metodologia Lean Seis Sigma tem como propósito fundamental elevar ao máximo todo o desempenho de uma organização através da adoção de projetos estratégicos de melhoria. Assim, são utilizadas ferramentas estatísticas para constantemente eliminar desperdícios e reduzir a variabilidade em processos críticos, tanto produtivos, quanto administrativos.

Para satisfazer esta condição, este programa conta com um robusto, estruturado e sistêmico método para resolução de problemas: o método DMAIC. É através dele que novas metas desafiadoras de desempenho são alcançadas da maneira mais eficiente possível, proporcionando que a empresa conquiste consequentemente maiores níveis de competitividade e sustentabilidade em seus negócios através da melhoria de processos.

Só que antes de qualquer membro do programa Lean Seis Sigma – incluindo os Black Belts – aplicar o DMAIC em seus próprios projetos, existe todo um processo por trás: o planejamento estratégico da companhia, o desdobramento de metas de melhoria, o direcionamento de projetos Lean Seis Sigma e, por fim, a execução do DMAIC em cada um destes projetos.

Neste artigo, antes de te apresentar para que serve um projeto Black Belt e qual sua principal diferença com os demais projetos de melhoria dentro deste programa, vou te explicar como funciona o processo de surgimento desta necessidade estratégica por projetos Lean Seis Sigma, pode ser?

 

O que é o Lean Seis Sigma?

 

O Lean Seis Sigma nada mais é do que a junção das duas metodologias. O termo surgiu para unir a metodologia Seis Sigma com as ferramentas e o conceito do Lean Manufacturing a fim de melhorar os resultados da empresa por meio da redução da variabilidade nos seus processos e por meio da eliminação dos desperdícios e de atividades que não agregam valor.

Se você quiser mais dessa metodologia e ainda conhecer nossa plataforma, te convido a fazer gratuitamente nosso curso de White Belt em Lean Seis Sigma. Clique e se inscreva!

 

O processo de geração de um projeto Lean Seis Sigma

 

Quando chega o período de uma empresa realizar seu balanço periódico de desempenho – na maioria das vezes feito anualmente com base no ano fiscal, muitas coisas são levadas em consideração, como: seu faturamento mensal e acumulado, seus níveis de performance de atendimento a clientes, seus indicadores de desempenho e produtividade por setor e por aí vai...

Com base em todo este aglomerado de dados e indicadores, estes dirigentes ficam responsáveis por elaborar um novo plano estratégico anual que inclua a informação de quais serão os processos, áreas e setores que necessitarão de maiores investimentos financeiros e qualitativos para promover a sustentabilidade de toda a companhia.

Tendo este plano em mãos, esses mesmos executivos – ao lado do Black Belt do programa Lean Seis Sigma, devem transformar cada um destes ambiciosos objetivos estratégicos em metas de desempenho menores e mais palpáveis, que por sua vez, irão receber o emprego de projetos de melhoria Lean Seis Sigma – projetos esses que serão executados com o auxílio do método DMAIC.

 

Então, para que serve um projeto Black Belt?

 

Um projeto Lean Seis Sigma possui como objetivo atingir o resultado esperado conforme o desdobramento de metas que foi realizado. Isto é, diferentes setores da empresa recebem a responsabilidade de alcançar novos desempenhos e, através desta nova demanda, vários projetos de melhoria são desenvolvidos estrategicamente para cumprir cada uma destas metas propostas.

Os principais gestores destes projetos por área residem na figura do Green Belt do programa Lean Seis Sigma que, com base na capacitação para com o uso do método DMAIC e das suas inúmeras ferramentas disponíveis, conseguem em média ao final de apenas 4 a 6 meses atingir o novo desempenho almejado por projeto em suas respectivas áreas de atuação.

Agora, imagine dezenas ou até centenas destes projetos executados e concluídos por Green Belts em apenas um ano: o desempenho final da organização e todos os benefícios de crescimento competitivo decorrentes estarão extraordinariamente maiores, não é mesmo?

 

Projeto Black Belt: qual a sua importância?

 

Dois dos principais fatores que diferem um projeto Black Belt de qualquer outro projeto Lean Seis Sigma são relacionados ao seu nível de complexidade, à sua importância de conclusão.

A exigência de uma análise mais meticulosa de informações e a adoção de técnicas e ferramentas de melhoria mais apuradas e sofisticadas faz com que este especialista seja o mais adequado para gerenciar e liderar projetos desta magnitude, que costumam levar em média até 8 meses para conclusão.

Além disso, os projetos executados com um profissional dotado de certificação Black Belt também tendem ter uma amplitude de interferência maior que os demais projetos do programa. Eles são designados para atuar na solução de problemas complexos que resultem ao final de sua conclusão no alcance de metas extremamente desafiadoras. Isto ocorre muito por conta da relação de várias variáveis e indicadores de diferentes processos e setores que envolvem um único projeto.

 

Black Belt em Lean Seis Sigma: quer se tornar um?

 

A Voitto conta com o treinamento de Black Belt em Lean Seis Sigma. Que tal dar uma olhada na descrição deste curso e refletir sobre o que você pode conquistar com esta formação?

O gerenciamento de complexos projetos de melhoria contínua críticos para o aumento estratégico de desempenho da sua área e empresa é somente um dos vários desafios desta função que você se torna capaz de resolver tornando-se um especialista Black Belt.

Então, tudo o que você precisa é dar o primeiro passo para adentrar numa jornada de sucesso e obter uma certificação reconhecida mundialmente!