Hoje em dia, cada vez mais vivemos cercados de conteúdos por todos os lados. E para que você possa organizar as informações acumuladas, um mapa mental aparece como um importante aliado.

Essa ferramenta pode ser usada tanto para tratar de eventos cotidianos como para explicar teorias relevantes acerca de ciência, política ou algum assunto que abrange a sua área profissional. 

Por isso, a possibilidade de criar um mapa mental com o objetivo de ajudar o seu cérebro a ordenar melhor os conteúdos adquiridos traz várias vantagens, tanto para a sua vida pessoal quanto para a profissional.

Sendo assim, para auxiliar você a criar o seu mindmap, bem como compreender como você pode utilizar essa ferramenta fique atento aos seguintes tópicos:

  • O que é mapa mental?

  • Para que serve e como utilizar o mapa mental?

  • Características do mapa mental;

  • Vantagens de fazer o mapa mental;

  • Passo a passo para fazer um mapa mental;

  • 5 aplicativos para fazer o mapa mental.

 

O que é o mapa mental?

 

o que é mapa mental

 

O mapa mental é uma ferramenta usada para organizar, memorizar ou analisar determinados tipos de informação.

A ideia central desse conceito foi desenvolvida pelo inglês Tony Buzan, cujo objetivo principal é promover a organização das informações em nossa mente, de um modo prático e coerente com os processos cognitivos.

Desse modo, é possível aferir que o mapa mental apresenta o conteúdo da mesma maneira que ele é compreendido pelo nosso cérebro, fortalecendo as sinapses neurais. Sendo assim, ele pode ser usado para facilitar a memorização e o aprendizado dos mais diversos conteúdos.

Para facilitar isso, o mapa mental pode utilizar recursos variados, tais como cores diferentes, símbolos, frases e, especialmente, estrutura ramificada, capaz de associar uma informação a outra a partir de um tema central. Isso permite uma fácil memorização.

 

Para que serve e como utilizar o mapa mental?

 

O mapa mental serve para orientar, organizar e hierarquizar vários tipos de conteúdo. A criação de mapas mentais pode ajudar a memorizar os principais tópicos de um tema de estudos, auxiliando a mantê-los organizados na mente. 

Para utilizar um mapa mental é preciso relacionar informações no cérebro aos seus conhecimentos prévios. É impossível, nesse caso, imaginar um céu azul sem a compreensão prévia do que é o céu e como é a cor azul.

Entretanto, não há a necessidade de ser a pessoa mais criativa do mundo para criar e utilizar um mapa mental, pois o processo de elaboração dele é fácil, lúdico e intuitivo.

Ao criar o seu mapa mental você poderá usá-lo para várias ações do seu dia a dia. Ele pode ser um instrumento para o aprendizado e a assimilação de vários tipos de informações. Vamos ver então como eles podem ser utilizados? 

 

Como uma ferramenta de memorização

O mapa mental organiza facilmente qualquer conteúdo. Isso é possível porque ele simula as associações realizadas naturalmente pelo seu cérebro e permite, com isso, a obtenção do conhecimento. 

 

Um estímulo para o pensamento criativo

O mapa mental é simples e objetivo. Sendo assim, pelo fato de não contar com uma estrutura linear, a utilização de mapas mentais pode ser benéfica para agilizar processos criativos e de brainstorming.

Quem pode se beneficiar muito com essa técnica são profissionais que atuam em áreas como publicidade, design, gerenciamento de empresas, literatura e artes em geral.

Para ter em mãos um material pronto para só precisa colocar suas ideias, faça o download gratuito da nossa Planilha de Brainstorming e Seleção de Ideias. Clique na imagem abaixo:

planilha brainstorming e seleção de ideias


 

Uma maneira de sanar diversos tipos de problemas

Os mapas mentais auxiliam a analisar e identificar todos os elementos e os resultados de uma determinada situação, estabelecendo um método que permite uma compreensão mais adequada dessa situação.

 

Como um eficiente recurso de planejamento

Utilizar um mapa mental permite encontrar todos os meios para a realização de tarefas, auxiliando a determinar o que deve ser feito para uma meta ou objetivo ser devidamente alcançado.

Além disso, ele pode ser utilizado para o planejamento de recursos humanos, pois trata-se de um método bastante adequado para otimizar os processos de recrutamento e seleção, incluindo questionamentos para uma entrevista de emprego e avaliações de desempenho, por exemplo. 
 

Além de ser um aliado para o desenvolvimento de projetos

Independente do tipo de projeto que você almeja desenvolver, o mapa mental surge como um meio eficiente para estipular quais serão os passos adequados para realizá-lo.

Ele facilita até mesmo a organização e a realização de algum evento, seja uma palestra, uma aula, uma reunião ou, inclusive, o lançamento de um produto no mercado.

 

Características do mapa mental
 

Como a mente humana apresenta uma estrutura complexa, a organização dessas informações em nosso cérebro é fundamental para assimilarmos os mais diversos tipos de conteúdo, sem confusão e de forma eficiente e segura.

Além disso, conforme o próprio nome indica, o mapa mental é como um mapa da mente do indivíduo onde ficam organizadas informações importantes. Além disso, ele conta com características bem definidas como:

  • Versátil (pode ser feito por qualquer pessoa para ser aplicados nas mais diversas situações);

  • É feito por ramificações;

  • Funciona por meio de relações de conceitos;

  • É um método para analisar informações;

  • Pode ser construído de forma simples e também por meio de aplicativos.


 

Quais as vantagens de usar o mapa mental

homem com uma nova ideia

 

Além da organização de ideias, vale mencionar outras vantagens evidentes sobre a criação de um mapa mental. Confira! 

 

É flexível 

Por possuir uma estrutura baseada em ramificações, se torna mais fácil acrescentar novas informações ao mapa mental, o tornando um processo que está em constante adaptação e transformação.

 

Facilita a memorização

O mapa mental organiza as informações da mesma maneira que elas são organizadas no nosso cérebro: por meio de associações. Por isso, graças a essas características é muito mais fácil memorizá-las e compreendê-las.

 

Contém recursos gráficos

O seu mapa pode incluir símbolos, cores, palavras, frases e outros artifícios que auxiliam no processo de memorização.
 

Pode ser um processo colaborativo

É um método que não necessita de uma estrutura linear para ser desenvolvido. Ele pode ser montado por meio de esforços colaborativos e ser complementado aos poucos. 

Sendo assim, um mapa mental pode ser feito por meio da colaboração de diferentes pessoas. Em suma, essa ferramenta é muito útil para trabalhos em equipe.

 

Passo a passo para fazer um mapa mental

 

Não é difícil elaborar o seu próprio mapa mental. Inclusive, os materiais para a criação dele são fáceis de serem obtidos, pois eles podem ser feitos por meio de papel e canetas coloridas. Vamos aos passos então? 

 

1 - Tenha um tema central

Pegue uma folha de papel em branco e escreva o tema do seu conteúdo bem no centro, você pode destacá-lo como quiser. É a partir desse tema que todas as informações relacionadas ficarão ao redor dele. 

 

2 - Faça as ramificações

Após a definição do tema central, separe as suas ramificações. Nessa hora, deixe a imaginação fluir e permita que o sistema de associações do seu cérebro comande a ação. Estabeleça linhas que representam informações, ideias ou conceitos relacionados diretamente com seu título.
 

3 - Amplie as ramificações

Prossiga conectando outros ramos ao seu tema central, elaborando subtópicos capazes de se adaptar dentro de outros e assim por diante, você pode usar diferentes cores ou formas para diferenciar os temas.

 

4 - Use símbolos, cores e desenhos

Seja simples e objetivo. Crie símbolos e desenhos para destacar as informações no mapa e destaque-as por meio de cores diferenciadas. De preferência use palavras-chave.

 

5 - Edite as informações

Mude o que for necessário. Não seja tímido na hora de inserir ou retirar informações, pois ao fazer isso, você terá à disposição uma série de elementos figurativos capazes de estimular o seu cérebro e facilitar o entendimento do mapa mental.  
 

5 aplicativos gratuitos para fazer o mapa mental

 

A tecnologia também pode auxiliar você na construção do seu mapa mental. Um evidente exemplo disso é a utilização de aplicativos específicos para esse fim. Conheça alguns deles:

 

1 - MindMeister

Uma das mais conhecidas e completas ferramentas de mapas mentais. O MindMeister, lançado em 2007, é uma ferramenta que apresenta um grande diferencial de ser totalmente em nuvem e disponibiliza uma versão grátis e paga. 

 

2 - Coggle

Muito parecido com o MindMeister, o Coggle é uma ferramenta que também trabalha de forma online e permite upload ilimitado de imagens e colaboração em tempo real, sendo uma ótima ferramenta para usar em grupos. 

 

3 - XMind

O objetivo do XMind é ser um grande gerador de ideias e de brainstorm. Contudo, a ferramenta funciona por meio de download e também possui uma versão paga. 

 

4 - Mindnode

O grande diferencial do Mindnode está em seu apelo visual que permite a organização de ideias de forma elegante e bastante criativa, graças as recursos de design avançados. 

 

5 - Free Mind

Na linha dos open sources, o Free Mind é um programa livre e pode ser baixado para ser usado no Windows, Linux e Mac.  

 

Aprenda mais!

 

Espero que o nosso artigo tenha te ajudado e que você faça um mapa mental incrível depois destas dicas e conhecimentos adquiridos. 

E, para você sair daqui com uma formação mais completa ainda, eu vou deixar o nosso curso de Introdução ao Excel que é TOTALMENTE GRATUITO. Não deixe de conhecer a ferramenta que muda o seu jeito de organizar informações. Clique no botão:

 

curso de introdução ao excel