Ei, está fazendo um projeto de pesquisa e o seu professor orientador quer que você escreva um artigo científico? Parabéns! Isso significa que você está fazendo um bom trabalho e ele será publicado em um congresso ou revista científica.

Mas vem cá, você sabe como fazer um artigo científico? Se não, pode ficar tranquilo, pois não é hora de se desesperar. Neste texto você vai aprender, através de passos simples, como escrever um artigo nota 10.

Para muitos acadêmicos, principalmente os estudantes da área de exatas, a escrita não é algo fácil, pois as normas da ABNT são consideradas um bicho de sete cabeças. Porém, nada melhor do que o conhecimento desses assuntos para facilitar a sua vida acadêmica.

A ABNT possui uma série de normas a serem seguidas, porém, nem todas são consideradas obrigatórias. Dessa forma, é necessário que você consulte a revista científica ou o congresso onde seu artigo será publicado e veja qual o estilo de formatação exigido.

Então, vamos lá! Para você entender de forma prática como fazer um artigo científico, nós vamos utilizar alguns exemplos do artigo escrito pela estudante de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) Daniela Marotta.

Ao final deste texto você também poderá baixar um modelo de artigo científico elaborado de acordo com o padrão estabelecido pelas principais universidades brasileiras.

 

Como fazer um artigo científico?

 

O primeiro passo para escrever um bom artigo científico é conhecer a sua estrutura. De acordo com as normas ABNT é obrigatório que o seu texto tenha :

  • Introdução

  • Materiais e métodos

  • Análise de resultados

  • Conclusão

  • Referências bibliográficas.

Além disso, ele precisa seguir um modelo geral de formatação.

 

Regras gerais de formatação

 

Como regra geral todo trabalho acadêmico utiliza os seguintes padrões:

  • Folha : Cor branca, tamanho A4;

  • Fonte: Cor preta, Arial ou Times New Roman, tamanho 12. Já as legendas, notas de rodapé,tabelas e citações acima de 3 linhas devem ser escritas com  tamanho 10;

  • Itálico: Utilizado apenas para palavras em outros idiomas, com exceção de expressões latinas como, por exemplo, A priori e Ad hoc.

  • Margens:  2 cm para a parte direita e inferior da página e 3cm para a parte esquerda e superior.

  • Espaçamento: Deve ser de 1,5 entre cada linha do texto.

Essas regras podem ser observadas no exemplo a seguir:

 


 

Já que estamos falando de regras gerais de formatação, que tal você conferir nosso modelo padrão de TCC?

Todo documento se encontra de acordo com as normas da ABNT, além disso, ele traz dicas de como inserir tabelas e imagens.

Aposto que esse documento vai te poupar um tempo precioso!

Estrutura de um artigo científico

 

Introdução

 

Com certeza você já ouviu a seguinte expressão popular: “A primeira impressão é a que fica!”. Para textos acadêmicos esse ditado se encaixa muito bem, por isso é importante que você cative o seu leitor ao fazer uma boa introdução.

Comece com a apresentação do seu projeto de pesquisa e explique qual a importância dele perante a comunidade científica. Também é importante que você disserte sobre os seus objetivos gerais e específicos e faça um breve resumo de como o seu problema será abordado.

Ao final da sua introdução você pode escrever sobre os tópicos que serão abordados ao longo do trabalho, mas faça isso de forma sucinta, pois o artigo científico deve ser algo mais “enxugado” do que um trabalho de conclusão de curso (TCC).

 

Materiais e métodos

 

Em certos trabalhos a seção de materiais e métodos pode vir junto com os resultados na parte de desenvolvimento, porém a formatação utilizada para escrevê-las deve ser a mesma. Então, nós optamos por colocar em seções separadas a fim de facilitar o seu entendimento.

Assim, o nosso questionamento inicial pode ser quais são os materiais utilizados na sua pesquisa. No caso da Daniela Marotta, ela utilizou a internet como meio, por isso ela não precisou explorar essa parte.

Mas se você cursa Biologia, por exemplo, e vai fazer um artigo sobre o crescimento de uma espécie de planta é possível que você detalhe os materiais utilizados, como o adubo e em qual ambiente esta planta vai se desenvolver. Explique também se este clima será quente ou frio e se será necessário utilizar algum produto químico.

Já a parte de métodos serve para você dissertar sobre o plano que você traçou para a sua pesquisa, ou seja, qual o caminho necessário para chegar ao objetivo do seu projeto.

Então, supondo que você seja o biólogo que está analisando o crescimento dessas plantas, será necessário que você reflita sobre alguns aspectos, como:

  • Por quanto tempo as plantas precisam se desenvolver para chegar ao resultado necessário?

  • Você vai precisar regar todos os dias ou apenas algumas vezes por semana?

  • Como você vai concluir o que foi observado, será através de métodos dedutivos ou comparativos?

 

Análise de resultados

 

Depois da execução da sua pesquisa, chegou a hora de escrever a parte principal do seu artigo. Esta seção também é conhecida como resultados e discussão e, assim como nos materiais e métodos, pode ser escrita em seções separadas.

Para escrever os seus resultados é necessário que você explique o que aconteceu com o seu projeto. Este relato vai depender do tipo de pesquisa que você escolheu, ou seja, se ela é qualitativa ou quantitativa.

Na pesquisa quantitativa você deve apresentar os resultados coletados através de dados estatísticos. Já na pesquisa qualitativa o seu resultado pode ser um relato do que foi observado durante o processo.

Em ambos os tipos de pesquisa o uso de gráficos, tabelas e figuras ajudam a exemplificar os seus resultados e os tornam mais claros também, mas na pesquisa quantitativa é essencial que você os use.

Depois de ter dissertado sobre os seus resultados, ou até mesmo a medida que você escreve sobre eles, é necessário que você discuta sobre todos os resultados obtidos e justifique porque chegou a cada um deles. Você também deve falar se eles alcançaram os objetivos gerais e específicos da sua pesquisa.

No artigo da Daniela Marotta ela fez uma análise comparativa dos resultados alcançados. Esta é uma metodologia muito utilizada quando você quer colocar em evidência as diferenças e semelhanças do resultados da sua pesquisa. Veja um trecho dessa comparação na figura abaixo.


 

 

Conclusão

 

A conclusão é a parte mais simples do seu texto, afinal, você não deve inserir nenhuma informação nova. Mas, não se esqueça de caprichar nessa parte do seu artigo também, pois tão importante quanto deixar uma boa primeira impressão é fazer um fechamento a altura.

Portanto, faça um resumo dos principais pontos do seu artigo científico: disserte sobre o tipo de pesquisa escolhido, fale sobre a análise dos resultados e ressalte, mais uma vez, se os seus objetivos gerais e específicos foram ou não alcançados.

 

Referências Bibliográficas

 

As referências bibliográficas devem conter as identificações de todos os  autores que foram citados no seu trabalho. Nesta parte é de extrema importância que você não se  esqueça de nenhum autor e monte as suas referências de acordo com as normas da ABNT, a fim de não cometer nenhum tipo de plágio.

Mas o que a ABNT diz a respeito disso?

Como regra geral, a ABNT exige que todas as suas referências bibliográficas devem ser listadas da seguinte forma:

  • As referências bibliográficas devem ser  escritas por tópicos e em ordem alfabética;

  • Os artigos definidos e indefinidos não devem ser considerados neste momento.

  • Os títulos e subtítulos devem estar separados através de dois pontos.

A ABNT também criou um padrão para as citações retiradas de livros, sites da internet, artigos de revista e jornal. Veja a seguir o formato das duas fontes de busca mais utilizadas:

 

Citações retiradas de livros

 

Apenas 1 autor

 

SOBRENOME, Nome abreviado. Título: subtítulo. Edição . Local de publicação: Editora, data de publicação da obra.

Exemplo: DUHIGG, Charles. O poder do hábito: Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios. 1. ed. Brasil: Objetiva, 2012.

 

Até 3 autores

 

Você deve seguir o mesmo padrão de referência citado no item anterior. Todavia, o nome dos autores devem ser escritos separados por ponto e vírgula.

Exemplo: COLLINS, James C.; Porras, Jerry .I. Feitas para durar: Práticas bem-sucedidas de empresas visionárias.Brasil. 4.ed. São Paulo,Brasil: Rocco, 1998

 

Citações retiradas da internet

 

SOBRENOME, Nome abreviado. Título do Artigo. “Disponível em:” . “Acesso em:”

O nome do autor é opcional. Então, não se preocupe caso não tiver este item no texto que você leu.

Exemplo: DIAS, Fernanda. O que é TCC? Entenda como dar os primeiros passos! Disponível em: https://www.voitto.com.br/blog/artigo/o-que-e-tcc. Acesso em: 08 jul. 2018

 

 

Pronto para fazer o seu artigo científico?  

 

Agora que você já sabe como fazer um artigo científico, tenho certeza que o seu projeto de pesquisa terá um grande destaque no congresso ou revista em que for publicado. Mas se tiver ficado com alguma dúvida pode mandar para gente que nós iremos te responder.

Para aperfeiçoar ainda mais a elaboração do seu artigo científico, a Voitto preparou o curso de Estruturação de Trabalhos Acadêmicos para você. Então, não perca tempo! Faça já a sua inscrição e aprenda como tirar nota máxima em qualquer trabalho acadêmico.

Conforme prometido no início desse texto, baixe agora o seu modelo de artigo científico.