito o gerenciamento dos registros de funcionários, folhas de pagamento, preparação de relatórios e muito mais.

 

  • SAP CO (Controlling - Controladoria)

O SAP CO tem como objetivo mostrar em detalhes os custos de fabricação e compra de produtos. Com ele é possível saber com mais exatidão quanto determinado produto vale na empresa, sendo assim, fica mais evidente as linhas de produtos que são mais lucrativas.

 

  • SAP QM (Quality Management - Gestão da Qualidade)

A parte de gerenciamento de qualidade fica a cargo do SAP QM, que se integra a outros módulos relacionados ao planejamento e controle da produção, inspecionando os processos e gerando melhorias sempre que possível.

 

  • SAP PM (Plant Maintenance - Manutenção de Planta)

O módulo SAP PM cuida dos serviços de manutenção da empresa. Com ele, é possível planejar a manutenção para determinar o melhor horário para serem feitas a inspeções, no tempo certo, além de controlar o processo e execução de forma mais eficiente.

 

  • SAP RE (Real Estate Management - Gestão Imobiliária)

Para facilitar o gerenciamento dos bens imóveis corporativos, se utiliza o módulo RE. São dispostos de forma mais objetiva a utilização dos espaços das propriedades e os custos de instalação e construção, além de simplificar os processos relacionados à parte de regulamentação.

 

O que é SAP HANA?

 

A mais nova atualização de produtos da empresa apresentou o SAP HANA como uma evolução no modo de análise de dados. High Performance Analytic Appliance (ferramenta analítica de alto desempenho) é uma plataforma in-memory que utiliza Big Data  para criar um “cérebro” para a empresa, armazenando e processando uma grande quantidade de dados muito rapidamente.

 

gif tela com códigos

 

Com uma análise de dados tão veloz, essa ferramenta realiza previsões mais exatas de acordo com os dados adquiridos, com a função Data Mining, que aponta as melhores tomadas de decisões e agiliza processos antes muito demorados. 

Além disso, o SAP HANA é uma plataforma aberta e pode ser personalizada, contando com mais de 70 aplicativos, permitindo que você encontre a melhor ferramenta para solucionar seu problema.

Alguns exemplos são o SAP Fraud Management, que compara padrões em tempo real para detectar fraudes, e o SAP Customer Activity Repository, que possibilita ao varejista entregar ao cliente ofertas personalizadas, de acordo com seu histórico de compras.

 

SAP S/4 HANA

Nessa versão da plataforma, o sistema SAP apresentou um pacote ERP que otimiza o processo e se concentra na estrutura de dados principais, com personalização das interfaces e também utiliza a tecnologia in-memory SAP HANA, reduzindo o volume de dados captados pelo sistema após processá-los, destacando os que são realmente necessários.

Contudo, assim como outros pacotes, o S/4 HANA pode ser utilizado em ambiente on premise ou até em nuvem privada, por meio do SAP HANA Cloud Platform. A partir dele podem ser criados aplicativos com base no SAP HANA ou acrescentar os já disponíveis na plataforma.

Além das tecnologias apresentadas, para ser mais eficiente com as simulações e predições, o método machine learning também é incorporado, sendo um ramo da inteligência artificial e muito usado atualmente na Indústria 4.0.

Porém, não basta um software tão avançado que seja de difícil interação, e para isso são disponibilizadas algumas interfaces que facilitam a experiência da plataforma com o usuário. Dois exemplos são as interfaces Fiori e Screen Personas.

 

SAP Fiori

O SAP Fiori é uma interface que possibilita o acesso da plataforma SAP S/4 HANA em dispositivos móveis como como smartphones, tablets, entre outros. Ele apresenta aplicativos que simplificam a interação, mudam a experiência do usuário com a ferramenta e aumentam o desempenho em cada ramo utilizado. Para uma maior adesão da interface, ela está disponível para a maioria dos sistemas operacionais (Android, IOS, Windows, etc).

 

SAP Screen Personas

Essa interface possibilita a personalização das telas do software, através de ferramentas de arraste e solte, facilitando a visualização das telas e consequentemente otimizando tempo e aumentando a produtividade dos funcionários, que são os reais usuários da plataforma.

 

Como implementar o SAP?

 

Não só para as plataformas SAP, mas também para quaisquer outros sistemas, são necessários alguns cuidados na hora de fazer a transição e implementação de softwares de ERP.

Em primeiro lugar, uma análise minuciosa da empresa deve ser feita para decidir quais os módulos, plataformas e pacotes são os mais adequados e se eles cabem no seu orçamento!

Sendo assim, o ponto mais importante é o planejamento do processo, focando nas mudanças que cada setor irá sofrer e quais os profissionais irão participar.

Para modernizar sua corporação e até mesmo se capacitar dentro dos atuais requisitos do mercado, não tem jeito, há um preço. Afinal, para obter uma ferramenta tão completa e complexa, um grande investimento será necessário.

Mas, não adianta investir nos softwares se ninguém consegue usá-los, não é mesmo? Por isso, a capacitação dos funcionários é essencial para que a plataforma seja bem usada e alcance seu potencial.

Finalmente, o item que não pode ser esquecido é a manutenção. Para dar continuidade ao bom uso da ferramenta, a empresa deve garantir que haja uma boa equipe especializada (um dos pontos importantes da capacitação) nos ajustes e manutenções do software, se mantendo em bom funcionamento e não atrapalhando a produtividade.

 

Quais as vantagens do SAP?

 

Implantar o SAP numa empresa de qualquer porte é essencial, principalmente nas que estão em crescimento, por possibilitar a integração dos setores da empresa e consequentemente aumentar a produtividade.

Portanto, com a análise de dados numa velocidade muito alta e dispondo as informações em tempo real, proporcionada pelo SAP HANA, a tomada de decisões se torna mais rápida, otimizando o tempo e o fluxo de informações.  

Além disso, pode-se destacar a padronização dos processos, redução de estoques, eliminação de etapas manuais e um maior controle sobre a empresa.

 

E aí? Entendeu o que é SAP?

 

Os softwares de ERP ganharam espaço pelo mundo para organizar e gerenciar as empresas de diversos ramos. Porém, podemos ver que sua aplicação foi muito além do planejado, e agora é capaz de auxiliar em tomadas de decisão e quase prever o futuro com análises de dados!

Espero que no futuro possamos ter uma versão desse software que nos ajude a tomar decisões nas nossas vidas tão rápidas quanto as empresariais!

Enquanto isso, para você ficar por dentro dos métodos capazes de melhorar a gestão de um negócio, comece agora o nosso curso totalmente gratuito de Introdução ao Gerenciamento de Projetos. 

Você aprenderá, de forma clara e eficiente, o conhecimento e métodos para uma boa gestão. Não deixe de conferir! É só clicar no botão abaixo:

introdução ao gerenciamento de projetos na prática

Aproveita e deixa seu comentário dizendo se curtiu o post e caso tenha alguma dúvida, comenta aí que a gente esclarece para você :)